31 de dezembro de 2016

Resenha: Lobo por Lobo

O Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial, e a Alemanha e o Japão estão no comando. Para comemorar a Grande Vitória, todo ano eles organizam o Tour do Eixo: uma corrida de motocicletas através das antigas Europa e Ásia. O vencedor, além de fama e dinheiro, ganha um encontro com o recluso Adolf Hitler durante o Baile da Vitória. Yael é uma adolescente que fugiu de um campo de concentração, e os cinco lobos tatuados em seu braço são um lembrete das pessoas queridas que perdeu. Agora ela faz parte da resistência e tem uma missão: ganhar a corrida e matar Hitler. Mas será que Yael terá o sangue frio necessário para permanecer fiel à missão?

Título Original: Wolf by wolf
Autora: Ryan Graudin
Tradução: Guilherme Miranda
Páginas: 360
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Como seria o mundo se a Alemanha tivesse vencido a Segunda Guerra Mundial? É com essa pergunta que Ryan Graudin desenha a trama de Lobo por Lobo e reinventa a realidade a partir de um dos maiores "E se..." da história da humanidade. Sua ousadia literária resultou em um enredo original, extremamente envolvente e repleto de reflexões sobre o que poderia ter sido.

29 de dezembro de 2016

Resenha: Meus Fracassos na TV

No três anos em que trabalhou como autor-roteirista da maior emissora do país, o professor Felipe Pena apresentou diversos projetos dramatúrgicos, escreveu uma dezena de pilotos, colaborou com um grande autor de novelas e chegou ao cargo de diretor de análise de conteúdo, o que lhe permitiu ler e avaliar outros cento e vinte projetos de diferentes autores da casa. Mas há um detalhe importante: nenhum de seus projetos foi ao ar. Ou seja, nada do que Felipe escreveu teve seu verdadeiro destino concretizado. Nenhuma de suas cenas foi dirigida pela Amora Mautner. Nenhuma de suas rubricas mereceu a fotografia do Walter Carvalho. Neste livro, Felipe Pena divide alguns de seus fracassos com leitores. São três sinopses e os roteiros de seus respectivos pilotos: uma novela das sete, um seriado de terror e uma minissérie policial. Nas palavras do professor: "imaginar cada cena e tentar descrevê-la com rigor necessário para que alguém completamente diferente de você também possa imaginá-la não é uma tarefa simples. Para fazer com que diretores, atores, figurinistas e outros tantos profissionais consigam enxergar pelas palavras (e só pelas palavras), o autor precisa de muitos fracassos. Eles são a bússola e âncora."

Título Original: Meus Fracassos na TV
Autor: Felipe Pena
Páginas: 389
Editora: Primavera Editorial
Livro recebido em parceria com a editora

Os bons também fracassam. Essa foi a minha constatação ao terminar de ler Meus Fracassos na TV, escrito pelo jornalista, professor, escritor e psicólogo Felipe Pena. A princípio, logo na introdução, Felipe cita a seguinte frase: "O fracasso me subiu a cabeça". E é claro que a citação me fez lembrar daquela música da Pitty, Fracasso, sabe? Bom, independente de termos sim ou não a trilha sonora para leitura, o autor fracassou. Mas tenhamos calma, caro leitor. Fracassar é bom, esqueceu? 

26 de dezembro de 2016

Resenha: O Erro

Foto: Gettub
Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.

Título Original: The Mistake
Autora: Elle Kennedy
Páginas: 279
Tradução: Juliana Romeiro
Editora: Paralela
Livro recebido em parceria com a editora

Grace é uma universitária que não liga para baladas, prefere ficar em seu quarto lendo ou estudando, mas isso não impede que sua amiga, Ramona, tente levá-la para festas. Quando consegue, Grace acaba não gostando e sempre volta cedo para casa. O que ela não esperava era que, uma noite, chegasse no quarto, encontrasse John Logan em sua porta, um dos jogadores de hóquei da faculdade. 

24 de dezembro de 2016

Resenha: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Foto: Gettub
Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia,marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados. Ansiosamente aguardado por milhões de fãs, o oitavo livro da saga de maior sucesso de todos os tempos chega às livrarias de todo o Brasil no dia 31 de outubro, em edições brochura e capa dura. Harry Potter e a criança amaldiçoada é a edição impressa do roteiro de ensaio da peça escrita por J.K. Rowling em parceria com Jack Thorne e John Tiffany, que está em cartaz em Londres e se passa 19 anos após os acontecimentos narrados em Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Título Original: Harry Potter and the Cursed Child
Autores: John Tiffany & Jack Thorn
Páginas: 352
Tradução: Anna Vicentini
Editora: Rocco
Livro recebido em parceria com a editora

Como fã de Harry Potter, não posso negar que eu estava simplesmente louca para ler esse livro, mesmo sabendo que não é um romance e que não é uma obra da própria J. K. Rowling. É claro que tem uma essência dela na história, mas é importante frisar que foi apenas baseado em uma história da Rowling. Gente, eu não consigo explicar em palavras a felicidade que senti em reencontrar os meus personagens tão queridos, deu aquela nostalgia gostosa, sabem? E sim, foi exatamente o que eu esperava. 

22 de dezembro de 2016

Resultado MLDesespero: Será Que Flopei?


Lindos do meu coração, era para este post ter saído ontem, um dia depois do término da maratona, mas estou viajando e postar no blog acaba se tornando uma tarefa um pouco difícil. Enfim, estou aqui para apresentar para vocês o tão esperado resultado desses dez dias de leitura. 

19 de dezembro de 2016

Resenha: A Menina dos Olhos Molhados

Bernardo é jornalista por vocação: curioso, comprometido e muito bom com as palavras. Trabalha há anos em um importante jornal da cidade e suas matérias investigativas são sempre elogiadas. Ele só tem uma limitação... Odeia trabalhar em equipe. Há alguns anos, Bernardo sofreu com uma grande decepção amorosa, o que contribuiu para o seu jeito fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela – a nova estagiária do jornal – para todos os lugares é como o inferno para ele. Bernardo não perde nenhuma oportunidade de evitá-la, mas Rafa, além de ser uma jornalista extremamente talentosa, não engole desaforo. Com o passar dos dias, Bernardo percebe que não conseguirá seguir seu plano de ignorar a estagiária, muito menos todos os sentimentos que ela desperta nele. Entre reportagens intrigantes e perigosas, eles vão descobrir que têm muito mais em comum do que a imensa paixão pelo jornalismo...

Título Original: A Menina dos Olhos Molhados
Autora: Marina Carvalho 
Páginas: 296
Editora: Globo Alt
Livro recebido em parceria com a editora 

Tive contato com a Marina Carvalho há um tempo, através de Simplesmente Ana, livro do qual gostei com ressalvas. Não via a hora de ter contato novamente com a autora, por isso não perdi a oportunidade de solicitar A Menina dos Olhos Molhados. Infelizmente não tive uma experiência tão boa com essa obra, mas admito que ela tem os seus pontos positivos. 

