29 de novembro de 2016

Sobre a Importância de Formar Crianças Leitoras


Quando se é um leitor assíduo, as perguntas que mais costumamos ouvir são como conseguimos ler tão rápido, ou nos questionam sobre a quantidade de livros que lemos por semana e até mesmo, pasmem, perguntam como é que a gente gosta tanto de ler. O mais legal é que minha resposta é praticamente a mesma para todas essas perguntas: minha mãe sempre me incentivou a ler desde que me entendo por gente. Então, se eu me tornei essa pessoa apaixonada por literatura que sou hoje, é porque minha mãe sabia que a leitura seria importante para a construção do meu caráter. 

27 de novembro de 2016

Resenha: Grumpy Cat, Um Livro Azedo

Grumpy Cat é o gato mais mal-humorado que você já viu. Neste livro, o fenômeno mundial da internet vai mostrar que ser azedo não é um talento que vem de berço; qualquer um, com muito treino e determinação, pode desenvolver. Conheça a breve história do Grumpy Cat (incluindo todos os sonhos que ele já arruinou), descubra bons motivos para odiar cachorros (e pessoas) e pratique seu mau humor em jogos criados especialmente para você se sentir frustrado. Com todas essas dicas, o Grumpy Cat finalmente espera que você o deixe em paz. E, por favor, não se divirta ao ler este livro. Porque se divertir é horrível!

Título Original: Grumpy Cat, A Grumpy Book
Autor: Grumpy Cat
Páginas: 96
Tradução: Candice Soldatelli e Bruno Mattos
Editora: Belas Letras
Livro recebido em parceria com a editora 

É bem provável que vocês já tenham esbarrado com alguma foto da Grumpy Cat em alguma rede social, geralmente acompanhada de uma frase bastante ácida, por assim dizer. A gatinha — sim, é fêmea —, cujo verdadeiro nome é Tardar Sauce, ganhou esse apelido super carinhoso por causa da sua boca curvada para baixo, que sempre a deixa com um aspecto mal-humorado. Mas não se preocupem, segundo o veterinário da família, a gata é totalmente saudável. 

25 de novembro de 2016

Resenha: Lúcida

Um thriller psicológico eletrizante, do roteirista de Rain Man e O casamento do meu melhor amigo. Sloane é uma aluna nota 10, com uma grande e amorosa família. Maggie vive uma existência glamorosa e independente, como aspirante a atriz em Nova York. As duas não poderiam ser mais diferentes. A não ser por um pequeno detalhe, algo que não têm coragem de revelar a ninguém. À noite, cada uma sonha que é a outra. Os sonhos são tão vívidos que as garotas sentem e experimentam o que a outra está passando naquele momento. Seriam as duas reais? Uma delas estaria mentalmente instável e imaginando a outra? Seriam ambas a mesma pessoa? Qual delas é real?

Título Original: Lucid
Autores: Ron Bass & Adrienne Stoltz
Páginas: 365
Tradução: Glenda D'Oliveira
Editora: Galera Record
Livro recebido em parceria com a editora

Confesso para vocês que tenho um ponto fraco como leitora: sou cem por cento atraída pela capa dos livros. Provavelmente já perdi várias histórias sensacionais por esse motivo, assim como já me decepcionei várias vezes. Por um momento eu pensei em abandonar Lúcida e olha que eu não sou muito de fazer isso. Não tem como eu falar para vocês que eu me apaixonei por essa história porque eu estaria mentindo; para ser sincera, foi extremamente difícil concluir a leitura. 

23 de novembro de 2016

Gincana de Doação de Sangue


Nesse mês de Novembro é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue. Infelizmente a doação de sangue ainda é um tabu e muito pouco praticada, mesmo sendo muito importante para salvar vidas. O Amigo Livro, em sua 5ª edição, quer estimular esse ato entre seus leitores, e para agitar isso, vai promover a Gincana de Doação de Sangue. Compartilhe vida.

21 de novembro de 2016

Resenha: Novembro, 9

Foto: Gettub
Autora número 1 da lista do New York Times retorna com uma história de amor inesquecível entre um aspirante a escritor e sua musa improvável. Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

Título Original: November 9
Autora: Colleen Hoover
Páginas: 352
Tradução: Ryta Vinagre
Editora: Galera Record
Livro recebido em parceria com a editora 

Antes mesmo de ler Nunca Jamais, eu já havia lido várias resenhas dos outros livros da autora e a grande maioria dizia a mesma coisa: leia esse livro porque essa mulher é foda. Após ler a obra citada anteriormente, pude confirmar que Colleen Hoover realmente sabe escrever, principalmente para o seu público alvo que são os jovens adultos. Mas foi depois de ler Talvez Um Dia que eu realmente fui conquistada. E, meu Deus, se eu amei Talvez Um Dia, não sei nem explicar o que sinto por Novembro, 9.  

