10 de junho de 2018

Resenha: Amor em Manhattan

Foto: Galáxia de Ideias
Um romance brilhante sobre três amigas que decidem abraçar a vida – e o amor – em Nova York. Calma, competente e organizada, Paige Walker adora um desafio. Depois de passar a infância em hospitais, ela quer mais do que tudo provar seu valor – e que lugar pode ser melhor para começar sua grande aventura do que Nova York? Mas quando ela perde seu emprego dos sonhos, Paige vai descobrir que o maior desafio será ser sua própria chefe! Só que abrir sua própria empresa de organização de eventos e concierge não é nada comparado a esconder sua paixonite por Jake Romano, o melhor amigo do seu irmão e o solteiro mais cobiçado de Manhattan. Mas quando Jake faz uma excelente proposta para a empresa de Paige, a química entre eles acaba se tornando incontrolável. Será que é possível convencer o homem que não confia em ninguém a apostar em um feliz para sempre? O primeiro livro da série para 'Nova York, com amor' traz um enredo empolgante e divertido, com personagens superando situações inusitadas em busca do seu final feliz.

Título Original: The Sleepless in Manhattan
Autor: Sarah Morgan
Páginas: 384
Tradução: William Zeytoulian
Editora: Harlequin
Livro recebido em parceria com a editora

Amor em Manhattan foi publicado no Brasil pela Editora Harlequin e possui 384 páginas, divididas em 21 capítulos com pontos de vistas alternados entre os protagonistas: Paige Walker e Jake Romano. Paige e Jake são o casal principal deste romance imprevisível, cheio de tapas, beijos e algumas pequenas mágoas entre família. 

Paige Walker adora seu trabalho como organizadora de eventos na empresa em que trabalha e está super ansiosa, pois tudo indica que será promovida depois de tantos trabalho. Mas como a vida sempre nos surpreende, ao invés de receber uma promoção, ela foi demitida junto com suas duas amigas que também dependiam desse trabalho para viver e apoiar suas famílias.

Jake Romano, melhor amigo do irmão de Paige, se tornou um empresário bem sucedido no seu ramo de trabalho, vive com mulheres ao seu redor mas sempre existirá uma no seu coração, Paige Walker,. Porém, ele prometeu ao seu amigo que nunca tocaria em sua irmã mais nova, mas com todas as situações ruins que acontecem com ela, Jake não consegue ficar longe o suficiente para cumprir a promessa feita anos atrás.

Sabendo que seu futuro está em jogo e não querendo atrapalhar sua mãe e pai, Paige resolve abrir uma empresa de eventos junto com suas duas amigas. Tudo no início se torna apenas dor de cabeça para as três mulheres, mas Jake não consegue ver essas mulheres tristes resolve ajudar pedindo para elas ficarem responsáveis pela organização de uma festa da sua empresa. A partir daí a empresa  de eventos das meninas alavanca no mercado e se torna um sucesso.

Passei meses tentando realizar a leitura deste livro, mas o início não me prendia e acabei passando leituras e mais leituras na sua frente. Como disse anteriormente, a vida sabe fazer belíssimas surpresas: quando finalmente decidi continuar a leitura — provavelmente só estava de ressaca literária —, conclui o livro em apenas um dia. O romance entre os protagonistas e as três amigas lutando pela sua empresa foi algo emocionante de se ver.

O história vai desde a criação do nome até eventos atrapalhados que acontecem no decorrer da premissa. A empresa delas alavanca no mercado por causa de todo o esforço que elas fazem para não fazer apenas uma festa, mas trazer o bem estar para todos os convidados, seja na comida, no espaço ou até em momentos de emergência. Paige faz questão de levar esse serviço para todos os lugares e acaba sendo bem utilizado.

Agora, o romance entre os protagonistas não fica em segundo plano. Os dois ficam próximos após Jake jogar a ideia para Paige criar sua própria empresa. A partir desse momento, eles se encontram repetidas vezes, já que o rapaz cede um espaço na empresa para ela e suas amigas se instalarem enquanto não encontram um lugarzinho. Como são adultosm eles sabem que terão consequência sobre seus atos no futuro, mas a atração sempre fala mais forte e acabam se rendendo a tudo isso que os envolve. 

No decorrer do livro, entendemos porque Matt, irmão de Paige, se tornou tão protetor com sua irmã na vida pessoal e profissional, mas acredito que ele exagera na maioria das vezes. Percebi que terá um possível romance dele com uma das amigas de Paige, espero que eu esteja certa, pois fiquei bastante ansiosa com essa possibilidade, já estou ansiosa para vê-los nos próximos volumes.

