16 de dezembro de 2013

Análise de Série: Percy Jackson & Os Olimpianos

Títulos: O Ladrão de Raios
              O Mar de Monstros
              A Maldição do Titã
              A Batalha do Labirinto
              O Último Olimpiano
Autor: Rick Riordan
Páginas: Total de 1740 páginas
Tradutores: Ricardo Gouveia e Raquel Zampil
Editora: Intrínseca 

Quando comecei a ler Percy Jackson eu tinha 13 anos de idade (se não me engano) e na época não existia nenhuma série que se comparava ao universo criado pelo autor. A saga se tornou uma parte tão importante da minha vida que em certo momento se tornou algo sério para mim, eu via aquilo como a realidade e me encontrava com um grupo de pessoas para tentar vivenciar algumas mesmas situações que o protagonista vivia. Porém não estou aqui para falar da minha antiga vida e nem de todos os contratempos ocasionados por essa série e sim da própria série, portanto seguiremos em frente.

Aos 12 anos de idade Percy descobre que é um meio-sangue, filho de um Deus grego com uma mortal e acaba indo viver em um acampamento próprio para pessoas como ele. O fato de ele ser filho de um dos três grandes Deuses é uma ameaça à ordem das coisas, dando inicio a grandes batalhas e profecias que assustam até o senhor do Olimpo.

O Mundo

Eu admiro muito o mundo criado por Rick Riordan, principalmente por ser um amante da mitologia grega. O que ele fez mesclando as antigas histórias com a atualidade foi criativo e tornou a leitura fácil e compreensível, Riordan conseguiu implantar um mundo dentro do nosso e encontrou uma maneira de explicar o motivo de ninguém nunca ter visto ou ouvido falar dele.

Enredo

Os livros são narrados por Percy o que já não me atrai muito. Eu não gosto do personagem e também não gosto da maneira que o livro foi escrito. A narração é muito juvenil assim como a história e o que para mim antes era incrível hoje não passa de uma novela para crianças (o que se confirma pelo grande número de fãs com idade entre 10 e 14 anos).

A saga foi feita para a exaltação do herói, sendo que o próprio personagem compreende sua importância. Tanto Percy quanto os seus amigos são guiados por profecias, cada livro tem uma diferente, todas resultando em uma única principal que se trata de uma escolha que supostamente se trata sobre nosso protagonista.

Um meio-sangue, dos deuses antigos filho,
Chegará aos dezesseis apesar de empecilhos
Num sono sem fim o mundo estará
E a alma do herói, a lâmina maldita ceifará
Uma escolha seus dias vai encerrar
O Olimpo preservar ou arrasar.

Personagens

Como sempre começarei pelo principal. Como eu já disse eu não gosto do Percy e acho que muitos outros leitores compartilham isso comigo. O herói não tem uma qualidade que me atrai e o pior de tudo é que ele pensa que tudo se trata sobre ele como, por exemplo, no livro A Maldição do Titã, em que ao saber que a profecia não havia sido feita para ele começa a questionar a situação. Percy é um personagem fraco e que não se diferencia de muitos outros por aí.

Era como se o espírito de Delfos tivesse saído de seu caminho para me excluir. Ela ignorou minha pergunta e andou meio quilômetro para falar com Zoe.

Agora comentaremos sobre uma loira amada por todas e odiada por mim. Annabeth Chase é uma filha de Atena que tem duas únicas funções no livro, impedir o Percy de fazer burrada e ser chata. Podem me apedrejar, porém tenho que dizer que o orgulho dessa personagem me causou uma repulsa enorme. Eu costumava gostar dela até que em certo momento fiquei impressionado com tamanha ignorância, pelo fato de ser muito inteligente Annabeth não aceita argumentos de ninguém se não for o dela.

Grover é o último personagem a ser comentado e talvez o mais difícil, simplesmente por não ter nada para falar sobre ele. Sabemos que ele é um sátiro responsável por Percy e Annabeth e que tenta ao máximo ajudar. Além disso, ele passa a história inteira procurando por um Deus que aparece em um único capítulo.

