10 de maio de 2016

Resenha: Mr. Mercedes

Título Original: Mr. Mercedes
Autor: Stephen King
Páginas: 400
Tradução: Regiane Winarski
Editora: Suma de Letras
Livro recebido em parceria com a editora.

Nas frigidas madrugadas, em uma angustiante cidade do Centro-Oeste, centenas de pessoas desempregadas estão na fila para uma vaga numa feira de empregos. Sem qualquer aviso um motorista solitário irrompe no meio da multidão em um Mercedes roubado, atropelando os inocentes, dando ré e voltando a atropelá-los. Oito pessoas são mortas, quinze feridos. Em outra parte da cidade, meses mais tarde, um policial aposentado chamado Bill Hodges é ainda assombrado por um crime sem solução. Quando ele recebe uma carta enlouquecida de alguém que se auto-identifica como privilegiado e ameaça um ataque ainda mais diabólico, Hodges acorda de sua deprimente e vaga aposentadoria, empenhado em evitar outra tragédia. Brady Hartfield vive com sua mãe alcoólatra na casa onde ele nasceu. Ele adorou a sensação de morte sob as rodas da Mercedes, e ele quer aquela corrida de novo. Apenas Bill Hodges, com um par de aliados altamente improváveis, pode prender o assassino antes que ele ataque novamente. E eles não têm tempo a perder, porque na próxima missão de Brady, se for bem sucedido, vai matar ou mutilar milhares.  Mr. Mercedes é uma guerra entre o bem e o mau, do mestre do suspense, cuja visão sobre a mente deste obcecado assassino insano é arrepiante e inesquecível.

Oi gente! O vídeo de hoje é sobre um livro de um autor que provavelmente vocês já sabem que eu gosto bastante, o Stephen King. Mr. Mercedes é uma história totalmente fora da zona de conforto dele e eu gostei bastante, apesar de o vilão da história ter entrado para minha lista de vilões mais odiosos que existem no mundo.  
Nunca minta quando você pode falar a verdade. (pág 47)


Toda religião mente. Todo preceito moral é uma ilusão. Até as estrelas são miragem. A verdade é a escuridão, e a única coisa que importa é fazer uma declaração antes de entrar nela. Rasgar a pele do mundo e deixar uma cicatriz. É disto que se trata a história, afinal: cicatrizes. (pág. 292)

Espero que vocês tenham gostado e não se esqueçam de ajudar dando um like no vídeo e se inscrevendo no canal! 

Classificação final: 

11 comentários:

  1. Respostas
    1. Me diga que você odiou o Brady também, por favor haha <3

      Excluir
  2. Já é o segundo blog que visito hoje com resenha desse livro. Não sou fã de Stephen King, não gosto desse tipo de leitura, mas a história deve ser muito boa, porque muitas pessoas gostam :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Adoro Stephen King (estou lendo It - A Coisa) e com certeza vou colocar esse livro na minha lista. Vai ser interessante ler uma obra do gênero policial escrita por ele. Muito ansioso.

    http://newworldbr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©