Good Omens | Neil Gaiman & Terry Pratchett - Roendo Livros

19 de outubro de 2019

Good Omens | Neil Gaiman & Terry Pratchett


O mundo vai acabar em um sábado. No próximo sábado, para falar a verdade. Pouco antes da hora do jantar. Não há nada que possa ser feito para frustrar o Grande Plano divino. Mas quando uma freira satanista um tanto distraída estraga um esquema de troca de bebês e o pequeno Anticristo acaba sendo entregue ao casal errado, tem início uma série de erros cômicos que podem ameaçar o próprio Armagedom.
Aziraphale é um anjo que atua na Inglaterra e dono de um sebo nas horas vagas. Crowley é um demônio e ex-serpente responsável pela mesma região. Ambos veem nessa confusão uma grande oportunidade, porque os dois, que vivem entre os humanos desde o Princípio, apegaram-se demais ao mundo para desejar a grande batalha entre o Céu e o Inferno.
Em sua jornada para evitar o Armagedom e encontrar o Anticristo, agora um menino de 11 anos vivendo tranquilamente em uma cidadezinha inglesa, eles acabarão trombando com uma jovem ocultista, dona do único livro que prevê com precisão os acontecimentos do fim do mundo, com caçadores de bruxas ainda na ativa e, quem sabe, até com os Quatro Cavaleiros do Apocalipse. Mas eles terão de ser rápidos. Não é só o tempo que está acabando...

Título Original: Good Omens
Autores: Neil Gaiman & Terry Pratchett
Páginas: 364
Tradução: Fábio Fernandes
Editora: Bertrand Brasil
Livro recebido em parceria com a editora

Acredito que você que está aí lendo já tenha ouvido falar do Neil Gaiman ou então de Good Omens, aquela série da Amazon com o Michael Sheen e o David Tennant (um dos atores mais queridos de todos os tempos)... Certo? Mas hoje estou aqui para falar do livro em que a produção foi inspirada

Good Omens, ou Belas Maldições — título da edição antiga — , é uma obra não só de Neil Gaiman mas também do escritor Terry Pratchett. Para quem não está acostumado ao humor inglês, talvez estranhe um pouco as piadas e o tom sarcástico dos autores, mas definitivamente é muito inteligente como a escrita foi feita, capaz de te intrigar e fazer com que mesmo sem entender todas as referências, você queira continuar a leitura.

O mundo vai acabar essa semana. Para ser mais específica, no próximo sábado. Quem descobriu isso foi Agnes Nutter em 1600, uma bruxa muito poderosa. Antes de morrer ela deixou um livro de profecias que foi parar nas mãos de uma de suas descendentes, Anatema, que nos tempos atuais procura entender as maluquices todas escritas ali (e fugir de caçadores de bruxas, pois é).

Enquanto isso, Aziraphale (o anjo) e Crowley (a serpente) perderam o Anticristo de vista. Eles foram enviados à Terra desde o começo dos tempos e lhes foi dada a missão de cuidar do menino que ajudaria no Armagedom ao completar 11 anos, mas conforme o tempo foi passando, tanto Crowley quanto Aziraphale acabaram ficando muito amigos e pegaram um certo apreço pelo nosso planeta.

Agora eles não estão certos de que o fim do mundo é o ideal e se querem mesmo que a humanidade seja dizimada... Afinal, existem muitas coisas boas por aqui ainda, como carros, plantas, bolos e livros. Mesmo assim, já que ambos cometeram um erro terrível no passado que fez com que o bebê certo tenha ido parar em uma família normal, em uma cidadezinha minúscula, e não faça ideia da sua importância, eles precisam correr contra o tempo, dando de cara até com Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse no meio do caminho.

Mas Adam, a engrenagem do mal, é um menino normal, que ama seu cachorro, é preocupado com o meio ambiente além de muito gentil e indestrutível, ops! Será que esses dois preguiçosos e atrapalhados irão achar o menino certo a tempo? As profecias de Agnes Nutter estarão certas mais uma vez? Vai estar tocando Queen no fim do mundo?

Aziraphale e Crowley são aquele tipo de dupla que se complementa a todo momento, até porque são completamente opostos. Somos apresentados a eles a partir de um narrador onipresente, onisciente e onipotente. Fazem ideia de quem é? Esse detalhezinho também deixa esse lado do apocalipse muito mais cômico.

Vi algumas pessoas dizendo que Good Omens se mostra um pouco confuso pela quantidade de personagens secundários, mas existe uma listinha logo no início que pode ajudar bastante os leitores a se situarem. Concordo que algumas vezes, talvez até por ter tantos personagens, a história fica um pouco enrolada, mas quando a gente pega o ritmo a leitura fica tão prazerosa que nem sei explicar.

Eu já conhecia esse livro desde quando foi lançado pela primeira vez, há um tempinho. Gosto muito da escrita de Gaiman e obviamente me apaixonei por Good Omens logo de cara, que é extremamente fluido e divertido. Como eu disse anteriormente, entender algumas referências pode te dar um trabalhinho, mas vale a pena no final.

14 comentários:

  1. Good Omens é uma sátira repleta de humor e genialidade sobre o apocalipse.
    Só Gaiman e Prachett criariam uma história onde um anjo e demônio se tornam BFF's sem intenção nenhuma de voltarem aos seus locais de procedência: O Céu e O Inferno.
    Sem contar com os personagens coadjuvante tão bons.

