26 de outubro de 2015

Resenha: Amor Imortal

Título: Amor Imortal
Autora: Ana Carolina KJ
Páginas: 256
Editora: Novas Páginas
Livro recebido em parceria com a editora.

Após a morte de seu pai, Anna Bonnier tenta recuperar um pouco de sua felicidade ao viajar para uma estação de esqui com sua melhor amiga, Loreta. Entretanto, o que era para ser um simples passeio, acaba por se tornar um desafio sobrenatural. Anna conhece o enigmático Raziel e percebe uma forte conexão que vai além da realidade, sobretudo quando descobre que o sentimento que tem por ele atravessa os séculos. Aos poucos, a proximidade que constroem juntos traz novos riscos. O relacionamento amoroso que ela sempre desejou pode desaparecer de forma trágica, assim como o homem que abriu seu coração. Passado, presente e futuro caminham juntos nessa emocionante história de amor e sedução, em que a realidade é capaz de alterar, a qualquer momento, o destino de cada um deles.

Estava tão animada com os lançamentos nacionais da editora Novo Conceito esse ano, já que amei a maioria dos que chegaram para mim anteriormente, que nem passou pela minha cabeça que não iria gostar de Amor Imortal. Fico até meio chateada em dizer que foi realmente isso o que aconteceu. Fiquei extremamente decepcionada com essa história, para não dizer coisa pior.  

Anna Bonnier é uma garota que perdeu o pai recentemente e, para distrair um pouco sua dor, resolveu viajar para Aspen junto com a sua melhor amiga Loreta. Durante a estadia, as duas conhecem Marcos e Erick, dois rapazes incrivelmente lindos e simpáticos. Loreta se encanta mais que o normal por Marcos, mas Anna logo sente algo bem suspeito vindo dos dois rapazes. Está aí a primeira coisa que me incomodou: como assim você sente que os caras são esquisitos e topa sair com eles mesmo assim só porque sua amiga tá com um crush louco? Por favor, né? 

Em meio a esses encontros, Anna conhece Raziel e já se apaixona perdidamente por ele, logo de cara. Gente do céu, não preciso nem dizer o quanto achei essa paixão toda ridícula e absurda. Para vocês terem ideia, no primeiro encontro Raziel já chamou a Anna de "meu anjo". Ok, tem um passado envolvido aí, mas mesmo assim... Ah, e nem é muito difícil imaginar que Raziel não é humano. 

O meu coração se abriu, bem como a minha mente. Deixei para trás quem eu era, tornei-me mais contente. Minha vida passou a ter um propósito: ficar com você, para sempre. (p. 113)

Amor Imortal é o romance de estreia da autora Ana Carolina KJ, por isso ignorei esses pontos que não costumo gostar em livros e continuei firme e forte na leitura, mas a coisa só piorava. Detesto romances que acontecem rápidos demais, principalmente porque a gente sabe muito bem que as coisas são acontecem bem assim na vida real. Resumindo, se o blog não fosse parceiro da Novo Conceito, eu teria abandonado o livro antes da página cem. 

É claro que não pude deixar de notar que, mesmo sendo iniciante, a escrita da Ana Carolina é excelente, principalmente se levar em consideração o tema fraco e saturado da história. Para ser sincera, o enredo mais me pareceu uma cópia fajuta de Fallen. Para vocês terem ideia de quanto a narrativa da autora é ágil, foi somente ela que me deu forças para terminar de ler o livro. 

Amor Imortal é, obviamente, perfeito para aquelas pessoas que são apaixonadas por sobrenatural. Se não tiver um olhar muito crítico, o romance e demais acontecimentos rápidos não incomodariam tanto. Infelizmente, para mim, não funcionou. 

Classificação final: 



8 comentários:

  1. Olá, Ana.

    Eu sou apaixonada por histórias sobrenaturais, principalmente sobre anjos. Já li muita coisa nesse universo literário e também percebi bastante semelhança entre as histórias. Até comentei isso na minha resenha, mas depois parei pra pensar que, qualquer história de cunho sobrenatural, terá semelhanças. Isso é certo.

    Eu gostei bastante do livro. Fiquei surpresa com o final, curti muito a ideia do epílogo e a ação acelerou meu coração e me tirou o fôlego. O romance pode até ter sido um pouco apressado, mas precisamos levar em consideração que eles já se conheciam e que a Anna tinha lembranças dele. E, sobre a loucura de Anna e Loreta em relação ao Marcos e o Erick: Loreta estava sob manipulação de Marcos e Anna, como melhor amiga, aceitou sair com eles para estar perto da amiga. Desde o começo, sabemos que Anna é sensitiva, é mais aberta ao mundo espiritual, mesmo sendo cética no início.

    Ao ler livros sobrenaturais (e ficção em geral) devemos nos lembrar: TUDO é possível. Se quisermos realidade, pra que vamos ler literatura ficcional? Bora ler só jornais e revistas, certo? hehehe

    Mas te entendo completamente. Não funcionou pra você, sei bem como é isso. Já li histórias que não funcionaram pra mim, o que não foi o caso dessa.