Amor em Manhattan é um romance fofo, com muitos clichês, mas que mostra como ter a família e os amigos por perto sempre aumenta nossa auto-estima e nosso bom humor, mesmo com todos os problemas que podem aparecer na nossa frente.

14 comentários:

  1. Legal!
    Eu gosto de leituras mais profundas e que toquem o coração, mas às faz bem ler algo mais leve e fofo.
    Esse livro não me chamou atenção quando foi lançando e acho que é a 1° vez que leio sobre.
    Parece uma leitura divertida e que nos ensina também.
    Fiquei curiosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não acabei dando muita atenção pra esse livro, mas acho que iria gostar de ler. Que louco isso do tempo que levou. Quando a gente não tá pra ler um livro não dá mesmo. Mas que bom que depois deu certo.
    Achei a trama dele legal com isso da empresa e de como elas vão lutando por ela, o romance que também não fica perdido na historia...parece bom. Gostei. Deve ter ins clichês legais e um jeitinho gostoso de história simples mas que passa uma sensação boa de ler.

    ResponderExcluir
  3. Um livro bem amorzinho, já quero ler :D

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lari.

    O livro parece ter elementos bem leves, passíveis de se gostar rapidamente.

    O romance em si, podemos ver que, não é convencional, por ele já ter uma base, por já ter algo construído, por já se conhecerem. E, para o leitor acompanhar o desenvolvimento de tudo, é com certeza muito bom. ^^

    A amizade das minhas amigas é sem dúvidas, forte e sincera. Se destaca!

    ResponderExcluir
  5. Ahhhh! Bem no estilo que curto ler! Romance situações engraçadas e Nova York!
    Mal posso esperar para ler e passar bons momentos com Paige e Jake!
    Amoooo um bom chick lit.
    As amigas de Paige também terão seus livros?

    ResponderExcluir
  6. Adoro livros assim, leves e com um enredo que nos permite parar, respirar e sonhar!
    Acho que de vez em sempre faz bem pegar uma leitura assim e simplesmente esquecer do mundo lá fora e este livro parece que faz bem esta parte.
    A capa é maravilhosa e se há amizade, risadas e romance? Melhor ainda!!!
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Lary!
    Amo chick lits, são sempre livros bem descontraídos, que nos fazem rir e acompanhar um romance bem atrapalhadinho.
    Bom saber que a escrita da autora é fluente e de fácil leitura.
    Uma semana cheia de luz e paz!
    “Sou uma pessoa insegura, indecisa, sem rumo na vida, sem leme para me guiar: na verdade não sei o que fazer comigo.” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JUNHO - 5 GANHADORES
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  8. Oi Lari,
    Já vou começar elogiando a capa deste livro, pois este degradê em tons azuis a deixaram muito fofa. Se eu fosse me guiar só pela sinopse, talvez não fosse me interessar pela leitura do livro, mas após sua resenha fiquei com aquela leve curiosidade em conhecer a história dessa protagonista que em meio a um momento ruim vai dar a volta por cima e superar as expectativas. Paige parece ser uma personagem com bastante amor (tanto da família quanto dos amigos), mas deve ser difícil conseguir a liberdade para realizar as coisas que deseja quando se tem um irmão tão protetor como o seu. Achei a atitude do Jack em ajudá-la a criar a própria empresa tão linda e uma linda demonstração de carinho. O que vejo nessa história, são diferentes formas de se demonstrar um amor e tanto os laços familiares e de amizade tem papéis muito importantes na vida dos personagens.

    ResponderExcluir
  9. Parece ser uma leitura agradável e divertida também, a história mostra a importância de se ter pessoas queridas perto, é muito bonita a dedicação das amigas com a empresa delas. O personagem parece ser um fofo e tão bonzinho.

    ResponderExcluir
  10. Oi Lari,
    Não conhecia esse livro, mas já corri pra adicionar na minha lista. Amo livros de romance e ainda mais com clichês KKKK

    ResponderExcluir
  11. Adoro romances e principalmente como mostram relações que transmitem uma alegria a mais para nossa vida. Amizades e familia. Provavelmente um livro o qual eu leria rapido tbm, e com certeza iria adorar.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Lari!!
    Adoro romances fofos e com muitos clichês, achei a história bem divertida e interessante e fiquei bem curiosa com esse romance.
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Para falar a verdade eu vi esse liro e a sinopse e não dei muita coisa por ele, mas antes eu não tinha lido nenhuma resenha e essa me deixou bem animada! Como assim você leu em 1 único dia?! Eu já quero conhecer esse romance ai!

    ResponderExcluir
  14. Eu fiquei lendo a resenha e imaginando o filme se passando pela minha cabeça. Eu gosto muito de romances clichês e fofo, meio sessão da tarde, sabe? Fiquei muito animada para ler esse livro. Ps: eu amei de paixão a capa!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©