14 de junho de 2015

O Que Eu Li: Maio

Oi pessoal! Hoje estou aqui para mostrar para vocês os livros que li no mês de maio. Foram dois livros de poesia lindos do Paulo Leminski e um meio que documentário (não sei bem se este é realmente o gênero) que mexeu muito comigo.


Melhores Poemas de Paulo Leminski: uma coia que vocês provavelmente não sabiam sobre mim, é que eu não sou muito fã de poemas, mas mesmo assim sou super apaixonada pelo Paulo Leminski. As coisas que ele escreve são muito simples, mas lindas demais. Peguei esse livro na biblioteca da faculdade só para passar o tempo e li bem rapidinho. 

Mensagem de Uma Mãe Chinesa Desconhecida: acho que nunca li um livro que me deixou tão triste na vida. Acho que doeu mais porque as histórias narradas por Xinran são todas reais e é isso que mexe com a gente. Com certeza é um livro que todas as pessoas do mundo deviam ler. Gostei tanto que vou escrever um artigo sobre ele para a faculdade.

Bom, não achei nenhuma foto boa do terceiro livro que li no mês, Winterverno, uma parceria entre o Paulo Leminski e o João Suplicy, por isso resolvi postar algumas fotos do interior do livro para vocês verem (até porque não penso em fazer resenha sobre ele por agora). 



Acho que nunca vi um livro tão bonito e caprichado. As folhas são daquele material mais chique, sabem? E a maioria dos poemas estão nessa forma das fotos, acompanhados de desenhos, escritos à mão...

Li Winterverno rapidinho também, no intervalo entre o almoço e a aula de Química I, dei uma passadinha na biblioteca e acabei em uma sentada. Deu vontade de tirar foto de todas as páginas do livro, de tão lindas que são.

Quem quiser conferir a capa do livro, é só entrar no Skoob que tem tudo direitinho. Juro que procurei uma imagem maior, mas a resolução máxima foi 200x204.

Para variar só um pouco, não estou conseguindo ler muito nesses últimos meses. Espero que eu consiga recuperar um pouco do tempo perdido nas leituras com as férias do meio do ano. Se a faculdade realmente entrar em greve, não vou fazer outra coisa se não ler (mas espero de verdade que não entre, quero mesmo formar no tempo certo).

3 comentários:

  1. Olá, Ana.
    Também adoro as poesias do PL. Ele sabia ser simples e tocante ao mesmo tempo. <3

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana!
    Vou confessar que poesia não é comigo, rsrs. Mas que bom que você encontrou livros que curtiu tanto :)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana!

    AHHH muito amor pelo Leminski ♥! Não conhecia o "Mensagem de Uma Mãe Chinesa Desconhecida", fiquei curiosa pelos seus comentários.

    Também tenho lido bem pouco, viu? :( #VemFerias

    Beijos e boas leituras! ^^

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©