28 de abril de 2016

Resenha: Livro de Marcar Filmes

Título: Livro de Marcar Filmes
Organização: Increasy
Páginas: 200
Editora: Verus
Livro recebido em parceria com a editora.

Um lugar para anotar os filmes a que assistiu em diversas categorias, aqueles que conquistaram o seu coração e os que ainda quer ver, enquanto descobre os premiados, que nenhum cinéfilo pode deixar passar. Compre um balde de pipoca tamanho GG, pegue o cartão VIP do seu cinema preferido e escolha um lugar confortável. A sessão já vai começar!

Vocês já estão cansados de saber que eu não sou muito fã de gravar vídeos, mas dessa vez eu realmente não tive escolha: sou pior ainda com fotos e achei mais fácil botar a minha cara no sol para mostrar para vocês o Livro de Marcar Filmes. Claramente o vídeo não tem nenhuma edição, então vocês apenas perdoem os errinhos. Enfim, espero que gostem!

26 de abril de 2016

Resenha: Beijo na Testa é Pior Que Separação


Título: Beijo na testa é pior do que separação - crônicas do fim de tudo
Autor: Felipe Pena
Páginas: 180
Editora: Primavera Editorial
Livro recebido em parceria com a editora

Este livro de crônicas de Felipe Pena traz à tona as características desse tipo textual, que são: breve narrativa a respeito de temas cotidianos e atuais, com linguagem simples e coloquial, exposição dos sentimento e reflexão a respeito do tema. Décimo quinto livro do autor, em 'Beijo na testa é pior do que separação - Crônicas do fim de tudo' estão reunidas crônicas que tratam da ruptura de relacionamentos e que versam sobre os mais variados assuntos, dentre os quais a separação entre os casais, a política, o jornalismo e a literatura.

Não sei se vocês sabem, mas sou fascinada por crônicas. E um livro que chamou a minha atenção foi este, citado logo no título, escrito por Felipe Pena. Eu nunca tinha lido nada dele e sobre ele. Mas tudo tem a sua primeira vez, né?

24 de abril de 2016

Promoção: Cinco Anos do Conjunto da Obra


Gente, vocês acreditam que o blog Conjunto da Obra completará 5 anos em 2016? Sim! No próximo dia 25 de maio o blog fará mais um aninho, e nada mais justo do que compartilhar também essa festa com vocês, leitores.

Para que a festa seja completa, o Conjunto da Obra convidou vários blogs amigos, e também as editoras parceiras, para fazer esta data ainda mais especial, tanto para nós, quanto para vocês. É claro que para isso, teremos livros de presente! Será um pouquinho diferente desta vez, já que a promoção terá Sorteios e Gincana, então fiquem atentos às regras para participar.

22 de abril de 2016

Resenha: Sensacionalista

Título: Sensacionalista 
Autores: Leonardo Lanna, Martha Mendonça, Marcelo Zorzanelli, Nelito Fernandes 
Páginas: 192
Editora: Belas-Letras
Livro recebido em parceria com a editora.

Você fica on-line e não sabe mais o que é verdade e o que é mentira? De repente você se dá conta de que a realidade parece piada e as piadas poderiam ser reais? Aquele seu amigo depressivo e autodestrutivo exibe uma vida radiante e cheia de significado no Facebook? O apocalipse é um dia sem o Whatsapp? Então seja bem-vindo ao mundo do Sensacionalista, o portal de humor da internet com 2,5 milhões de fãs mais isento que você já conheceu... Depois de ler este livro, você vai ter certeza que, se no futuro alguém resolver estudar nossa geração, pelo menos vai se divertir muito e talvez chegue à conclusão de que tudo não passou de uma grande farsa.

Que atire a primeira pedra quem nunca leu uma matéria do Sensacionalista achando que era verdadeira. Eu mesma, antes de saber o que era o site de verdade, já caí na pegadinha várias vezes. Agora, vocês não podem negar o quanto as manchetes são sensacionais, não é mesmo? E o mais legal de tudo é que apesar de serem bem irônicas, quem lê sabe exatamente o que está acontecendo de verdade. 

20 de abril de 2016

Resenha: O Céu Noturno em Minha Mente

Título Original: The Night Sky in My Head
Autora: Sarah Hammond
Páginas: 288
Tradução: Maria Beatriz de Medina
Editora: Galera Junior
Livro recebido em parceria com a editora.

Mikey Baxter tem 14 anos, mas muitas coisas o diferenciam dos outros garotos da sua idade. Para começar, o pai está na prisão e a mãe se recusa a falar sobre o assunto. Ele sabe que, de alguma forma, isso está ligado à cicatriz em sua cabeça e ao fato de ele parecer ter mais dificuldade em entender certos assuntos do que os outros. Quando um misterioso assassinato ocorre em sua cidade e Mikey é o primeiro a chegar à cena do crime, ele não sabe o que pensar. O que o levou até ali? Quem teria matado o morador de rua da cidade, que parecia nunca ter feito mal a ninguém? E quem era o homem caipira que estava nos arredores?