17 de dezembro de 2016

Resenha: O Livro de Memórias

Foto: Gettub
Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho — nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano. É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.

Título Original: The Memory Book
Autora: Lara Avery
Páginas: 392
Tradução: Flávia Souto Maior
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Sammie é uma garota como qualquer outra. Está prestes a se formar no Ensino Médio, é uma das melhores alunas — se não a melhor — do colégio, adora estudar e conseguiu com muito mérito uma vaga na NYU. Quer dizer, ela seria perfeitamente normal se não tivesse sido diagnosticada um pouco tardiamente com uma doença neurodegenerativa terrível, a Niemann-Pick C (NP-C). Basicamente Sammie teria sua saúde física e mental danificadas com o passar do tempo, e um dos vários sintomas da doença é a perda de memória, o grande triunfo da garota. Foi aí que ela resolveu escrever um livro para manter todas as suas lembranças a salvo.

15 de dezembro de 2016

Resenha: Suzy e as Águas-Vivas

Suzy Swanson está quase certa do real motivo da morte de Franny Jackson. Todos dizem que não há como ter certeza, que algumas coisas simplesmente acontecem. Mas Suzy sabe que deve haver uma explicação — uma explicação científica — para que Franny tenha se afogado. Assombrada pela perda de sua ex-melhor amiga — e pelo momento final e terrível entre elas —, Suzy se refugia no mundo silencioso de sua imaginação. Convencida de que a morte de Franny foi causada pela ferroada de uma água-viva, ela cria um plano para provar a verdade, mesmo que isso signifique viajar ao outro lado do mundo... sozinha. Enquanto se prepara, Suzy descobre coisas surpreendentes sobre o universo — e encontra amor e esperança bem mais perto do que ela imaginava. Este romance dolorosamente sensível explora o momento crucial na vida de cada um de nós, quando percebemos pela primeira vez que nem todas as histórias têm final feliz... Mas que novas aventuras estão esperando para florescer, às vezes bem à nossa frente.

Título Original: The Thing About Jellyfish
Autora: Ali Benjamin 
Páginas: 223
Tradução: Cecília Camargo Bartalotti
Editora: Verus
Livro recebido em parceria com a editora

Sabem quando às vezes acontece alguma coisa muito ruim que os adultos não sabem explicar e eles apenas dizem que "algumas coisas simplesmente acontecem"? Pois é justamente isso o que a mãe de Suzy diz para ela para justificar o afogamento de Franny, ex-melhor amiga da menina, em uma praia em Maryland. Além da dor que é comum quando perdemos pessoas próximas, Suzy se sente imensamente culpada porque, antes de Franny morrer, a amizade entre as duas não estava muito boa. Eis que, para amenizar um pouco a situação, Suzy decide descobrir o que aconteceu de verdade com a garota. 

13 de dezembro de 2016

Novidades das Editoras Para Dezembro

Olá, meus leitores lindos! Percebi que já tinha um tempinho que não trazia um post de news aqui para vocês — vocês têm que me cobrar porque a cabeça não anda muito boa, rs — com os lançamentos do mês de dezembro das editoras parceiras aqui do blog. Tem muita coisa legal, então não deixem de dar uma olhadinha para montar aquela lista marota de Natal!

11 de dezembro de 2016

Resenha: O Que Eu Quero Para Mim

Alice é independente, bem-sucedida profissionalmente e muito ambiciosa. Além do sucesso no trabalho, tem um namorado que é o sonho de qualquer mulher: lindo, apaixonado, louco para se casar e ter filhos. Mas ela não é qualquer mulher, e acha que a carreira vem antes de tudo. Então, quando Casseano a coloca contra a parede e exige mais espaço em sua vida, os dois entram em um impasse e acabam se separando. Em poucos dias, Alice sente que o fim do relacionamento está sendo mais duro do que esperava. Para piorar, o trabalho entra em crise e sua sócia, preocupada com a saúde da amiga, a obriga a se afastar por um tempo. As férias a ajudarão a arejar a cabeça e voltar mais produtiva. Com tudo dando errado ao mesmo tempo, Alice aceita a sugestão e compra uma passagem para Londres. Chegando lá, mergulha numa profunda jornada de autodescobrimento e percebe o que realmente importa para ela.O que eu quero pra mim é um romance inspirador, que fala sobre a importância de conhecer a si mesmo e descobrir as próprias necessidades antes de trilhar de forma plena o caminho do amor.

Título Original: O Que Eu Quero Pra Mim
Autora: Lycia Barros
Páginas: 208
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora

O clássico livro que te conquista pela sinopse e te faz amar cada segundo da leitura por pura identificação. Sempre valorizei personagens femininas fortes, mas que tivessem suas fraquezas reais e elaboradas, como de fato acontece na vida real. E confesso que encontrei tudo isso em Alice, mais uma personagem feminina de sucesso da autora Lycia Barros. 

9 de dezembro de 2016

Resenha: Boo

Oliver Dalrymple é o típico “looser” americano: aos 13 anos, magro e pálido como um fantasma, está mais interessado em biologia e química do que em esportes e vida social. Um dia, enquanto se recupera de um dos frequentes episódios de bullying de que é vítima recitando a tabela periódica em frente a seu armário, ele desfalece para sempre. E é aí que sua verdadeira vida começa. O “céu” onde Oliver acorda depois do que acredita ter sido uma parada cardíaca em função de um problema congênito chama-se Cidade e é povoado por pessoas que morreram aos 13 anos, como ele e seu colega de escola Johnny Henzel, que chega dias depois de Boo à Cidade, trazendo notícias perturbadoras sobre a causa da morte deles. Notícias que mudam para sempre a percepção de Oliver Boo sobre sua personalidade e seu lugar no mundo. Elogiado pela crítica e adorado pelos leitores, Boo é um romance cativante sobre amizade, confiança, bullying e a difícil tarefa de ser adolescente.

Título Original: Boo, a Novel
Autor: Neil Smith
Páginas: 336
Tradução: Elisa Nazarian
Editora: Fábrica 231
Livro recebido em parceria com a editora

Acho que todo mundo pensa bastante em o que acontece com as pessoas quando elas morrem — de acordo com a crença de cada um, é claro. Para Oliver Dalrymple, mais conhecido como Boo devido a sua palidez natural, que morreu recentemente, o "céu" é um pouco diferente do que estamos acostumados a imaginar. Ele simplesmente desperta em lugar chamado Cidade, que é para onde todas as crianças de 13 anos da América vão quando morrem. 

