15 de agosto de 2017

Resenha: Ladainha

Bruna Beber tenta retirar, ao extremo, o peso, a profundidade e a densidade da poesia. A começar pelo título: tipo de canto, prece ou recitação que provém de uma dimensão religiosa, a palavra “ladainha” passou a ser usada para dizer aquilo que se repete incansavelmente apesar de já ter perdido o sentido. Ainda, ao escolher não dar títulos aos poemas, mas apenas enumerá-los com a sequência dos 32 primeiros números primos, Bruna Beber foge à simples infinitude dos números naturais, aspirando a uma infinitude ainda não de todo mapeada. O que poderia ser visto como um exercício de banalidade e humor propositalmente afirmativos é, antes de tudo, uma posição ironicamente crítica da poesia para com sua história, para com a poeta, o leitor, a tradição, o mundo, o nosso tempo e, mesmo, a vida.

Título Original: Ladainha
Autora: Bruna Beber
Páginas: 94
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Há um tempo, eu jurava para todo mundo que eu não gostava de ler poesias. Depois eu só me dei conta que ainda não tinha encontrado o tipo de poesia certa para mim, e cheguei a essa conclusão após conhecer o trabalho do Leminski. Desde então, resolvi me aventurar um pouco mais no gênero e o faço sempre que tenho oportunidade. É uma pena que Ladainha não despertou em mim o mesmo sentimento que os livros do meu amado Paulo Leminski. 

13 de agosto de 2017

Resenha: A Casa do Lago

A casa da família Edevane está pronta para a aguardada festa do solstício de 1933. Alice, uma jovem e promissora escritora, tem ainda mais motivos para comemorar: ela não só criou um desfecho surpreendente para seu primeiro livro como está secretamente apaixonada. Porém, à meia-noite, enquanto os fogos de artifício iluminam o céu, os Edevanes sofrem uma perda devastadora que os leva a deixar a mansão para sempre. Setenta anos depois, após um caso problemático, a detetive Sadie Sparrow é obrigada a tirar uma licença e se retira para o chalé do avô na Cornualha. Certo dia, ela se depara com uma casa abandonada rodeada por um bosque e descobre a história de um bebê que desapareceu sem deixar rastros. A investigação fará com que seu caminho se encontre com o de uma famosa escritora policial. Já uma senhora, Alice Edevane trama a vida de forma tão perfeita quanto seus livros, até que a detetive surge para fazer perguntas sobre o seu passado, procurando desencavar uma complexa rede de segredos de que Alice sempre tentou fugir. Em A Casa do Lago, Kate Morton guia o leitor pelos meandros da memória e da dissimulação, não o deixando entrever nem por um momento o desenlace desta história encantadora e melancólica.

Título Original: The Lake House
Autora: Kate Morton
Páginas: 464
Tradução: Rachel Agavino
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora

A Casa do Lago foi publicado no Brasil este ano pela editora Arqueiro. Possui 457 páginas, divididos em 34 capítulos, alternados entre vários personagens, tanto os principais quanto os secundários. Esse detalhe me agradou bastante já que a premissa é repleta de mistérios e assim podemos ver todos os lados da história e do caso.

9 de agosto de 2017

Resenha: A Zona Morta

Foto: Desbravador de Mundos
Depois de quatro anos e meio, John Smith acorda de um coma causado por um acidente de carro. Junto com a consciência, o que John traz do limbo onde esteve são poderes inexplicáveis. O passado, o presente, o futuro – nada está fora de alcance. O resto do mundo parece considerar seus poderes um dom, mas John está cada vez mais convencido de que é uma maldição. Basta um toque, e ele vê mais sobre as pessoas do que jamais desejou. Ele não pediu por isso e, no entanto, não pode se livrar das visões. Então o que fazer quando, ao apertar a mão de um político em início de carreira, John prevê o que parece ser o fim do mundo?

Título Original: The Dead Zone
Autor: Stephen King
Páginas: 480
Tradução: Maria Molina
Editora: Suma de Letras
Livro recebido em parceria com a editora

Em A Zona Morta, acompanhamos a vida do professor John Smith, que vive uma pequena cidade nos Estados Unidos e tem um dom extremamente perturbador, que foi adquirido em um episódio de sua infância e leva consigo até os dias de hoje. Quando John toca em alguém, ele consegue ver todo o passado dessa pessoa, além de também ser capaz de ver lampejos do futuro. Conforme John foi envelhecendo, seu dom foi tomando proporções muito maiores.

