5 de junho de 2016

Resenha: A História de Nós Dois

Título Original: The Story of Us
Autora: Dani Atkins
Páginas: 352
Tradução: Raquel Zampil
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora. 

Emma tem 27 anos, é linda e inteligente e vive cercada de pessoas que ama. Prestes a se casar com Richard, seu namorado desde a época de escola, ela não poderia estar mais empolgada.  Mas o que deveria ser o momento mais feliz de sua vida de repente vira uma tragédia. Emma sofre um acidente e é salva por um estranho minutos antes que o carro em que ela viajava explodisse.  Abalada, ela decide adiar o casamento. E nesse meio-tempo descobre segredos que a fazem questionar as pessoas nas quais sempre confiara a ponto de duvidar se deve se casar afinal.  Para complicar, ela se sente cada vez mais ligada a Jack, o homem que a salvou e que não sai da sua cabeça. Jack é lindo, gentil e divertido, de um jeito diferente de todos que ela já conheceu. Por outro lado, é Richard quem ela sempre amou... Uma mulher, dois homens, tantos destinos possíveis. Como essa história vai terminar?

Acho que eu só solicitei esse livro porque morro de vontade de ler Uma Curva no Tempo, da mesma autora.  A gente sempre fica muito curioso quando um livro faz muito sucesso e consequentemente quer ler tudo o que o autor publica. Eu ainda não sei exatamente o que pensar sobre A História de Nós Dois, para ser sincera, me emocionei e passei raiva proporcionalmente. Ah, só um avisinho básico: muito provavelmente essa resenha conterá spoilers, então pare por aqui se não quiser perder a emoção da leitura. 

Em A História de Nós Dois conhecemos Emma, uma mulher de 27 anos que está prestes a se casar com o seu namoradinho de infância, Richard. Assim como a maioria das mulheres, Emma tem duas amigas inseparáveis, Amy e Caroline, e é claro que as duas serão madrinhas do casamento. Tudo corria muito bem, obrigada, até que a noite da despedida de solteiro as meninas sofrem um acidente quando estão voltando para casa e, infelizmente, Amy não resiste à colisão. Obviamente as coisas teriam sido muito piores se Jack não tivesse salvado Emma, que estava presa entre o banco traseiro e o do motorista e provavelmente teria morrido com a explosão do carro.

Devido os acontecimentos, Emma decide adiar o casamento e durante esse tempo, percebe que está, digamos assim, apaixonada por Jack. Como não se sentir abalada por um homem tão galã da novela das oito, super divertido, natural e, acima de tudo, bondoso e gentil? Além desse dilema em seu coração, se deve ou não casar com um homem maravilhoso que é o Richard, como lidar com a culpa pela morte da melhor amiga? 

Havia uma resposta que eu agora estava pronta para dar e que meu coração martelava como uma ave engaiolada em meu peito todas as vezes que eu pensava nela.

A verdade é que comecei a ler esse livro totalmente apreensiva. Faz séculos que o tema "triângulos amorosos" saiu da minha lista de preferidos. Mas gente, a autora conseguiu fazer esse clichê de uma forma tão natural que, felizmente, fui surpreendida. A narrativa, intercalada entre presente e passado sob a visão de Emma, mostra praticamente toda a vida da protagonista, e é aí que a gente descobre como ela chegou onde está hoje. Apesar de o livro ser todo em primeira pessoa, Dani Atkins fez algo que poucos autores são capazes de fazer: conseguiu, através dos olhos de Emma, me conectar com os outros personagens da obra, que são todos bem desenvolvidos. Ah, outra coisa que me deixou contente foi o fato de a autora ter inserido alguns problemas secundários, como o fato de a mãe de Emma começar a sentir os sintomas da alzheimer

