9 de fevereiro de 2019

Resenha: Apesar de Tudo

Às vezes alguns encontros nos surpreendem e tocam profundamente, e a vida fica tão boa que a gente até desconfia. Tudo ganha uma nova cor. Mas, quando as dificuldades surgem — e elas podem ser tão grandes que até parecem insuperáveis —, podemos pensar em desistir e voltar ao que éramos antes. Mas e se, apesar de tudo… tentarmos?
De um jeito simples e com ilustrações cheias de carisma, o autor e ilustrador colombiano Dipacho mostra que toda boa história de amor vale a pena.

Título Original: A Pesar de Todo
Autor: Dipacho
Páginas: 64
Tradução: Mell Brites
Editora: Companhia das Letrinhas
Livro recebido em parceria com a editora

Livros infantis são sempre a melhor pedida quando a gente tá sem tempo mas não quer deixar a leitura de lado. O que eu mais gosto na realidade é que, apesar de curtos, sempre nos passam uma mensagem muito especial. Apesar de Tudo é exatamente assim: pequeno, simples, mas que dá aquela aquecida no coração.


Acredito que todo mundo já se sentiu sozinho em algum momento da vida. Tem gente que gosta dessa solidão e está tudo bem! Eu realmente acredito que ninguém precisa, necessariamente, de alguém para ser feliz, na mesma intensidade em que acredito que é possível achar alguém para compartilhar uma vida inteira e se sentir feliz por isso. É claro que existem momentos ruins, mas todo mundo sabe que o amor é maior que qualquer dificuldade.


O texto de Dipacho é composto por frases curtas e diretas, mas com muito significado. Apesar de rápida, a leitura traz várias reflexões — é por isso que acredito que, mesmo sendo um livro voltado ao público infantil (e cumpre muito bem o que promete), faz muito mais sentido para os adultos. As ilustrações do autor são simples e com poucas cores, mas extremamente fiéis ao estilo da narrativa. 


Eu gostei muito da escolha dos personagens. Primeiro porque dizem por aí que os pinguins são casais duradouros e criam seus filhotes juntos — inclusive tem uma matéria muito fofa de um casal de pinguins do Oceanário de Lisboa que, na data em que foi publicada, completavam 25 anos de "casados", hihi. Segundo porque eu sempre tenho a impressão de que eles parecem muito, muito sozinhos onde vivem, naquele "mar" de gelo, mesmo sendo rodeados de outros da mesma espécie, ou seja, são muito parecidos conosco. Muitas vezes nos sentimos solitários mesmo com um bando de gente ao nosso redor...


Apesar de Tudo foi uma leitura sensível e cheia de significado para mim. Ultimamente tenho lido muitos livros tristes, e esse aqui me deu uma esperança. Eu sou do tipo que acredita no amor, que acredita que duas pessoas podem realmente permanecer juntas até o fim dos dias. Fico feliz em saber que existem pessoas têm o mesmo sentimento que eu. 

7 comentários:

  1. A Parte Que Falta é incrível, EU AMO!!! Gostei muito de saber que Apesar de Tudo segue a mesma linha, e eu adorei a mensagem, a construção de uma relação e o seu desenvolvimento com erros e acertos, ao contrário da outra obra. As ilustrações são tão simples, mas tão cativantes, me apaixono. Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Amooo pinguins Ana! São tão fofos!
    Acredito que essa HQ é o melhor sinônimo de que uma imagem vale mais do que mil palavras. E além de tudo trazem reflexões para a nossa própria vida.
    Através dos traços simples e minimalistas Dispacho transmite uma mensagem tocante e sensível sobre o amor, esperança e felicidade.

    ResponderExcluir
  3. Ah, parece uma leitura tão linda!
    Também gosto das mensagens que os livros infantis têm, e são leituras encantadoras e com ilustrações belíssimas.
    Apesar de tudo me parece muito bom, gostei da proposta e fiquei interessada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ana,
    Eu sempre digo que para cada momento de nossas vidas exite uma interpretação, talvez a história que não fez sentido antes, faça em um outro momento, por isso gosto de ler livros infantis.
    Sobre esse, simples e lindo, com uma mensagem tão intensa né?
    Já o conheço, embora não tenha lido, está nos desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bem fofinho esse livro e é ótimo mesmo ler umas coisas assim quando a gente ta sem tempo ou com ressaca ou algo assim. Achei fofo falar de pinguins e desses relacionamentos duradouros deles. É bem interessante isso e parece trazer tanta coisa pra refletir que fica ainda mais legal. Cheio de sentimentos e fofo. Um livrinho bem legal esse ^^

    ResponderExcluir
  6. Ai que amorzinho!
    Amei a historinha e as ilustrações. Uma ótima maneira de incentivar a leitura dos pequeninos. Tenho um sobrinho de 3 anos e vou comprar pra ele. Claro que não vou perder a oportunidade de ler, para mim também.

    ResponderExcluir
  7. Andei olhando este livrinho estes dias em outro blog que acompanho e fiquei encantada com tanta ternura e tanta melancolia.
    Amo ilustrações, ainda mais se elas vem acompanhadas de sentimentos e reflexões.
    Quantas vezes estamos rodeados de pessoas e ao mesmo tempo, estamos tão sozinhos??
    As cores...amei!!!
    Com certeza, quero muito poder conferir,mesmo tendo passado da idade..rs
    Beijo

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©