A Assombração da Casa da Colina | Shirley Jackson


A Assombração da Casa da Colina é uma obra gótica de 1959 e uma das mais famosas histórias sobre casas mal-assombradas, adorada por grandes autores, como Stephen King, e que teve sua fama renovada recentemente com o lançamento da série A Maldição da Residência Hill, da Netflix. 

No entanto, para os fãs da série, fica o aviso: não leiam o livro esperando encontrar o mesmo que encontraram na adaptação. Ir com essa expectativa pode estragar a experiência de leitura. Isso porque, apesar de ter havido sim uma inspiração no livro, as histórias são diferentes. Há semelhanças entre livro e série, mas, cada um guarda suas particularidades. Uma das semelhanças que eu gostei é que as atmosferas do livro e da série são parecidas. O livro deixa claro logo no início que a casa é um organismo vivo, com todo aquele clima de tensão e horror psicológico, bem semelhante ao que vemos na série.

Eu sou uma dessas pessoas que acabou desenvolvendo interesse pelo livro depois de ver a série (que é fantástica), mas, neste livro, encontrei algo bem diferente do que vi na série. E, felizmente, não me decepcionei nem um pouco. Aqui encontramos um grupo inusitado de pessoas que se veem juntas na casa da colina para fazerem parte de um estudo desenvolvido por uma cientista que pesquisa eventos sobrenaturais.

O dr. M é quem comanda a pesquisa e, em busca de pessoas que já vivenciaram algum evento sobrenatural ou que possam ter capacidades incomuns, ele acaba reunindo Eleanor, Theodora e Luke, que na verdade está ali apenas por ser um membro da família dona da casa e, consequentemente, o herdeiro da mansão, e foi parte do acordo que ele estivesse presente para que a casa fosse cedida para a pesquisa. A proposta do dr. é que todos façam registros escritos de tudo que acontecer. E assim acompanhamos esses quatro personagens passando seus dias e noites na casa da colina.

Pode-se dizer que Eleanor é a personagem principal. É ela que conhecemos mais profundamente, sua história de vida e seus pensamentos. Eleanor é uma pessoa naturalmente introvertida e solitária, que vê o convite para participar da pesquisa como uma ocasião em que ela é desejada em algum lugar, e onde poderá fazer amigos. A extroversão de Theodora proporciona que elas façam amizade logo de início, dando a Eleanor um sensação reconfortante de pertencimento.

Eleanor é uma pessoa insegura e desconfiada que consegue despertar a empatia do leitor com rapidez. Durante a leitura, ela me perturbou e me fez sentir pena. Eu fui aprendendo a gostar dela, apesar das suas excentricidades. As mudanças na personalidade e nas percepções de Eleanor são perceptíveis conforme coisas vão acontecendo na casa. E isso dá um toque a mais a essa história.

O único personagem capaz de disputar o lugar central com Eleanor é a própria casa, que parece respirar, se mover e pensar. E o encontro dessas duas personagens, a casa e Eleanor, marca o livro do começo ao fim. É como se elas se comunicassem o tempo todo, mas do jeito delas. A ligação que Eleanor tem com a casa é diferente e muito instigante.

Uma história de terror, um estudo psicológico, uma análise das relações sociais, um processo pessoal de decadência emocional, tudo isso é encontrado no livro. Assim como acontece com a série da Netflix, aqui também o leitor encontra muito mais do que apenas uma história de terror. Eu não diria que o livro é assustador, mas, tem algumas passagens que deixam o leitor levemente perturbado. Tem uma cena em específico que me deixou arrepiada da cabeça aos pés e me fez fechar o livro e rir de nervoso.

Eu li A Assombração da Casa da Colina em um único dia. É aquele tipo de história que você não quer largar porque precisa saber o que vai acontecer. A edição está lindíssima. É capa dura e a Suma acrescentou uma jacket com a capa da série, mantendo a capa do livro, o que é sempre ótimo.

Título Original: The Haunting of Hill House ✦ Autor: Shirley Jackson
Páginas: 240 Tradução: Débora Landsberg ✦ Editora: Suma
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

15 Comentários

  1. Conheci Shirley Jackson através do livro Juntando Os Pedaços. A protagonista só fala em Sempre Vivemos no Castelo. Então resolvi me aventurar nesse universo novo para mim que é o terror, mas precisamente o psicólogico.
    A Assombração da Casa da Colina para mim foi um livro incrível. Cheio de mistérios, plot twist que não esperava. E super concordo com você Priscila, A Casa da Colina é a antagonista perfeita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de dizer que tenho, como sempre, de assistir a série e macular o livro.