7 de dezembro de 2016

Resenha: O Código Da Vinci (Edição Especial Para Jovens)

“Dan Brown é uma leitura obrigatória. O Código Da Vinci é fascinante – perfeito para entusiastas de história, amantes de quebra-cabeças, loucos por conspiração e qualquer um que aprecie uma narrativa instigante. Amei este livro.” – Harlan Coben, autor de Não conte a ninguém. “O Código Da Vinci”, livro que consagrou Dan Brown como um dos autores mais brilhantes da atualidade, ganha uma nova versão, especialmente preparada para o público jovem, com fotos coloridas que enriquecem ainda mais o livro. Um assassinato dentro do Museu do Louvre traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. Com a ajuda da criptógrafa Sophie Neveu, o professor de Simbologia Robert Langdon segue pistas ocultas nas obras de Leonardo Da Vinci e se debruça sobre alguns dos maiores mistérios da cultura ocidental – do sorriso da Mona Lisa ao significado do Santo Graal. Mesclando os ingredientes de um envolvente suspense com informações sobre obras de arte, documentos e rituais secretos, “O Código Da Vinci” consagrou Dan Brown como um dos autores mais brilhantes da atualidade e agora chega em nova versão, especialmente preparada para o público jovem, com fotos coloridas que enriquecem ainda mais o livro.

Título Original: The Da Vinci Code
Autor: Dan Brown
Páginas: 312
Tradução: Celina Cavalcante Falck-Cook
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora

O livro O Código da Vinci (Edição Especial Para Jovens) é uma nova edição da aclamada obra de suspense O Código da Vinci criada pelo grande escritor Dan Brown que teve sua primeira impressão no Brasil em 2004 mas que até hoje conquista fãs. Acompanhando a história de Robert Langdon, vemos uma série de intrigas e conspirações que prometem abalar o mundo caso sejam reveladas a população mundial, acarretando em desordem e novas ideias mundiais.

5 de dezembro de 2016

Maratona Literária do Desespero


Gente, sabe quando você tá tão atolado de livro de parceria para ler que bate aquele leve desespero? Pois é. Foi justamente pensando nisso que a Nati, do Ei Nati e eu resolvemos dar uma de histéricas mesmo para desatolar ao menos um pouco a pilha.  A maratona literária começará no dia 10/12 e irá até o dia 20/12, ou seja, não tem desculpa para não participar, hein? Ah, sem contar que quem estiver participando concorrerá a um livro surpresa no final!

3 de dezembro de 2016

Resenha: Dica da Ka

Invente, recicle, reuse, decore, transforme sua casa e sua auto-estima, colocando sua identidade naquilo que você toca. Venha botar a mão na massa com Karina Milanesi, uma das maiores especialistas em DIY (Faça você mesma) e fundadora do Dica da Ka, canal com mais de 40 milhões de visualizações no Youtube. Surpreenda-se com o que você tem o poder de fazer sozinha, mas não imaginava! Motive-se, divirta-se muito e descubra ao longo das páginas deste livro (incluindo esta capa) dons escondidos em você com dicas inéditas de decoração da Ka, com o passo a passo de cada uma. Porque não tem presente tão bom quanto ouvir um elogio por algo que você fez e responder: Gostou? Fui eu que fiz!

Título Original: Dica da Ka
Autora: Karina Milanesi
Páginas: 120
Editora: Belas Letras
Livro recebido em parceria com a editora 

Sei que, assim como eu, a maioria de vocês é bem chegado em um DIY, ou o popular faça você mesmo. É por isso que vemos tantos canais do gênero fazendo esse sucesso todo. Um deles é o Dica das Ka, que a Karina criou com muito carinho, dando dicas simples, fáceis e baratas para mostrar que todos nós conseguimos reproduzir e até mesmo recriar coisas lindas com o que temos em casa.

Sorteio de Natal


O Natal, independente do significado religioso, é uma festa de esperança, de renovação, de reafirmação de nossas promessas, de nossos sonhos, de nosso amor ao próximo, de confraternização. O Gettub e os blogs parceiros, para demonstrar o apreço e gratidão que temos com nossos leitores, juntamos três prêmios para sortear para vocês. Então, acesse logo o restante do post e veja como concorrer ;)

2 de dezembro de 2016

Top Comentarista: Dezembro 2016


Mês passado não rolou o famigerado top comentarista aqui no grupo por causa da promoção de aniversário de três anos. Como prometido, voltei com a programação normal esse mês e com um prêmio bem legal: Doadores de Sono, da autora Karen Russell, lido e resenhado pelo colunista Edu. O período de inscrições vai do dia 01/12/2016 ao dia 01/01/2017, sempre lembrando que este último dia é apenas um diazinho a mais para vocês regularizarem os comentários. 

29 de novembro de 2016

Sobre a Importância de Formar Crianças Leitoras


Quando se é um leitor assíduo, as perguntas que mais costumamos ouvir são como conseguimos ler tão rápido, ou nos questionam sobre a quantidade de livros que lemos por semana e até mesmo, pasmem, perguntam como é que a gente gosta tanto de ler. O mais legal é que minha resposta é praticamente a mesma para todas essas perguntas: minha mãe sempre me incentivou a ler desde que me entendo por gente. Então, se eu me tornei essa pessoa apaixonada por literatura que sou hoje, é porque minha mãe sabia que a leitura seria importante para a construção do meu caráter. 

27 de novembro de 2016

Resenha: Grumpy Cat, Um Livro Azedo

Grumpy Cat é o gato mais mal-humorado que você já viu. Neste livro, o fenômeno mundial da internet vai mostrar que ser azedo não é um talento que vem de berço; qualquer um, com muito treino e determinação, pode desenvolver. Conheça a breve história do Grumpy Cat (incluindo todos os sonhos que ele já arruinou), descubra bons motivos para odiar cachorros (e pessoas) e pratique seu mau humor em jogos criados especialmente para você se sentir frustrado. Com todas essas dicas, o Grumpy Cat finalmente espera que você o deixe em paz. E, por favor, não se divirta ao ler este livro. Porque se divertir é horrível!

Título Original: Grumpy Cat, A Grumpy Book
Autor: Grumpy Cat
Páginas: 96
Tradução: Candice Soldatelli e Bruno Mattos
Editora: Belas Letras
Livro recebido em parceria com a editora 

É bem provável que vocês já tenham esbarrado com alguma foto da Grumpy Cat em alguma rede social, geralmente acompanhada de uma frase bastante ácida, por assim dizer. A gatinha — sim, é fêmea —, cujo verdadeiro nome é Tardar Sauce, ganhou esse apelido super carinhoso por causa da sua boca curvada para baixo, que sempre a deixa com um aspecto mal-humorado. Mas não se preocupem, segundo o veterinário da família, a gata é totalmente saudável. 