Sabe aqueles dias que você tá com a cabeça tão cheia que não quer ler nada que exija demais? Foi justamente por isso que escolhi O Céu Noturno em Minha Mente. O fato de ser um infantojuvenil chamou muito a minha atenção e o título então, nem se fala. Infelizmente, não consegui me conectar de forma alguma com a história, cheguei até a achá-la bobinha, o personagem principal ingênuo demais e a narrativa um pouco confusa.

18 de abril de 2016

Resenha: Ouro

Título Original: Gold
Autor: Chris Cleave
Páginas: 336
Tradução: Claudio Carina
Editora: Intrínseca

O que você sacrificaria por aqueles que ama? Kate e Zoe se conheceram aos 19 anos, nas eliminatórias de um programa para jovens talentos do ciclismo de elite — um esporte que exige foco e comprometimento. Após mais de uma década, aos 32 anos, elas se preparam para enfrentar a última e mais grandiosa prova de suas vidas: os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Amigas e também grandes rivais, Kate e Zoe são atletas no topo do ranking, lutando para vencer a competição mais importante do mundo. Com vidas marcadas pela tragédia, cada uma delas tem muito a perder, e as duas se veem diante do desafio de optar entre a família e a glória no esporte. Contada como somente Chris Cleave é capaz, Ouro é uma história sobre os limites da resistência humana, tanto física quanto emocional, sobre maternidade e amor, e sobre o que nos permite, em nossas diferentes maneiras de agir, alcançar feitos memoráveis. Com grande humanidade, o autor de Pequena Abelha analisa as escolhas que são feitas quando a vida está em risco e tudo o que se ama está em jogo.

Eu tenho uma amiga que é louca por Pequena Abelha, uma obra desse mesmo autor. Ela fala tão bem do Chris Cleave que quando vi esse livro por apenas cinco reais na livraria Cultura não tive dúvida alguma sobre comprá-lo. Apenas com essa história, o autor se tornou um daqueles escritores que a gente teria coragem de comprar até o bilhetinho que ele deixa na geladeira para a esposa. Apesar de ter criado uma história simples, que foca no dia-a-dia dos personagens, ele conseguiu ser super original.

16 de abril de 2016

Dica de Leitura: Capelinha - Aspectos Naturais e Humanos

Título: Capelinha - Aspectos Naturais e Humanos
Autora: Sônia Aparecida Sampaio de Araújo
Páginas: 144
Editora: 3i

A dica de hoje vai ser um pouquinho (ou talvez muito) diferente do que vocês estão acostumados a ver por aqui. Isso por que a Sônia procurou o meu pai pessoalmente para que ele pudesse me entregar o livro, me senti totalmente honrada! Não podia deixar de ler e dar um retorno, não é mesmo? 

Mas enfim, esse livro é especialmente para os fãs de Geografia. Capelinha - Aspectos Naturais e Humanos começou a surgir quando a Sônia, que é professora de Geografia, percebeu que os materiais de estudo sobre Capelinha eram muito escassos. Então, em 2010, mesmo com seu tempo corrido, resolveu começar essa obra, sem um prazo certo para terminá-la, mas com a entrada de sua filha no primeiro ano do fundamental, agora em 2016, sentiu uma certa urgência em finalizar o livro para que ele também fosse usado por ela. E não é que ela conseguiu, depois de três décadas de trabalho (isso é muito, muito tempo, gente!) e quatro anos de pesquisa? 

13 de abril de 2016

TAG: The Book Sacrifice

Oi gente! Faz aproximadamente 273872183 anos que não respondo uma tag aqui no blog né? Resolvi aproveitar que tô atoa e que a Nati, do Pobre Leitora, me indicou para uma bem legal e fazer um post aqui para vocês. A tag, como vocês já viram de todo tamanho no título, se chama The Book Sacrifice e consiste em responder 4 perguntas, onde você é obrigado a sacrificar algum livro. Pode parecer absurdo, mas vamos combinar que tem cada livrinho por aí que né, nem deveria existir. 

Ah, é sempre bom lembrar que cada pessoa tem sua opinião, ok? Se, por acaso, eu indicar o seu livro favorito como resposta em alguma das perguntas, não se ofenda. Lembre-se que EU não gosto da obra, mas muita gente pode gostar, assim como você, e respeite a minha opinião. 

11 de abril de 2016

Resenha: A Noiva Fantasma

Título Original: The Ghost Bride
Autora: Yangsze Choo
Páginas: 360
Tradução: Leandro Durazzo
Editora: DarkSide Books

1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto. A Noiva Fantasma é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo. Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam sim a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.Evocando obras como Lugar Nenhum, de Neil Gaiman, essa obra é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea.

