18 de janeiro de 2018

Resenha: Um Encontro de Sombras

Kell e Lila estão de volta nesta sequência de Um tom mais escuro de magia Quatro meses se passaram desde que a pedra sombria caíra nas mãos de Kell. Quatro meses desde que seu caminho cruzara com o de Delilah Bard. Quatro meses desde que Rhy fora ferido, que os gêmeos Dane foram derrotados e que a pedra fora enviada com o corpo moribundo de Holland, pelo portal, de volta para a Londres Preta. Em diversos aspectos, as coisas quase voltaram ao normal, apesar de Rhy ficar mais tempo sóbrio e de Kell estar sempre assolado pela própria culpa. Inquieto e tendo desistido dos contrabandos, Kell é frequentemente visitado por sonhos sobre acontecimentos mágicos de mau agouro, acordando apenas para pensar em Lila, que desapareceu no píer como sempre desejara fazer. Conforme a Londres Vermelha finaliza as preparações para os Jogos Elementais (uma competição de magia internacional e extravagante com o intuito de entreter e manter saudáveis os laços entre os países vizinhos), certo navio pirata se aproxima, trazendo velhos amigos de volta ao porto da capital. Mas, enquanto a Londres Vermelha está absorta em bajulações e nas emoções dos Jogos, outra Londres está gradualmente voltando à vida, e aqueles que se pensava estarem perdidos para sempre retornaram. Afinal, uma sombra que se esvai no meio da noite reaparece pela manhã, e tudo indica que a Londres Preta se ergueu novamente. Sendo assim, para manter o equilíbrio da magia, outra Londres deve perecer.

Título Original: A Gathering of Shadows
Autora: V. E. Schwab
Páginas: 560
Tradução: Ana Carolina Delmas
Editora: Record
Livro recebido em parceria com a editora

Um Encontro de Sombras é a sequência de Um Tom Mais Escuro de Magia, de uma das autoras de fantasia mais conhecidas da atualidade: V. E. Schwab. No universo criado pela autora, existem quatro universos paralelos onde a magia existe em diferentes níveis e, em cada um deles, há uma Londres. Esta resenha pode conter spoilers do primeiro livro.

Quatro meses após os acontecimentos finais do primeiro volume, Kell tenta seguir sua vida, sem contrabandos e convivendo com a culpa constante pelo que aconteceu a Rhy. Lila, por sua vez, conseguiu o que sempre quis, ela é uma importante tripulante de um navio pirata e exalta o título de a melhor ladra do navio.

Mais uma vez, Schwab manteve o foco maior no romance. Mesmo que Kell e Lila estejam distantes, ambos pensam um no outro com frequência. Assim como aconteceu no primeiro livro, tive a impressão de que a autora desperdiçou uma ótima ideia. A premissa dessa história é excelente, mas a autora se perde no desenvolvimento, dando excessiva importância para aspectos que são irrelevantes para o plot principal.

São páginas e mais páginas de conflitos internos por parte de Kell e isso foi muito cansativo. Kell sempre foi um personagem meio chatinho mesmo, mas, nesse segundo volume, ele se superou. Por outro lado, eu gostei mais de Lila nesse segundo volume. No primeiro, o desejo dela em provar que era capaz, acabava por torná-la teimosa, inconveniente e irritante. Agora, ela já sabe o lugar dela e não precisa mais ficar se provando para ninguém. Porém, justamente por saber o seu valor, Lila acaba sendo muito prepotente em alguns momentos.

A Londres Preta continua sendo uma menção frequente no livro, prometendo muito, mas entregando pouco. A autora inseriu um evento nesse livro aparentemente apenas para ganhar tempo até o terceiro volume. Outrora, tirando o foco do romance e dos conflitos pessoais de Kell, eu gostei de retornar a esse universo e gostei de ver um pouco mais da Londres Preta. A Londres Branca também recebeu uma repaginada e me intrigou bastante.

Também gostei de ver Lila sem Kell, de ver a capacidade e a independência dela. Vê-la agir por conta própria, assim como vimos no início do primeiro livro, foi bem mais interessante do que vê-la ao lado de Kell. Mesmo assim, a autora fez de tudo para nos entregar uma personagem super incrível e invencível e especial, o que, obviamente, soou bem forçado. Portanto, de um lado temos Lila sendo incrível e, do outro, temos Kell se vitimizando.