25 de novembro de 2016

Resenha: Lúcida

Um thriller psicológico eletrizante, do roteirista de Rain Man e O casamento do meu melhor amigo. Sloane é uma aluna nota 10, com uma grande e amorosa família. Maggie vive uma existência glamorosa e independente, como aspirante a atriz em Nova York. As duas não poderiam ser mais diferentes. A não ser por um pequeno detalhe, algo que não têm coragem de revelar a ninguém. À noite, cada uma sonha que é a outra. Os sonhos são tão vívidos que as garotas sentem e experimentam o que a outra está passando naquele momento. Seriam as duas reais? Uma delas estaria mentalmente instável e imaginando a outra? Seriam ambas a mesma pessoa? Qual delas é real?

Título Original: Lucid
Autores: Ron Bass & Adrienne Stoltz
Páginas: 365
Tradução: Glenda D'Oliveira
Editora: Galera Record
Livro recebido em parceria com a editora

Confesso para vocês que tenho um ponto fraco como leitora: sou cem por cento atraída pela capa dos livros. Provavelmente já perdi várias histórias sensacionais por esse motivo, assim como já me decepcionei várias vezes. Por um momento eu pensei em abandonar Lúcida e olha que eu não sou muito de fazer isso. Não tem como eu falar para vocês que eu me apaixonei por essa história porque eu estaria mentindo; para ser sincera, foi extremamente difícil concluir a leitura. 

23 de novembro de 2016

Gincana de Doação de Sangue


Nesse mês de Novembro é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue. Infelizmente a doação de sangue ainda é um tabu e muito pouco praticada, mesmo sendo muito importante para salvar vidas. O Amigo Livro, em sua 5ª edição, quer estimular esse ato entre seus leitores, e para agitar isso, vai promover a Gincana de Doação de Sangue. Compartilhe vida.

21 de novembro de 2016

Resenha: Novembro, 9

Foto: Gettub
Autora número 1 da lista do New York Times retorna com uma história de amor inesquecível entre um aspirante a escritor e sua musa improvável. Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

Título Original: November 9
Autora: Colleen Hoover
Páginas: 352
Tradução: Ryta Vinagre
Editora: Galera Record
Livro recebido em parceria com a editora 

Antes mesmo de ler Nunca Jamais, eu já havia lido várias resenhas dos outros livros da autora e a grande maioria dizia a mesma coisa: leia esse livro porque essa mulher é foda. Após ler a obra citada anteriormente, pude confirmar que Colleen Hoover realmente sabe escrever, principalmente para o seu público alvo que são os jovens adultos. Mas foi depois de ler Talvez Um Dia que eu realmente fui conquistada. E, meu Deus, se eu amei Talvez Um Dia, não sei nem explicar o que sinto por Novembro, 9.  

18 de novembro de 2016

Resenha: A Maldição da Pedra

John Reckless, pai de Jacob e Will, sumiu sem deixar vestígios. Inconformado, Jacob gasta o dia procurando pistas que lhe deem alguma ideia do seu paradeiro. O garoto vasculha cada cantos do escritório do pai, até que um dia descobre um espelho que servia como um portal para um mundo mágico - um mundo que lhe oferece a perspectiva de liberdade e aventura. Mantendo segredo do seu achado, Jacob passa cada vez mais tempo do outro lado do espelho. Após doze anos, o mundo sombrio se torna seu verdadeiro lar, onde tem amigos e inimigos e é reconhecido como um dos melhores caçadores de tesouros que já existiram por ali. Will, o caçula, sente falta do irmão e estranha aqueles sumiços prolongados. Um dia, consegue burlar sua constante vigilância e o segue através do espelho, ato que tem uma consequência terrível. Ferido pelos goyls - homens frios e violentos, que têm pele de pedra e olhos de ouro -, ele acaba vítima de uma maldição: vai se transformando lenta e dolorosamente em uma dessas sinistras criaturas. Numa corrida contra o tempo, Jacob precisa encontrar o antídoto para o feitiço. Para empreender essa jornada, ele conta com a ajuda da raposa Fox, sua companheira de muito tempo, e Clara, a namorada de Will, que atravessa o espelho para encontrá-lo. Juntos, eles vão enfrentar os perigos e as armadilhas do Mundo do Espelho - antes que seja tarde demais e Jacob perca o irmão para sempre. Povoado por fadas, bruxas, unicórnios e tritões, e tendo cenários como o castelo da Bela Adormecida e a casa de doces da bruxa de “João e Maria”, o mundo criado por Cornelia Funke remete o leitor aos mais conhecidos contos de fadas de todos os tempos. Na narrativa, contudo, a ênfase da autora recai nos aspectos mais sombrios e brutais das histórias, criando-se uma atmosfera ao mesmo tempo familiar e soturna. É nesse mundo que se desenrolam as aventuras dos irmãos Reckless, uma história de maldição, traições e vingança, mas também de coragem, lealdade e amor.

Título Original: Reckless – Steinernes Fleisch
Autora: Cornelia Funke
Páginas: 248
Tradução: Sonali Bertuol
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Há bastante tempo ouço falar sobre Cornelia Funke, e sempre tive curiosidade de ler algo dela. A Maldição da Pedra surgiu como uma boa oportunidade de conhecer uma obra da autora e, mesmo que eu não soubesse exatamente o que esperar dessa história, fui facilmente fisgada para o mundo novo que existia atrás do espelho.

16 de novembro de 2016

Resenha: Sou Fã! E Agora?

Um livro para fã nenhum botar defeito! Fã que é fã adora conversar, discutir, interagir. Mas nem sempre temos por perto um amigo tão fanático quanto a gente para desabafar. Foi pensando nisso que Frini Georgakopoulos, uma fã de carteirinha, escreveu este livro: um manual de sobrevivência voltado para quem é apaixonado por livros, filmes, séries de TV… Com uma linguagem rápida e divertida, Sou fã! E agora? é uma mistura de artigos breves e atividades interativas que convidam a refletir sobre os motivos para curtirmos tanto as histórias, além de ajudar a descobrir o que fazer com todo esse amor: criar seu próprio cosplay, escrever uma fanfic, organizar um evento, começar um blog ou canal e muito mais!

Título Original: Sou Fã! E Agora?
Autora: Frini Georgakopoulos
Páginas: 160
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Todo mundo é fã de alguma coisa na vida, ou pelo menos ainda vai ser. Eu mesma sou apaixonada por várias coisas: séries de livros, alguns filmes, um certo ator que irá fazer um "vilão" em Animais Fantásticos e Onde Habitam e um certo super herói em Liga da Justiça... E é verdade que amamos conversar, discutir e expor nossas paixões, não é mesmo? Sou Fã! E Agora? serve justamente para este propósito, falamos um pouco sobre aquilo que admiramos.

14 de novembro de 2016

Resenha: Doadores de Sono

Quando pesadelos são reais, dormir é um privilégio. Uma epidemia assola os Estados Unidos. Milhares de pessoas perdem a capacidade de dormir. Conheça a Corpo do Sono, uma organização que persuade sonhadores saudáveis a fazer doações para os insones. Sob o comando dos enigmáticos irmãos Storch, o alcance da Corpo do Sono só cresce, e ela já está presente nas principais cidades americanas. Trish Edgewater, cuja irmã, Dori, foi uma das primeiras vítimas da insônia letal, há sete anos recruta doadores para a organização. Mas sua crença na empresa e nas próprias motivações começa a vacilar quando ela é confrontada com a Bebê A, a primeira doadora universal, e com o misterioso e maligno Doador Q.

