4 de setembro de 2015

Resenha: Bom Dia, Sr. Mandela

Título Original: Good Morning, Mr. Mandela
Autora: Zelda la Grange
Páginas: 432
Tradução: Sofia Gomes
Editora: Novo Conceito
Livro recebido em parceria com a editora.

Bom Dia, Sr. Mandela conta a extraordinária história de uma jovem que teve suas crenças, preconceitos e tudo em que sempre acreditou transformados pelo maior homem de seu tempo. A incrível trajetória de uma datilógrafa que, escolhida para se tornar a mais leal e devotada assessora de Nelson Mandela, passou a maior parte de sua vida trabalhando ao lado do homem que ela passaria a chamar de Khulu , ou avô.

Uma coisa que poucas pessoas sabem sobre mim é que eu adoro biografias/autobiografias. Posso nem conhecer a pessoa, mas seu tiver uma chancezinha que seja de ler sobre ela, vou ler. Mas Nelson Mandela não é qualquer pessoa, não é mesmo? Além de ter sido um grande líder político, e ter lutado contra o apartheid na África do Sul, ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 1993 e foi um grande ícone mundial. É claro que eu não perderia a oportunidade de saber um pouco mais sobre ele. 

Zelda la Grange foi secretária de Nelson Mandela por 19 anos e é através dela que conhecemos o mais íntimo do ex-presidente. O mais interessante é que Zelda é uma africana branca e foi criada sob o regime do apartheid. Ela conta que foi criada diante de um doutrina que pregava que a raça branca é superior a qualquer outra existente no mundo. Quando ela nasceu, Mandela já estava preso. No decorrer do livro, Zelda fala sobre os dois lados do homem que tanto admiramos: aquele que lutou com todas as suas forças por justiça, mas ao mesmo tempo humano, que cometia erros como todos nós. 

Zelda dedicava praticamente 24 horas do seu dia para Mandela e esteve com ele até sua morte em dezembro de 2013. Ela conta de forma muito carinhosa que é eternamente grata a ele, por tudo o que lhe ensinou e afirma que foi com ele que aprendeu a respeitar o próximo (não podemos nos esquecer que até certo ponto da sua vida ela vivia com os ideais do apartheid).

Quando você fala com um homem, você fala com sua cabeça, mas, quando você fala com ele em sua língua, você fala com seu coração.

O livro é dividido em quatro partes extremamente intensas, onde Zelda fala do homem que realmente foi Mandela, o real. Fala da sua extrema bondade com todos, de todas as suas manias e costumes. A narrativa é tão pessoal que diversas vezes me senti tão próxima do Mandela quando ela. Zelda desmistifica a nossa visão sobre esse herói com seu relato sobre ele. Acreditem ou não, mas Nelson Mandela e nós somos "farinha do mesmo saco" e eu suponho que é justamente isso que ele queria que pensássemos sobre ele. 

A única parte negativa que consegui encontrar nessa obra foi a extrema devoção de Zelda para com Mandela. Mesmo após evidenciar alguns dos seus erros (alguns eu não conseguia nem acreditar), a autora continua tratando seu ex-chefe como um verdadeiro Deus, com uma paixão às vezes exagerada. Ainda assim, é uma boa pedida para quem gosta muito de política e de História no geral, ou, como eu, pessoas fanáticas por biografias. 

Classificação final: 

6 comentários:

  1. Oi Ana, diferente de você, eu dificilmente consigo ler biografias. Eu não sei por qual motivo isso acontece, mas mesmo quando começo um livro assim, muitas vezes eu travo. Então até evito um pouco.
    Mas que bom que com você é diferente. E o livro parece bom, é claro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana! Tudo bem? Eu não costumo ler biografias, mas a do Mandela chama bastante a minha atenção. Sempre leio comentários bem positivos para ela e tenho uma certa curiosidade em conhecer mais sobre a vida dele. Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/08/resenha-premiada-johnny-bleas-um-novo.html <- Tá rolando promoção do livro "Johnny Bleas - Um Novo Mundo" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Eu não costumo ler biografias, mas dependendo da pessoa que é minha curiosidade é tanta que acabo lendo.
    Pelos seus comentários este livro é bem interessante e fiquei com vontade de ler.
    Ótima resenha!!

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana, tudo bem?
    Ouvi falar um pouco sobre esse livro na época de seu lançamento, e achei que deveria ser algo bem interessante. Acho que realmente, a exagerada devoção dela por ele acaba atrapalhando em muitas coisas, mas geralmente quando leio um livro assim acabo tendo que tentar me desligar da opinião do autor, e aposto que foi por isso que você passou, não é mesmo?
    Bem, fiquei muito curiosa para conhecer essa biografia desse homem incrível que foi o Mandela!

    Um beijo!
    winterbird.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oii Ana

    Já li muita biografia, muita mesmo, logo que comecei a ler livros por prazer, mas hoje já passei dessa fase e não sei porque já não consigo acompanhar com a mesma paixão. Acho Mandela um homem extraordinário e a parte legal desses livros é conhecer um pouco o ser humano por trás do nome né? Por agora eu não leria, por estar com dificuldade de me concetrar e me prender nesse gênero, mas não descarto ler futuramente. Resenha ficou ótima

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  6. Que estória incrível! Nunca tinha visto nada sobre o livro e agora bateu uma vontade enorme de ler.

    A resenha está incrível e o blog só melhora. Parabéns!

    Beijos

    http://www.oclubedameianoite.com/

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©