6 de agosto de 2017

Resenha: O Casal Que Mora Ao Lado

É o aniversário de Graham, e sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos, Anne e Marco Conti, para um jantar. Marco acha que isso será bom para a esposa; afinal, ela quase nunca sai de casa desde o nascimento de Cora e da depressão pós-parto. Porém, Cynthia pediu que não levassem a filha. Ela simplesmente não suporta crianças chorando. Marco garante que a bebê vai ficar bem dormindo em seu berço. Afinal, eles moram na casa ao lado. Podem levar a babá eletrônica e se revezar para dar uma olhada na filha. Tudo vai dar certo. Porém, ao voltarem para a casa, a porta da frente está aberta; Cora desapareceu. Logo o rapto da filha faz Anne e Marco se envolverem em uma teia de mentiras, que traz à tona segredos aterradores.

Título Original: The Couple Next Door
Autora: Shari Lapena
Páginas: 294
Tradução: Márcio El-Jaick
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

O Casal Que Mora Ao Lado, primeiro thriller da autora Shari Lapena, é protagonizado pelo casal Conti. Anne e Marco estão vivendo um momento delicado. Seis meses após o nascimento da filha, Cora, Anne está enfrentando depressão pós-parto e Marco está tentando ajudar a esposa, ao mesmo tempo que mantém a empresa.

4 de agosto de 2017

Sorteio do Desapego: Game of Thrones


O terceiro sorteio do desapego do Gettub traz a os cinco livros da série Game of Thrones de George R. R. Martin. Como na promoção anterior, os livros não são novos, acabados de comprar, mas todos estão em perfeitas condições. Como parceiros, estão os blogs Roendo Livros e o Papeando Livros.

3 de agosto de 2017

Resenha: Na Minha Onda

Vitória é uma cantora talentosa que esteve no topo do sucesso há cinco anos. Mas agora ela está arrasada: ficou desempregada, voltou a morar com os pais e ainda tem que aceitar o triunfo de Carol Laine, sua amiga de infância e antiga companheira musical, que seguiu em carreira solo e está se tornando uma das mais comentadas artistas da Bahia. Porém, mesmo Vitória tentando se esconder a todo custo, Carol Laine a procura com um convite: ela quer que as duas voltem a trabalhar juntas e que ela participe de um reality show sobre sua vida. Isso significa, também, estar mais próxima de Lucas, o primo e assessor de Carol, por quem Vitória mantém uma paixão secreta há anos. Mesmo parecendo uma proposta irrecusável, é difícil engolir a mágoa, ficar à sombra de Carol Laine e ainda encarar os reveses da fama: a exigência de estar sempre linda e em forma, as fofocas da imprensa de celebridades, a perseguição de um fã maníaco e misterioso e a dúvida sobre as amizades serem apenas por interesse. Em meio a tantos sentimentos conflitantes, Vitória terá que responder: vale a pena voltar a esse mundo onde o ego das pessoas parece controlar tudo?

Título Original: Na Minha Onda
Autora: Laura Conrado 
Páginas: 288
Editora: Globo Alt
Livro recebido em parceria com a editora
Texto por Alessandra Afonso

Devo admitir que a partir do momento que vi a capa do livro já não gostei muito, e infelizmente a leitura só confirmou o que eu temia. Na minha onda é um livro tão clichê e infantil quanto parece. Talvez se eu o tivesse lido há cinco atrás eu até acharia interessante, mas a personagem principal, Vitória, é tão infantil que as vezes tive vontade de dar um sacode nela pra ver se ela acorda pra vida.

2 de agosto de 2017

Promoção: Dois Anos de Estilhaçando Livros


O blog Estilhaçando Livros vai comemorar seu segundo aniversário e está passando por uma mudança. Agora irá se chamar Memento Mori e a Sil explica tudo no post de promoção. Então conheçam e participem, mas antes de mais nada conheça os blogs participantes: LiteRata, Re.View, Pobre Leitora, Da Imaginação a Escrita, Ei Nati, Roendo Livros

1 de agosto de 2017

Top Comentarista: Agosto 2017


Mal pisquei e agosto chegou e cá estou anunciando um top novo, que está cheio de novidades. O prêmio desse mês é em dose dupla, dois livros maravilhosos da Novo Conceito: Olho Por Olho e Dente Por Dente, de Jenny Han e Siobhan Vivian. O período de inscrições vai do dia 01/08/2017 ao dia 01/09/2017, sempre lembrando que este último dia é apenas para vocês regularizarem os comentários.
 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©