Título Original: Sleep Donation
Autora: Karen Russell 
Páginas: 168
Tradução: Cláudia Costa Guimarães
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Doadores de sono é o mais novo livro da escritora Karen Russell e nos transporta para tempos e situações sombrias. Com um estilo totalmente triste e melancólico somos guiados através da história de Trish uma mulher que apesar de pouca idade, já passou por grandes perdas, incluindo sua irmã. Acometida por uma doença que é carregada de mistério do início ao fim, Dori, irmã de Trish, foi acometida pelo mal da insônia. Diferente da forma de insônia que conhecemos, aqui presenciamos seu estágio mais Hardcore: pessoas chegam a passar meses ou até mesmo anos sem dormir, o que os leva a desnutrição, desidratação e até uma possível (e não rara) morte.

12 de novembro de 2016

Resenha: O Feiticeiro de Terramar

Há quem diga que o feiticeiro mais poderoso de todos os tempos é um homem chamado Gavião. Este livro narra as aventuras de Ged, o menino que um dia se tornará essa lenda. Ainda pequeno, o pastor órfão de mãe descobriu seus poderes e foi para uma escola de magos. Porém, deslumbrado com tudo o que a magia podia lhe proporcionar, Ged foi logo dominado pelo orgulho e a impaciência e, sem querer, libertou um grande mal, um monstro assustador que o levou a uma cruzada mortal pelos mares solitários. Publicado originalmente em 1968, O Feiticeiro de Terramar se tornou um clássico da literatura de fantasia. Ged é um predecessor em magia e rebeldia de Harry Potter. E Ursula K. Le Guin é uma referência para escritores do gênero como Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie e Neil Gaiman.

Título Original: A Wizard of Earthsea
Autora: Ursula K. Le Guin
Páginas: 176
Tradução: Ana Resende
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora 

Ursula K. Le Guin é, provavelmente, uma das grandes percursoras do gênero fantasia. O Feiticeiro de Terramar, bem como os outros quatro volumes pertencentes ao Ciclo Terramar são muito bem conhecidos ao redor do mundo desde 1968, quando o primeiro livro foi publicado. Ursula não é apenas uma escritora de sucesso, ela é uma referência para muito dos nossos escritores contemporâneos. 

10 de novembro de 2016

Resenha: Nós

Certa noite, Douglas Petersen, um bioquímico de 54 anos apaixonado pela profissão, por organização e limpeza, é acordado por Connie, sua esposa há 25 anos, e ela lhe diz que quer o divórcio. O momento não poderia ser pior. Com o objetivo de estimular os talentos artísticos do filho, Albie, que acabou de entrar para a faculdade de fotografia, Connie planejou uma viagem de um mês pela Europa, uma chance de conhecerem em família as grandes obras de arte do continente. Ela imagina se não seria o caso de desistirem da viagem. Douglas, porém, está secretamente convencido de que as férias vão reacender o romance no casamento e, quem sabe, também fortalecer os laços entre ele e o filho. Com uma narrativa que intercala a odisseia da família pela Europa — das ruas de Amsterdã aos famosos museus de Paris, dos cafés de Veneza às praias da Barcelona — com flashbacks que revelam como Douglas e Connie se conheceram, se apaixonaram, superaram as dificuldades e, enfim, iniciaram a queda rumo ao fim do casamento, Nós é, acima de tudo, uma irresistível reflexão sobre a meia-idade, a criação dos filhos e sobre como sanar os danos que o tempo provoca nos relacionamentos. Sensível e divertido, com a sagacidade e a inteligência dos outros livros do autor, o romance analisa a intrincada relação entre razão e emoção.

 Título Original: Us
Autor: David Nicholls
Páginas: 384
Tradução: Alexandre Raposo
Editora: Intrínseca 

Obviamente só quis ler esse livro por um motivo: eu adorei a experiência de ter lido Um Dia, apesar da vontade de esfregar a cara do autor no asfalto por causa do final trágico que todos nós conhecemos. Muito provavelmente, o fato de eu gostar tanto do David Nicholls se dá às histórias reais que ele cria, e com Nós não foi diferente. 

8 de novembro de 2016

Resenha: O Último Adeus

Último Adeus é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido do seu terapeuta, como forma de conseguir expressar seus sentimentos retraídos. Há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e ela não consegue mais se lembrar de como é se sentir feliz. O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar. E no meio desse vazio, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão. Fantasma, loucura ou apenas a saudade falando alto? Eis uma das grandes questões desse livro apaixonante. O Último Adeus é sobre o que vem depois da morte, quando todo mundo parece estar seguindo adiante com sua própria vida, menos você. Lex busca uma forma de lidar com seus sentimentos e tem apenas nós, leitores, como amigos e confidentes.
Título Original: The Last Time We Say Goodbye
Autora: Cynthia Hand
Páginas: 352
Tradução: Carolina Coelho
Editora: DarkSide Books 

Os meus livros preferidos são aqueles que falam sobre temas pesados que ninguém gosta de falar na vida real. Em O Último Adeus, temos exatamente isso. Lex, que tem apenas 18 anos, está passando por um momento extremamente difícil: seu irmão mais novo se matou na garagem de casa há algumas semanas e não está sabendo lidar com a situação. Mas quem saberia, não é mesmo? Para tentar superar, o terapeuta de Lex pede para que ela escreva um diário expressando os seus sentimentos. 

6 de novembro de 2016

Book Haul: Outubro 2016


Olá, meus amores! Eu sei, já podemos ficar felizes porque estou postando vídeo de book haul há dois meses seguidos, parabéns para mim, haha! Outubro foi super recheado de livros, chegou tanta coisa que tô até com um leve medo de não dar conta dos prazos, mas vamos na fé do senhor. Corram para assistir porque tem muito livro bacana!

4 de novembro de 2016

Resenha: Muito Amor, Por Favor

Este livro reúne textos que mostram o amor do ponto de vista de quatro jovens que escrevem sobre relacionamentos legítimos e atuais, que souberam se reinventar. Sem medo de expressar seus sentimentos, deixam para trás estereótipos já obsoletos – como o controlador machista ou o piegas choroso – e falam sobre viver a dois e sobre a natureza das relações em todos os seus aspectos. Assim, cada autor reflete sobre o amor representado por um elemento: Arthur Aguiar escreve que “O amor é água”, dizendo que ele é fluido, mas por vezes gelado; ora tempestade, ora profundo. Fred Elboni explica que “O amor é ar”, mostrando a leveza de se amar sem sofrer, da brisa que envolve os apaixonados, mas que por vezes torna-se furacão. Ique Carvalho se debruça sobre quando “O amor é fogo”, que arde, aquece a alma, mas que também pode incendiar até doer. E Matheus Rocha conta que “O amor é terra”, estável, tranquilo, mas que não escapa dos terremotos da vida, que tiram tudo do lugar para que a rotina não o extermine. Um livro apaixonante, para quem ama e para quem quer amar um dia... e sempre.

