11 de julho de 2016

Resenha: Arena 13

Primeiro livro da nova trilogia do autor best-seller de As Aventuras do Caça-Feitiço. Leif tem uma única ambição: tornar-se o melhor lutador da famosa Arena 13. Lá, os espectadores apostam em qual lutador vai derramar sangue primeiro. E, em ajustes de contas, apostam em qual lutador vai morrer. Mas a região é aterrorizada por Hob, um ser maligno que se deleita torturando a população e exibe o seu poder devastador desafiando combatentes da Arena 13 a lutas até a morte quando bem entende. E isso é exatamente o que Leif quer, pois ele conhece bem os crimes de Hob. E, no cerne da sua ambição, arde o desejo de vingança. Leif procura revanche contra o monstro que destruiu a sua família. Mesmo que isso lhe custe a vida.

Título Original: Arena 13 
Autor: Joseph Delaney
Páginas: 320
Tradução: Stephania Matousek
Editora: Bertrand Brasil
Livro recebido em parceria com a editora.

Assim como em sua série mais famosa, As Aventuras do Caça-Feitiços, Joseph Delaney apresenta vários monstros conhecidos com uma roupagem nova. Mas ele não faz isso com displicência. Ele faz com uma competência sem igual. E consegue que essas mesmas criaturas sejam mais apavorantes do que as originais.

Em Arena 13 ele vai bem além. Ele cria um mundo que não chega a ser distópico, uma vez que ele é nosso mundo, mas no futuro. Algo aconteceu e destruiu toda a civilização. Não existem mais máquinas, nem cidades com seus prédios, nem nada. O ser humano foi jogado nas trevas medievais, onde só consegue aproveitar certas partes da tecnologia.

Leif é um jovem órfão que chega à cidade de Gindeen com o plano de lutar na Arena 13 e vingar a morte dos pais pelas mãos do Hob, uma criatura que aparece de vez em quando para desafiar os lutadores. Ninguém sabe quando o Hob vai aparecer, mas sabem que isso só acontece na Area 13. Para conseguir vencer, Leif tem um cartão que permite que seja treinado por Tyron, o mais competente e famoso treinador da arena.

Tyron leva Leif para morar com ele, como faz com todos os aspirantes a lutadores, e Leif conhece e se apaixona por Kwin, a filha de Tyron, exímia lutadora, mas que não pode competir na arena por ser uma garota. Os dois começam uma relação de amizade, que muitas vezes coloca em risco a permanência de Leif como aluno de Tyron, além de também colocar sua vida em risco.

Leif e Kwin funcionam como casal até certo ponto. Não fica claro se Kwin gosta de Leif, ou se o usa quando precisa. Em diversas partes da história, a vida de Leif é colocada em risco por caprichos de Kwin, que não mede consequências para suas ações e nem para quem vive com ela. Talvez, por isso, não consegui sentir simpatia pela personagem. Já Leif age como todo adolescente e baba pela garota bonita.

Aos poucos, conforme Leif demonstra como pode ser tornar um dos melhores lutadores que já passou pela Arena, conhecemos todo o terror que o Hob representa, bem como as criaturas que ele comanda. Também aprendemos como as lutas funcionam com o uso de lacs, criaturas que parecem humanas, mas que podem ser programadas para obedecer ordens e auxiliar os lutadores nas arenas.

Os detalhes fornecidos por Delaney para as lutas com o uso dos lacs são muitos, mas todos têm suas funções para entendimento de como funcionam as lutas. No início do livro, temos um manual das regras dentro da arena; e no fim do livro, temos um glossário. Isso acaba sendo indispensável para o leitor.

Vários detalhes são obscuros e não são explicados neste primeiro volume. Como o mundo ficou daquela forma? Como o Hob, após ser morto, consegue voltar à vida com um corpo igual ao que perdeu? Por que ele precisa sugar o sangue de mulheres? Como ele comanda as outras criaturas? Por que o hob e os lacs foram criados pelos militares? Os lacs podem pensar por eles próprios? O que existe além da grande muralha que separa o mundo onde Leif mora? Quem vive além dela?