Para nos salvar, eis que surge outro personagem (que não posso revelar), trazendo originalidade e que me fez ficar bem mais interessada pelo livro. Porém, não foi o suficiente para salvar essa trama. Eu passei a maior parte de tempo entendiada e pensando: "Ok, eu já sei disso, desenvolve logo essa história".

Um Encontro de Sombras tem muitos dos clichês mais comuns em livros de fantasias e está longe de ser um dos meus livros preferidos. Não consigo deixar de pensar que tudo não passa de uma estratégia para ganhar dinheiro, já que, apesar dessa história possuir uma premissa original e instigante, ela não precisava de tantas paginas para se desenvolver. A sinopse é intrigante e passamos boa parte do livro esperando que aconteça o que ela prometeu, e infelizmente não é o que acontece.

20 comentários:

  1. Já tinha lido uma resenha do primeiro livro, e fiquei muito curiosa para conhecer as 4 Londres.
    Estou começando a ler mais fantasia, e amo quando tem um romance no meio.
    Mas confesso que a história não me chama atenção, e ainda mais com essa narrativa cansativa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ooi, já li comentários positivos sobre o primeiro livro, achei muito interessante o mundo que a autora criou, 4 Londres e a magia.
    Gosto muito de livros de fantasia, e esse chamou bastante minha atenção.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Me recordo bem da resenha do primeiro livro e do quanto desejei ler ele, tá, isso ainda não mudou.rs Quero muito ter a oportunidade de conferir a história. Mas é ruim saber que a autora meio que se perdeu no desenrolar do enredo.
    Talvez pelo sucesso do primeiro, ela tenha se perdido demais,na tentativa de prender o leitor, prendeu também a história.
    Mas...quem sabe não leia em um futuro.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nada dela e faz um tempo que vejo a autora sendo tão bem falada, tanta coisa legal dos livros e a curiosidade tá grande, mas ler mesmo tá difícil xD
    Achei bem legal a ideia dessas histórias mas vi mesmo que ela pensa demais na coisa do romance aí. Fiquei pensando se não podia ver por outro lado já que tem tanto nesse mundo pra explorar. Mas gosto de romance e talvez gostava bastante de ver todos esses conflitos dela e tal. Sei lá. Aí vai depender da hora da leitura. Mas no geral gostei e tenho curiosidade pra ver tudo isso que ela fez com as tais Londres e esse mundo todo. Parece bem criativo e legal.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ana.

    Bom, com certeza essa separação do casal serviu para mostrar a capacidade da Lila em se sobressair sozinha em diversas situações, sem precisar recorrer a ajuda do Kell.

    E com certeza foi isso que a autora quis destacar e diferenciar no livro!

    ResponderExcluir
  6. Parece bem interessante, mas não me cativou completamente. Gosto de livros de fantasia, mas não são todos que me fazem ter vontade de ler. As capas dos livros são maravilhosas, parabéns a editora Record.

    garotaeraumavez.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, como eu amo livros sobre magia estava com altas expectativas para iniciar essa série, ainda mais pelo seu cenário multi londrino, mas é uma pena que a autora não consiga sustentar o universo criado, o que deixa o leitor desapontado com o potencial que a história podia atingir. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá Priscilla! É uma pena mesmo, eu gostei da premissa do primeiro livro, mas a autora realmente deixou a desejar nesse segundo volume, apesar de os segundos volumes de trilogias serem mais para encher linguiça mesmo. É muito maçante essa personalidade dos personagens, não gosto de lamentação e mimimi, a única coisa que salve é o personagem mistirioso que eu fiquei bem curiosa para conhecer. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Tenho muita vontade de ler o primeiro, agora esse deu uma desanimada com esse personagem chatinho, não tenho paciência com personagens assim e sem falar que a trama parece que da uma esfriada que pena, parecia que seguiria o ritmo do primeiro, mas pelo menos a protagonista parece que arrasa.

    ResponderExcluir
  10. É a primeira vez que ouço falar do livro, então n sei mt bem do que se trata, porém amo fantasias e o livro por um lado me interessou, mas me desanimou saber que um dos personagens se superam na chatisse, livros assim realmente nos deixam entendiada e ainda mais quando tem muitas folhas mas só falando aquilo que já sabemos e não desenvolvendo a história, o livro me parece ser bem original e tinha tudo pra ser um dos melhores livros, é uma pena que a autora tenha desfocado do plot principal , mas que bom que lila deu uma melhorada neste segundo livro e é ótimo ver uma protagonista sabendo se virar sozinha, sem que precise de nenhum macho pra salvar. Quem sabe algum dia eu leiA!

