2 de abril de 2017

Resenha: Misery

Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca. Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho. A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.

Título Original: Misery
Autor: Stephen King
Páginas: 326
Tradução: Elton Mesquita
Editora: Suma de Letras 
Livro recebido em parceria com a editora

Em Misery, acompanhamos um pouquinho a vida de Paul Sheldon, um autor bem reconhecido e famoso (inclusive têm entrevistas do SK dizendo que utilizou fatos da sua própria vida para construir o personagem). Cansado das histórias com a personagem Misery, resolve matá-la em seu último manuscrito e, para comemorar tal fato, resolve sair para beber. Porém, Paul bebe demais e acaba acordando em lugar totalmente deserto sem ter a mínima noção do que está acontecendo. Para saber mais sobre a história de Paul, é só assistir ao vídeo. 


Esse é, com certeza, um dos livros do Stephen King em que você se coloca no lugar do personagem principal e acaba acompanhando com ele o que esta acontecendo. A atmosfera de ansiedade é muito grande, porque vamos descobrindo as coisas juntamente com Paul, o que é sensacional. Obviamente, como todos os livros do autor, dá aquela agonia básica com a história, mas nada que não estamos acostumados, não é? 

19 comentários:

  1. Jéssica!
    Já tive oportunidade de ler e gostei da criatividade do King, mas ainda não é um dos melhores livros dele, na minha opinião. Tem livros melhores. O que não quer dizer que o livro não seja bom, é bom sim.
    Menina! A Anne é uma doida varrida e todo sofrimento que ele passa, deu dó no coração.
    Foi muita agonia que o coitado passa, torturas, enfim, muita dor.
    O bom é que adorei o final...kkkk
    Adorei sua análise.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li e nem assisti ao flime, mas havia um bom tempo que tinha despertado um certo interesse e agora com a oportunidade de ler a resenha já pude conhecer um pouco mais a respeito,gostei da atris acho ela e todos os papeis que ela atua e nessa papel ela esta bem louca.
    Até mais!!

    ResponderExcluir
  3. Jéssica, Anne Wilkes é completamente maluca, ela assustou não só Paul, mas a mim, pois de alguém psicótico como ela não sabemos bem o que esperar. Cada vez que ela entrava no quarta de Paul, eu sentia um frio no estomago. Devorei Misery em uma única sentada e só o que posso dizer é que: King é o cara! kkk
    Adorei a resenha!
    Bjos!!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu ainda não li o livro, mas já vi o filme, e adorei, pois gosto mto do gênero, o enredo parece bom, seria uma excelente leitura pra conhecer mais detalhes...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Confesso que não li nada do autor ainda e não me sinto animada pra ler rs
    Fiquei curiosa pra saber desse mistério, do livro em questão. Parece ser uma leitura bacana, com uma história bem construída.
    Acredito que pra quem gosta do gênero, seja uma boa pedida adquirir essa obra.
    Quem sabe mais pra frente não acabe dando uma oportunidade para o autor!?
    Adorei sua opinião sobre o livro :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  6. Oi Jessica,
    Já ouvi falar muito desta obra de King, mas minha experiência com ele se resume a apena um livro que foi Carrie: A Estranha. Pretendo ler mais livro do autor e Misery é um deles. Paul vai parar em um situação tensa e muito complicada e por mais que as ações de sua salvadora/sequestradora Anne sejam insanas e criminosas qual leitor não sentiu essa frustração ou raiva quando o autor mata seu personagem favorito? Stephen King conseguiu unir elementos incríveis nesta trama onde a obsessão ultrapassou todos os limites aceitáveis de uma relação entre um fã e seu ídolo!!