Enfim, são muitos os mistérios que prometem ser revelados com o avançar da série. E Delaney esconde as respostas de forma a deixar o leitor ávido para conseguir ler os próximos volumes. Eu estou. Muito!

Classificação final: 
Resenha por: Carlos Barros

11 comentários:

  1. OMG que livro incríveeel!!Uma mistura de aventura,fantasia e até mesmo um pouco de mistério,parece ser um livro super viciante e apenas pela resenha consegui visualizar o quão interessante e fantástico é o enredo.Gostaria de saber o nome dos outros volumes para poder ler todos em ordem quando forem lançados.Estou super curiosa para ler e vou agora adicionar essa série a minha lista de leitura haha.Ótima resenha,bjss!

    ResponderExcluir
  2. Faz teeeempo que não leio livros no gênero distopia (ou quase distopia, hehe). Hoje mesmo vi uma outra resenha bem positiva sobre ele, vamos ver se consigo comprá-lo né!?

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Carlos. Que capa maravilhosa, fiquei apaixonada. Delaney é um autor de fantasia que falam tão bem, que me sinto até envergonhada por nunca ter lido um livro dele. Essa trilogia pelo jeito fará sucesso, assim como seus outros livros. Fiquei interessada pela história e já vai pra lista de desejados.

    ResponderExcluir
  4. Olá Carlos!
    Ótima sua resenha, convida mesmo o leitor a ler! Conheço o autor, mas ainda não li nada dele e não sei se lerei algum dia, o gênero não faz muito meu estilo literário, mas quem sabe um dia né? Bj
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi! Fiquei um pouco confusa em relação aos seres e personagens, mas só conferindo pra saber se é bom ou não, tua resenha me deixou naquela curiosidade e está na hora de ler algo do autor.
    Essa capa é maravilhosa a propósito.
    Xoxo

    ResponderExcluir
  6. Oi Carlos.
    Gostei dessa mistura de distopia e fantasia no mesmo livro, e mesmo assim personagens mais jovens. Uma pena ter que esperar pelas continuações. :/
    Mas sua resenha me deixou curiosa em fazer a leitura!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Comecei a ler As aventuras do caça-feitiços e adorei, mas decidi esperar para ler essa série quando estiver completa. Fico feliz por ter feito essa escolha já que você disse que vários detalhes são obscuros e não são explicados neste primeiro volume. Fiquei bem curiosa com essa coisa do Hob e dos lacs.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Olá! Esse não é o tipo de leitura que me atrai, mas adorei a sua resenha. De toda forma, gostei de saber que o autor coloca no livro pitadas de romance (mesmo que seja uma relação com interesse), a questão da moça não poder lutar apenas por ser mulher, apesar de ser ótima lutadora, em fim, o enredo me pareceu bem interessante.

    Beijos.

    Karla Samira
    www.pacoteliterario.blospot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá! Esse não é o tipo de leitura que me atrai, mas adorei a sua resenha. De toda forma, gostei de saber que o autor coloca no livro pitadas de romance (mesmo que seja uma relação com interesse), a questão da moça não poder lutar apenas por ser mulher, apesar de ser ótima lutadora, em fim, o enredo me pareceu bem interessante.

    Beijos.

    Karla Samira
    www.pacoteliterario.blospot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Nossa que livro é esse??!!! Já vi esse livro muitas vezes, muitas pessoas comentando, mais nunca tinha me chamado a atenção, mais agora depois dessa resenha maravilhosa eu to super interessada no livro, adoro livros que tem mistérios isso me incentiva a querer ler o próximo, sem contar que esse mundo que o autor criou me deixou super empolgada já, enfim espero ter esse livro logo pra poder matar minha curiosidade e ansiedade. E claro muito obrigado pela resenha que mais uma vez me ajudou a decidir dar uma chance ao livro! Beijos :)

    ResponderExcluir
  11. Ai Ana não sei o que pensar, ao mesmo tempo que parece o tipo de livro que gosto fico em dúvida quanto aos personagens e todos esses mistérios. Já conheço a escrita do autor devido a outra série que já comecei mas não tve tempo de prosseguir com a leitura, porém gostei da forma como ele escrevo. Ah já tinha visto esse livro mas nem imaginava que era do mesmo autor, eu sou muito distraida rs

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©