Título Original: Muito Amor, Por Favor
Autores: Arthur Aguiar, Frederico Elboni, Ique Carvalho e Matehus Rocha
Páginas: 240
Editora: Sextante
Livro recebido em parceria com a editora

Muito Amor, Por Favor é o livro da editora sextante que reuniu quatro escritores maravilhosos para falar de uma coisa que hoje em dia é tão dualística: o Amor. Ora, deixado de lado, ora como foco de todas as atenções, o amor é um tema que atrai a todos nós, seres humanos, e que foi trabalhado magistralmente nas mãos de Arthur Aguiar, Frederico Elboni, Ique Carvalho e Matehus Rocha, numa obra belíssima em imagens e cores, com uma capa muito bem trabalhada, ilustrações de encher os olhos e que é extremamente prazerosa pra quem a vê. Dividido em quatro partes, uma para cada autor, cada uma se reserva para a representação do amor para um diferente elemento: Fogo, Terra, Ar e Água.

1 de novembro de 2016

Promoção: Três Anos de Roendo Livros


Às vezes eu fico admirada em como o tempo passa rápido. Parece que foi ontem mesmo que eu resolvi criar um blog para compartilhar as minhas experiências literárias, e eu não esperava que fosse dar tão certo. É claro que, para comemorar os três anos de existência do Roendo Livros, pedi uma super ajuda para as editoras parceiras mais que lindas aqui do blog e montamos um kit de dez livros para um único ganhador. Ah, os amigos parceiros também estão participando da festa!

31 de outubro de 2016

Resenha: Placebo Junkies

Audie é uma jovem como qualquer outra, mas encontrou uma forma incomum de descolar uns trocados: ela serve de cobaia para a indústria farmacêutica. Neste irreverente romance, J.C. Carleson, ex-agente da CIA, mergulha no universo pouco conhecido, mas muito impressionante, dos voluntários em série de testes farmacológicos. Na tradição de Trainspotting e Drugstore Cowboy, doses cavalares de humor negro disputam espaço na trama com o drama de jovens que vivem no limite. No caso de Audie, ela precisa juntar dinheiro para oferecer a Dylan, seu namorado que tem uma doença terminal, uma festa de aniversário de 18 anos inesquecível. “Não há ganho sem dor”, ela repete, em meio aos efeitos colaterais das substâncias e procedimentos a que está sujeita e aos esquemas para lidar com eles. Mostrando as entranhas de um mundo desconhecido da maioria das pessoas, Placebo Junkies arrancou elogios da crítica com sua narrativa original e completamente viciante.

Título Original: Placebo Junkies 
Autora: J.C. Carleson
Páginas: 304
Tradução: Edmundo Barreiros
Editora: Fábrica 231
Livro recebido em parceria com a editora

O que chamou a minha atenção nesse livro foi o título, em primeiro lugar. A sinopse também é extremamente intrigante, deixa a gente curiosa para saber a historia de Audie. Eu mesma não tinha ideia que pessoas se submetiam a procedimentos laboratoriais do gênero para conseguir dinheiro. Sim, acho que sou um pouco ingênua quando algumas questões entram em cena. Placebo Junkies é algo que ninguém nunca leu e mostra um lado das indústrias que a gente nem imaginava que fosse possível. 

30 de outubro de 2016

Resenha: Tintim na América

Em Tintim na América, a dupla desembarca em Chicago para deter os homens de Al Capone. Após descobrir o paradeiro dos bandidos, Tintim e Milu vão parar em uma tribo de peles-vermelhas, e o encontro com os nativos americanos não será nada amigável. Esta é uma edição fac-similar da série As aventuras de Tintim, lançada pela primeira vez em 1931.

Título Original: Tintim En America
 Autor: Hergé
Páginas: 140
Tradução: Érico Assis
Editora: Globo Livros Graphics 
Livro recebido em parceria com a editora

Todo mundo conhece o icônico Tintim, o Jornalista e seu fiel cãozinho Milu, não é mesmo? Eu mesma sabia que ele é personagem de um quadrinho muito famoso, mas nunca tinha lido. Amei demais quando pude solicitar pelo menos um dos volumes, o Tintim na América (sim, só porque vivo na América).

26 de outubro de 2016

Resenha: Ninguém Vira Adulto de Verdade

As tirinhas certeiras de Sarah Andersen, que já contam com mais de 1 milhão de fãs no Facebook, registram lindos fins de semana passados de pernas pro ar na internet, a agonia de andar de mãos dadas com alguém de quem estamos a fim (e se os dedos ficarem suados?!), a longa espera diária para chegar em casa e vestir o pijama, e a eterna dúvida de quando, exatamente, a vida adulta começa. Em outras palavras, este livro é sobre as estranhezas e peculiaridades de ser um jovem adulto na vida moderna. A sinceridade com que Sarah Andersen lida com temas como autoestima, timidez, relacionamentos e a frequência com que lavamos o sutiã torna impossível não se identificar com esses quadrinhos hilários e carismáticos.

Título Original: Adulthood is a Myth
Autora: Sarah Andersen
Páginas: 120
Tradução: André Czarnobai
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora 

Provavelmente você já ouviu falar sobre as tirinhas magníficas da Sarah Andersen e pode até mesmo ter compartilhado algumas no Facebook, já que é impossível não se identificar com elas. A página Sarah's Scribbles tem mais de um milhão de curtidas na rede social, só para vocês terem uma ideia. As tirinhas da Sarah mostram a vida adulta como ela é de verdade, mas de uma forma muito mais divertida que o normal. 

25 de outubro de 2016

Parceria: Gatafunhos


Oi, pessoal! O post de hoje é um pouquinho diferente do que vocês estão acostumados, até porque já faz séculos que não venho anunciar uma parceria aqui no blog. Conheço a Paulinha há muito tempo pois, além de Criminal Minds, temos outras coisas em comum, mas foram os Engenheiros do Hawaii que são 100% culpados de seguirmos uma a outra no Twitter. E sim, essas artes maravilhosas que vocês irão ver nesse post são todas dela, e é por isso que estou aqui. 