Assim que peguei A Noiva Fantasma para ler, pensei que encontraria um livro de terror. Claro que fiquei muito receosa, já que sou a pessoa mais medrosa do mundo inteiro. Mas eu estava super enganada. O livro tem sim uma aura sobrenatural, mas é um romance super gostoso de ler e o melhor de tudo: fala bastante sobre alguns costumes e cultura do povo malaio. 

8 de abril de 2016

Resenha: Tony & Susan

Título Original: Tony and Susan
Autor: Austin Wright
Páginas: 334
Tradução: Rubens Figueiredo
Editora: Intrínseca

Há vinte e cinco anos, Susan Morrow deixou Edward Sheffield, seu primeiro marido. Certo dia, instalada confortavelmente na casa em que mora, com os filhos e o segundo marido, inesperadamente ela recebe, pelo correio, um embrulho que contém o manuscrito do primeiro romance escrito por Edward. Ele lhe pede que leia seu livro: Susan sempre foi sua melhor crítica, justifica. Tony e Susan, de Austin Wright, publicado originalmente nos Estados Unidos em 1993, ganha nova edição, dezoito anos depois de seu lançamento, por se tratar, segundo seus editores, da “mais impressionante obra de arte da ficção americana desde Revolutionary Road, de Richard Yeats”, publicado no Brasil como Foi apenas um sonho.
Ao iniciar a leitura, Susan é arrastada para dentro da vida do personagem Tony Hastings, um professor de matemática que leva a família de carro para a casa de veraneio no Maine. Quando a vida comum e civilizada dos Hastings é desviada de seu curso de forma violenta e desastrosa, Susan se vê novamente às voltas com seu passado, obrigada a encarar a própria escuridão e a dar um nome para o medo que corrói seu futuro e que vai mudar sua vida.

Tony & Susan, de Austin Wright, nunca foi um livro que me provocasse grande curiosidade, mas quando a Ana me perguntou se eu gostaria de ler algum dos livros de uma lista que ela tinha, decidi escolher este. Afinal, por que não? Ela me avisou que não conseguiu prosseguir com a leitura, mas eu tentei iniciar o livro despida de preconceitos. Eu consegui ler a obra até o final, mas antes não tivesse feito, pois foi o livro mais chato que já li.

6 de abril de 2016

Novidades das Editoras para Abril

Oi gente! Fiquei muito tempo pensando em como traria para vocês as novidades das editoras parceiras aqui do blog, que não são poucas, graças a Deus. Ainda não sei se vai funcionar bem, mas resolvi pegar os destaques que mais me interessaram de cada editora e apresentar aqui para vocês. Claro que vou deixar um link no final do post para quem estiver curioso para saber todas as novidades do mês. 

4 de abril de 2016

Promoção: O Aniversário é Meu, Mas o Presente é Seu!


Oi, gente! Hoje, 04/04, é aniversário da Eiras do canal The Book is On The Tube. Boatos que ela odeia fazer aniversário e, para fazer o dia ficar um pouquinho mais animado, resolveu fazer essa promoção super maravilhosa para vocês. 

Aí vocês me perguntam: "mas Ana, pra quê que você tá participando dessa promoção pelamor de Deus?"... Não sei se vocês sabem, mas eu também faço aniversário esse mês, daqui três dias mais especificamente. Nada mais justo do que entrar na comemoração né? E para participar é muito fácil, é só dar aquela lidinha básica nas regras e cumpri-las direitinho.

3 de abril de 2016

Promoção: Primeiro Desaniversário do Gettub


Sabem o que é melhor do que fazer aniversário? Fazer um desaniversário! Sim, porque podemos repetir 364 vezes por ano! Não está entendendo nada? Nunca leu Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll? Então, desaniversário é o dia em que você não faz aniversário! :P

2 de abril de 2016

Companhia das Letras promove encontro de livreiros em São Paulo

Neste ano, a Companhia das Letras comemora 30 anos de existência. E para celebrar as três décadas, a editora promoveu no dia 22 de março um encontro de livreiros - e blogueiros! - no auditório Unibes Cultural, na capital paulista, para ressaltar quais são os lançamentos no 1º semestre de 2016. Vamos conferir!

Imagem comemorativa criada pela Companhia das Letras
Antes que os representantes da Companhia das Letras recepcionassem os convidados no espaço Unibes Cultural, começou pontualmente às 09h00 um café da manhã (reforçado!) àqueles que ansiavam à espera dos lançamentos da editora. Logo após, às 09h30, os convidados foram dirigidos para o auditório e, então, cada um recebeu um ecobag com os seguintes livros: Linha M (Patti Smith), 58 Listas - 33 úteis & 25 nem tão úteis assim (Manuela Barem), A Rebelde do Deserto (Alwyn Hamilton); além de marcadores de página, botom e catálogos da editora.
 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©