Contos de Horror do Século XIX | org. Alberto Manguel


Contos de Horror do Século XIX é uma coletânea que traz 33 contos de todos os tamanhos e para todos os gostos. Esse livro é um queridinho de muitos leitores e ficou famoso no mundo literário há algum tempo. Então vamos saber se a obra vale a fama que tem.

Os contos foram selecionados por Alberto Manguel e a obra conta com diversos tradutores. É um trabalho realmente exemplar da Companhia das Letras. No início de cada conto, há uma introdução que insere o leitor na obra, apresenta o autor, conta algumas curiosidades e fornece um contexto básico que ajuda a entender o conto.

Vale ressaltar que são contos de Horror, e não de Terror. Portanto, os medrosos de plantão podem ficar tranquilos, porque aqui o objetivo não é assustar ou amedrontar. As histórias apresentadas na coletânea visam perturbar e incomodar o leitor. Isso é feito de várias formas: tem muita morte, assassinato, perturbações psicológicas, magia e obscuridade.

E como eu disse, tem contos para todos os gostos. Eu, por exemplo, gosto de histórias que envolvam questões psicológicas, histórias que utilizam as mentes dos personagens para criar o plot. E tem vários assim. Dois dos meus preferidos foram A Última Visita do Cavalheiro Doente, sobre um homem que acredita não ser uma pessoa real, mas apenas fruto de um sonho de outra pessoa, e O Amigo dos Espelhos, que fala sobre um homem obcecado por espelhos que acredita que pode entrar neles.

Mas se você prefere histórias com mais sangue, tem também. Vingança? Tem. Animais? Tem também. Maldições? Também tem. Uma mão de macaco que realiza desejos, mortos que se levantam, vampiros, fantasmas e muito mais. Ou seja, certamente você vai encontrar algo do seu gosto aqui.

Além disso, outro ponto forte dessa coletânea é a possibilidade de conhecer novos autores. Eu conheci o autor Horacio Quiroga e já quero ler mais coisas dele. É um jeito fácil e rápido de conhecer novos autores e poder conhecer suas narrativas. E tem também aqueles nomes que já são bem conhecidos, como Arthur Conan Doyle, Bram Stocker, Stevenson e H. G. Wells.

Ou então, você pode reencontrar um autor que você já ama. Eu reencontrei alguns queridinhos aqui, como Poe e Thomas Hardy. Inclusive, o conto do Hardy, Bárbara, da Casa de Grebe, é incrível. Esse conto é sobre uma mulher que fica obcecada com uma coisa (que eu não posso revelar). É uma história  muito completa, tem romance, vingança, tragédia, reviravoltas e muita emoção.

É claro que, como em qualquer coletânea de contos, tem aqueles que são melhores e aqueles que não são tão bons assim. Porém, na minha experiência de leitura, nenhum conto foi totalmente ruim. Eu aproveitei todas as histórias e tirei algo de bom de cada uma. Eu nem sou a maior fã de contos, mas foi muito gostoso fazer essa leitura. Eu carregava o livro pra toda parte e, sempre que tinha um tempinho livre, 10 minutinhos que fossem, eu pegava o livro e lia um conto.

Talvez a maior surpresa dentro dessa obra seja o conto A Volta do Parafuso, de Henry James. Esse que é o conto mais longo do livro, com mais de 100 páginas, é uma história muito famosa e um clássico. Inclusive, os criadores da aclamada série A Maldição da Residência Hill, da Netflix, já afirmaram que a segunda temporada da série será independente da primeira e será inspirada nesse conto.

A edição é simples, sem orelhas, mas tem um corte lindíssimo na cor laranja. A diagramação é boa, assim como o tamanho da letra. Eu recomendo e afirmo: a obra vale a fama que tem.

Título Original: Anthology of Horror Stories ✦ Organização: Alberto Manguel  
Páginas: 552 ✦ Editora: Companhia das Letras
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

14 Comentários

  1. Como esse livro é considerado um queridinho e eu não conhecia? Haha...
    Gostei de conhecer através da sua resenha, e a edição está linda.
    Sou medrosa, então fiquei feliz quando disse que podíamos ficar tranquilos, mas logo em seguida diz o que há nos contos, e... realmente não é terror, mas são elementos que evito. É desconfortável, e acredito que a intenção seja essa, né?