22 de outubro de 2016

Resenha: Depois da Última Dança

Estação de King´s Cross, 1943. Rose chega a Londres querendo se entregar a uma vida de romance, glamour e dança, e para isso ela escolhe o Rainbow Corner, o mais famoso salão de dança da cidade. Enquanto a Segunda Guerra Mundial entra em seu momento final, Rose se apaixona perdidamente por um piloto, mas terá que lidar com as reviravoltas do destino antes que a guerra chegue ao fim.Las Vegas, dias atuais. Uma linda mulher vestida de noiva entra em um bar procurando alguém para se casar com ela. Quando Leo assume o papel e diz “sim”, ele não tem nenhuma ideia da situação em que está se metendo. Quem será Jane, a mulher misteriosa? Quando Jane e Rose, agora uma senhora de idade, se conhecem, a fagulha da discórdia se acende. Mas acontecimentos que elas não podem controlar fazem com que o tempo se torne um bem muito precioso. Depois da última dança conta a extraordinária história dessas duas mulheres, separadas pelo tempo mas ligadas pelo destino. Um romance que fará com que você acredite no poder do amor.

Título Original: After the Last Dance
Autora: Sarra Manning
Páginas: 336
Tradução: Viviane Diniz
Editora: Suma de Letras
Livro recebido em parceria com a editora

Depois da Última Dança, de Sarra Manning, despertou minha curiosidade por alguns diferentes motivos. Primeiro, porque intercala passado e presente, e alguns dos livros que eu mais gostei tinham essa construção. Em segundo lugar, porque parte da história se passa durante a segunda guerra mundial e, além de adorar tramas que se desenrolam nesse momento histórico, questionei-me se a autora (conhecida por publicar livros mais voltados aos jovens, como Os Adoráveis e Onde Deixarei Meu Coração) conseguiria dar ao enredo a seriedade necessária. Sarra Manning não me decepcionou e conseguiu criar um romance intenso e realista, duro, mas sem deixar de lado a doçura necessária às histórias de amor.

20 de outubro de 2016

Resenha: O Diário de Bridget Jones + Bridget Jones no Limite da Razão

Bridget Jones já é uma personagem querida por milhões de leitores. Seja pelas desventuras amorosas ou pelos problemas com os pais, é muito fácil se identificar (e se encantar) com a protagonista criada por Helen Fielding. Nesta nova edição comemorativa dos vintes anos de lançamento do primeiro livro os fãs antigos terão a chance de reencontra-lá, e os novos leitores descobrirão uma paixão por este clássico!

Títulos Originais: Bridget Jones's Diary | The Edge of Reason
Autora: Helen Fielding
Páginas: 288 | 400
Tradução: Beatriz Horta | Alda Porto
Editora: Paralela
Livros recebidos em parceria com a editora

Minha intenção ao ler os livros da Bridget Jones era espairecer um pouquinho, já que estava lendo muito livros do Stephen King que claramente têm histórias mais pesadas. Sinceramente, eu já não gosto muito do gênero chick-lit, mas resolvi dar uma chance porque né, todo mundo conhece Bridget Jones, nem que seja pelos filmes, mas a verdade é que eu achei a personagem tão contra os meus princípios que eu acabei não gostando dos livros.

17 de outubro de 2016

Resenha: A Garota Dele

Vic Salazar é conhecido por quebrar todas as regras. Ele não se importa com as normas sociais e vive causando problemas. Existe apenas um princípio que ele não é capaz de infringir: mesmo que esteja apaixonado por Monika Fox há anos, ele sufoca esse sentimento porque ela é a namorada do seu melhor amigo, Trey. Mas quando uma desgraça acontece, Vic e Monika serão obrigados a romper a distância que mantêm um do outro e será cada vez mais difícil esconder a conexão que existe entre eles. Tentar fazer a coisa certa nem sempre é fácil, ainda mais quando tantos segredos estão sendo escondidos.

Título Original: Wild Crush
Autora: Simone Elkeles 
Páginas: 300
Tradução: Fabienne Mercês
Editora: Globo Alt 
Livro recebido em parceria com a editora

A Garota Dele, até onde eu sei, é o segundo volume da série Amor em Jogo. Eu não li esse primeiro livro, e apesar de os protagonistas dele aparecerem aqui, você não precisa necessariamente lê-lo para entender a história contida no segundo livro. Sim, o casal protagonista é outro. Adoro livros assim, sério. Fiquei super animada para ler algo da tão famosa Simone Elkeles, mas acabei me decepcionando um pouco (talvez muito). 

15 de outubro de 2016

Resenha: Americanah

Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria enfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela se depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra. Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência. Chimamanda Ngozi Adichie parte de uma história de amor para debater questões prementes e universais como imigração, preconceito racial e desigualdade de gênero.

Título Original: Americanah
Autora: Chimamanda Ngozi Adichie
Páginas: 516
Tradução: Julia Romeu
Editora: Companhia das Letras
Livro recebido em parceria com a editora 

Chimamanda Ngozi Adichie é provavelmente uma das minhas escritoras/pessoas preferidas dos últimos tempos. Ela escreve exatamente o que eu quero ler, fala exatamente o que eu quero ouvir. A cada livro, texto, conferência, seja o que for, ela se torna um exemplo para mim. Não sei se o fato de eu ter gostado tanto de Americanah tem a ver com o fato de eu gostar tanto da autora — apesar que, parando para pensar, a gente sempre tende a defender os feitos dos autores que gostamos — ou simplesmente porque tem uma história com vida própria. 

14 de outubro de 2016

Promoção: Sorteio Macabro


A noite em que as bruxas e todas as criaturas do além podem passear por aí, livres, assustando todos. Esse é o HALLOWEEN! Embora não seja tão tradicional no Brasil como é no EUA, podemos fazer nossa própria comemoração. E uma vez que somos leitores ávidos por termos mais livros do que conseguimos ler, que tal uma promoção com histórias só de terror? Para concorrer aos cinco livros da DarkSide, entre no post, leia as regras e preencha o formulário de participação!  

12 de outubro de 2016

Resenha: O Jogo das Perguntas

Com mais de 2,5 milhões de exemplares vendidos, O jogo das perguntas se tornou um fenômeno ao levar os leitores a refletir sobre seus princípios e valores.Abordando diversos assuntos – como amor, dinheiro, sexo, ética e tecnologia –, este livro estimula o crescimento pessoal, ajuda a aprofundar seus relacionamentos e é um ótimo passatempo para quando você estiver sozinho no carro ou num jantar com seus amigos e familiares.Nas 291 questões polêmicas que encontrará aqui, você será convidado a explorar o mais fascinante dos temas: você mesmo e a maneira como lida com a vida.Você reescreveria a redação de seu filho no vestibular se isso garantisse a ele uma vaga na melhor universidade? Estaria disposto a abrir mão de sexo durante um ano se isso lhe garantisse paz interior?Pergunte. Reflita. Debata. Sem oferecer uma resposta sequer, este livro vai desafiar suas crenças e, quem sabe, mudar a maneira como você enxerga o mundo e as pessoas à sua volta.

