7 de junho de 2016

Resenha: Talvez Um Dia

Título Original: Maybe Someday
Autora: Coleen Hoover
Páginas: 368
Tradução: Natalie Gerhardt
Editora: Galera Record
Livro recebido em parceria com a editora. 

Um dos livros mais comentados de 2015, nos Estados Unidos, este é mais um sucesso arrebatador de Colleen Hoover, autora das séries Slammed e Hopeless. Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex-melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Desde que eu li Nunca Jamais, livro que a autora escreveu com a Tarryn Fisher, eu simplesmente decidi que leria tudo o que eu pudesse dessa mulher. Quando vi esse livro no catálogo da Galera, não tive dúvidas de que seria um dos meus escolhidos. Gente, eu simplesmente devorei essa história, não consegui parar de ler até terminar. Tem algo na escrita da Coleen Hoover que não dá para você simplesmente ir fazer outra coisa antes de saber o final.

Imagina só que, no seu aniversário de 22 anos, ao invés de ganhar uma festa surpresa e vários presentes do amigos, você acaba de descobrir que o seu namorado de dois anos está te traindo com a sua melhor amiga que divide o apartamento com você. Não dá para imaginar, né? Pois é justamente isso o que acontece com Sydney. Se não fosse por Ridge, a menina teria ficado jogada ao léu no meio de uma chuva de lascar, sem namorado, sem amiga, sem emprego, sem um lugar para morar e com 22 anos nas costas. 

Toda a história começa duas semanas antes, quando ela finalmente "conhece" Ridge. Conhecer é uma palavra muito forte, já que o máximo que eles tinham feito, até então, fora trocar algumas mensagens de texto pelo celular. O motivo disso era o fato de Ridge, um músico super talentoso, estar sofrendo um bloqueio criativo enorme e sua última esperança está em Syd. Todos os dias às 20h, Ridge tocava suas canções na varanda do seu apartamento e, sem perceber, Sydney cantarolava letras para as melodias. É a partir daí que o relacionamento entre os dois começa a tomar forma.

A narrativa é feita sob o ponto de vista de Sydney e Ridge e começa a ficar realmente interessante a partir do momento em que a garota começa a viver com o cara que ela sempre admirou em segredo. Como o livro é inserido em um universo musical e os dois se aproximam por tal motivo, começamos a ver o sentimento deles nascendo através das músicas que escrevem juntos. O que eu mais gosto nos livros da Coleen é o fato de ela conseguir fazer algo a mais em seus triângulos amorosos. Não é apenas um desejo carnal que os personagens sentem um pelo outro, mas começa realmente a nascer algo dentro deles que nem eles conseguiriam explicar. 

Warren liga o carro, pega a minha mão e a aperta de leve.
— Hoje foi um dia ruim, Syd. Um dia muito, muito, muito ruim. Algumas vezes na vida a gente precisa de dias ruins para manter os bons em perspectiva.
(p. 279)

É claro que, em um triângulo amoroso, alguém sempre sai machucado. Acho que fiquei muito chateada pela outra parte envolvida porque ela é uma personagem incrível, até torci um pouco para que Ridge e Maggie ficassem juntos, no final das contas. Mas é impossível julgar Sydney e Ridge, principalmente porque eles lutam com todas as forças para impedir o que está acontecendo entre eles, porém não nego que me sentia um pouco incomodada: Sydney, que acabou de ser traída, está quase se colocando na posição de traidora. Infelizmente (ou felizmente, não sei), a gente não consegue mandar no coração, a gente não consegue impedir essas coisas.

Ridge, Sydney, Maggie, Warren e até mesmo a Bridgette são personagens muito cativantes, me apeguei a cada um deles, mas Warren foi o que mais tomou espaço no meu coraçãozinho graças ao seu jeito brincalhão. Apesar disso, não consigo negar que Ridge é de longe o personagem melhor construído. Não sei se isso é considerado um spoiler, mas Ridge é totalmente surdo e o fato de ele conseguir tocar e de sentir a música de uma forma diferente de nós me fez ficar totalmente admirada. 

