6 de janeiro de 2017

Resenha: Vida Dupla

Quando Kate é assassinada, a única forma que sua irmã Julia encontra de lidar com o luto é fazer o trabalho da polícia: procurar o assassino. Porém, ao descobrir que a irmã tinha perfis em sites de relacionamentos para conhecer homens e fazer sexo com eles, virtual ou não, o que antes era uma busca por um criminoso se torna uma exploração de suas fantasias sexuais mais secretas. Mas isso coloca em risco seu casamento, sua família e sua própria vida.

Título Original: Second Life
Autor: S. J. Watson
Páginas: 434
Tradução: Ana Carolina Mesquita
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora 

Não adianta mais para mim aquele papinho de "não julgue o livro pela capa". Infelizmente vou continuar escolhendo o que ler assim, porque é a primeira coisa que chama a minha atenção. O que eu mais gostei na capa de Vida Dupla foi a confusão que ela me causou: se você prestar muita atenção nela, começa a embaralhar tudo. O melhor — ou pior, depende do ponto de vista — é que combina cem por cento com a historia. 

Preciso confessar para vocês que comecei a leitura desse livro com preguiça, e olha que isso raramente acontece comigo. Aqui, conhecemos a história de Julia, fotógrafa e mãe de família, que leva uma vida tranquila com seu marido e filho até que recebe a notícia que sua irmã mais nova, Kate, foi assassinada. Kate havia sido encontrada em um beco, sem nenhum sinal de abuso, com um trauma na cabeça. 

Apesar de o marido lhe dar certeza que a polícia está investigando o caso, passam-se meses sem uma mísera resposta sobre o assunto e cansada de esperar, Julia resolve procurar o assassino ela mesma. Tentando entender melhor a vida da irmã, Julia começa uma amizade com a ex-colega de quarto de Kate e, em uma das conversas, descobre que a jovem serpenteava em sites de relacionamento a procura de sexo casual e, em grande partes das vezes, virtual. Assim, Julia não coloca na cabeça que um desses homens é o assassino de Kate.

Mesmo com a polícia de olho nessas redes, Julia resolve criar uma conta para entrar em contato com alguns dos homens que Kate conversava. A partir daí, a mulher vida outra pessoa e começa a se envolver demais com os caras dos sites de relacionamento. Apesar de usar a desculpa de que tudo o que está fazendo é para esclarecer a morte da irmã, começa a esconder as coisas do marido e do filho. Então, sim, Julia começa a viver uma segunda vida, uma vida que precisa manter em segredo. 

Primeiramente, já queria começar deixando claro que, apesar de ter gostado muito do livro, muito mesmo, não concordei em nenhum momento com as atitudes da personagem principal. No começo eu até entendia as atitudes de Julia, ela só queria uma resposta, assim como qualquer pessoa que teve um amigo ou familiar assassinado. Só que a partir de certo ponto do livro, ela simplesmente parece "esquecer" a morte da irmã, que foi o motivo de ter começado a fazer tudo o que fez, e começa a dar mancada atrás de mancada.

Este parágrafo contém spoiler, se não quiser saber um detalhe importante da história, é só ir para o próximo. Bom, não é difícil de imaginar que a Julia começa a se relacionar com alguém que conhece na internet, e que trai o marido, e que esconde vários segredos, não é? O tempo inteiro fiquei me questionando o porquê da traição sendo que ela fala que Hugh é o melhor companheiro do mundo, que o ama, que não sei o quê lá mais. Eu não sou ninguém para julgar, longe disso, mas eu sinceramente acho que se você ama uma pessoa, não sente necessidade de outras — mesmo em situações mais delicadas, não justifica. 

O livro, que é dividido em cinco partes, só começa a pegar aquele ritmo frenético na terceira parte, que é onde as coisas sérias começam a acontecer. Só que mesmo com esse início lento, a gente fica tão envolvido com a história, tão curioso pra saber o que vai acontecer que não consegue parar de ler de jeito nenhum. A medida que os acontecimentos vão surgindo, vai dando aquele misto de raiva, angústia, medo pela personagem — ao mesmo tempo em que surge aquele sentimento de "será que ela está merecendo tudo isso que está acontecendo?" — e ansiedade para saber o desfecho da história. 

E o final, meus caros, foi realmente surpreendente. Uma pena eu ter lido o infeliz antes da hora — juro juradinho que foi totalmente sem querer, mas é uma longa história. De repente, todas as coisas envolvendo Julia, Kate e Connor, o filho de Julia, fazem sentido. Foi preciso um tempinho para digerir todos os fatos e a explicação dada.  Creio que S. J. Watson conseguiu criar uma trama bastante complexa e sem furos, pelo menos na minha percepção. Vida Dupla é aquele tipo de livro que você pega para ler sem nenhuma expectativa, mas que acaba prendendo e deixando aquele gostinho de quero mais. 

