23 de janeiro de 2019

Minha História | Michelle Obama

Um relato íntimo, poderoso e inspirador da ex-primeira-dama dos Estados Unidos.
Com uma vida repleta de realizações significativas, Michelle Obama se consolidou como uma das mulheres mais icônicas e cativantes de nosso tempo. Como primeira-dama dos Estados Unidos — a primeira afro-americana a ocupar essa posição —, ela ajudou a criar a mais acolhedora e inclusiva Casa Branca da história. Ao mesmo tempo, se posicionou como uma poderosa porta-voz das mulheres e meninas nos Estados Unidos e ao redor do mundo, mudando drasticamente a forma como as famílias levam suas vidas em busca de um modelo mais saudável e ativo, e se posicionando ao lado de seu marido durante os anos em que Obama presidiu os Estados Unidos em alguns dos momentos mais angustiantes da história do país. Ao longo do caminho, ela nos ensinou alguns passos de dança, arrasou no Carpool Karaoke e criou duas filhas responsáveis e centradas, apesar do impiedoso olhar da mídia.
Em suas memórias, um trabalho de profunda reflexão e com uma narrativa envolvente, Michelle Obama convida os leitores a conhecer seu mundo, recontando as experiências que a moldaram — da infância na região de South Side, em Chicago, e os seus anos como executiva tentando equilibrar as demandas da maternidade e do trabalho, ao período em que passou no endereço mais famoso do mundo. Com honestidade e uma inteligência aguçada, ela descreve seus triunfos e suas decepções, tanto públicas quanto privadas, e conta toda a sua história, conforme a viveu — em suas próprias palavras e em seus próprios termos. Reconfortante, sábio e revelador, Minha história traz um relato íntimo e singular, de uma mulher com alma e consistência que desafiou constantemente as expectativas — e cuja história nos inspira a fazer o mesmo.

Título Original: Becoming
Autora: Michelle Obama
Páginas: 416
Tradução: Débora Landsberg, Denise Bottmann e Renato Marques
Editora: Objetiva
Livro recebido em parceria com a editora

Já começo essa resenha dizendo que nunca em minha vida achei que teria acesso às memórias de uma mulher tão incrível quanto a Michelle Obama. Ela não é incrível só por ser a primeira mulher negra a ocupar o "cargo" de primeira-dama dos Estados Unidos, mas porque ela é e sempre foi a protagonista da sua própria história. Ela é um ícone mundial, um exemplo para várias mulheres e meninas, uma pessoa maravilhosa e de coração enorme. Conhecer mais sobre Michelle Obama e todos os seus feitos em Minha História com certeza me mudou, de uma forma ou de outra.

Eu sempre gostei de ler autobiografias e biografias, de um modo geral. Não existe método melhor de saber mais sobre uma pessoa que gostamos ou temos interesse. Eu tinha certeza que ia amar esse livro, mas, ao mesmo tempo, me surpreendi com a riqueza de detalhes contida nele. Michelle, a medida que narrava sua trajetória, acabou se tornando minha melhor amiga. Descobri diversos fatos curiosos sobre sua infância, me senti orgulhosa quando terminou os estudos em Princeton e Harvard — duas das melhoras universidades dos EUA —, quase morri do coração quando ela finalmente conhecei Barack Obama e me impressionei com seu ativismo.

A vida de Michelle nunca foi fácil, por isso gosto da ideia de que Minha História é um livro sobre lutas e vitórias. A maioria de nós não consegue imaginar a vida de uma criança negra de classe média baixa nos anos 60, no país onde, até hoje existe, de certa forma, uma segregação racial. A maioria de nós não sabe o que é entrar em uma sala de aula e, infelizmente, constatar que é uma minoria. Obviamente é por isso que nem a própria Michelle acreditava que Barack se tornaria o 44º presidente dos Estados Unidos — dois mandatos que, inclusive, só trouxeram frutos para o país.

Biografias costumam ter uma narrativa mais lenta, mas a voz da ex-primeira-dama é tão gentil que a leitura se torna fluida, ágil e extremamente acessível. As descrições que Michelle dá sobre o seu dia-a-dia, no geral, foram as melhores partes do livro — principalmente no período em que morou na Casa Branca. Acho que às vezes nos esquecemos que Michelle, Barack e suas filhas são gente como a gente, e ela consegue mostrar isso da melhor forma possível. Fico pensando em como deve ser um saco ser vigiado 24 horas por dia e ainda ter que lidar com várias coisas péssimas que saem na mídia, mesmo se esforçando o máximo para que tudo corra bem.

Se teve uma coisa que eu gostei bastante foi que Michelle não escondeu seu horror por Donald Trump ter sido eleito em 2016. O discurso do novo presidente é totalmente contrário ao de Barack Obama. Trump é um homem de caráter duvidoso, racista, machista, misógino, homofóbico. É um pouco difícil entender como um homem desses se tornou um presidente. Ao mesmo, se olharmos a situação do Brasil, é impossível não se questionar a mesma coisa: "como um indivíduo dessa estirpe é escolhido para representar um país?". Mas pelo menos Michelle deixou uma mensagem de esperança para todos nós, de que sempre devemos acreditar no melhor, mesmo que seja extremamente difícil.

A história de Michelle Obama está fazendo tanto sucesso no mundo que se tornou o livro mais vendido nos formatos físico e e-book na Amazon, durante 47 dias consecutivos, quebrando o record de Cinquenta Tons de Cinza. É de se imaginar que tudo em Minha História é inspirador, inclusive o relacionamento com Barack Obama. Não é atoa que essa mulher de fibra é um exemplo, em todos os sentidos, para tantas meninas da nossa geração, que sonham em chegar onde Michelle chegou, sendo, também, donas dos próprios destinos. 

11 comentários:

  1. Desde que Obama surgiu no cenário político mundial e se tornou presidente sempre me encantei por Michelle. Sua delicadeza, força, coragem e empenho em ser uma Primeira Dama que honra o cargo e quer o melhor para seu povo, ao mesmo tempo que é o Porto Seguro do marido e também mãe presente e dedicada. Tudo isso sem perder a individualidade.
    Fiquei ainda mais apaixonada ao descobrir o quanto lutou, enfrentou preconceito para estudar. E ainda tem esse nome lindo né? Rsrsrs
    Um livro inspirador.

    ResponderExcluir
  2. Eu acho a figura da Michelle Obama bastante carismática e seria interessante conhecer todas as nuances de sua história de vida contada de um jeito gostoso de ler. Sei que o livro tem bastante fotos e acho isso legal pra gente visualizar partes da história através desses registros também. Além disso, é legal que ela toca em assuntos mais complexos e profundos como a questão do aborto. Super curioso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, verdade. Tá pra nascer ser humano mais carismático. O próprio Barack Obama também, né? Eu amei as fotos. O livro todo é top, tem várias partes que a gente percebe que eles também são gente como a gente!

      Excluir
  3. Não sou muito de ler coisa assim, mas confesso que a história dela me chama atenção e que mulher! Adorei que fala bastante não só da vida dela, mas do cenário do país e o que isso refletiu na história dessa mulher. Ela fez história, ela é história. E que marco! Tem muito pra aprender com o livro pelo visto. Leria. Parece ter boas surpresas nessa narrativa da vida dela.

    ResponderExcluir
  4. Acabei acompanhando o lançamento recente deste livro e não vejo a hora de poder ter ele em mãos!
    Amo biografias,ainda mais se elas conseguem trazer não só a luta de uma mulher negra e poderosa,mas principalmente, a luta de uma mulher humilde e linda!!!
    Michelle não precisou nunca se encostar no marido para ter seu nome na história. Foi lá, arregaçou as mangas e provou a que veio.
    Lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Não curto biografias/autobiografias, então acho pouco provável que eu faça essa leitura.
    Mas preciso admitir que me parece ser uma leitura de leso, com conteúdo.
    Michelle é admirável!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ana
    Não costumo ler biografias ou autobiografias.
    Mas desde o lançamento do livro eu desejo muito ele por ser sobre Michelle Obama e saber mais dessa mulher forte, batalhadora, que construiu sua história e não ficou atrás do marido e sim o pilar da família Obama.
    Quero muito, muito ler, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ana!!
    Não tenho muito costume de ler livros que são de biografias ou autobiografias, mas sempre achei a Michelle Obama uma mulher forte e determinada e estou bem curiosa para saber mais da história dela. Sem dúvida uma indicação que vou querer adquirir!!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia! Certeza que você vai amar. Quem sabe até num se interesse por ler biografias de outras pessoas? <3

      Excluir
  8. Ana,
    Ao contrário de você, não sou de ler biografias, mas essa me interessa de todas as maneiras. Sabe o que sempre percebi, em como a Michelle nunca, sério, nunca vi em lugar nenhum, foi citada como "esposa de Barack Obama", algo bem comum em notícias sobre pessoas importantes, como você disse, ela sempre teve voz, e que voz, um espelho para muitas mulheres, tanto ela, quanto a família que ela formou!
    Não tenho dúvidas de que as idéias dela são parecidas com as minhas, também não consigo - ainda - acreditar para onde estamos caminhando com a política, infelizmente é o "povo" mostrando a real face!
    Amei, pretendo ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. A Michele foi com certeza uma das mulheres mais influentes nesse último século que fez valer o seu lugar de primeira-dama e tem uma linda história de superação junto com o seu marido Obama mesmo admirando muito trabalho dessa mulher eu não sou tanto de ler livros autobiográficos Então acho que eu vou deixar essa sugestão de lado por enquanto

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©