Mas é claro que toda história tem o seu ponto negativo. Dani me surpreendeu com a forma em que conduziu o triângulo amoroso entre Emma, Richard e Jack? Sim, mas não conseguiu tirar a previsibilidade do enredo em si, que não se desenvolve a ponto de surpreender o leitor. Sem contar que algumas decisões de Emma me deixaram com vontade de arrancar os cabelos, de verdade. Bom, é aqui que entra o spoiler. Uma coisa que eu sempre tive em mim: não sou de perdoar uma pessoa que me traiu de alguma forma. Não foi o fato de Emma ter perdoado que me deixou com raiva. Como diz minha miga Nati, do Pobre Leitora, uma traição precisa de duas pessoas para acontecer, então pelamor de Deus, se for perdoar, seja justo e perdoe as duas. Eu senti, de verdade, que Emma perdoou a amiga só porque ela estava morta. 

O livro é bem dramático, acontece desgraça pra caramba (desculpem o uso dessa palavra ruim, mas né, nenhuma outra se encaixaria tão bem), muita tristeza e várias outras coisinhas que deixam a gente na bad, mas que a gente adora mesmo assim. É aquele famoso ditado né, não leia se você não estiver a fim de ficar tristinho, ou se estiver passando por um momento daqueles que pedem histórias cheias de florezinhas, coisas que dão certo e etc, aí vocês podem deixar A História de Nós Dois para depois sem culpa. Mas com certeza é um livro que merece ser lebrado com carinho.

Classificação final: 

10 comentários:

  1. Ai meu Deus, eu estou correndo com a minha leitura atual para poder pegar este logo, é o próximo da fila. Me apaixonei por Uma Curva no Tempo e desde então me tornei fã incondicional da autora. Já vi que irei me emocionar tanto neste quanto no primeiro...

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oiee ^^
    Eu também não sou muito fã de triângulos amorosos, principalmente porque a pessoa que está no "meio" nunca fica com quem eu quero que fique *-* Mas com esse livro eu não consegui escolher lados. Gostei tanto de Jake quanto de Richard, e achei que ambos pisaram na bola, então não consegui gostar mais de um ou de outro. Adorei o livro ♥
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  3. Oiii, tudo bem????
    Eu estou lendo esse livro, mas estou bem desanimada :P Não sei porque solicitei esse livro, se não curti o outro :3
    Acho que eu queria dar uma chance para a autora e essa capa é tão linda :3
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii linda, tudo bem?
    Achei linda por demais essa edição e confesso que neste momento estou precisando daqueles romances e tantos paara chorar rios inteiros, sua resenha está incrível e com toda certeza leria esse livro.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Olá, Ana.
    Diferente de você eu não solicitei esse livro por conta do monte de resenhas negativas que li de Uma curva no tempo. Mas esse eu estou com vontade de ler, mesmo triângulos amorosos sendo um saco hehe. E quem não gosta de ler de vez em quando um livro que acaba com a gente de tanto que a gente chora hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Eu não li o livro dai fiquei com medo de seu recado do spoiler, dei uma lida por cima da resenha, parece ser um bom livro ele esta na lista dos meus desejado.

    ResponderExcluir
  7. Ahhhhh, essa capa é tão lindinha <3
    Não gostei muito da sinopse, mas sou do tipo que lê um livro pela capa, sim, hahahah.
    Beijos,
    Layane Machado.

    ResponderExcluir
  8. Já tinha visto o livro, mas nunca cheguei a ler uma resenha dele.Somente pela capa eu não entenderia que o enredo seria tão profundo,To super cativada pela história, e quero muito ler.. Já vi comentários muitos positivos sobre " Uma Curva no Tempo " e já está na minha lista de desejados, pois sinto que vou gostar demais ♥ Beijinhoos ;*

    ResponderExcluir
  9. Triângulos amorosos são muito clichês, mais esse livro parece surpreendente para o tema, me deixou ainda mais curiosa, já está na minha lista de compras haha

    ResponderExcluir
  10. Me deu vontade de ler agora amei a resenha .EU QUERO....kkkkkkk

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©