18 de novembro de 2016

Resenha: A Maldição da Pedra

John Reckless, pai de Jacob e Will, sumiu sem deixar vestígios. Inconformado, Jacob gasta o dia procurando pistas que lhe deem alguma ideia do seu paradeiro. O garoto vasculha cada cantos do escritório do pai, até que um dia descobre um espelho que servia como um portal para um mundo mágico - um mundo que lhe oferece a perspectiva de liberdade e aventura. Mantendo segredo do seu achado, Jacob passa cada vez mais tempo do outro lado do espelho. Após doze anos, o mundo sombrio se torna seu verdadeiro lar, onde tem amigos e inimigos e é reconhecido como um dos melhores caçadores de tesouros que já existiram por ali. Will, o caçula, sente falta do irmão e estranha aqueles sumiços prolongados. Um dia, consegue burlar sua constante vigilância e o segue através do espelho, ato que tem uma consequência terrível. Ferido pelos goyls - homens frios e violentos, que têm pele de pedra e olhos de ouro -, ele acaba vítima de uma maldição: vai se transformando lenta e dolorosamente em uma dessas sinistras criaturas. Numa corrida contra o tempo, Jacob precisa encontrar o antídoto para o feitiço. Para empreender essa jornada, ele conta com a ajuda da raposa Fox, sua companheira de muito tempo, e Clara, a namorada de Will, que atravessa o espelho para encontrá-lo. Juntos, eles vão enfrentar os perigos e as armadilhas do Mundo do Espelho - antes que seja tarde demais e Jacob perca o irmão para sempre. Povoado por fadas, bruxas, unicórnios e tritões, e tendo cenários como o castelo da Bela Adormecida e a casa de doces da bruxa de “João e Maria”, o mundo criado por Cornelia Funke remete o leitor aos mais conhecidos contos de fadas de todos os tempos. Na narrativa, contudo, a ênfase da autora recai nos aspectos mais sombrios e brutais das histórias, criando-se uma atmosfera ao mesmo tempo familiar e soturna. É nesse mundo que se desenrolam as aventuras dos irmãos Reckless, uma história de maldição, traições e vingança, mas também de coragem, lealdade e amor.

Título Original: Reckless – Steinernes Fleisch
Autora: Cornelia Funke
Páginas: 248
Tradução: Sonali Bertuol
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Há bastante tempo ouço falar sobre Cornelia Funke, e sempre tive curiosidade de ler algo dela. A Maldição da Pedra surgiu como uma boa oportunidade de conhecer uma obra da autora e, mesmo que eu não soubesse exatamente o que esperar dessa história, fui facilmente fisgada para o mundo novo que existia atrás do espelho.

16 de novembro de 2016

Resenha: Sou Fã! E Agora?

Um livro para fã nenhum botar defeito! Fã que é fã adora conversar, discutir, interagir. Mas nem sempre temos por perto um amigo tão fanático quanto a gente para desabafar. Foi pensando nisso que Frini Georgakopoulos, uma fã de carteirinha, escreveu este livro: um manual de sobrevivência voltado para quem é apaixonado por livros, filmes, séries de TV… Com uma linguagem rápida e divertida, Sou fã! E agora? é uma mistura de artigos breves e atividades interativas que convidam a refletir sobre os motivos para curtirmos tanto as histórias, além de ajudar a descobrir o que fazer com todo esse amor: criar seu próprio cosplay, escrever uma fanfic, organizar um evento, começar um blog ou canal e muito mais!

Título Original: Sou Fã! E Agora?
Autora: Frini Georgakopoulos
Páginas: 160
Editora: Seguinte
Livro recebido em parceria com a editora

Todo mundo é fã de alguma coisa na vida, ou pelo menos ainda vai ser. Eu mesma sou apaixonada por várias coisas: séries de livros, alguns filmes, um certo ator que irá fazer um "vilão" em Animais Fantásticos e Onde Habitam e um certo super herói em Liga da Justiça... E é verdade que amamos conversar, discutir e expor nossas paixões, não é mesmo? Sou Fã! E Agora? serve justamente para este propósito, falamos um pouco sobre aquilo que admiramos.