      Excluir
  2. Priscila!
    Não assisti a série, mas fico feliz em saber que ela está disponível.
    Nem preciso dizer o quanto gosto de thrillers do tipo que apenas insinuam as atitudes e com descrição das personagens, abordando apenas o aspecto psicológico de cada um. "A casa é fruto daqueles que a frequentam." Colocação bem feita já que é o cerne do enredo,
    Confesso que mesmo sendo uma reedição de um livro tão antigo, não conhecia ainda e já quero. Deve dar 'borboletas' no estômago poder lê-lo.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. A série é uma das grandes surpresas do ano anterior e eu mesmo não sendo tão fã do terror visto, amei cada episódio e sim, fiquei com medo.rs
    Por isso, o livro ficou em evidência novamente sim e isso é maravilhoso.
    Eu ainda preciso urgente ler o livro, pois se o terror visto me assusta, o escrito me atiça!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  4. Sou do tipo que prefere estragar a adaptação do que o livro, então sempre evito assistir primeiro.
    Não sou fã de terror, mas comentários sobre os livros da Shirley.
    Me parece perturbador.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Não acabei vendo muito dessa história porque terror não é meu forte. A adaptação pareceu agradar muita gente, mas não me chama atenção por não gostar muito de coisa assim. Livro já fico mais animada pra ler, mas mesmo assim ainda bate um receio. Legal saber que serie e livro tem suas diferenças, acho isso bom por despertar mais curiosidade e se por algum milagre ver uma ou ler outra não ter a mesmo experiencia é interessante. A ideia dos registros, da casa e dos personagens e suas peculiaridades traz uma boa mistura pra história. Gostei desse lado psicológico dele, talvez seja aquele terror que leio com mais vontade por isso. É interessante. Perturbador, foge dos meus padrões, mas interessante. Talvez seja dessas leituras pra sair da zona de conforto.

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Eu assisti a série e me apaixonei, entrou para a minha lista de favoritas. Quando fui saber mais sobre ela, acabei descobrindo sobre o livro, e imediatamente corri atrás dele. Ao ler, acabei me frustando pois achava que era mais fiel à série, até continuar lendo e perceber que era uma outra história, mas parecida. Mesmo assim, me decepcionei um pouquinho, pois achei bem fraquinho.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Tenho uma certa curiosidade e interesse por ler esse livro. Já assistir a serie e adorei bastante. Sei que o livro e totalmente diferente da serie apesar de que a essência permanece a mesma, mas como você diz não leia o livro achando que e o mesmo que a serie. Espero muito ler em breve!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  8. Por ser terror não tenho coragem para assisti, mas a resenha ficou bem legal. O livro até pensaria em ler, ja que pelo jeito é de prender a atençao de qualquer pessoa. Quando a coragem aparecer com certeza vou ler e assisti a série.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Priscila
    Tenho muita vontade de assistir a série e estragar a experiência com o livro, mas fico feliz que não atrapalha ver a série primeiro.
    Em relação ao livro não conheço a escrita da autora e gosto muito quando objeto no caso a casa é um personagem, que podemos conhecer os personagens mais profundamente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Priscila
    Eu tenho medo de livros de terror, mas esse fiquei com muita vontade de ler!
    A casa parece ser toda surpreendente e interessante.
    E os personagens todos bem trabalhados e que nos conquistam.
    Parece não dar tanto medo também.
    Agora assistir a adaptação pode ser de mais pra mim kkkkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. eu estou completamente besta porque não sabia que a maldição da residência Hill era adaptação de a Casa da Colina. Eu adorei o livro da Jackson e pretendo e pretendo assistir a série o mais breve possível visto que eu também ouvi muitos elogios sobre ela

    ResponderExcluir
  12. Oi, Priscila!!
    Não li o livro mas assisti a adaptação A Maldição da Residência Hill da Netflix e devo dizer que amei a história e fiquei bem curiosa para ler A Assombração da Casa da Colina agora mais do que nunca por que dá para ver que vou encontra uma história parecida mais bem diferente do que assisti na série.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Rayssa Bonai
    1 de fevereiro de 2020 21:28
    Olá! ♡ Confesso que não leria no momento, apesar de ter acabado a trama bem interessante, realmente não faz meu estilo de leitura.
    A edição de fato é muito bonita, a Editora caprichou ♡
    Talvez um dia eu dê uma chance a história, já que a mesma não é tão assustadora.
    Beijos!

    ResponderExcluir