5 de julho de 2014

Música: Playlist de "O Segredo de Ella e Micha"


Oi, gente! Em primeiro lugar: que honra fazer parte dos colaboradores do blog Roendo Livros. E já como missão, a pequena e linda resenhista, a Ana Clara, me incentivou a escrever sobre a playlist que a autora do livro “O Segredo de Ella e Micha”, a Jessica Sorensen, separou como trilha sonora para apreciar os diversos momentos do jovem casal da história.

E já que o meu assunto preferido é música, bora conferir o que eu escrevi? Bora!

“All The Same”, da banda Sick Puppis, é a canção mais autoritária e melancólica. Os riffs de guitarra não se submetem à chuva que cai durante o clipe como se fosse um refúgio para lavar a alma. Uma súplica direta a alguém que se foi, e não sabe se volta.


Já a melodia “The Story” (Brandi Carlie) é uma letra direta, uma canção que se inicia com calmaria, mas que no refrão detona-se com uma voz rouca e marcante da vocalista. Com tudo, é apenas uma declaração de inúmeros sentimentos ilhados de um ser apaixonado por alguém que não está ali para ouvi-lo.

Diferente de todo esse poço de melancolia, “Shameful Metaphors”, do trio Chevelle, remete a transformação. O medo te transforma. Os olhos fechados, querendo não ver aquilo que já está exposto te gritam. E você ali, tentando entender com extremas transformações.

Ah, o amor... É o que resume a música “Live and die”, da banda The Avett Brothers. Acertaram na dosagem! Que combinação de sintonia e romantismo. Sem mesmice e com uma letra nostálgica e delicada.


Já posso dizer que gostei da canção “Behind Blue Eyes”, do The Who? Pois bem! Está dito: é a minha preferida. A calmaria que vem transbordando na música traz uma letra totalmente sentimental e cheia de insinuações. A pancada de verdades é acompanhada no refrão com riffs de guitarra e uma voz estridente.

Mas há algo que se diferencia dessa melancolia exposta. “Sail” (Awolnation) é uma dessas canções que te tira da superfície em busca de algo próprio. Vá atrás. Ande. Corra. Ou navegue!

A perda e o drama seguem em “Dance Movie – Rush”. A interrogação e as palavras súbitas na dúvida, pois não há refúgio. Há medo.


É incrível como a melancolia, a saudade e as palavras nas entrelinhas se encontram nesta playlist. Assim como na canção “The Black Sun”. Palavras ditas com suavidade são as maiores traduções da saudade no meio da escuridão.

E para finalizar a playlist, está lá “The Distance”, carimbada por Cake. A melodia é gingada e rápida, como se fosse um rap. A letra em si é a pura distância agonizada. Distância da qual não há explicações. Frases soltas e com ritmo embalam a canção.

Para ouvir a playlist completa é só clicar aqui! Gostou? Comente! Seria bacana a sua opinião por aqui! Nos veremos entre músicas e livros, beijão!

4 comentários:

  1. Ainda não li, mas to louco pra ler e adoro esse tipo de música, então acho que vou curtir euhae
    XOXO
    onthislastday.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Amo Ella e Micha. Depois que terminei de ler o livro fiquei viciada em Behind Blue Eyes. Amei a sua playlist

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie Ellen =)

    Ainda não li esse livro, mas tenho visto opinião bem divergentes. Uns amam outros odeiam rs...

    Não conhecia as músicas que você citou no post, mas curti bastante ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  4. simplesmente amei estou lendo "O para sempre de Ella & Micha"

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©