14 de novembro de 2016

Resenha: Doadores de Sono

Quando pesadelos são reais, dormir é um privilégio. Uma epidemia assola os Estados Unidos. Milhares de pessoas perdem a capacidade de dormir. Conheça a Corpo do Sono, uma organização que persuade sonhadores saudáveis a fazer doações para os insones. Sob o comando dos enigmáticos irmãos Storch, o alcance da Corpo do Sono só cresce, e ela já está presente nas principais cidades americanas. Trish Edgewater, cuja irmã, Dori, foi uma das primeiras vítimas da insônia letal, há sete anos recruta doadores para a organização. Mas sua crença na empresa e nas próprias motivações começa a vacilar quando ela é confrontada com a Bebê A, a primeira doadora universal, e com o misterioso e maligno Doador Q.

Título Original: Sleep Donation
Autora: Karen Russell 
Páginas: 168
Tradução: Cláudia Costa Guimarães
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Doadores de sono é o mais novo livro da escritora Karen Russell e nos transporta para tempos e situações sombrias. Com um estilo totalmente triste e melancólico somos guiados através da história de Trish uma mulher que apesar de pouca idade, já passou por grandes perdas, incluindo sua irmã. Acometida por uma doença que é carregada de mistério do início ao fim, Dori, irmã de Trish, foi acometida pelo mal da insônia. Diferente da forma de insônia que conhecemos, aqui presenciamos seu estágio mais Hardcore: pessoas chegam a passar meses ou até mesmo anos sem dormir, o que os leva a desnutrição, desidratação e até uma possível (e não rara) morte.

12 de novembro de 2016

Resenha: O Feiticeiro de Terramar

Há quem diga que o feiticeiro mais poderoso de todos os tempos é um homem chamado Gavião. Este livro narra as aventuras de Ged, o menino que um dia se tornará essa lenda. Ainda pequeno, o pastor órfão de mãe descobriu seus poderes e foi para uma escola de magos. Porém, deslumbrado com tudo o que a magia podia lhe proporcionar, Ged foi logo dominado pelo orgulho e a impaciência e, sem querer, libertou um grande mal, um monstro assustador que o levou a uma cruzada mortal pelos mares solitários. Publicado originalmente em 1968, O Feiticeiro de Terramar se tornou um clássico da literatura de fantasia. Ged é um predecessor em magia e rebeldia de Harry Potter. E Ursula K. Le Guin é uma referência para escritores do gênero como Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie e Neil Gaiman.

Título Original: A Wizard of Earthsea
Autora: Ursula K. Le Guin
Páginas: 176
Tradução: Ana Resende
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora 

Ursula K. Le Guin é, provavelmente, uma das grandes percursoras do gênero fantasia. O Feiticeiro de Terramar, bem como os outros quatro volumes pertencentes ao Ciclo Terramar são muito bem conhecidos ao redor do mundo desde 1968, quando o primeiro livro foi publicado. Ursula não é apenas uma escritora de sucesso, ela é uma referência para muito dos nossos escritores contemporâneos. 

10 de novembro de 2016

Resenha: Nós

Certa noite, Douglas Petersen, um bioquímico de 54 anos apaixonado pela profissão, por organização e limpeza, é acordado por Connie, sua esposa há 25 anos, e ela lhe diz que quer o divórcio. O momento não poderia ser pior. Com o objetivo de estimular os talentos artísticos do filho, Albie, que acabou de entrar para a faculdade de fotografia, Connie planejou uma viagem de um mês pela Europa, uma chance de conhecerem em família as grandes obras de arte do continente. Ela imagina se não seria o caso de desistirem da viagem. Douglas, porém, está secretamente convencido de que as férias vão reacender o romance no casamento e, quem sabe, também fortalecer os laços entre ele e o filho. Com uma narrativa que intercala a odisseia da família pela Europa — das ruas de Amsterdã aos famosos museus de Paris, dos cafés de Veneza às praias da Barcelona — com flashbacks que revelam como Douglas e Connie se conheceram, se apaixonaram, superaram as dificuldades e, enfim, iniciaram a queda rumo ao fim do casamento, Nós é, acima de tudo, uma irresistível reflexão sobre a meia-idade, a criação dos filhos e sobre como sanar os danos que o tempo provoca nos relacionamentos. Sensível e divertido, com a sagacidade e a inteligência dos outros livros do autor, o romance analisa a intrincada relação entre razão e emoção.

 Título Original: Us
Autor: David Nicholls
Páginas: 384
Tradução: Alexandre Raposo
Editora: Intrínseca 

Obviamente só quis ler esse livro por um motivo: eu adorei a experiência de ter lido Um Dia, apesar da vontade de esfregar a cara do autor no asfalto por causa do final trágico que todos nós conhecemos. Muito provavelmente, o fato de eu gostar tanto do David Nicholls se dá às histórias reais que ele cria, e com Nós não foi diferente. 

