14 de dezembro de 2017

Resenha: Vidas Muito Boas

“Como podemos aproveitar o fracasso?” “Como podemos usar nossa imaginação para melhorar a nós e os outros?”. J.K. Rowling responde essas e outras perguntas provocadoras em Vidas muito boas, versão em livro do famoso discurso de paraninfa da autora da série Harry Potter na Universidade de Harvard, que chega às livrarias brasileiras no dia 7 de outubro. Baseado em histórias de seus próprios anos como estudante universitária, a autora mundialmente famosa aborda algumas das mais importantes questões da vida com perspicácia, seriedade e força emocional. Um texto cheio de valor para os fãs da escritora e surpreendente para todos que buscam palavras inspiradoras.

Título Original: Very Good Lives
Autora: J. K. Rowling
Páginas: 80
Tradução: Ryta Vinagre
Editora: Rocco
Livro recebido em parceria com a editora

É inevitável me interessar pelas coisas escritas pela mulher que deu vida a um dos meus personagens preferidos — e que provavelmente introduziu várias pessoas no mundo literário. J. K. Rowling é, provavelmente, uma das maiores fontes de incentivo e inspiração que existem, principalmente àqueles que conhecem a sua história e reconhecem a mulher batalhadora que ela é.

Vidas Muito Boas é um livro com pouquíssimas páginas, e se trata de um discurso que a autora fez para uma turma de formando de Harvard em 2008 como paraninfa. Eu não consigo imaginar a emoção que essas pessoas sentiram ao escutar conselhos vindos de uma pessoa que não tinha absolutamente nada — como ela mesma disse, ela era "tão pobre quanto é possível ser na Inglaterra moderna, sem ser uma sem teto" — vencer na vida de forma tão maravilhosa. 

"[...] a felicidade pessoal está em saber que a vida não é uma checklist de aquisições ou realizações. Suas qualificações, seu currículo, não são sua vida..."

Dentre os temas abordados por  Rowling em seu discurso, posso destacar a importância da imaginação e o seu poder de nos fazer sentir empatia pelas pessoas, e a valorização do fracasso. Sim, a autora deixa claro que o fracasso, apesar de não ser nem um pouco divertido, é importante para conseguirmos dar a volta por cima ou, em suas próprias palavras, "[...] o fundo do poço tornou-se a base sólida sobre a qual eu reconstruí minha vida".

O livro em si é maravilhoso. A fonte usada foi ideal, as ilustrações deixam tudo muito mais bonito. Vidas Muito Boas é a personificação daquilo que chamamos de livro de cabeceira: inspira e encoraja as pessoas a correr riscos e lidarem com os próprios medos. Afinal, a vida é uma coisa relativamente simples, somos nós quem insistimos em complicá-la. 

18 comentários:

  1. Ana!
    Imagino mesmo a emoção desses formandos em ter a Rowling como palestrante e falando sobre sua ascensão...
    Assisti um filme sobre a vida dela e todas as necessidades que passou, foi emocionante e imagino que o livro seja instrutivo e estimulante.
    “ Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor.” (Hamilton Wright Mabi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, me parece interessante.
    Preciso confessar que não conheço a escrita da J.K. Rowling (não é um gênero que eu gosto), mas se um dia eu sentir vontade de conhecer, vou pensar nesse.
    Com certeza ela tem muita experiência de vida, e com isso tem muito a nos ensinar.
    Foi bom saber mais ou menos do que se trata.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Parece mesmo ser um livro inspirador. Acho que apesar do fracasso nos fazer dá a volta por cima, não devemos aceitá-lo, aceitar a situação em si....

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana!
    J.K. realmente me colocou nesse mundo literário e serei eternamente grata por ela ter criado um personagem inesquecível. Ela é uma inspiração!
    Ainda nao li o livro, mas quero muito.
    Beijos!

