1 de março de 2015

Cinema: Laranja Mecânica

Título Original: A Clockwork Orange
Ano: 1971
Diretor: Stanley Kubrick
Duração: 137 min
Gênero: Ficção Científica | Drama
Elenco Principal: Malcolm McDowell, Patrick Magee Adrienne Corri, Miriam Karlim

"Laranja Mecânica" conta basicamente a história de quatro amigos que cometem crimes pela cidade (roubos, estupros, agressões). O líder, Alex, é um jovem com uma inteligencia fora do normal, mora com os pais e tem "tudo o que alguém quer", mas sua rebeldia o leva a cometer esses tipos de crimes de ultra-violência com os seus druguis

Porém em meio de suas invasões, Alex comete seu crime maior, um homicídio, e é traído pelos seus "amigos", sendo condenado a 14 anos de prisão. Alex, com todo o seu cinismo e deboche pela sociedade acaba se tornando voluntário na prisão de um projeto chamado Técnica Ludovico, que consiste em afastá-lo da violência, e assim, o livra dos 14 anos de prisão, passando só 2 anos.


São passados filmes fortes de violência, sexo e afins, e são aplicados medicamentos injetáveis que o fazem se sentir mal ao ver tais coisas, fazendo-o até passar mal ao ver, sendo assim, depois do Tratamento, Alex é finalmente "libertado". 

Ao ser liberado, Alex percebe que a sociedade não aceita assassinos curados e passa por uma série de problemas, como ser sem-teto, ser espancado e até afogado, Alex entra em colapso e passa pelos cuidados de uma das pessoas que sofreu com sua gangue, porém sem reconhece-lo até então. A partir daí, Alex passa por mais uma série de tratamentos psicológicos ditados pelo governo para finalmente "cura-lo", porém sem muito sucesso.

Sendo um filme do (gênio) diretor Stanley Kubrick, e sendo uma adaptação do livro de mesmo nome do autor Anthony Burgess, é bem relacionado à uma série de coisas, tais como psiquiatria, críticas sociais, políticas e econômicas. A trilha sonora é composta, em sua maioria, por música clássica, devido Alex ser fã de Bethoven.

2 comentários:

  1. Esse filme dever super interessante. Adorei seu comentário sobre ele!

    Beijos,
    http://lendouniversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho muita curiosidade de assistir o filme e de ler o livro também, mas ainda não tive nenhum contato com esse clássico.
    Kubrick era mesmo um gênio. Quando se trata de adaptações, alguns de seus filmes tem diferenças consideráveis em relação aos livros, mas são sempre grandes filmes.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©