31 de maio de 2017

Resenha: Um Menino em Um Milhão

Quinn Porter é um guitarrista de meia-idade que nunca conseguiu deslanchar na carreira. Enquanto aguardava sua grande chance na música, foi um marido e pai ausente, e jamais conseguiu estabelecer um vínculo afetivo com o filho, uma criança obcecada pelo Livro dos Recordes e algumas peculiares coleções. Quando o menino morre inesperadamente, alguém precisa substituí-lo em sua tarefa de escoteiro: as visitas semanais à astuta Ona Vitkus, uma centenária imigrante lituana. Quinn assume então o compromisso do filho durante os sete sábados seguintes e tenta ajudar Ona a obter o recorde de Motorista Habilitada Mais Velha. Através do convívio com a idosa, ele descobre aos poucos o filho que nunca conheceu, um menino generoso, sempre disposto a escutar e transformar a vida da sua inusitada amiga. Juntos, os dois encontrarão na amizade uma nova razão para viver. Um menino em um milhão é um livro sensível, poético e bem-humorado, formado por corações partidos e aparentemente sem cura, mas unidos por um elo de impressionante devoção pessoal.

Título Original: The One-in-a-Million Boy
Autor: Monica Wood
Páginas: 352
Tradução: Marcelo Mendes
Editora: Arqueiro
Livro recebido em parceria com a editora

Um Menino em Um Milhão, da Monica Wood, é uma história não linear — ou seja, mistura cenas entre passado e presente — onde várias coisas acontecem ao mesmo tempo. Aqui, conhecemos uma criança fascinada pelo Guinness Book e coleções que conhece Ona através de um trabalho voluntário. Certo dia, o menino (que é referido somente assim no livro) morre e Quinn Porter assume o trabalho do filho nas próximas semanas e tenta ajudá-la sempre que possível.


Essa história é incrível porque nos vai além do que está escrito. Chega um momento que a gente começa a se perguntar como, por exemplo, de onde uma mulher centenária tira tanto ânimo para fazer as coisas — enquanto a gente está aqui achando tudo um saco. É um livro sensível, amoroso e tocante, um amorzinho tão grande que merece ser notado!

14 comentários:

  1. Essa capa é muito fofa e tenho visto falar muito bem sobre ele, mas infelizmente não consegui me interessar, acho que por enquanto não irei ler mas talvez daqui um tempo eu mude de ideia. Adorei o video

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, parabéns!

    Grande abraço,
    Victor N Souza
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  3. Oiee!
    Anem gente, eu estou fascinada com esse livro faz um tempo já, toda vez que vejo uma resenha nova é um sofrimento diferente por ainda não ter conseguido ler, um dia chego lá! Achei a história muito estilo de livros que eu gosto de ler sabe? Fora que, se a escrita for boa mesmo como ouvi muita gente falar, tenho certeza que quando eu pegar não vou largar mais! Beeijos

    ResponderExcluir
  4. Parece ser uma historia fascinante e comovente, essa senhora deve ser uma personagem encantadora e com certeza tem muitas historias para contar pois viveu muitos anos. O menino deve ser um encanto também, pois parece que teve uma grande amizade com essa senhorinha e um exemplo a ser seguido. Deve ser uma historia que mexe com as emoções do leitor e o deixa refletindo sobre a vida e seus acontecimentos.

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Linda resenha! Estou louca para ler esse livro.
    A capa está muito bonita e o enredo parece ser bem reflexivo e com uma linda mensagem.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Esse livro parece ser muito legal. Fiquei animada pra ler.
    Mas ele morre! Gente! Ahh que dó :/
    Gostei desse menino, ele parece bem diferente dos garotos da idade dele por gostar de outras coisas e tal. Imagino como foi essa infância...
    E o pai ausente, a mãe que se importa muito... Acho que tem bastante coisa legal nesses personagens, muito pra ser explorado e o conjunto todo parece ter ficado especial. Parece uma leitura gostosa e gostaria de conferir.

    ResponderExcluir
  7. Eu já tinha visto esse livro, mas não sabia sobre o era a história, gostei muito da capa, e após ler sua resenha me interessei em ler este livro, parece ter alguns pontos tristes, mas a história parece ser muito bonita, estou bem ansiosa para ler Um menino em um milhão.

    ResponderExcluir
  8. Oi Jessica.
    Achei a premissa desse livro bem encantadora apesar de um pouco triste.
    O fato da leitura não ser exatamente linar ja me cativou mas estou com medo de ser confuso demais ao ponto de eu não entender, mas enfim estou muito ansiosa.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Oi Jéssica,
    Gosto de livros com este tipo de narrativa, onde o autor intercala entre passado e presente para situar o leitor sobre a trama. Claro, que se corre o risco do livro ficar confuso, mas o enredo se torna mais envolvente desta forma. É uma história bem diferente e o menino é um elo entre os protagonistas. Já li alguns livros que fala sobre o luto, mas cada um tem sua peculiaridade, afinal de contas perder alguém próximo gera uma dor única e particular em cada indivíduo. A premissa deste livro foi uma grande surpresa e fiquei com muita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Esse livro e realmente bastante comovente, a trama dele e incrível, maravilhosa e ao mesmo tempo fazer voce chorar litros ao ler ele. Fiquei bastante triste pelo menino ter morrido de não pode continua com uma vida incrível pela frente e fiquei com pena da idosa porque pelo que percebi pareia que os dois tinha uma amizade sincera.

    ResponderExcluir
  11. Jéssica!
    Tão bom o livro vem com um kit bonito e muuuuuuuuitos marcadores, adoro!
    Gosto quando intercala passado e presente, porque vamos tendo ma visão mais abrangente da história desde o início.
    Uma criança como essa é realmnte um em um milhão, porque as crianças já são egoístas por natureza e pensar no outro é algo fenomenal.
    Que triste a morte dele.
    E acompanhar as consequências da morte dele na família, deve ser bem doloroso.
    É um livro de teor bem dramático e gostaria muito de ler.
    Adorei sua análise.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  12. Olá! Adorei a resenha, não conhecia o livro e já me encantei pelo enredo, anotada a dica, qro ler!
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá Jessica ;)
    Nossa, o livro parece que é muito confuso. Não gosto muito de livros que fazem esse tanto de mistura.
    Já está na lista de leitura, mas ainda não me convenci a ler
    Bjos
    PS: também sou a louca dos marcadores kkk

    ResponderExcluir
  14. Nossa, senti o drama só de li a resenha. Li a resenha pensando num filme baseado no livro, seria uma boa né?! Adorei a resenha. O livro parace ser muito bom, quero ler!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©