14 comentários:

  1. Morro de raiva quando os personagens começam a fazer bobagens e se esquecem do porque estão ali... Kkkkkkkkkk mas o livro parece ser muito bom, adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  2. Também julgo o livro pela capa, acho que uma boa ilustração muda o estilo da leitura e até cria mais expectativas
    Tem alguns livros que eu também começo a ler com preguiça, eu fico pensando no tempo que ira demorar até eu me adaptar com novos personagens e tramas, e por isso sempre acabo me surpreendendo.
    Adorei o mistério do livro e fiquei curiosa para saber mais sobre essa vida dupla e o site de relacionamento. Já estou querendo saber tudo sobre a morte de Kate.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana! A capa desse livro é realmente muito linda, eu admito que compraria somente por ela! Eu já tinha visto a capa logo que o livro entrou em pré venda, mas não fazia idéia do que se tratava o enredo. Entendo perfeitamente como é irritante quando um personagem ao longo da trama começa dar mancadas e a se comportar de uma forma que não aprovamos! Adorei a resenha e fiquei super curiosa para saber mais, especialmente da vida dupla e sobre o assassinato da irmã de Julia. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Ana!!!
    Acho que quando comecei a ler sua resenha ate que gostei mais depois que a personagem principal muda totalmente acho que acaba ficando ate chato a historia porque não vai realmente ao ponto que se direciona na trajetoria, queríamos que ela descobrisse outra coisa dai totalmente ela fica acho que até viciada com a vida que a irmã levava fico com raiva de personagens assim rsrsrrsrs fazer o que quem escreveu sabia do que estava fazendo.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  5. Curti demais a sinopse por achar que revela os segredos da irmã assassinada, mas a leitura ser lenta no começo me desanima um pouco. Mas o final surpreendente, intriga de novo rsrs amo histórias assim e pela resenha vale a pena.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da resenha!
    Bom, nunca tinha lido algo sobre o livro mas pela sinopse e a resenha, fiquei surpreendida pelo tema explorado do enredo, pois não envolve apenas segredos da irmã da Julia mas como ela começa a fazer coisas impróprias e fiquei curiosa para ler o que acontecerá no final :o

    ResponderExcluir
  7. Eu julgo sim um livro pela capa e esse chama atenção. Li um livro do autor e adorei e quero ler esse. Também não vou concordar com a atitude da personagem, pois não gosto desse tema de traição, como foi dito quem ama não há necessidade de tal ato. Mas a historia parece ser bem envolvente e esse clima de mistério faz a leitura fluir com rapidez.

    ResponderExcluir
  8. Confesso: também amei essa capa principalmente por essa confusão que ela nos traz. O livro parece ser mesmo bem frenético e diferente, com um suspense bem legalzinho. Não conhecia o título, mas acabei lendo o spoiler e fiquei bem puta com a personagem, viu? Odeio quando eles começam a fazer bobagem!

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
  9. Ana!
    Sexo vicia, sabia?
    Acredito que por isso, mesmo tendo um bom relacionamento com o marido e dizer que o ama, Julia acaba se envolvendo infelizmente com seus relacionamentos pela internet. Não que concorde com isso, porque penso como você, se amamos, nada de traição, mas sexo é instinto e aí não tem quem controle.
    Fato é que quero ler o livro.
    “Volta teu rosto sempre na direção do sol, e então, as sombras ficarão para trás.” (Sabedoria oriental)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana, tudo bem?
    Eu também nunca vou deixar de escolher livros pela capa, e essa capa é linda e me deixa curiosa ao mesmo tempo.
    Não conhecia o livro, mas é um tipo de leitura que eu adoro, com investigação e tals, então vou colocar ele na minha listinha. Eu também acho que nada justifica uma traição, e uma pena a protagonista ter se perdido do seu principal objetivo.
    Ansiosa para saber como foi esse final surpreendente :D
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ana!!
    Sempre escolho os meus livros pela capa e pela sinopse do livro, mas já ocorreu de comprar um livro sem eu saber nada da história do livro que comprei!! Bem o livro é muito interessante, sei que as vezes dá muita raiva quando a personagem faz besteira!! Mas fiquei muito curiosa para ler esse livro!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  12. Já aconteceu bastante comigo de ler livros sem nenhum expectativa e no final acabar amando!
    Eu adoro essas histórias onde um membro da família vai em busca de justiça pelo outro mebro da família, ainda mais quando era alguém tão importante.
    Que pena que ao longo ela perde o foco...
    Estou curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  13. Livro que envolvem mistérios policiais e ainda mais mistérios entre membros da mesma família me deixam sempre muito animada pra ler. O título do livro já é envolvente e a sinopse então já da a entender que tem muita história ai pra ser resolvida.
    Legal saber que no começo você começou meio assim com preguiça mas no final se surpreendeu.

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, a capa dele com certeza chama muita atenção e me deixou bem curiosa para poder conhecer essa historia, achei a historia interessante, ainda mais com esse final surpreendendo, mas não foi uma historia que me conquistou, acho que não é muito o tipo de historia que irei gostar !!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©