2 de novembro de 2014

O Que Eu Li: Outubro

Olá, como vão vocês? Eu vou bem, na medida do possível. Posso dizer que os últimos dias não foram muito generosos comigo. E, obviamente, a minha lida para conseguir o mínimo de tempo possível para me dedicar aos meus amados livros continua firme e forte. 

Definitivamente, o mês passado foi tão corrido quanto o anterior, mas ainda assim consegui ler um pouco mais. Eu tive uma semana inteirinha de palestras na faculdade, e se tem uma coisa que eu detesto no mundo é palestra. Não deu outra, né? Passei todas essas manhãs lendo e, graças a isso, consegui acelerar um pouco. Não me matem, por favor. Isso se chama desespero, gente (hahahaha). Agora vou mostrar para vocês os quatro livros fantásticos que li no mês de outubro. 

01. Cartas de Amor aos Mortos: já estava um pouco cansada de ver resenhas desses livro aqui na blogosfera. É claro que eu não podia deixar de conferir, né? Confesso que, apesar de ter gostado bastante da leitura, esperava um pouco mais do livro. Achei a história um pouco previsível, mas ainda assim bem legal. Já tem resenha aqui no Roendo Livros, para quem quiser saber direitinho a minha opinião. 

Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.

02. Memórias de Uma Gueixa: acho que, nessa altura do campeonato, acho que todo mundo já sabe o quanto eu deseja esse livro. Não apenas lê-lo, mas tê-lo em minha coleção também. Fiquei tão feliz quando meu benzinho me deu um exemplar de presente que nem sei explicar para vocês. E garanto que a história é tão linda e perfeita quanto a capa. Também já tem resenha aqui no blog, com direito a um vídeo super legal da Jess. 

"Memórias de uma Gueixa" é um romance fascinante, para ser lido de várias maneiras: como um mergulho na tradicional cultura japonesa, ou um romance sobre a sexualidade, e ainda, como uma descrição minuciosa da alma de uma mulher já apresentada por um homem. Seu relato tem início numa vila pobre de pescadores, em 1929, onde a menina de nove anos é tirada de casa e vendida como escrava. Pouco a pouco, vamos acompanhar sua transformação pelas artes da dança e da música, do vestuário e da maquilagem; e a educação para detalhes como a maneira de servir saquê revelando apenas um ponto do lado interno do pulso - armas e mais armas para as batalhas pela atenção dos homens. Mas a Segunda Guerra Mundial força o fechamento das casas de gueixas e Sayuri vê-se forçada a se reinventar em outros termos, em outras paisagens.

03. O Começo de Tudo: muito provavelmente essa foi a minha grande surpresa do mês. Sinceramente, eu não esperava muito desse livro. Como eu citei na resenha, só comecei a lê-lo por causa da cor (amarelo é minha cor preferida), juro para vocês. Mas querem saber de uma coisa? A leitura é muito melhor assim. "O Começo de Tudo" não é mais um YA bobinho. É, muito provavelmente, um dos livros mais inteligentes e verdadeiros que já li.

O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social. Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz. Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios? O Começo de Tudo é um livro poético, inteligente e de cortar o coração sobre a dificuldade de ser o que as pessoas esperam, e sobre começos que podem nascer de finais trágicos.

04. Anjo Mecânico: costumo brincar que, sem a Jessie (Lendo & Comentando) minha vida literária não seria quase nada. Primeiro porque ela sempre me mostra os melhores livros e autores; segundo porque ela sempre me empresta um monte de livros. Não foi diferente com TID. Além de me emprestar o livro, ela já havia me mostrado antes como a escrita da Cassandra Clare é maravilhosa. Com certeza é outro livro que PRECISA ser lido. 

Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo.

Apesar da pouca quantidade, achei meu mês bem proveitoso. Gostei bastante de todas as obras que li. Mas agora quero saber de vocês: quantos livros leram em outubro? Gostaram de todos eles? Já leram algum dessa minha lista? Comentem!

1 comentários:

  1. Dos livros da sua lista, só li "Cartas de Amor aos Mortos", que é lindo *-* Geralmente, quando mais esperamos do livro, mais decepcionados ficamos, né? ):
    Beijos,
    Déia!
    Own mine

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©