8 de julho de 2015

Resenha: Tocando as Estrelas

Título Original: Famous In Love
Autora: Rebecca Serle
Páginas: 224
Tradução: Leonardo Gomes Castilhone
Editora: Novo Conceito
Livro recebido em parceria com a editora.

Quando Paige Townsen deixa de ser uma simples aluna do ensino médio para se tornar uma celebridade, sua vida muda do dia para a noite. Em menos de um mês, ela troca as ruas da sua cidade natal por um set de filmagem no Havaí e agora está conhecendo melhor um dos homens mais sexies do planeta segundo a revista People. Tudo estaria perfeito se o problemático astro Jordan Wilder não fincasse o pé em uma das pontas desse triângulo cinematográfico. E Paige começa a acreditar que a vida, pelo menos para ela, imita a arte.

Vou confessar uma coisa para vocês: este livro me interessou apenas pelo título. Quando fui pegar para ler, escolhi por ter um número menor de páginas e eu ainda estar um pouco sem tempo por causa das provas finais na faculdade. Apesar de não ser o melhor livro do mundo, a autora conseguiu me prender pela fluidez da narrativa. 

Paige Townsen leva uma vida extremamente normal: estuda em um bom colégio com os seus dois melhores amigos, Cassandra e Jake, trabalha em uma lojinha e também tem uma família bem bacana, mas o seu grande sonho é se tornar uma atriz de sucesso. Porém, tudo o que ela conseguiu até hoje foi participar de algumas peças de teatro na própria cidade e até mesmo uns comerciais. Paige vê sua vida mudar da água para o vinho quando sua amiga Cassandra, que é superfã da renomada trilogia Locked, descobre que as audiências para o primeiro filme estão acontecendo na cidade onde elas vivem. 

Como era de se esperar, Paige consegue o papel principal e, em pouco tempo, troca sua vida pacata por um set de filmagens ultramoderno no Havaí, e o melhor de tudo, ao lado de um dos melhores atores da geração, Rainer Devon. Tudo correria extremamente bem se o diretor do filme não fosse tão exigente e se Jordan Wilder, o maior inimigo de Rainer, não fosse escalado para o filme. Quando Paige pensa que as coisas não podem ficar piores, ela se vê presa em um triângulo amoroso e não sabe para onde correr. 

[...] É como um guarda-chuva no meio de uma tempestade depois de estar completamente molhado. Exatamente o que você precisava, o que você queria, mas já e tarde. (pág. 158)

Creio que vocês já sabem muito bem a minha opinião sobre triângulos amorosos, mas vou repetir sempre que precisar: clichê demais. Quando eu achei que não poderia ser mais clichê, Rebecca Serle coloca uma adolescente de 17 anos com os hormônios a flor da pele como protagonista, escoltada pelos seus dois melhores amigos. 

Apesar dos pesares, a autora conseguiu me surpreender de verdade com a narrativa, que fluiu rapidamente. Não fosse isso, talvez eu não teria conseguido suportar tanto mimimi adolescente. Não me julguem mal, também já passei por essa fase e sei como é irritante. É horrível não saber o que sente, ainda mais quando dois caras magníficos estão em jogo, mas quando você tem quase 21 anos nas costas, essas coisas perdem a graça. 

Talvez, com a continuação da série que por enquanto não sabemos de quantos livros são, Rebecca Serle fale um pouco mais na vida de Paige nos holofotes, em sua relação com a família e amigos mesmo com a fama e em como ela lida com toda essa confusão. Além disso, gostaria bastante de saber um pouco mais dos processos de gravação dos filmes e seriados, que, para mim, deveria ser um dos focos da história.

Classificação final: 

4 comentários:

  1. Oi, Ana! Tudo bem??
    Conheci seu blog agora, já estou seguindo no gfc, twitter e curtindo a fan-page. Achei tudo muito lindo e fofo! Parabéns ^^

    Eu não estava me interessando muito pelo livro, mas ainda resta uma pontinha de vontade. Espero que suas próximas leituras sejam ótima.

    Abraços♪

    •bookdan.blogspot.com <= blog
    •fb.com/leituradan <= facebook
    •twitter.com/leitura_dan <= twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan!

      Estou bem sim, obrigada! Obrigada por seguir o blog, espero que goste bastante do conteúdo. O livro e bem mais ou menos, mas vale por ser uma leitura rápida.

      Beijo!

      Excluir
  2. Oi Ana, eu não estava muito curiosa para ler esse livro, apesar dessa capa gracinha. E por mais que você tenha feito vários elogios, só me saltaram aos olhos os contras que você citou. Cansei de mocinhas de 17 e ainda mais de triângulos amorosos. Não será uma leitura que farei, pelo menos tão cedo.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju!

      Eu não costumo ler sinopses nem nada, por isso que acabei lendo o livro. Se eu soubesse que teria um triângulo amoroso, talvez nem teria me interessado por ele.

      Beijo!

      Excluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©