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler esse bendito. Vi a série e foi uma das melhores desse ano, se não for a melhor mesmo. É uma história engraçada e sarcástica e muito louca, a cara do autor mesmo e eu amo. Tava tentando ler mais coisas dele e esse livro parece que surgiu na minha cara gritando pra ser lido. Tem muitas doideiras na história e muitos personagens mesmo, imagino que ler possa ser um tanto confuso pra lembrar quem é quem. Mas por já ter visto a série acho que até consigo passar bem por isso. Quero ver se consigo ler esse bendito ainda esse ano também.

    ResponderExcluir
  3. Jéssica!
    Já tinha ouvido falar sopbre o livro, mas não tive oportunidade de ler e nem assisti a série ainda também.
    Mas gosto de humor mais sarcástico que traz grandes reflexões por traz e nos faz refletir não apenas sobre o final do mundo, mas sobre as consequências das maldades na vida do ser humano.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Mano.. no momento q eu vi o primeiro episódio dessa série eu fui procurar o livro imediatamente!!! Foi a mesma coisa com Deuses Americanos, eu vi a primeira temporada e tive q ler o livro antes de assistir a segunda! kkkkkkkkk
    Apesar de tudo meu livro favorito dele ainda vai ser Mitologia Nórdica. Eu amo demais.

    ResponderExcluir
  5. De fato, tanto a série quanto o livro são bem comentados, mas ainda não senti interesse nessa premissa.
    Até é convidativo por ser uma leitura divertida, é bom saber que há uma explicação das personagens no início para não causar tanta confusão, quem sabe eu não leia algum dia, né?
    Gostei de conhecer sua opinião sobre.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Este é um dos livros que foi comentado demais assim que a série estourou. Confesso que no início, não dei muita atenção para isso não. Sei lá, briga do demônio e do anjo, fim do mundo, parecia tudo tão clichê! rs
    Mas aí começaram os comentários, principalmente sobre a série e ela está aqui para ser vista em breve, assim que minha fila diminuir.
    Por isso o livro também está e espero poder conferir o quanto antes!
    Beijo

    Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  7. Oiie
    Olha, sua resenha me animou muito para ler este livro, já que eu fui obrigada a comprar na loja onde trabalho por ter estragado ele.
    Não sou a mais fã de Neil Gaiman, mesmo achando ele um ótimo autor. O negócio que suas obras me confundem um pouco e espero que o Terry consiga dar esse equilíbrio para mim.

    Silviane, blog Memento MoriParticipe do Top Comentarista de Outubro

    ResponderExcluir
  8. Olá! ♡ Acho a premissa desse livro bem interessante, apesar de não ser muito fã de livros que trabalham o fim do mundo.
    Nunca li nada do Neil Gaiman, mas tenho muita curiosidade, já que sempre vejo elogiarem o autor e seus livros.
    Não sou muito fã quando a história tem personagens secundários demais, mas acho que nesse caso isso não atrapalhou muito o ritmo da história.
    Estou curiosa para ver o que os personagens terão que fazer para impedir o fim do mundo.
    Parece de fato uma leitura bem fluída e divertida!
    Obrigada pela indicação! Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Hum... apesar da série ter causado grande burburinho, não tive interesse nela e, pela premissa, também não me interessaria pelo livro. A temática abordada não me agrada e nem o excesso de personagens.

    ResponderExcluir
  10. Oiii ❤ Que doideira! Eu ficaria desesperada se soubesse que o mundo acabaria no próximo sábado. Ainda tenho muita coisa pra viver rsrsrs.
    Achei legal os detalhes da capa, ela é um tanto engraçada por causa dos personagens. Gostei que do lado de um é uma cor e do outro outra cor. Essa jogada com as cores ficou bem legal.
    Quero ver quantas dificuldadesAziraphale e Crowley vão enfrentar. Só pela resenha já dá pra perceber que eles têm muita coisa pela frente...
    Não tenho o costume de ler livros apocalípticos, mas esse chamou a minha atenção.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    A série é muito boa, imagino que o livro também seja. Sua resenha é ótima, já posso imaginar o trabalho que Aziraphale e Crowley terão pela frente e também posso prever muita confusão.
    Bjos💕

    ResponderExcluir
  12. Oi, Jéssica
    Aiii adorei a premissa e a sua resenha!
    Sabe, já li dois livros do Gaiman e não gostei. Acho a escrita dele um porre.
    Mas essa ideia de fim do mundo e do menino anticristo a achei superlegal e diferente. Muito curioso e parece ser cheio de aventuras! Já quero!
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá, Jéssica
    Não sabia que já tinha uma edição antiga, pensava que era um lançamento.
    Ainda não li o livro, gosto muito dessa capa com os atores da série. Também não assisti porque quero ler o livro primeiro.
    Essa ideia do apocalise fazer o anjo e demônio serem amigos é genial.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, Jéssica!!
    Conheço a história de tanto o meu irmão falar dessa série. Mas agora lendo a premissa de Good Omens parece ser um livro bem interessante!! Já fiquei bem empolgada para fazer a leitura e também conferir a série.
    Bjs

    ResponderExcluir