E por falar em música, as letras escritas pela dupla são a coisas mais fofas do mundo! E sabe o que é melhor? A autora fez uma parceria para lá de maravilhosa com o músico Griffin Peterson e nos presenteou com as músicas. A playlist de Talvez Um Dia pode ser ouvida no site oficial (no livro, há uma nota da autora falando um pouco sobre as músicas e um QR Code para acessá-las direto do celular) e uma dica que dou para quem quiser se apaixonar por essa história assim como eu, é que leia o livro ouvindo a playlist, faz toda diferença. 

Coleen Hoover é uma autora capaz de fazer a gente amar aqueles clichês que a gente jura que detesta porque escreve bem para caramba, porque sempre cria algo a mais. Essa é mais uma daquelas resenhas em que sinto que ainda tenho muito o que dizer, mas não sei como. Enfim, Talvez Um Dia é um daqueles livros que eu quero que todo mundo leia para que sintam as mesmas coisas que eu senti e sim, esse é o meu pedido: LEIA. ESSE. LIVRO.

Classificação final: 

23 comentários:

  1. Oi, tudo bem? Eu quero muito ler algum livro dessa mulher, meu Deus! Todas as sinopses e resenhas dos livros dela me deixam com vontade de ler os benditos, estou ficando doida já. Adorei a resenha, mais um para minha lista!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. Esse livro chegou no Brasil \oooo/
    Meu Deus, ele é INCRÍVEL. Sério. Um dos melhores livros da Coleen que eu já li.
    Pensa numa pessoa que chorou horrores haha nossa, e sobre isso das músicas, eu lembro que baixei todas elas e escutava enquanto eu ia o livro. Ficou no meu celular por um bom tempo. Acho que a parte mais legal do livro é essa. Simplesmente incrível essa conexão da história com a música.
    E esse romance! Tão doído, tão verdadeiro, tão amorzinho <3
    Não tenho nem palavras mais para falar o quanto amei.
    Ridge é um amor e é impossível não se apaixonar por ele. É impossível não ficar dividido, confuso e irritado como ele se sentiu.
    Eu lembro que dei 5 estrelas e favoritei no skoob <3

    Muito, muito amor esse livro.
    Queria ganhar, mas minha sorte foi passear e não dá as caras por um bom tempo rs

    Beijos, Ana!

    ResponderExcluir
  3. OMG que livro incríveeel!!Já tinha visto essa capa várias vezes nos sites e no insta mas eu não sabia do que se tratava o livro e pela sua resenha eu já ameei!Fiquei curiosa pela estória e é perfeita a combinação da música com o romance no livro.Parece ser viciante,divertido e já gostei dos personagens antes mesmo de ler haha.Ótima resenha!
    Participando e torcendo muito pela oportunidade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  4. Oooi amora, Quee históriaaaaa :OOO to louca pra ler esse livro e depois que vi tua resenha aguçou ainda mais minha curiosidade, achei ele intenso e com personagens envolventes, Com dramas reaiiss, que foca mesmo na realidade, quem já não passou por isso ao menos conhece alguém que já.. E realmente é uma lição de confiança, de amor próprioo e superação, enfim.. nem todos são merecedores de serem chamados de amigos né.. Fora que tem esse toque musical. Quero mt ler !!

    ResponderExcluir
  5. Cara, esse livro é maravilhoso *-*
    Vale a pena mesmo ler coisas dessa autora, não pare! Pegue tudo que já foi lançado e se joga porque vale cada página. Uma histórias mais gostosa que a outra.
    Esse tem tudo pra ser um livro inesquecível: romance, bem escrito e música! Adorei essa parceria da autora e já ouvi as musicas desse cantor, são bem legais e as letras encantam. Muito bom de conferir. É pra sair chamando os amigos, os parentes, os estranhos, os cachorros de rua, todo mundo pra ler mesmo xD

