18 de junho de 2019

Resenha: A Fada Mamãe e Eu


Ella tem um grande segredo: sua mãe é uma fada. Aliás, todas as mulheres de sua família têm poderes mágicos e asas lindas. Além de uma Smartvarinha capaz de produzir os mais interessantes feitiços, como criar a festa de aniversário perfeita, acelerar a fila do supermercado e fazer lindos e deliciosos cupcakes. Mas a mãe de Ella também tem certa... dificuldade para operar sua Smartvarinha, e nem sempre seus feitiços acabam saindo do jeitinho que se imaginou a princípio. Sorte a dela ter Ella sempre por perto para ajudar a resolver as coisas e fazer tudo voltar ao normal.
O novo livro de Sophie Kinsella, feito sob medida para os pequenos, traz uma mensagem sobre as virtudes da paciência e sobre como a vida familiar não precisa ser perfeita para ser divertida e repleta de amor.

Título Original: Mummy Fairy and Me
Autora: Sophie Kinsella
Páginas: 176
Tradução: Marcela Filizola
Editora: Galera Junior
Livro recebido em parceria com a editora

Não existia um livro da Sophie Kinsella que tinha ganhado o meu coração até eu ler A Fada Mamãe e Eu, e convenhamos que meus vinte e tantos anos não me impedem de me apaixonar por livros voltados para o público infantil. Esse livrinho fofo é tudo o que eu me imagino contando para os meus futuros filhos: as aventuras de uma menininha super inteligente que, pasmem, tem uma mãe que é uma fada. 

O livro narra pequenas histórias sobre o cotidiano de Ella, uma garotinha que está destinada a ser uma fada, assim como sua mãe e todas as outras mulheres da família. Porém, enquanto esse dia super especial não chega, Ella se contenta em ajudar a mãe, que é uma criatura bem atrapalhada — o que deixa tudo muito mais divertido. 

A Fada Mamãe e Eu é perfeito para crianças que estão vivendo a primeira infância, pois o seu teor é muito simples e inocente. O que mais me chamou atenção é que mesmo com a magia envolvida, Ella vive em um ambiente muito real: vai à escola, brinca com os amigos e ajuda nas tarefas domésticas como qualquer criança normal. 

Sua mãe também é como qualquer outra — menos quando bate os pés três vezes, bate as mãos, dá uma reboladinha e fala uma palavrinha mágica que faz tudo brilhar —, visto que conserta todas as bagunças possíveis, dá amor e umas boas broncas de vez em quando. Ai gente sinceramente coisa mais fofa do mundo esse livro todinho. Vocês têm noção que a varinha da mãe da Ella é o celular que se transforma? Como que não ama, poxa?

Mas o melhor de tudo mesmo é que A Fada Mamãe e Eu tem exatamente o que mais gostamos em histórias infantis, além das ilustrações, é claro: mensagens lindas sobre o amor, a importância da família (que mesmo não sendo perfeita, é tudo o que precisamos) e muitos valores que devemos carregar com a gente desde a barriga da nossa mãe. Sucesso na certa!

13 comentários:

  1. Nossa, nem sabia que ela tinha livro assim. Já li coisa da autora mas ela acaba fugindo um pouco do estilo que gosto, sei lá, não li tantos livros dela assim. Sou outra que acha uma graça esse tipo de história, apesar da idade, e é pela fofura e ensinamentos que a gente pode encontrar ali. Mesmo sendo pra criança você poder tirar umas lições e coisas fofas ou ao menos aquecer o coração com uma leitura leve e fofa. Bem legal esse. Surpreendeu por ser dessa autora.

    ResponderExcluir
  2. Já eu amo os livros da Sophie!!! Li quase todos, só não a série Becky Bloom.
    A Fada Mamãe e Eu será um doa livros que lerei em uma maratona literária.
    E não tô nem aí se é infantil ou não. Tenho certeza que vou dar boas risadas lendo.
    Queria eu uma varinha mágica.

