1 de setembro de 2014

Análise de Série: O Senhor dos Anéis

Títulos: A Sociedade do Anel
            As Duas Torres
            O Retorno do Rei
Autor: J. R. R. Tolkien
Páginas: Total de 1211 páginas (edição três em um da Martins Fontes)
Tradução: Antônio Rocha (1ª edição), Alberto Monjardim (1ª edição), Lenita Maria Rimoli Esteves (1ª edição), Almiro Pisetta
Editora: Artenova, Martins Fontes

Vou contar pra vocês uma coisa, mas não espalha que é segredo: eu não gostei de ler O Senhor dos Anéis da primeira vez, depois acho que acostumei com a narrativa. Meu conselho é de que: se você não leu Tolkien ainda, comecei pelo livro O Hobbit que é maravilhoso!

Três Anéis para os Reis-Elfos sob este céu, Sete para os Senhores-Anões em seus rochosos corredores, Nove para Homens Mortais, fadados ao eterno sono, Um para o Senhor do Escuro em seu escuro trono, Na Terra de Mordor onde as sombras se deitam. Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los, Um Anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los, Na Terra de Mordor onde as sombras se deitam.

Bom, estou certa de que todo mundo já ouviu falar do mundo que Tolkien criou, mais precisamente a trilogia O Senhor dos Anéis, e agora O Hobbit (não me enganem, os filmes fizeram a publicidade toda haha), agora, a paciência que os livros demandam, essa eu já acho que é para poucos haha! A trilogia é excelente, marcou toda uma geração de leitores e escritores e está nos corações dos nerds e não-nerds, posso apostar!

O Mundo

O mundo que Tolkien criou para seus livros foi algo totalmente inovador que, se pudesse falar sobre todo ele (o que seria quase impossível), acabariamos ficando aqui por pelo menos um mês, mas como o post é curto (I’m trying, I swear) então vamos dizer apenas que até línguas novas foram criadas para complementar as histórias, junto de milhares de personagens e lugares fictícios, a mitologia grega e nórdica, juntamente dos contos de fadas ajudaram nessa construção. Se me limitar a dizer que o mundo de Tolkien é apenas ficcional estarei errando. É muito mais do que isso tudo e que qualquer objetivo possa descrever. A trilogia em questão se passa na Terceira Era, na Terra Média, uma espécie de Europa mitológica, habitada por humanos, elfos, orcs, anões e outras criaturas.

Enredo

"A história narra o conflito contra o mal que se alastra pela Terra-média, através da luta de várias raças - Humanos, Anões, Elfos, Ents e Hobbits - contra Orcs, para evitar que o "Anel do Poder" volte às mãos de seu criador Sauron, o Senhor do Escuro. Partindo dos primórdios tranquilos do Condado, a história muda através da Terra-média e segue o curso da Guerra do Anel através dos olhos de seus personagens, especialmente do protagonista, Frodo Bolseiro. A história principal é seguida por seis apêndices que fornecem uma riqueza do material de fundo histórico e linguístico." Tirei isso do wikipedia por que eu como boa menina que sou NÃO SEI RESUMIR SENHOR DOS ANÉIS, não em um parágrafo só, desculpa sociedade.

A esperança talvez nasça, quando tudo é desgraça.

Personagens

Não é possível dizer que tenha um personagem principal apenas na trilogia por que temos Frodo Bolseiro e Samwise Gamgee que estão sempre juntos (apesar de sabermos que Frodo é de fato a pessoa – ou o hobbit – mais importante da história). Mas se for falar de Frodo posso dizer que ele é como os outros protagonistas geralmente são: com muito a aprender uma n00bisse inacreditavel, se não fosse o melhor amigo (tipo a Hermione pro Harry) eu tenho certeza que pararíamos no primeiro livro já hahaha então temos a jornada do heroi e vamos com Frodo para Orodruin - a Montanha da Perdição -levar o um anel para ser destruído.

Muitos que vivem merecem morrer. Alguns que morrem merecem viver. Você pode lhes dar a vida? Então não seja tão ávido para julgar e condenar alguém a morte, pois mesmo os mais sábios não podem ver os dois lados.

O segundo personagem principal então entre aspas grandes, seria Sam, melhor amigo de Frodo, que o ajuda em sua dura caminhada durante os três livros. Sam é uma pessoa de boa índole, é gentil, está sempre sendo positivo e te cativa logo de cara. Arrisco até em dizer que é meu personagem hobbit preferido! Deixo uma quote dele para vocês entenderam melhor o quanto ele é maravilhoso:

É como nas grandes histórias, as realmente importantes. Eram cheias de perigo e escuridão e as vezes eu nem queria saber o final. Como o fim poderia ser feliz? Como o mundo poderia voltar a ser o que sempre foi quando tanta coisa ruim aconteceu? Mas, no final, é algo que passará, essa sombra, até mesmo a escuridão passará. Um novo dia virá e quando o sol nascer ele brilhará ainda mais. Essas eram as histórias que ficavam com a gente. Que significavam alguma coisa mesmo quando era pequeno demais para entender o porque. Mas eu acho Sr. Frodo, que eu entendo. Agora, eu já sei. As pessoas daquelas histórias tiveram muita chance para desistir mas não desistiram. Elas foram em frente.

Temos ainda Gandalf o Cinzento, que viria a se tornar Gandalf, o Branco. Sem o mago da raça Maiar nada aconteceria, pois sempre tem um dedinho desta criatura no meio das aventuras dos hobbitses (como diria Smeagol), e ele acredita muito em Bilbo e posteriormente em Frodo, os ajudando a completar suas “missões” com sucesso, provando que os hobbits “são feitos de um material mais resistente do que aparentavam".

Pra variar a lista de personagens do Tolkien é enorme (é enorme mesmo, não faço ideia de quantos, mas são milhares, na trilogia são mais de cento e cinquenta). Ainda temos o Gollum, o hobbit que foi corrompido pelo um anel, personagem importante apresentado no livro O Hobbit que reapareceu na trilogia O Senhor dos Anéis. Temos Legolas o elfo pelo qual sou apaixonada desde criança, Gimli, Aragorn, Boromir, Saruman, Sauron, Merry, Pippin, Arwen~ eu podia ficar falando até amanhã de todos eles!

Meu precioso!

É muito difícil aceitar a missão de falar de Tolkien que, além de escritor, também foi professor universitário e filólogo. Tolkien criou um universo maravilhoso, rico em detalhes e sei que muita gente hoje em dia não tem paciência para ler algumas de suas obras por serem altamente descritivas, mas para a época que foram escritas, elas são perfeitas. Peço que me perdoem se ficaram faltando muitas coisas e se o post foi superficial, mas como disse muitas vezes, é complicado falar de uma obra tão grande sem me estender por muitos posts haha espero que mesmo assim vocês tenham curtido! ;)

Um beijo e um queijo!

1 comentários:

  1. Sou louca para ler a trilogia do Senhor dos Anéis. Só assisti aos filmes e li 'O Hobbit', que, concordo com você, é maravilhoso! Adorei o post, muito legal a tag.

    Beijos,
    Camila
    chuvadeejaneiro.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©