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ótima resenha, gostei, quero ler! :P
    Bem, tô meio cansado de triângulos amorosos, mas como nunca li nada da autora, vou dar uma crédito quando diz que a leitura é muito gostosa. Quem sabe um dia animo a ler? De qualquer forma, a resenha está quase (apenas quase) tão boa quanto as que escreve para aquele outro blog ;)
    Bjs
    P.S.: Sim, este comentário é apenas para participar do sorteio :)

    ResponderExcluir
  7. O que dizer deste livro, que tem uma história maravilhosa e personagens incríveis, não poderia deixar de ser perfeito. Collen Hoover tem um escrita de fácil leitura, que nos envolve desde o início da leitura e a medida que nos aprofundamos na trama, é impossível não sentir todo o amor a química que rola e tre Sidney e Ridge, e como os personagens secundários são importantes na construção desta história de amor. Eu amei demais este livro é sua resenha está perfeita, geralmente não leio resenha com medo de conter spoiler(odeio), mas não teve e gostei muito da forma voce descreveu o livro.
    josenildalins53@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Sabe aquela autora que todo mundo fala bem e você se torna fã sem nunca ter lido nenhum livro. Pra mim é a Colleen. Me tornei fã sem nunca ter lido nada, e depois disso li somente um livro da autora, e adorei a experiência. Quero ler todos os livros dela, mas Talvez um dia é o que estou mais curiosa. A premissa do livro é ótima, e ler tantos comentários bons só me faz querer mais e mais ler a história. Sobre o pedido "leia!", quero muito, só falta ter o meu exemplar hahaha

    ResponderExcluir
  9. Oi Aninha,
    Como não amar os livros da Colleen Hoover? Li apenas "O Lado Feio do Amor - Ugly Love" e "Métrica", mas são livros que você não consegue parar de ler um minuto (minutos esses que deveria estar estudando O.o). Achei muuuito bacana o crescimento da relação deles se dar através das músicas que escrevem juntos. Ao contrário de você não tenho problemas com os clichês, embora ela tenha esse dom de trabalhá-los muito bem. Valeu pela dica sobre a playlist.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  10. Estou doida pra ler esse livro, curto muito a escrita da Coleen Hoover, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  11. Oiiie, ainda não li nenhum livro desta autora, mas sempre ouço falar muito bem dela.
    Então esse livro é daqueles que queremos por causa da capa, mas nem sequer a sinopse eu havia lido.
    Então sua resenha foi ótima e completa, conheci muito bem o livro e o enredo, e percebi que já me encantei e estou super curiosa com essa história.
    O começo já nos deixa sem chão, fiquei com dó da Sydney, ninguém merece passar por algo assim, nem sequer conseguimos nos colocar no lugar dela, é muita dor. Mas então fiquei confusa quando disse que no meio ela já se torna a traidora, porque já gostei muito dela, e não quero que ela se torne uma pessoa assim, mas lendo com toda certeza vou entender os motivos e sentimentos dela, mas já gostei muito também de todos os personagens, cada um nos cativa com seu jeitinho.
    Gostei muito e quero muito ler o livro, pois sei que vou gostar muito. Há sem contar que já amei a playlist, é muito lindo quando o autor nos dá um presente tão lindo assim.
    Bjoes

    ResponderExcluir
  12. Coleen Hoover, como sempre provocando emoção e curiosidade a cada trabalho. Já estou ansiosa para ler o lançamento.

    ResponderExcluir
  13. MDSSS! Como sempre a Colleen Hoover não decepciona. Amo esse tipo de livro e a Colleen é a minha escritora favorita <3
    Agora com Talvez Um Dia, aposto que ela conseguiu trazer algo clichê se tornar diferente de todos os outros. O que eu mais gostei sobre essa história *sinopse e resenha pq ainda não li* com certeza foi a personalidade da Sidney, a situação de conflito do livro *adoro torcer para ela dar um tapa na cara de cada um* e tenho certeza que não irei me decepcionar!
    Ah, só soube dessa playlist por esse resenha e já estou muito curiosa *O*
    Esse livro tá no topo da lista de prioridades porque eu preciso muito lê-lo! Estou muito ansiosa <3

    ResponderExcluir
  14. Os livros dessa escritora são maravilhosos, eu já li um caso perdido da Collen e simplesmente amei e desde que esse livro foi lançado no Estados Unidos eu já fiquei super interessada em ler essa história o que dira agora que eu já li sua resenha fabulosa e sei que temos um enredo encantador com personagens maravilhosos. Somente quero dizer que desejo esse livro na minha estante e na minha cabeceira para pode me apaixonar pela leitura como você.

    ResponderExcluir
  15. Eu simplesmente amo todos os livros da Colleen Hoover! O único que foi lançado no Brasil e eu ainda não li é Nunca Jamais, mas já está na minha listinha pra eu ler.
    Esse livro parece ser perfeito também! A história dele parece ser ótima, e os personagens parecem ser bem construídos. A único coisa que não gosto muito é triângulo amoroso, mas já gostei de saber que a autora conseguiu fazer algo mais em relação ao triangulo. Tenho certeza de que vou amar o livro também :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Pretendo ler tudo que essa autora escrever, inclusive suas listas de compra (risos). Colleen e minha autora preferida, e tenho muito orgulho dos livros dela, principalmente porque ela sabe aborda assuntos diferentes em cada obra dela, e em Talvez um Dia não foi diferente. Apesar da estória ter uma premissa clichê a forma como a autora desenvolve a trama, faz com que leitor se envolva, e não queira larga o livro. Estou muito ansiosa por essa leitura, e quero muito ter a oportunidade de adquiri-lo logo.

    ResponderExcluir
  17. A autora é incrível.Esta obra é maravilhosa,tive oportunidade de le-la pelo cel,o encontro deles, as musicas composta por ambos são tão lindas, Ridge e suas palavras doces e lindas, a maneira que ambos se comunicam, e o motivo do porque ele prefere a comunicação pelo cel.Colleen faz com que o leitor reflita, emocione-se e ame cada palavra escrita

    ResponderExcluir
  18. Colleen Hoover nunca decepciona, os livros são sempre intensos e cheios de reviravoltas. Talvez um dia é um livro maravilhoso, a conexão entre a Syd e o Ridge é tão linda.

    ResponderExcluir
  19. Leria com certeza quer dizer vou ler com certeza e me ego perguntando eu faria isto ou não?

    ResponderExcluir
  20. MEU. DEUS. Preciso desse livro. A Colleen já tinha ganho meu coração quando li a trilogia Métrica, a leitura foi muito gostosa, e tô achando que vou gostar mais ainda da autora <3. Se eu não ganhar o sorteio, com certeza vou comprar. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  21. Sério! Eu as vezes(só as vezes mesmo) me odeio por ser tão viciada em livros. E vocês além de indicar,tem que escrever super bem as resenhas para me incentivar mais a esse vício. Não minto não,eu amo isso. Porém tinha que escrever tão bem? Isso não é um xingamento e sim um elogio! CARA AGORA O LIVRO ESTÁ OFICIALMENTE NA MINHA LISTA DE LIVROS QUE QUERO. Muito obrigado! :D xD

    ResponderExcluir
  22. Comecei a ler o livro em inglês, mas não acabei :/
    Achei o Ridge um personagem super diferente dos que já havia lido. Amei a vingança da Sydney. Ainda não cheguei nos dramas, mas pela nota realmente vale a pena.
    Sobre a capa preferia a original

    ResponderExcluir
  23. Ana Clara da Silva Sauro estou aqui dando graças a todos os santos por não ter lido sua resenha antes de chegar a metade do livro. Descobrir por conta própria a condição de Ridge fez toda a diferença e para ser sincera em um primeiro momento achei que fosse brincadeira, mas estranhamente adorei saber que não era. Estava pensando hoje justamente como essa autora tem o dom de transformar um triangulo amoroso clichê em algo mais, não me canso de suas histórias nem de seus personagens. Fala sério, ainda tinha esperanças de que Maggie saísse por cima nessa historia mesmo que sem Ridge, mas agora estou com um pé atrás. Uma pena pq ela é uma personagem incrível. Ah obrigada por indicar esse livro, eu to amando!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©