25 de maio de 2015

Não Entre em Pânico!

Títulos: O Guia do Mochileiro das Galáxias
              O Restaurante no fim do Universo
              A Vida, o Universo e Tudo Mais
              Até mais, e Obrigado pelos Peixes!
              Praticamente Inofensiva
Autor: Douglas Adams
Páginas: Total de 822 páginas
Tradutor: Paulo Fernando Henriques Britto e Carlos Irineu da Costa
Editora: Arqueiro.

Olá nerdaiada! Feliz dia da toalha! Para comemorar esse dia tão especial para os fãs de Douglas Adams (que foi gourmetizado para Dia do Orgulho Nerd ;p), vamos falar um pouco sobre a trilogia de cinco do Guia do Mochileiro das Galáxias?

NÃO ENTRE EM PÂNICO!

The Hitchhiker's Guide to the Galaxy (traduzido como O Guia do Mochileiro das Galáxias) é uma trilogia de cinco livros (você leu isso mesmo) de ficção científica com um tom engraçado que te prende do começo ao fim. O autor dessa maravilha nerd é Douglas Adams. Originalmente O Guia era transmitido na BBC Radio 4 em 1978, mas com o avanço da tecnologia foi sendo transformada em outras mídias (muitas dessas sendo produzidas pelo próprio autor) e fazendo com que Douglas Adams virasse um ícone da cultura nerd pelo mundo inteiro. Este título foi traduzido para mais de 30 línguas até onde se tem registro.

No início, o Universo foi criado. Isso irritou profundamente muitas pessoas e, no geral foi encarado como uma PÉSSIMA IDÉIA.

O que você faria caso descobrisse que o mundo todo iria sumir do mapa em questão de minutos? Correr, chamar a mãe... Entrar em pânico? Foi o que fez Arthur Dent, um dos protagonistas dO Guia. Dent tenta convencer os responsáveis da obra a não destruirem sua casa quando seu amigo Ford Prefect (que era não um ator – mas sim um extraterrestre fazendo pesquisas de campo) revela que a Terra será destruída em menos de vinte minutos e não, não há nada que possa ser feito. E agora? Só resta mesmo entrar na nave dos Vogons (não chegam a ser malévolos, mas são mal-humorados, burocráticos, intrometidos e insensíveis...), mas... fazer o quê? O jeito é tentar escapar com vida.

Ao decorrer do livro conhecemos também Zaphod Beeblebrox, Trillian e Marvin (melhor robô, me representa hahaha), e todos juntos em suas aventuras tentam principalmente não entrar em pânico (segundo o próprio Guia do Mochileiro, um manual sobre o universo e tudo mais), sem esquecer do objeto de sobrevivência mais importante: A TOALHA!

A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você -estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Mas e se eu te dissesse que a resposta para todos os problemas é... 42? Pois é. Mas não vou te explicar o porquê, você vai ter que ler os livros para saber do resto! A única coisa que posso dizer é que uma cachalote e um vaso de petúnias podem ser mais interessantes do que a raça humana. Com toda a certeza u_ú

Amor: muito doloroso. Evite, se possível.

O que a gente sabe é que: tio Douglas Adams é um cara muito batuta, maneiro e que fez a história dos nerds ficar mais interessante. Não é nerd e não entendeu NADA disso? Leia o Guia! Por mais que você não esteja inserido nesse mundo, tenho certeza de que será capaz de dar boas risadas. Caso queira escutar algo muito legal sobre, recomendo o Nerdcast 209 que tem audiodrama e tudo *-*

Aos nerds, já que hoje é dia 25 de Maio... FELIZ DIA DA TOALHA E DON’T PANIC!!! #carryatowel #42

5 comentários:

  1. Oi Jess!
    Eu nunca li nada do Douglas Adams, acredita? Tenho curiosidade (e no Dia da Toalha tenho também vergonha, rsrs) e pretendo resolver isso logo. Acho que vou começar por "Agência de Investigações Holísticas" ;)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana e Jess! Eu tenho os livros que comprei em uma promoção no submarino, mas acho que não sou nerd o suficiente para ler! rsrs Não bateu vontade :P Acho que essa batutisse toda não me atrai tanto. rsrs

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ahhh, sabe que há anos venho nutrindo a maior curiosidade para ler essa "série", mas até hoje não li unzinho sequer. Não sou o que se pode chamar de nerd, mas simpatizo com alguns elementos desse universo e tenho certeza de que iria me divertir um bocado com esses livros. Qualquer hora compro/troco e começo a ler! =)

    Beijosss, Livro Lab

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum livro desta série, mas todos que leem dizem amar.
    Gostei de sua opinião sobre o livro.
    http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olha, sempre tive curiosidade de ler esses livros, rs, e agora fiquei com mais vontade ainda. Estou muito curiosa por causa do 42! hahaha... Preciso descobrir porque é a resposta.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©