Finalizando, Rick Riordan construiu uma ótima história juvenil, mas que poderia ter sido mais bem trabalhada. Os personagens são fracos, o enredo repetitivo e o desfecho pobre. Eu gosto muito da história e vejo que com a continuação na série Heróis do Olimpo (ainda espero falar dela) as coisas estão progredindo.

8 comentários:

  1. Oi, Icaro!
    Concordo plenamente com você (do início ao fim).
    Meu primeiro contato com a série foi mágico, não demorei para implorar para minha mãe a série completa. E agora, ao fim da leitura do terceiro livro, já não me resta nenhum resquício de empolgação em ler os ultimos dois por que todos os defeitos citados por você se tornaram nítidos e massantes para mim ao decorrer da leitura (mas minha mãe já deixou claro que terei que lê-los mesmo assim, por que ela não gastou dinheiro com o box para vê-los criar teia de aranha na estante).
    Também espero ler a série Heróis do Olimpo, mas não imediatamente, após concluir a leitura de PJ ver outro livro similar será motivo de nauseas para mim.

    Parabéns pela excelente postagem,
    Beijão!
    Www.enfimepilogo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu te aconselho a continuar lendo, principalmente porque o quarto livro é o meu favorito. E leia pelo menos o primeiro de Heróis do Olimpo para tirar suas conclusões em relação a ela, eu ainda não li o terceiro da série e espero ler porque andam falando que é muito bom. Veremos...

      Excluir
  2. Concordo com boa parte da sua análise (menos com a parte do Percy e da Annie. Desculpa eu ser clichê, mas eu adoro Percabbeth). Li os livros á uns 2 anos atrás e os li na hora certa, porque acho que eu não iria desenvolver uma paixão tão grande pela série se lesse os livros pela primeira vez agora. A escrita do Rick era meio imatura, sabe? Os livros são bem infanto juvenis mesmo. Acho que se eu os lesse agora, depois de ter mais experiência de leitura (Ler Riordan depois de ler Dostoiévski não seria a mesma coisa), eu não iria gostar tanto. Agora, com os heróis do olimpo eu já tenho uma relação de amor e ódio: achei o primeiro livro morno, o segundo ótimo, o terceiro uma bosta e o quarto, A Casa de Hades, F-O-D-A. Até valeu a pena passar pela coisa detestável que foi Marca de Atena só pra chegar nele. A escrita do Rick amadureceu, sabe? Os obstáculos são seguem mais a "fórmula Riordan" (profecia - saída do acampamento - aventura invencível que eles vencem - corrida contra o tempo de outra profecia - outra aventura invencível que eles vencem - etc) que já estava me cansando. Agora os obstáculos estão mais reais, complicados e realmente invencíveis (tanto que no livro os personagens admite que simplesmente não dá pra derrotar os inimigos dessa vez) e os personagens estão muito, mas muito melhor desenvolvidos (principalmente o meu personagem preferido, o Nico. A luta dele com o Cupido traz umas frases GENIAIS, dá vontade de quotar tudo).
    Só estou chateada de terem colocado a Rachel tão de lado, eu gostava tanto dela :( Hahaha.
    Tô esperando muito de O Sangue do Olimpo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deussss como eu falo. Fui falar de livros e escrevi a bíblia de comentário. Sorry. LOL

      Excluir
    2. Eu acho que só vou ler Marca de Atena quando sair o último livro, porque aí leio tudo de uma vez e acabo. Eu gostei dos dois primeiros livros (apesar de ter me confundido muitas vezes em flashbacks, mas é porque sou idiota mesmo) e A Casa de Hades realmente parece ser o melhor de todos. A pior parte de tudo isso é que no Rachel no funny ):

      Excluir
  3. Finalmente consegui comprar essa coleção! Espero gostar tanto como você!

    depoisdeumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando terminar de ler me procura, porque quero saber sua opinião sobre a série (:

      Excluir
  4. Gostei da sua resenha. Na minha opinião a saga é ótima. Já li todos lançados até agora, e estou esperando O Sangue do Olimpo. Sei que a história foi feita para o público infantil, mas não acho que o enredo e o desfecho seja tão fraco (minha opinião rs). Enfim, espero que O Sangue do Olimpo me surpreenda, e dê um final brilhante para essa saga que tanto amo. Parabéns pela resenha. :)

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©