    ResponderExcluir
  11. Oi Priscilla,
    Sempre que começo a ler a sinopse de algum livro da V. E. Schwab fico impressionada em como suas histórias são originais e diferentes de tudo o que vejo por aí. Essa série tem divido opiniões entre os leitores o que só me deixa mais curiosa. Algo bom de separar os personagens em uma sequência é poder vê-los sendo desenvolvidos de uma melhor forma, trazendo mais identidade para os mesmos. Ao fazer com que Lila e Kell ficassem distantes proporcionou isso para a história (pelo menos para a Lila) e, também, deu a oportunidade da autora explorar mais do universo criado (apesar de achar que ela vem pecando exatamente, neste ponto em relação a esta série). Eu mantenho minhas expectativas altas em relação a autora e seus livros e espero não sofrer grandes decepções quando lê-los.

    ResponderExcluir
  12. Gosto muito de livros de fantasia. Pelo visto a história deste livro acaba por ser cansativa em alguns momentos, uma pena que não acontece o que a autora prometeu, mesmo que este livro não seja muito bom, pretendo ler esta série.

    ResponderExcluir
  13. Priscila!
    As editoras usam mesmo dessas estratégias de venda quando o livro ou série faz sucesso!
    Essa é a primeira resenha que leio dessa continuação e bem como falou, como não li o anterior, fiquei um tanto confusa, mas deu para entender que toda a ambientação em Londres ou as várias Londres, é um ponto importante do livro e que o casal protagonista, agora separado, tenta tocar sua vida para frente como pode...
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Bem aventurados os que mudam suas atitudes sem esperar um ano novo.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  14. Oi Priscilla, eu não conheço essa escritora e olha que eu amo livros de fantasia, fiquei curiosa em relação a historia de como seria esses universos e como a magia em cada um é diferente. Eu amo livro de fantasias que contenham romance acho que deixa a historia mais emocionante pro leitor e pela sua resenha já estou amando Kell e Lila, que bom que bom que a personagem Lila amadureceu um pouco é tão chato quando passa de um livro pro outro e mesmo assim os personagens não amadurecem um pouco. Que pena que você achou que não aconteceu as coisas no livro de acordo com a sinopse, mas mesmo assim vou da uma chance para o livro obrigada pela dica bjs.

    ResponderExcluir
  15. Oi Priscilla. Que pena que o livro te desapontou em alguns aspectos, como os clichês. Esse é um ponto meio complicado na literatura porque quase tudo hoje em dia é "clichê", porque já foi utilizado antes. Acho que é o caso de uma leitura pessoal para avaliar se esse clichê torna a história mais pobre ou não. É uma pena que a autora também tenha enrolado tanto, isso realmente é lamentável. Mas ainda estou curiosa para ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi Priscilla!
    Confesso que o ponto mais interessante para mim do livro é a magia, e talvez conhecer um pouco de Londres, já que gosto do lugar, e a idéia de criar mundos paralelos é bem interessante, pena saber que o enredo com tanta coisa original foi preenchido com coisas banais. Lendo a resenha só consigo pensar que o lado bom é a personagem Lila evoluir sem ajuda de Kell, irei ler o primeiro para ver se gosto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Fiquei de ler esse livro depois que eu vi numa caixa do turista literário o clube de assinatura literário mensal mas eu acabei ficando confusa com a história o livro era bom mas meu juízo não consegui acompanhar ele e acabei deixando de lado acho que preciso retornar a leitura

    ResponderExcluir
  18. Oi!!
    Estou muito ansiosa para ler essa série só vou esperara um Money pra comprar os dois primeiros, cada resenha que eu leio me atiça mais. Magia,Londres, realidades paralelas, personagens fortes é tudo que eu amo num livro.
    Obrigada pela resenha!! :D

    ResponderExcluir
  19. Oi, Priscilla!!
    Gostei da ideia da autora trazer 4 Londres para a história, mas sempre é difícil manter um enredo perfeito quando temos uma série, e é uma pena que esse segundo livro não foi tão bom assim, mas espero que o próximo seja melhor.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  20. Odeio quando queremos muito ler um livro pois o primeiro era bom e ele acaba sendo uma decepção. Não li o primeiro mas sempre li resenhar positivas, já desse é a primeira que eu leio mas já fiquei bem decepcionada, pois gosto de ler uma série toda de uma vez.

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©