5 de outubro de 2017

Resenha: Meus Dias Com Você

Quando o marido de Zoe morre, o mundo dela desaba. Mas e se fosse possível tê-lo de volta? Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho. Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira? Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade. A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.

Título Original: Before You Go
Autora: Clare Swatman
Tradução: Simone Reisner
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora 

A gente nunca acredita que as coisas podem acontecer com a gente até elas acontecerem de fato. Zoe não esperava que o marido, Ed, fosse morrer atropelado por um ônibus, mas foi exatamente isso o que aconteceu. O pior de tudo é que, além da crise no casamento, os dois tiveram uma briga feia aquele dia e Zoe nunca irá se perdoar por tê-lo tratado tão mal. Dois meses depois, ainda de luto, Zoe bate sua cabeça enquanto cuida do jardim do marido e acorda em 1993, o ano em que conheceu Ed.

A partir desse dia, a protagonista revive momentos importantes para o relacionamento e tem a chance de conviver com Ed um pouco mais. Apesar de achar que tudo não passa de um sonho, no fundo Zoe acredita que o fato de estar voltando no tempo significa que ela pode consertar alguns erros em seu casamento e, principalmente, salvar a vida do amado. Assim, acompanhamos pelo ponto de vista da personagem, todos os dias revividos e as angústias, medos e expectativas em relação às pequenas mudanças que ocorriam. 

Meus Dias Com Você é um livro com uma história bastante dolorosa e melancólica. Zoe, apesar de ter a oportunidade de passar alguns dias a mais com o marido, mesmo que revivendo o passado, não consegue esquecer de forma alguma que, na verdade, ele está morto. Obviamente é um sentimento super entendível, já que ela não sabe se Ed permanecerá vivo ou não no fim das contas. Para mim, essa escrita mais pesada e repetitiva acabou fazendo com que a leitura tomasse um ritmo bastante lento. Acabei demorando mais tempo do que realmente necessário para finalizar uma obra que não é tão longa, e isso acabou se tornando um ponto negativo. Além disso, já previ o que ia acontecer no final antes mesmo de chegar nas 150 páginas, o que me decepcionou bastante. 

Apesar disso, a história em si me trouxe vários questionamentos acerca das decisões que tomamos e das atitudes que temos para com as pessoas. Já quis voltar diversas vezes no passado para ajeitar alguma coisa que, talvez, melhorasse alguma coisa no presente. Nenhuma mudança de Zoe trouxe uma consequência desastrosa nos outros dias revividos, mas, para a personagem, mudou muita coisa. A cada capítulo — que correspondia a um dia do passado — Zoe estava mais madura, mais certa do que queria e, é claro, mais forte.

Sobre a morte de Ed, creio que Clare Swatman conseguiu retratar muito bem a dor que é perder uma pessoa próxima. Aquela sensação de vazio, de se lembrar da pessoa em cada pequena coisa que acontece no dia-a-dia, o sentimento de nostalgia, tudo foi muito bem conduzido pela autora. Nas memórias, a única coisa que de fato me incomodou foram alguns sentimentos de Zoe para com Ed. Quer dizer, eu não conseguia enxergar sentido na personagem se sentir tão envergonhada e/ou ressentida com uma pessoa que ela, tecnicamente, já havia convivido por tanto tempo. Talvez isso possa causar estranheza em mais pessoas, também. 

Meus Dias Com Você, apesar de não ter sido uma leitura realmente marcante, consegue emocionar pelo seu enredo forte. Não posso negar que mesmo com os defeitinhos, a escrita de Swatman é deveras sensível. A obra não foi uma das minhas favoritas no gênero, mas com certeza garante uma leitura satisfatória e, confesso, tem um enorme potencial para agradar se não for lido com muitas expectativas. 

18 comentários:

  1. Ana!
    Imagino por tudo que Zoe passou com a perda do marido e que tente de alguma forma tentar mudar o passado, mas é bem improvável que aconteça.
    Acho importante livros que trazem uma forma de nos mostrar que devemos sempre expressar nossos sentimentos a qualquer oportunidade, porque ninguém sabe o que está por vir...
    Reflexão é sempre boa de ser feita em nossas vidas.
    Gostei! Mesmo que não seja um daqueles livros excepcionais e que não tenha emocionado tanto.
    Que outubro venha carregado de boas energias!
    “A missão suprema do homem é saber o que precisa para ser homem.” (Immanuel Kant)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana! Achei o livro super delicado, e gostei da premissa.

    Ótima resenha!!!

    Tem uma indicação do seu blog no meu site, da uma passada lá depois pra ver.

    Grande abraço!
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  3. Mesmo que tenha alguns pontos negativos principalmente por o final ser previsível gosto quando eles surpreendem, tenho uma certa curiosidade em ler esse livro, pois quero saber se a personagem consegue mudar seus erros e o marido sobreviva e por nos dar bons pensamentos sobre nosso comportamento e atitudes.

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana, tudo bem? Quando um par amoroso morre nos livros eu sempre fico um tanto na bad e com Meus dias com você nao foi diferente. O único problema é que não consegui gostar muito da trama, mas a narrativa da autora é boa. Parabéns pela resenha <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. A capa deste livro está muito bonita e a história é bem diferente, de a personagem Zoe ter uma segunda chance de viver momentos importantes com seu marido que havia morrido, uma pena que a leitura tenha se tornado um pouco cansativa, mesmo assim tenho curiosidade em ler Meus Dias Com Você.

    ResponderExcluir
  6. Na minha opinião todos nos já passamos por este momento de questionarmos as situações que vivemos, e querer voltar atrás e fazer tudo de novo, até porque somos seres humanos, e cometemos erros. E por isto vejo que e exatamente isto que a personagem passa, perde algo já não e fácil, imagina se sentir culpada pela situação, em querer poder mudar, e na realidade não fazer nada. Com certeza esta deve ser uma leitura que irá proporcionar ao leitor muita emoção, por isto já quero ler este livro logo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana,
    Quem nunca desejou viver mais um dia com um ente querido que se foi muito cedo? Não imagino como seja viver um luto como este, mas tenho certeza que Zoe não imaginava que iria ter uma segunda chance de reviver seus dias com Ed e, quem sabe, evitar que sua morte ocorra. Apesar de achar que a história tenha um final bem previsível, acredito que o foco da tama não é isso, mas sim as lições e reflexões de uma pessoa que está tendo a oportunidade de repensar várias coisas de sua vida. Eu não havia ficado muito interessada em Meus dias com você quando foi publicado, mas a história tem seus atrativos e acredito que será um boa leitura para se fazer.

    ResponderExcluir
  8. Olá, apesar do tema ser abordado em diversos livros, a autora se foca mais na dor da protagonista em poder reviver alguns momentos com seu marido, pois a mesma está consciente de sua morte. Além disso, a trama nos causa reflexões, uma vez que todos queremos voltar no tempo, não é mesmo? Mas às vezes seguir em frente é a melhor opção. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei da premissa desse livro, ele me fez pensar em um outro mais ou menos assim e que gostei bastante. E por todo sentimento que tem é que achei que teria graça ao ler. Uma pena que foi arrastado pra você. Mas não sei, dependendo do que sentir com a história eu nem ligo se ficar arrastado porque se tem uma coisa que tô é lerda pra ler, então já viu xD
    Achei legal como ele consegue trazer uma reflexão sobre nossas atitudes. Esse tipo de história faz pensar né... E ver o que acontece com a Zoe ao longo da trama, como ela supera ou aprende as coisas é uma forma de ver como seria a situação e pensar sobre isso até na nossa vida. Sei lá. Me fez pensar nessas coisas e é um livro que queria ler.

    ResponderExcluir
  10. OI Ana.
    Tive a mesma sensação ao ler o livro, essa não foi uma leitura que me marcou, porém me emocionou e me fez refletir muito sobre ma perda e como coisas poderiam ter sido diferentes, ao mesmo tempo que o voltar ao passado é uma dadiva ele também é algo doloroso de ser lido, porque o final já foi escrito, enfim eu curtir bastante a leitura.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Quero muito ler o livro. Sei que não é muito marcante, porém gosto muito de romances mais dramáticos desse jeito.
    A capa está linda e a sinopse me deixa curiosa para saber como que as coisas vão mudar e se elas vão mudar.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  12. O que mais me interessa nesse livro é a capa, uma das mais lindas que já vi.
    Já pensei em fazer essa leitura, mas desisti. Me lembra muito Uma curva no tempo, e não gostei do estilo da história.
    É muito interessante quando desvenda a história no meio, e o final surpreende. Isso seria muito bacana.
    Quem sabe eu leia em outro momento, e ele me traga algum ensinamento...
    Gostei da resenha, Ana.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Ganhei esse livro em um sorteio semana passada. Assim que chegar vou ler. Realmente não sou tão fã de romances, mas recebi ótimas indicações dele. Louca para ler esse final inesperado rs.
    Já estou estou curiosa! RS
    Beijão!

    ResponderExcluir
  14. Olá, adoro livros que trazem alguma reflexão de vida e eu não conhecia este livro. Inicialmente a capa me chamou a atenção, pois é muito bonita. Achei bem diferente a história, então adicionei este livro em minha lista de leituras. Deve ser bem nostálgico relembrar os dias importantes do casal, além de refletir melhor sobre o que aconteceu e como foram parar em um relacionamento.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ana!!
    Gostei muito da estória do livro, achei bem interessante a Zoe ter oportunidade de ter mais tempo com o seu marido que morreu e ela não teve chance de se despedir dele adequadamente. Então, sem dúvida esse livro é bem emocionante em vários momentos.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  16. Desde o lançamento desse livro fiquei muito curiosa com esta historia, creio que esta perspectiva de você ter a oportunidade de voltar ao tempo com a pessoa que perdeu seja muito emocionante e ao mesmo tempo enriquecedora. Este livro esta na minha lista dos 10 mais desejados.

    ResponderExcluir
  17. Coloca enredo forte nisso Ana, é perfeito dmais!
    É a primeira resenha que leio do livro e já estou apaixonada, espero em breve conseguir ler...
    Amei sua resenha, parabéns!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  18. Essa capa linda foi o que me chamou a minha atenção de imediato. E quando eu li a sinopse... EU PRECISO DESSE LIVROOO! Espero que o livro funcione mais pra mim, vou tentar manter as expectativas menos elevadas, assim como você recomendou, e esperar um livro bom. Abraços!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©