    ResponderExcluir
  3. Oiii ❤ Sophie Kinsella me fascina com a sua capacidade de criar histórias tão boas, personagens bem construídos e cenas icônicas. Não parece ser diferente com esse livro.
    Já li algumas resenhas falando muito bem sobre esse livro, que apesar de ser voltado para o público jovem, encanta adultos também. A cada resenha que leio, minha vontade de fazer essa leitura só aumenta.
    Estou curiosa pra saber em que enrascadas Ellie é envolvida por causa dos feitiços da mãe. Essa parece uma graça de história, que garante boas gargalhadas, ideal pra presentear crianças.
    Obrigada pela indicação ❤

    ResponderExcluir
  4. Olá! Nossa, como estou com saudades de ler algo escrito pela Sophie Kinsella! ♡ Ahhh, e essa capa tá um show! Acho que vai ser legal ler algo da Sophie voltado para um público mais jovem, tô animada com essa leitura! Esse livro com certeza veio para encantar e passar lindas mensagens tanto para as crianças quanto para os adultos. Celular que se transforma em varinha? Já quero um também kkkk ♡ Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nenhum livro da Sophie Kinsella, mas tenho muita vontade de ler Minha Vida não tão perfeita. Quanto ao A Fada Mamãe e Eu, acho que deve ser um livro muito engraçado e que nos deixa mensagens muito importantes.
    Eu amo livros infantis. Eles são belos tanto no conteúdo quanto nas ilustrações.

    ResponderExcluir
  6. Esse é o primeiro livro da Sophie Kinsella para o público infantil? Porque se for, parece que ela se saiu muito bem.
    Eu, que passei há muito muito tempo mesmo dessa fase estou super curiosa para ler. Adoro histórias infantis, parece que elas aquecem o coração da gente.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que leitura mais encantadora!
    Deu vontade de ter um bebê aqui só para contar essa história.
    Livros infantis sempre ganham meu coração.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana,
    Por mais que eu ouça muito elogios sobre as obras de Sophie Kinsella, nunca fiquei muito curiosa para conhece-las, pois chick-lit não é um gênero que me chama muita atenção. Em A Fada Mamãe e Eu a fofura já começa no título e a sinopse trás aquele gostinho de uma história encantadora e cheia de bons ensinamentos. Imagina como seria para uma criança guardar um segredo como este, principalmente sabendo o que seu futuro lhe reserva? Ella me parece ser uma garotinha muito esperta, ainda mais por tem que lidar com as trapalhadas de sua mãe. Não tenho o habito de ler livros infantis, mas sempre fico curiosa com as histórias, só que essa é a primeira vez que fico, realmente, com vontade de ler uma obra de Sophie Kinsella.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ana!!
    Adoro os livros da Sophie Kinsella e todos os livros que li da autora foram chick-lit e essa é a primeira história que vejo dela com o gênero mais infantil com muita fantasia e magia. E achei esse livro muito fofo e fiquei encantada com a história e quero muito ter a oportunidade de adquirir A Fada Mamãe e Eu.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu já li varias resenhas desse livro e tive varias opiniões sobre a trama. Eu mesma adorei muito e quero ler, a trama é uma premissa ótima e com uma historia muito fofa. Com certeza iria amar.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ana
    Sempre fui apaixonada por livros infantis e sendo professora de educação infantil tenho acesso aos livros que a creche possui. Tem livros para todos os gostos coloridos, ilustrações lindas, com som, sensorial...
    Não conheço a escrita da autora, mas fico muito feliz que ela teve um olhar para os pequenos.
    A capa é linda e super fofa! Ella é uma garotinha esperta que mesmo ainda não sendo uma fada esta aprendendo com a melhor de todas, sua mãe atrapalhada.
    Quero muito esse livro, beijos.

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro e sempre fui apaixonada por Literatura Infantil e ver que o autor a que eu adoro como a Sofia quem sei lá dançando livros nessa categoria me deixa bastante encantada e com certeza eu quero ler esse livro. Já estou apaixonada pela Ella e pela mãe dela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana
      Sabe que também não gostei de nenhum livro da Sophie que li kkkkk
      Mas esse eu já tava com muita vontade de ler e agora após ler sua resenha fiquei superempolgada!
      Parece ser tipo os livros da Thalita Rebouças, fofo, engraçado, inteligente e com uma ótima mensagem!
      Além de ter fadas *-----*
      Bjs

      Excluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©