26 de março de 2015

Preconceito Literário

Oi pessoas! Em primeiro lugar, gostaria de me desculpar de verdade pelo meu sumiço esses dias. As coisas na faculdade estão começando a apertar e eu não tenho conseguido ler absolutamente nada. Espero ansiosamente pelo dia que conseguirei conciliar as duas coisas... 

Enfim... Hoje vou postar uma coisa um pouco diferente do que posto normalmente. Na verdade, li este texto no Reality of Books e concordei do início ao fim. A autora dele é a Caroline Gurgel do blog Histórias de Papel. Espero que vocês leiam e reflitam. 




14 de março de 2015

Resenha: A Mais Pura Verdade

Título Original: The Honest Truth
Autor: Dan Gemeinhart
Páginas: 224
Tradução: Leonardo Castilhone
Editora: Novo Conceito
Livro recebido em parceria com a editora.

Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.
Mas, em certo sentido um sentido muito importante, Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.

Ainda não sei o porquê, mas não cheguei a receber aquele livreto que a Novo Conceito enviou para todos os blogueiros que fizeram inscrição para parceria. Muito provavelmente não tinha ninguém em casa para receber, mas enfim... Ver todo esse rebuliço que a história de Mark causou me deixou extremamente curiosa e ansiosa para receber o livro completo. Assim que chegou, devorei. E como sempre acontece comigo quando estou com expectativas muito altas, me decepcionei um pouquinho.

11 de março de 2015

Promoção: 02 Anos de Apenas um Vício!


Hoje o blog Apenas um Vício completa dois anos, mas quem ganha presente são vocês! O Roendo Livos, junto com diversos blogs amigos, resolveu participar desta festa! Os blogs irão sortear 30 livros para apenas cinco ganhadores. 

5 de março de 2015

Resenha: Fangirl

Título Original: Fangirl
Autora: Rainbow Rowell
Páginas: 424
Tradução: Caio Perereira
Editora: Novo Século

Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências.

Todo mundo é ou já foi superfã de alguma coisa. Eu mesma sou Potterhead desde os meus oito anos (estou quase completando 20, agora) de idade e não nego para ninguém. Muito pelo contrário, amo mostrar o quanto eu sou fã da série. Cath Avery é justamente esse tipo de pessoa. Ser fã da série Simon Snow (que é muito relacionada a Harry Potter, aliás), é sua vida. Simon é tão importante que ela deixa de fazer muitas coisas para escrever sua fanfic, que é super famosa. 
 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©