29 de junho de 2017

Resenha: O Livro dos Espelhos

Quando o agente literário Peter Katz recebe por e-mail um manuscrito parcial intitulado O livro dos espelhos, ele fica intrigado. O autor, Richard Flynn, descreve seus dias em Princeton, e documenta sua relação com Joseph Wieder, um renomado psicólogo, pesquisador e professor. Convencido de que o manuscrito completo vai revelar quem assassinou Wieder em sua casa, em 1987 — um crime noticiado em todos os jornais mas que jamais foi solucionado —, Peter Katz vê aí sua chance de fechar um negócio de um milhão de dólares com uma grande editora. O único inconveniente: quando Peter vai atrás de Richard, ele o encontra à beira da morte num leito de hospital, inconsciente, e ninguém mais sabe onde está o restante do original. Determinado a ir até o fim neste projeto, Peter contrata um repórter investigativo para desenterrar o caso e reconstituir o crime. Mas o que ele desenterra é um jogo de espelhos, uma teia de verdades e mentiras, e uma trama mais complexa e elaborada que a do primeiro lugar na lista de mais vendidos dos livros de ficção.

Título Original: The Book of Mirrors
Autor: E. O. Chirovici
Páginas: 322
Tradução: Roberto Muggiati
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a Editora

O Livro dos Espelhos, escrito por E. O. Chirovici é uma trama de suspense policial que conta a história de Peter Katz, um agente literário que ao receber um estranho manuscrito de um romance (sim, é um livro dentro de um livro, fazendo uso da metalinguística) vê-se impelido a desvendar o mistério do assassinato de um renomado professor universitário: Joseph Wieder. Sua real intenção é concluir a obra que lhe foi entregue para que possa ser publicada.

O manuscrito, que pertencia a Richard Flynn, contava sua história durante seu período de faculdade em Princeton e seu envolvimento com Laura Baines e Joseph Wieder, o professor morto. Seu assassinato aconteceu 28 anos antes do recebimento do manuscrito e seu assassino jamais foi encontrado. É ao redor desse homicídio que gira a trama e todos os seus encontros e perspectivas.

A obra inteira pode ser dividida em muitas partes. Uma delas é o momento em que John Keller é chamado por Katz para fazer uma "pesquisa de campo": descobrir até onde era verdadeiro o que Flynn havia escrito e supostamente vivido. Entretanto, por acabar absorto em problemas demais, a missão acaba por ser passada para um ex policial que investigou o assassinato do professor Wieder na época. Roy Freeman então, passa a encabeçar a investigação novamente, após tantos anos e tantos segredos revelados.

Por conter muitos personagens, a trama traz uma gama de perspectivas muito alta, e por isso possuímos muitas histórias e controvérsias, sem nunca saber em quem de fato acreditar. A confusão acaba por ser a principal motriz da narrativa durante a história quase que completa.

No geral, a construção de personagens, a história, até mesmo a narrativa são muito boas. Entretanto, temos muitas quebras, com o ponto de vista de inúmeros personagens que, para mim, tornaram a obra confusa demais e com algumas pontas soltas. É um livro muito bom e pode ser do agrado do leitor que gosta de finais suspensos ou que causem certa confusão. 

Infelizmente, O Livro dos Espelhos não conseguiu me prender e cativar, fazendo com que fosse fechado e aberto inúmeras vezes sem muito ânimo e causando uma decepção e desconforto com o final. Ressalto aqui, esta é minha experiência pessoal com a obra, isso não a faz ruim, apenas uma escolha de escrita e narrativa a qual não conseguiu me manter preso. No mais, a obra possui ótimo enredo e personagens que parecem totalmente reais, mesmo quando em curtas aparições.

10 comentários:

  1. Poxa, que pena que ele não te prendeu! Ainda não li, porém estava tentando ler!
    Achei a sinopse muito interessante e eu gosto de mistério!
    Vou ler e vejo se gosto ou não!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro o gênero e a história é muito interessante! Eu posso só estar numa ressaca literária de livros policiais no momento.
      Quem sabe daqui uns meses eu o leio novamente e a minha opinião muda? :P

      Excluir
  2. Olá!
    Sabe, a sua resenha me fez ficar curiosa com o livro e com uma vontade enorme de ler o final! Adorei sua sinceridade em falar que não se cativou com o livro, é sempre importante ser verdadeiro em horas como essas, já que é nossa opinião que está em jogo!
    Beijos!
    https://teattimee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Edu ;)
    Acho essa capa linda, ela parece condizer muito com a trama do livro. Ele tem uma ótima premissa, e como adoro livros de suspense policial, acredito que gostarei muito!
    A única coisa que poderia prejudicar minha leitura é esse fato de ter inúmeros personagens, pra mim as vezes fica muito confuso isso e eu fico desmotivada de ler.
    Mas obrigada pela sua indicação!
    Abç

    ResponderExcluir
  4. Oi Edu, acho muito bonita a capa desse livro e a sinopse até interessante, mas não é o tipo de livro que leio com frequência e assim acho que alguns fatores que você citou iriam afetar e muito minha leitura tornando-a maçante, as várias perspectivas e o final suspenso não me agradam, então acho que por enquanto pelo menos vou deixar a dica passar. Contudo gostei da resenha e achei que você destacou pontos bem importantes e interessantes ;)

    ResponderExcluir
  5. Oi Edu!
    Esse livro tá mto bacana, o enredo me prendeu desde q li uma resenha há um tempinho, qro tentar ler em breve e conhecer mais o trabalho do autor.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Edu!
    Triste quando um livro parece ter grande potencial para ser desenvolvido, porém acaba se mostrando uma decepção.
    Deve ser a maior teia durante a trama com tantos pontos de vista de vários personagens que não interferem para o crescimento do enredo, mas deve ser um grande thriller também...
    Desejo um final de semana de luz e paz!
    “Será que você vai saber o quanto penso em você com o meu coração?” (Renato Russo)
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Eu estava com uma boa expectativa na leitura desse livro, pois achei a premissa muito interessante. E como adoro esse gênero, gostaria de ler. Mas agora fiquei com um pouco de receio, por tudo que você comentou, mas principalmente sobre o final ficar em suspenso, não gosto!
    Mas vou decidir se farei a leitura ou não.
    Ótima resenha. Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Eu não vou dizer que vou ler o livro mas obrigada pela sinceridade em relação ao que você achou do livro e não se preocupem por não ter gostado porque muitas vezes o clima quem que estamos influência muito na leitura, espero que sua próxima leitura seja bem proveitosa.

    ResponderExcluir
  9. Pena que deixa a desejar e gosto de finais concretos, mas mesmo assim despertou meu interesse em saber se descobre quem assassinou o professor gosto desse misterio em volta de mortes.

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©