4 de dezembro de 2015

Resenha: O Segredo de Jasper Jones

Título Original: Jasper Jones
Autor: Craig Silvey
Páginas: 288
Tradução: Domingos Demasi
Editora: Intrínseca


Numa noite, durante o intenso verão de 1965, Charlie Bucktin é acordado pela visita de Jasper Jones, o pária da pequena cidade de Corrigan, na Austrália. Seduzido pela rebeldia de Jasper, Charlie o acompanha e acaba descobrindo um crime. O segredo, compartilhado entre dois garotos tão diferentes, desperta em Charlie um turbilhão de dúvidas a respeito dos conceitos de verdade e mentira. Neste romance de crescimento, o menino franzino de 13 anos, leitor voraz, reflete sobre os acontecimentos por meio de referências a clássicos do gênero.

Confesso: só comprei este livro por causa da capa (que é um pêssego, e não uma maçã, se alguém ainda estiver em dúvida, e representa em suma a essência da história). E é claro que o título é bem instigante, né? Quem não gosta de descobrir os segredos das pessoas? Junte esses dois quesitos e um preço super em conta. Não podia dar em outra, não é? É claro que resolvi trazer esse livro para casa.

Os verões em Corrigan são muito intensos. Em uma dessas noites excepcionalmente quentes de 1965, Charlie Bucktin é surpreendido por Jasper Jones batendo em sua janela. É claro que Charlie fica extremamente assustado com a presença do garoto em seu quintal, já que todos na cidade acreditam que Jasper é uma má influência (tudo o que acontece na pacata cidade é culpa do menino). Após Jasper ter implorado por sua ajuda, Charlie resolve o seguir para qualquer lugar que seja, mesmo nunca tendo trocado uma palavra com ele, mesmo sabendo que ele não é nem um pouco confiável. 

Jasper Jones guia Charlie até uma clareira no meio do nada, um lugar secreto onde passa boa parte do tempo fumando, bebendo e tentando esquecer que existe um mundo lá fora. Charlie, um garotinho de apenas 13 anos que é viciado em literatura, não fazia ideia de que a cena aterrorizante que acabara de presenciar mudaria a sua vida e o jeito de visualizar o mundo a sua volta drasticamente. 

— [...] É um pouco como ter medo do escuro. Geralmente, não é do escuro que as pessoas têm medo, mas de não saberem o que há nele. E porque não conseguem enxergar, porque não têm certeza, começam a imaginar que há ali coisas mais sinistras do que normalmente haveria. (pág. 103)

É muito difícil falar sobre esse livro sem soltar algum spoiler, já que o livro gira basicamente em torno da vida do Charlie após a cena misteriosa vista por ele e o segredo que começou a compartilhar com Jasper. A história é narrada em primeira pessoa e a através da visão de Charlie e conta o dia-a-dia do garoto a partir daquele dia. Achei a narrativa um pouco cansativa em algumas partes, que poderiam ser cortadas do livro que não fariam falta alguma, mas o mistério e os próprios personagens sustentam completamente a história até o final. 

É completamente difícil de acreditar que os personagens desse livro são tão novos, já que passam por tantas coisas. A família de Charlie é um tanto desestruturada; o seu melhor amigo Jeffrey passa por maus bocados por sua família ser estrangeira e por isso sofrem muito preconceito; Eliza Wishart, namorada de Charlie que possui os sentimentos e a vida tão conturbados quanto os de um adulto; e Jasper, que é órfão de mãe e possui um pai que liga mais para a bebida do que para ele... No fim, são apenas crianças, por mais precoces que sejam. 

Apesar dos capítulos grandes e com poucas pausas, Craig Silvey consegue prender o leitor com sua trama instigante. Até umas 70 páginas antes da finalização, o livro seria mais um três estrelas, mas houve uma reviravolta tão espetacular que eu não podia dar menos que quatro estrelas para ele. O final, apesar de não se tão surpreendente, não deixa nem um pouco a desejar e todas as perguntas feitas no decorrer da leitura são devidamente respondidas. O Segredo de Jasper Jones é um livro carregado de mistério, mas fala também sobre o poder da amizade. 

Classificação final: 

5 comentários:

  1. Oi Aninha,
    Diferente de você, só comprei esse livro porque estava na promoção kkkkk.
    Ele é minha leitura atual, mas não estou fazendo muito progresso justamente por causa dos capítulos longos, espero gostar dele tanto quanto você.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. Sempre vejo esse livro em promoção e dá uma tentação de comprar só por causa do título e do preço, também amo livros com segredos/mistérios, muito boa a sua resenha, parece que a história, apesar de ser composta por crianças tem um "Q" de profundidade e isso sempre me ganha, dá próxima vez que ver o livro em promoção vou tentar adquirir :)
    Beijos.
    http://cineleva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana! Tudo bem? Eu que amo tramas carregadas de mistérios, reviravoltas e segredos, super fiquei interessado em ler o livro! Sem falar que eu também gostei muito da capa dele e saber que ele também aborda o poder da amizade em suas páginas. Vou ver se o leio em breve! Adorei a resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Heey!
    Eu também comprei esse livro por conta da capa hahah (achava que era uma maçã >.<)
    Eu não sabia que o enredo trazia esse mistério e fiquei curioso para ler e saber dessa reviravolta no final haha
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  5. Oie Ana =)

    Confesso que esse livro nunca tinha me chamado muito a atenção, até mesmo a capa dele me passava batida rs... Mas depois de ler a sua resenha a história me pareceu interessante. Acho que vale a pena dar uma chance.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©