    ResponderExcluir
  7. Stephen King tem a fama de transmitir medo em suas obras, e Misery mostra não ser diferente. O mais legal é que esse medo não é proveniente de criaturas ou entidades sobrenaturais, mas sim de uma mente desequilibrada.
    A história de Misery é muito interessante e impactante. Fiquei pensando o quanto o personagem sofreu nas garras dessa louca. O Stephen tem um talento incrível pra criar personagens perturbadas como essas.
    Quero ler o mais breve possível!
    Beijos, Jéssica!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jéssica!
    Antes de tudo, interessante a premissa do livro partir de detalhes que o autor baseou da própria vida como escritor mesmo, hehe. Mas que situação maluca - para não dizer aterrorizante mesmo - em que ele se encontra, só por matar uma personagem de um de seus livros. =S Nunca li nada do autor devido ao teor mais de suspense e terror da maioria de seus livros, e mesmo porque não me interesso realmente pelas premissas mesmo quando não há terror na história, então, bom saber que o livro é tão bom e consegue envolver o leitor, mas certamente não me chamou à atenção para lê-lo propriamente.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  9. Li alguns livros do autor e gostei muito, esse esta na minha lista de compras. Se as pessoas fizessem isso que a personagem fez na realidade coitado dos autores rsrs. A historia parece ser tensa, pois ficar aprisionado com uma louca da medo, o pior é que ele depende dela por causa dos remédios para a dor. O legal é que ele escreveu uma historia muito boa sobre a personagem do livro que foi morta. Fiquei curiosa querendo saber o que vai acontecer com o autor.

    ResponderExcluir
  10. Morro de medo dos livros do King, tanto que ainda não li nenhum rsrs
    A personagem ser meio louca nesse livro me interessou bastante, pois parece mais um suspense psicológico e não tanto um terror super assustador e cheio de monstros. Essa relação de gratidão, mesmo sendo prisioneiro é bem estranha e estou curiosa para ler

    ResponderExcluir
  11. Assim que li a sinopse já o desejei, a capa é maravilhosa, e a história aparenta ser o mesmo! E o incrivel é que é baseado em fatos que ele passou, estou louca para saber a mudança que ele fez, para saber o que aconteceu com ele depois de concluido o livro. Já esta nos meus desejados. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Há séculos que eu desejo esse livro. É uma das obras do King que eu mais quero, desde o seu lançamento.
    Gostei de saber que a protagonista é meio maluquinha, isso sempre me diverte nos livros. Não sabia que o protagonista era baseado em algumas coisas da propria vida do King. Achei interessante.

    ResponderExcluir
  13. Sou apaixonada pelo King desde a pré-adolescência, quando li Christine, na biblioteca da escola. Simplesmente endoidei. Depois li Carrie e fiquei mais apaixonada ainda. Infelizmente eram só os dois livros dele que existia na escola e tive que esperar pra ler outros. Li Misery em pdf há um tempo e como sempre, mais uma obra linda do mestre. Mas a vontade mesmo é ler físico, pq não tem nem comparação.. Esse livro pra mim é amplo em todos os sentidos, como a história de Paul se cruza com a de Annie e como essa mulher é pirada, meu deus! E quem já viu o filme também, sabe que coisa mais maravilhosa de tirar o folego..

    Bjinhos ♥ ♥

    ResponderExcluir
  14. OI Jéssica.
    Eu sempre quis conhecer a escrita do Stephen King, mas confesso que sempre tive um pouco de medo, costumo ter pesadelos quando leio livros desse gênero.
    Entretanto tenho que dizer que sempre sentir uma imensa curiosidade de conhecer a escrita o autor e Misery me parece ser um livro bem intrigante, a coisa toda da mulher ser meio maluca e manter ele refém me deixou bem cativada, preciso ler com certeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Parece ser um liro interessante, o enredo chama atenção e eu amei a capa, mas não sou muito fã do gênero....

    ResponderExcluir
  16. Eu geralmente me interesso pelos enredos desse mestre mas devo dizer que dessa vez eu não me interessei muito pelo enredo sabe, eu to com uma ressaca literária terrível que nada está me atraindo para ler. Eu não vou negar que o enredo é maravilhoso então vou guardar o livro para outra oportunidade ^^ Mas obrigada pela oportunidade de conhecer esse livro.

    ResponderExcluir
  17. Hahaha por mais conturbada que a história seja, fico meio assim de ler porque me conheço bem e sei que não vai prestar kkkk
    Nunca li nada do tio King, e até tenho um livro dele, mas estou protelando não sei porque.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  18. Já sou ansiosa por natureza, se começo a ler esse livro acho que leio até o final de uma só vez. Parece ser daqueles que não conseguimos nos separar.

    ResponderExcluir
  19. Esse foi o meu primeiro livro que li Stephen King, e simplesmente adorei a estória que ele desenvolveu!! Agora quero ler outros livros dele!!
    Bjoss

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©