    Beijos,
    Amanda Melanie

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Faz tempo que não leio nada sobrenatural, mas gostei muito de seus comentários sobre a obra e fiquei bem curiosa. O livro parece ser ótimo.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Hello, Ana sua fofa!!
    Primeiro de tudo: nessa sua nova foto de perfil dá para ter ver direitinho e melhor. Arrasando nessa foto, hein! Muito linda!! Eu também sou baixinha aahah.
    Bem, amei a sua resenha sincera. Quando tinha visto a capa do livro (não tinha me interessado por esse fator, porque capas com casais não me atraem, na verdade me causam o oposto) e que era de autor nacional fui ler a sinopse para ver se me interessava e ao ler vi que não. Vi uma resenha que a pessoa enalteceu tudo do livro e eu meio que não concordei porque tudo que disseram soou meio clichê e sem graça. Gosto muito de originalidade, sabe?! E essa coisa de se apaixonar a primeira vista não cola para mim. E teve outros pontos que tu mencionou que também não me agradam numa leitura.
    Parabéns pela sinceridade.
    Ótima resenha como sempre!!
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana, entendo bem essa sua surpresa de se decepcionar com um livro pelo fato de simplesmente isso nem ter passado por sua cabeça.
    Os livros nacionais da editora são muito bons geralmente, mas sempre tem exceções.
    Eu nunca tinha ouvido falar da autora, uma pena que não deu certo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana! Eu quero muito ler o livro. Adoro tudo relacionado ao mundo sobrenatural! Se tiver vampiros então, tô dentro sem nem querer saber mais.
    Vi ótimas resenhas do livro e não acredito que ter um senso crítico melhor é o que faz gostar ou não de um livro. Eu acredito em empatia pelo personagem e história. Talvez o que não houve foi empatia sua com a personagem... O livro para funcionar para mim, eu tenho que gostar do personagem, me sentir na história com ele.
    Além disso levar em consideração o público ao qual ele é destinado. E, será mesmo que hoje as coisas não acontecem tão rápido?
    Enfim, espero ler o livro logo.
    É uma pena que não tenha funcionado para você. E como vivo repetindo " duas pessoas nunca leem o mesmo livro".
    Bjos!!!
    http://sentimentonoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Li esse livro em apenas dois dias. E só demorei tanto assim por culpa do trabalho que me consome a mente. Uma obra simplesmente maravilhosa. Amei a escrita da autora e o livro do início ao fim. Infelizmente, cada cabeça vê um livro da sua própria forma, relacionando a visão pessoal do mundo e etc. Gosto de obras que me fazem suspirar e ao mesmo tempo me deixam louca por causa da ação. Amor Imortal causou esses dois efeitos na minha pessoa. Sinceramente, só tinha lido dois livros que me deixaram assim... Julieta Imortal e Romeu Imortal. Fico triste que não tenha curtido o livro, acho que tem uma boa premissa, foi bem desenvolvido, a escrita da autora é maravilhosa, os personagens são deliciosos na medida certa. Discordo totalmente que Amor Imortal seja parecido com Fallen. Lauren Kate tem a escrita completamente diferente da Ana e além do mais a personagem principal de Fallen é uma bestinha... kkkkkkkk E a Anna coloca fogo no capeta se deixar. kkkkkk
    Pode parecer estranho mesmo um cara chegar te chamando de anjo e tudo mais. Só que é ficção, não vamos levar tanto ao pé da letra. E além do mais, esse é o jeito do Raziel. #morrendodeamoresporessehomem-anjo . Imagina se tu reencontrasse o teu amor de vidas passadas. Iria disfarçar a emoção de sentimentos? Tudo o que viveram? Eu não...não sei como ele não agarrou logo a Anna e deu um beijo nela! Isso que eu faria! Derretendo de amores.
    Bom, espero que possa ler outra obra da Ana e que goste já que essa não te conquistou.
    Vou sempre falar amores desse livro, porque realmente gostei muito. Sou fã assumida da Ana Carolina! ^^
    Beijos,
    Monólogo de Julieta.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ana! Tudo bem? É, acho que esse livro também não ia funcionar para mim. Amo "Fallen" e já até evito ler livros com premissas parecidas com a série, pois tenho o costume de ficar comparando um livro com o outro, sabe? E se você diz que o enredo te pareceu uma cópia fajuta de Fallen, é certeza que não devo ler "Amor Imortal"! Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/10/resenha-premiada-muito-mais-que-5inco.html <- Tá rolando promoção do livro "Muito Mais Que 5inco Minutos" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana.
    Eu li e adorei o livro.
    Adorei a maneira que a escritora coloca as palavras. Ela detalha as cenas e os personagens tão bem que fui capaz de enxerga-los.
    Apesar de se tratar de um livro de ficção, o amor de Anna e Raziel é lindo! Impossível ler o livro e não cair de amores por Raziel!
    As cenas de sexo são fantásticas. Muito difícil escrever sobre sexo sem cair no vulgar e ficou sensual.
    O livro ainda nos proporciona uma viagem no mundo das artes, nota-se que a escritora é uma pessoa viajada e requintada., é uma leitura agradável e leve.
    Lógico que gosto é muito particular, nem Jesus Cristo foi capaz de agradar a todos, a mim Amor Imortal agradou e muito

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©