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Priscila!
    Nossa! Fiquei com a amior vontade de poder ler esse livro.
    Gosto também dos contos com fundo mais psicológicos, acho até mais tensos e aterradores e melhores de aompanhar.
    Mas se tem conto de todo tipo e com autores renomados e alguns ainda não tão aclamados, acho importante conhecermos a escrita de novos autores.
    Gotei demais.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. As vezes os contos de horror dão tanto ou mais medo do que os contos de terror.
    Que incrível ter autores de renome e pouco conhecidos, assim como uma breve biografia antes de cada conto.
    A única ressalva que faço é em relação a capa: na minha opinião não combina muito com o teor do livro .

    ResponderExcluir
  4. Tipo assim, eu não conhecia a obra! rs Aliás, nem tinha visto ou ouvido nada a respeito dele e olha que sou apaixonada por contos, ainda mais quando trazem essa pegada de horror! E com grandes nomes desse gênero!
    Doyle!!
    Tudo que mexe com a imaginação me agrada e muito e com certeza, já vou a procura deste livrão!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  5. Olá! ♡ Acho ótimo que os contos não tem o objetivo de amedrontar o leitor, mas sim incomodar.
    Gosto bastante de contos, então gostaria de conferir esses. É de fato, uma ótima oportunidade de conhecer novos autores.
    Achei bacana que o livro tem contos para os mais variados gostos.
    A edição é simples, mas bonita.
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  6. Ando precisando de livro assim, de conto. Empacada em leitura. Tá ruim de sair muita coisa e livro assim é bem gostoso de ler, histórias curtas e tal. Tem uns nomes conhecidos e já gostei por não ser aquele terror pra medroso como eu. Tem bastante estilo aí, muita trama diferenciada mas com aquele toque de sinistro. Parece legal. Uma boa dica aos empanados xD

    ResponderExcluir
  7. Oi Priscila,
    Não sou uma leitora adepta a contos, mas gosto de histórias de horror. Já havia visto a capa deste livro, mas nunca li nenhuma resenha ou recomendação sobre ele. Também gosto de histórias que envolvem o psicológico dos personagens e, consequentemente, mexem mais com a imaginação do leitor. Os contos que você citou me interessaram, principalmente A volta do parafuso, tanto pelo tamanho quanto pelo fato de que inspirará uma série de TV. E o ponto mais positivo dessa obra é, justamente, conhecer novos autores ou descobrir uma nova narrativa de algum autor já conhecido. Expandir a mente e descobrir novos gostos literários é sempre um acréscimo a vida de qualquer leitor.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Priscila
    Não costumo ler contos mas o livro chama muita atenção pela capa, o corte em laranja. Isso faz o leitor pirar nas edições!
    Também gosto de enredos que trazem o psicólogo, prende muito em uma leitura tensa e fascinante ao mesmo tempo.
    Claro que vai para a lista de desejos, beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Curto muito um livro de contos, pois num só lugar você tem a oportunidade de conhecer a escrita de vários autores, e apreciar várias história, num é meu gênero favorito mesmo assim de vez em quando gosto de me aventura nesse universo de horror. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Priscila ;)
    Ainda não conhecia o livro, mas pela sua resenha já me interessei demais.
    dos autores que você citou infelizmente ainda não li nenhum, e estou vendo que essa vai ser minha chance!
    Adorei saber também desse conto A Volta do Parafuso, pois adorei A Maldição da Residência Hill e já quero ler ele para poder ver essa segunda temporada que vem por ai *-*

    ResponderExcluir
  11. Mesmo que eu morra de medo de terror, eu tenho muita curiosidade em ler esse livro. A capa não é chamativa, mas cada conto instiga a leitura. Vou buscar coragem para iniciar a leitura.

    ResponderExcluir
  12. Fiquei bastante atraída pelo livro principalmente por se tratar de um livro de contos e sendo contos de terror chamou duplamente a minha atenção. E detalhe que eu sou o tipo de pessoa que ama filmes e histórias de terror mas que não consegue ter medo ou demonstrar a reação nas cenas de susto

    ResponderExcluir
  13. Oi, Priscila!!
    Gosto muito de livros de contos e esse parece ser bem interessante, pois traz contos de horror( os meus preferidos) como também os que não são tão aterrorizantes assim. Gostei da ideia da editora reunir essa coletânea com 33 contos e com vários autores, enfim desejo muito conhecer mais dessa obra.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oiii ❤ Bom saber que esse livro é tão bom quanto as pessoas falam e que o intuito dele não é assustar o leitor, pois sou uma pessoa que se assusta fácil, então é um alívio saber que posso ler sem medo rsrsrs.
    Acho legal que o livro aborde tipos variados de coisas dentro do horror e que o leitor possa conhecer a escrita de vários autores enquanto aproveita os contos.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir