15 de maio de 2014

Resenha: O Projeto Rosie

Título Original: The Rosie Project
Autor: Graeme Simsion
Páginas: 320
Tradutora: Ana Carolina Mesquita
Editora: Record

Perto de completar 40 anos, o peculiar professor de genética Don Tillman havia desistido do amor. Para acompanhar sua rotina severamente cronometrada, com esquema de refeições padronizadas, um cronograma para a execução de cada compromisso (inclusive para a prática de exercícios físicos antes de dormir) e lidar com sua falta de habilidade social, só mesmo a mulher perfeita. E ele já sabe como encontra-la. Ou pelo menos acha que sabe. Ele desenvolve o projeto Esposa Perfeita, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a selecionar candidatas adequadas a seu estilo de vida. Mas quando Don conhece a jovem Rosie ele descobre que nem tudo na vida pode ser programado... E que o amor pode, de repente, vir a seu encontro.

Don Tillman não é um homem comum. Tem 39 anos, é musculoso, bonito e o melhor: super inteligente. Seria um galã perfeito se não tivesse um pequeno problema: é incapaz de se socializar com qualquer pessoa, muito menos arrumar uma mulher. Prova disso é sua "incrível" rede de amigos de apenas duas pessoas, Gene e Claudia.

Extremamente organizado, segue à risca um cronograma de compromissos e horários que não pode ser quebrada por nada nesse mundo. Don não perde o seu tempo pensando no que cozinhar ou comprando ingredientes possivelmente desnecessários, claro que não. Para isso, ele tem uma tabela diária de alimentação: se terça-feira é dia de lagosta, terça-feira é dia de lagosta e ponto final. Além disso, tem hora para arrumar a casa, fazer exercícios e assim sucessivamente.

Apesar de se virar muito bem sozinho, Don percebe que já está passando da hora de arranjar um cobertor de orelha, como diria minha querida avó. O problema é que Don não queria uma simples mulher, mas uma mulher perfeita. Além de ter por obrigação se adaptar ao seu estilo de vida, teria que se enquadrar em várias outras categorias, como, por exemplo, não ser vegetariana e, definitivamente, fumante. 

— Você me considerou como possível parceiro?
— Claro — respondeu ela — Fora o fato de você não ter a menor noção de comportamento social, de sua vida ser regrada por um quadro branco e de você ser incapaz de sentir amor... Você é perfeito.

Depois de muito pensar, Don encontra uma solução aparentemente perfeita: tudo o que ele precisava era criar um questionário (com todas as suas exigências malucas) que o levaria à mulher perfeita. Nasce assim, o Projeto Esposa. 

Tudo parece ir completamente bem quando Gene, seu melhor amigo, o apresenta a Rosie e adivinhem só? Ela é totalmente o oposto da mulher que Don julga ser perfeita. É completamente desorganizada, nunca chega na hora, não come carne e, por Deus, fuma! 

— Se você realmente ama uma pessoa —  prosseguiu Claudia , deve estar preparado para aceitá-la como ela é. Você pode até esperar que um dia ela acorde e faça aquelas mudanças, mas pelos próprios motivos dela.

"O Projeto Rosie" entrou no ranking de livros mais divertidos que li mesmo antes de fechá-lo. Tem uma atmosfera engraçada e o personagem principal é tão louco (de um jeito bom, se acalmem) que chega ser absurdo. Pode até parecer difícil, mas existem sim pessoas assim. Inclusive acho que eu moro com uma pessoa com umas manias doidas tipo as do Don. 

Todos os personagens têm essência e são bem construídos, cada um com suas características peculiares. Tive uma vontade anormal de matar Gene durante pelo menos 90% da leitura unicamente pelo fato de ele ser um filho da mãe com Claudia e é melhor eu parar por aqui antes que eu solte um spoiler daqueles. 

Apesar de ter gostado bastante do livro (consegui dele muito mais do que eu esperava, para ser sincera), fiquei ligeiramente decepcionada com o final. Acho que o autor devia ter construído algo mais emocionante, já que a trama merecia bem mais do que aquele fim mixuruca. 

Classificação final: 

7 comentários:

  1. Parece ser muito bom. É um dos livros que está no topo da minha wishlist. Gostei de saber sua opinião sobre o livro (aliás, sua opinião sobre os livros que já li é bem semelhante à minha opinião) então gosto de levá-la em consideração.
    Além da história parecer legal, a capa é tão linda <3!

    Beijos,
    chuvadeejaneiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila!
      Eu queria muito ler esse livro, aí consegui comprar ele por 7,90 na Submarino! Não deu outra né? É um livro muito bom mesmo, se nossas opiniões batem, com certeza você vai gostar.
      Beijo!

      Excluir
  2. Não conhecia o livro, mas me deixou super curiosa. A resenha muito bem construída abriu minha sádica preferência por livros fora dos clichês, já que esse tem uma base de opostos se atraem. Porém me pareceu muito interessante e quero muito lê-lo.
    Encorajadora resenha, Ana. Beeijo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helena!
      Assim, eu gosto muito livro porque apesar do título, o foco não é romance. É uma leitura muito gostosa, acho que você vai gostar também.
      Beijo!

      Excluir
  3. Ai Dona Ana e suas resenhas que me fazem querer comprar todos os livros do mundo sem um salário que permite. <3
    Amei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao menos você tem um salário, né? Eu tenho que economizar SEMANAS para comprar um livrinho *chorando*. HUAHEAUEHUAEHAUEH <3

      Excluir
  4. Tô louca pra ler esse livro, até porque me só de ler a resenha, já fiquei imaginando o Don como se fosse o Bruno, auhauh. E se eu não ganhar no sorteio, continuarei na minha saga de ler livros online! :'(

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©