    Books & Impressions
    Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  5. Sem sombra de dúvidas, a autora merecia algo assim. Ter uma palestra colocada em letras, como incentivo não só a novos autores, mas também a pessoas que se permitiram viver toda a infância, adolescência e a fase adulta, no mundo da magia e se permitindo novamente a sonhar!
    Adorei a premissa do livro e quero muito também ser apresentada a estes "conselhos" de uma Diva!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. E tão bom quando no deparamos com leituras como esta, que nos inspira e nos motiva, a também construí uma via solida a partir do pior momento da sua vida. Pois e exatamente isto que esta autora vem trazer, a superação, com um discurso de motivação, que com certeza toca quem ouve e quem ler. Apesar de nunca ter lido nenhuma de suas obras, ainda sim conheço seu trabalho, e acho incrível.

    ResponderExcluir
  7. Olá, essa pequena obra da rainha J.K. Rowling deixa uma mensagem bastante positiva para os leitores, mostrando que é possível contornar as adversidades e alcançar um objetivo almejado. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Achei interessante o tom do livro, de como acaba sendo um incentivo pra gente, isso de mostrar que o fracasso é importante e coisas assim. É interessante. Mas confesso que não me chamou lá muita atenção pra ler. Não é lá meu tipo de leitura...

    ResponderExcluir
  9. Olá Ana! JK é realmente um exemplo de superação, e ler esse livro com os concelhos dessa mulher maravilhosa deve ser muito inspirador. Concordo que quando alcançamos um objetivo passando por dificuldades no percurso a sensação de realização e vitória é muito mais gratificante do que se conseguimos as coisas com pouco ou sem nenhum esforço. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Deve ser uma leitura bem gostosa e fiquei bem curiosa para saber o que diz esse discurso, que honra e privilegio para esses formandos, deve ser uma emoção muito grande e uma lembrança para o resto da vida ter uma pessoa como a JK de paraninfa.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Também adoro a J.K., mas não é o tipo de livro que eu me interesse. Os discursos dela são sempre ótimos e ela sempre fala sobre superação, aceitação, imaginação, adversidades, fracasso etc, mas prefiro que fique apenas como discurso mesmo. Não vejo muita necessidade de transformar isso em livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ana!!
    Realmente deve ter sido muito emocionante ter como paraninfa a J.K, fiquei bem curiosa para saber mais sobre esse discurso e sem dúvida essa mulher incrível tem conselhos maravilhosos para dar!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Oi Ana.
    Que interessante, eu estou lendo Harry Potter e confesso que estou adorando o primeiro livro, escrita da autora é bem fluida e ja me conquistou, eu ainda não li esse livro, porém fiquei curiosa para ler, gosto que a autora mostra que o fracasso pode nos tornar alguém mais forte e determinada, enfim, não vejo a hora de ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana...
    Esse livro parece ser realmente inspirador e muito reflexivo... Só pela primeira frase que você colocou na resenha “Como podemos aproveitar o fracasso?”, já começo a pensar o quanto esse livro deve ser maravilhoso... Se eu fosse responder a essa pergunta antes de ler o livro, minha resposta seria: Aprenda com ele e siga em frente. Quero ler esse livro com certeza!!!
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  15. Primeira resenha que leio dele e você SUPER me convenceu a ler! Primeiro que esse livro está maravilhoso por dentro (socorro!) e segundo que , por mais que eu ame HP, confesso que estava com um pouquinho de receio desse livro. Não sei porquê. O trabalho da empatia também me interessou fortemente. Bom, agora já vai para a wishlist

    ResponderExcluir
  16. Eu achei bem interessante o fato dela lançar um livro do discurso dela acho bem interessante a presença dele mas por enquanto não vou comprar até porque é lançamento e o preço também salgado apesar de poucas páginas

    ResponderExcluir
  17. Olá Ana ;)
    Não me interesso em ler o livro, mas sei sobre a história de vida da autora, e acho ela uma guerreira por ter vivido tudo que viveu, e ter sobrevivido para ser um sucesso lá na frente.
    Gosto de livros que inspiram, mas acho que esse não é meu tipo de leitura :/
    Bjos

    ResponderExcluir
  18. Ja tentei ler Harry Potter, mas sinceramente não consegui. Acho que esse livro eu conseguiria. Um livro com os conselhos dela valeria a pena.

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©