19 de agosto de 2017

Cinema: O Jogo da Imitação

Título Original: The Imitation Game
Ano: 2014
Diretor: Morten Tyldum
Duração: 2 horas e 14 minutos
Gênero: Drama | Biografia
Elenco principal: Benedict Cumberbatch| Keira Knightley | Alex Lawther  
                            
Baseado na história real do lendário criptoanalista inglês Alan Turing, considerado o pai da computação moderna, narra a tensa corrida contra o tempo de Turing e sua brilhante equipe no projeto Ultra para decifrar os códigos de guerra nazistas e contribuir para o final do conflito.

Os alemães com sua máquina criptografada chamada Enigma, tinha um sistema seguro e diariamente mutável de comunicação. Entretanto, era um concorrência desleal com a Tríplice Aliança desprovidos de qualquer tecnologia semelhante, e pior: sem nenhuma pista dos próximos ataques dos aliados. A cidade de Londres era frequentemente bombardeada, e finalmente surge um projeto de interpretação da complexa máquina.

Alan Turing foi um dos matemáticos inicialmente escolhidos para tal feitio. Benedict Cumberbatch dá vida a um homem de inteligência brilhante e simultaneamente muito introspectivo. A postura e o modo de falar casam perfeitamente com as ações de um cientista perfeccionista que posteriormente veio a ser conhecido como o pai da computação. Isto porque, a descoberta do modo de funcionamento da Enigma se deu através da criação de uma outra máquina, a Christopher, que tem muito em comum com os computadores atuais.


Os demais cientistas e matemáticos contratados após Alan são bons personagens, apesar de juntos formarem uma equipe tão "mais do mesmo" quanto uma dupla de detetive e assistente. Os atores escolhidos conseguem transmitir bem as mensagens, principalmente Matthew Goode que discorda o tempo todo de Alan e suas ideias. A única mulher da equipe é interpretada por Keira Knightley, que dá um verdadeiro show com frases de efeito e ideais feministas.


A temática homossexual surge juntamente à homofóbica, já que Alan era gay e naquela época tal "conduta" era proibida por lei no Reino Unido. Inclusive um casamento falso com sua colega de trabalho acontece, mas nem por isso ele escapa da castração química que contribuiu para sua morte precoce. Sempre tive uma certa aversão aos filmes ambientados na Segunda Guerra Mundial, mas este me ganhou justamente pelo fato de se passar nesta época. A ambientação é impecável e os ambientes com tijolos expostos e tons amarronzados, além dos figurinos de inverno e dos uniformes militares agradou muito meu estilo retrô. Os esforços para conseguir deixar o filme parecidíssimo com a realidade são visíveis e fizeram efeito.


Além de ser uma ótima pedida para os amantes de ciência, também pode agradar aqueles que gostam de filmes dramáticos e biográficos. Eu escolhi assistir pelos dois motivos e não me decepcionei em nenhum destes aspectos.

Trailer

11 comentários:

  1. Mylane!
    Assisti também pelos dois motivos.
    É um livro altamente inteligente e apesar das questões de homofobia, o filme foi baseado em fatos reais, bom demais!
    Assistam se ainda não o fizeram!
    Bom final de semana!
    "...Aceite com sabedoria o fato de que o caminho está cheio de contradições. Há momentos de alegria e desespero, confiança e falta de fé, mas vale a pena seguir adiante..."(Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  2. Oi Mylane! Tudo bem?

    Gostei muito da resenha, mas não o veria em qualquer ocasião e sim quando estivesse realmente a fim de prestar atenção e ver o que o filme quer passar a nós.

    Adorei a resenha!

    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  3. Filme maravilhoso. Triste ver como foi o fim da vida de Alan Turing.

    ResponderExcluir
  4. Ótima resenha e grande filme. Turing, como vários outros do meio científico foi muito injustiçado pela necessidade militar de manter o anonimato de sua contribuição por anos. O filme retrata muito bem o cenário com o ambiente fabril e militar. Realmente uma ótima pedida. A Turing cabe também o teste ao qual nenhuma máquina conseguiu superar ainda, que determina se você está falando com um humano ou uma máquina. Até mais.

    ResponderExcluir
  5. Eu amo esse filme. Caramba, ele é muito bom. Assisti porque adoro ver coisas com esse ator, o Benedict não me decepciona nunca. E nossa, tem uns temas tão legais na história. Não tinha muito conhecimento sobre o Alan Turing e foi bem interessante poder ver esse filme por isso, porque depois fui pesquisar pra saber um pouco mais de quem foi esse homem.
    Gosto de coisas de guerra e ver falando da Segunda Guerra sempre me chama atenção também. Acho mais interessante em livros, mas essa adaptação parece ter passado bem mesmo o clima daqueles tempos. Agora, o tema gay na história foi algo que me deu um aperto no peito ao assistir. Lá pelo final e as coisas que aconteciam...eu nem sabia como tratavam pessoas assim nesses tempos e foi algo horrível de conhecer =(
    É um filme muito bom pra quem gosta de assuntos reais, umas coisas baseadas em fatos reais assim, guerra e etc. Compensa. O elenco todo também está um arraso, então só ajuda.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não tive a oportunidade de ver esse filme, mas quero ver muito. Me parece ser um filme bem dramático com uma historia que te prende do inicio ao fim. Amo filmes dramáticos, que fala sobre guerras e afins, e ao ver que ainda tem um personagem gay, me chama muita a minha atenção. Tenho que ver esse filme o mais rápido possível!

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de filmes baseados em fatos reais.
    O fato de abordar o feminismo e a homofobia também me despertou o interesse, não gosto muito das atuações anteriores de certos atores e atrizes que estão no elenco, mas acho que depois de ler essa resenhsa vale super à pena dar uma conferda.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o filme e fiquei interessada gosto de filmes que tenham a ver com Segunda Guerra ainda mais quando é baseado em historias reais, saber que aconteceu de verdade mexe muito comigo. Muito bom ter ideais feministas, parece que foi muito bem elaborado, a leitura deve ser bem envolvente.

    ResponderExcluir
  9. Confesso que faz um tempo que estou com vontade de assistir este filme,porém eu imaginei que seguiria outro rumo. Acabei perdendo um pouco a vontade de assistir, acho que tem o momento certo para ver filmes assim.

    ResponderExcluir
  10. Nossa tem tanto tempo que eu não vou no cinema assistir um filme hahahaha. Parece ser um bom filme, mas devo dizer que não fiquei com vontade de ir ver no cinema, mas que assistirei em casa quando elé sair em DVD.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  11. Não sei porque fico enrolando para assistir esse filme, já ouvi vários comentários super positivos sobre ele e não vejo a hora de finalmente assistir, gosto de filmes que se passam em período de guerras e também gosto de biografias, então esse filme não tem como eu não gostar, acho que a temática da homossexualidade também é bem importante e mostrar como isso era tratado naquela época, deve ser bem legal.
    Beijos!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©