Título Original: The Book Of Questions
Autor: Gregory Stock Ph.D.
Páginas: 192
Tradução: Melissa Lopes Leite
Editora: Sextante
Livro recebido em parceria com a editora

O Jogo das Perguntas é um livro instigante, provocativo e polêmico, com 291 questões que buscam descobrir até onde vai a ética e o senso de humanidade de cada respondedor. O universalismo marcante se expande em cada linha, levando o leitor a cada uma das respostas por um caminho longo que induz o pensamento e a medida das consequências de cada uma.

10 de outubro de 2016

Book Haul: Agosto e Setembro 2016


Oi, lindos! Não é novidade que às vezes — quase sempre, eu confesso — eu fico com um pouco de preguicinha de gravar vídeo... Enfim, antes tarde do que nunca! Era para ter bem mais livros nesse book haul, mas como fui passar as férias na casa dos meus pais, alguns ficaram lá. Mas corram para assistir porque tem bastante coisa legal!

9 de outubro de 2016

Promoção: Quatro Anos de LiteRata


Hoje o blog LiteRata completa 4 anos de existência e, para comemorar, chamou alguns amigos blogueiros para, junto dela, fazerem um sorteio bem bacana para presentear os protagonistas dessa história, e sabe quem eles são? Isso mesmo, vocês! O sorteio foi dividido em três kits que é para não assustar ninguém com o tamanho do formulário, participem e divirtam-se, mas não esqueçam das regras hein!

7 de outubro de 2016

Resenha: Eu Estou Aqui

No cenário frio e asséptico de um hospital surge a paixão entre Elsa, uma montanhista em coma há cinco meses depois de cair durante uma escalada, e Thibault, que se refugia no quarto da moça, por não querer visitar o irmão, o motorista bêbado que causou a morte de duas adolescentes num acidente automobilístico. Delicadamente composto, o romance mostra o envolvimento gradual entre dois personagens cuja comunicação se dá instintivamente. Enquanto Thibault pode conversar e incentivar Elsa a retomar o domínio de suas ações, a jovem ouve, percebe e sente toques em seu corpo, mas não tem como comunicar seus desejos e anseios. Os dois passam a se conhecer tanto pelo que transmitem um ao outro – Thibault em suas confidências, Elsa tentando demonstrar que corresponde a seus estímulos – quanto pelo que os amigos da montanhista comentam a respeito do rapaz ou falam a ele sobre Elsa. Junto da moça em coma, Thibault sente-se tranquilo e protegido da revolta contra o irmão, internado em estado grave no mesmo hospital. Elsa, embora cercada pela família e por amigos, se entusiasma com a ousadia de Thibault, que não se acanha em beijá-la. E quando os parentes discutem a possibilidade de desligar os aparelhos que a mantêm viva, é com ele que Elsa conta para lutar por sua própria sobrevivência.

Título Original: Je Suis Là
Autora: Clélie Avit
Páginas: 288
Tradução: Marcos Marcionilo
Editora: Fábrica 231
Livro recebido em parceria com a editora 

Confesso que o que chamou minha atenção neste livro foi a capa — o que me surpreendeu, porque costumo odiar capas em que a arte são rostos, e também porque me lembrou muito os livros da Gayle Forman por motivos óbvios. Para ser sincera, nunca tinha ouvido falar da Clélie Avit até então. A escritora ganhou o prêmio Nouveau Talent 2015 por essa obra e posso garantir que foi muito bem merecido. 

5 de outubro de 2016

Resenha: Boa Noite

Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. O curso de Engenharia da Computação - em uma turma repleta de garotos que não acreditam que mulheres podem entender de números -, a vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Ela só não contava que os desafios estariam muito além da sua vida social. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

Título Original: Boa Noite
Autora: Pam Gonçalves
Páginas: 240
Editora: Galera Record
Livro recebido em parceria com a editora

Depois que eu li O Amor Nos Tempos de #Likes, decidi que daria uma chance para o livro solo da Pam pelo simples fato de achar a sua escrita promissora, de achar que ela seria capaz de desenvolver uma história caso tivesse oportunidade. E eu não estava enganada. Apesar de não ter nada de incrível, Boa Noite tem uma história que precisa ser lida simplesmente pelos temas que aborda. 

3 de outubro de 2016

Resenha: 50 Anos de Jornada Nas Estrelas

Após seis séries de tv, treze longas e cinco décadas como ícone da cultura pop, Jornada nas estrelas se tornou uma das franquias mais duradouras e rentáveis de Hollywood. Na mesma época da estreia no Brasil de Star Trek: Sem fronteiras, nova adaptação para os cinemas, a Globo Livros lança o primeiro volume de 50 anos de Jornada nas estrelas. A coleção reúne histórias de bastidores narradas por pessoas diretamente ligadas à série, como seu criador Gene Roddenberry.

Título Original: The Fiftt-Year Mission
Autores: Edward Gross e Mark A. Altman
Páginas: 392
Tradução: Rodrigo Salem
Editora: Globo Livros
Livro recebido em parceria com a editora 

Quem é fã de ficção-científica ou cultura pop com certeza já pelo menos ouviu falar de Star Trek, uma franquia super rentável que trouxe inúmeras inovações — e, talvez, algumas polêmicas — na década de 60. Apesar de não me considerar uma exímia fã da série, não posso negar que ela me fascina. Que outra série no mundo é capaz de mesclar temas que vão de políticos a sociais, tudo durante grandes aventuras em uma nave espacial?

2 de outubro de 2016

Promoção: Seis Anos de Amores e Livros


É tempo de festa para o blog Amores e Livros, que está comemorando seis anos de existência. A cada ano que passa, várias coisas mudam, mas uma sempre permanece: o amor e admiração pelos livros. Sim, o aniversário é do blog, mas como nosso maior presente são vocês, queridos leitores, nada mais justo do que premiar quem faz a nossa alegria diariamente.

1 de outubro de 2016

Top Comentarista: Outubro 2016


Oi, gente! Sim, resolvi continuar com o top comentarista aqui no blog só porque vocês estão merecendo muito nesses últimos meses. Dessa vez, o prêmio será o livro George, do Alex Gino, que acabou ganhando o meu coração por sua simplicidade. O período de inscrições vai do dia 01/10 ao dia 01/11, lembrando que este último dia é apenas um diazinho a mais para vocês colocarem os comentários em dia. 

30 de setembro de 2016

Resenha: Essa Luz Tão Brilhante

O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo... mas comprometido. Essa Luz Tão Brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.

Título Original: This Raging Light
Autora: Estelle Laure
Páginas: 208
Tradução: Ana Ban
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora 

Sabe aquele livro que você olha a capa e pensa "nossa, que cores maravilhosas, que capa linda"? Eu não sabia nada dele antes de começar a ler, e eu simplesmente pensei que fosse algo de auto-ajuda. Não podia estar mais enganada! É um livro com temática adolescente, mas é tão lindinho e legal que pode ser lido por pessoas de qualquer idade. A verdade é que 200 páginas não são suficientes para um livro tão bom.
 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©