8 de novembro de 2016

Resenha: O Último Adeus

Último Adeus é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido do seu terapeuta, como forma de conseguir expressar seus sentimentos retraídos. Há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e ela não consegue mais se lembrar de como é se sentir feliz. O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar. E no meio desse vazio, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão. Fantasma, loucura ou apenas a saudade falando alto? Eis uma das grandes questões desse livro apaixonante. O Último Adeus é sobre o que vem depois da morte, quando todo mundo parece estar seguindo adiante com sua própria vida, menos você. Lex busca uma forma de lidar com seus sentimentos e tem apenas nós, leitores, como amigos e confidentes.
Título Original: The Last Time We Say Goodbye
Autora: Cynthia Hand
Páginas: 352
Tradução: Carolina Coelho
Editora: DarkSide Books 

Os meus livros preferidos são aqueles que falam sobre temas pesados que ninguém gosta de falar na vida real. Em O Último Adeus, temos exatamente isso. Lex, que tem apenas 18 anos, está passando por um momento extremamente difícil: seu irmão mais novo se matou na garagem de casa há algumas semanas e não está sabendo lidar com a situação. Mas quem saberia, não é mesmo? Para tentar superar, o terapeuta de Lex pede para que ela escreva um diário expressando os seus sentimentos. 

6 de novembro de 2016

Book Haul: Outubro 2016


Olá, meus amores! Eu sei, já podemos ficar felizes porque estou postando vídeo de book haul há dois meses seguidos, parabéns para mim, haha! Outubro foi super recheado de livros, chegou tanta coisa que tô até com um leve medo de não dar conta dos prazos, mas vamos na fé do senhor. Corram para assistir porque tem muito livro bacana!

4 de novembro de 2016

Resenha: Muito Amor, Por Favor

Este livro reúne textos que mostram o amor do ponto de vista de quatro jovens que escrevem sobre relacionamentos legítimos e atuais, que souberam se reinventar. Sem medo de expressar seus sentimentos, deixam para trás estereótipos já obsoletos – como o controlador machista ou o piegas choroso – e falam sobre viver a dois e sobre a natureza das relações em todos os seus aspectos. Assim, cada autor reflete sobre o amor representado por um elemento: Arthur Aguiar escreve que “O amor é água”, dizendo que ele é fluido, mas por vezes gelado; ora tempestade, ora profundo. Fred Elboni explica que “O amor é ar”, mostrando a leveza de se amar sem sofrer, da brisa que envolve os apaixonados, mas que por vezes torna-se furacão. Ique Carvalho se debruça sobre quando “O amor é fogo”, que arde, aquece a alma, mas que também pode incendiar até doer. E Matheus Rocha conta que “O amor é terra”, estável, tranquilo, mas que não escapa dos terremotos da vida, que tiram tudo do lugar para que a rotina não o extermine. Um livro apaixonante, para quem ama e para quem quer amar um dia... e sempre.

Título Original: Muito Amor, Por Favor
Autores: Arthur Aguiar, Frederico Elboni, Ique Carvalho e Matehus Rocha
Páginas: 240
Editora: Sextante
Livro recebido em parceria com a editora

Muito Amor, Por Favor é o livro da editora sextante que reuniu quatro escritores maravilhosos para falar de uma coisa que hoje em dia é tão dualística: o Amor. Ora, deixado de lado, ora como foco de todas as atenções, o amor é um tema que atrai a todos nós, seres humanos, e que foi trabalhado magistralmente nas mãos de Arthur Aguiar, Frederico Elboni, Ique Carvalho e Matehus Rocha, numa obra belíssima em imagens e cores, com uma capa muito bem trabalhada, ilustrações de encher os olhos e que é extremamente prazerosa pra quem a vê. Dividido em quatro partes, uma para cada autor, cada uma se reserva para a representação do amor para um diferente elemento: Fogo, Terra, Ar e Água.

1 de novembro de 2016

Promoção: Três Anos de Roendo Livros


Às vezes eu fico admirada em como o tempo passa rápido. Parece que foi ontem mesmo que eu resolvi criar um blog para compartilhar as minhas experiências literárias, e eu não esperava que fosse dar tão certo. É claro que, para comemorar os três anos de existência do Roendo Livros, pedi uma super ajuda para as editoras parceiras mais que lindas aqui do blog e montamos um kit de dez livros para um único ganhador. Ah, os amigos parceiros também estão participando da festa!
 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©