3 de julho de 2018

Resenha: A Incendiária

Uma criança com o poder mais extraordinário e incontrolável de todos os tempos. Um poder capaz de destruir o mundo. Após anos esgotado no Brasil, A Incendiária volta às livrarias como parte da Biblioteca Stephen King, coleção de clássicos do mestre do terror em edição especial com capa dura e conteúdo extra. No livro, Andy e Vicky eram apenas universitários precisando de uma grana extra quando se voluntariaram para um experimento científico comandado por uma organização governamental clandestina conhecida como “a Oficina”. As consequências foram o surgimento de estranhos poderes psíquicos — que tomaram efeitos ainda mais perigosos quando os dois se apaixonaram e tiveram uma filha. Desde pequena, Charlie demonstra ter herdado um poder absoluto e incontrolável. Pirocinética, a garota é capaz de criar fogo com a mente. Agora o governo está à caça da garotinha, tentando capturá-la e utilizar seu poder como arma militar. Impotentes e cada vez mais acuados, pai e filha percorrem o país em uma fuga desesperada, e percebem que o poder de Charlie pode ser sua única chance de escapar.

Título Original: Firestarter
Autor: Stephen King
Páginas: 448
Tradução: Regiane Winarski
Editora: Suma 
Livro recebido em parceria com a editora

A Incendiária é um dos primeiros livros de Stephen King, e nele já é possível perceber alguns dos temas que viriam a permear os seus livros futuramente, provando que não escreve somente terror. Andy, um professor universitário, e sua filha Charlie de oito anos, estão em fuga por Nova Iorque. A Oficina (uma organização secreta) está atrás deles, por Charlie ter um valor inestimável para o governo dos Estados Unidos: ela herdou dos pais o poder de fazer fogo apenas com a sua mente.

Essa herança foi proveniente de experimentos que Andy e sua esposa Vicky — já falecida — fizeram parte no passado. O casal ganhou esses poderes psíquicos que ficaram ainda mais evidentes e fortes na filha, sem razão aparente. E conforme os protagonistas e suas histórias vão sendo apresentados, a gente se sente na obrigação de continuar a leitura, para saber onde o autor vai nos levar.

Mas nem tudo são flores... Percebam que esse não é um dos livros mais comentados ou amados do King, e existe uma razão para isso acontecer: a narrativa é muito boa e segue uma linearidade que depois de um certo ponto parece não existir mais. Então o leitor já sabe o que está por vir, mesmo aqueles que não são tão familiarizados com as obras do autor.

Outro ponto "negativo" da obra é a descrição demasiada presente. Normalmente King usa isso ao seu favor, criando ambientes tão perfeitos e detalhados que podemos sentir como se estivéssemos inseridos lá, mas infelizmente em A Incendiária isso é uma questão complicada — e bastante cansativa. No entanto, algo que pode atrapalhar para uns, pode ser o que faltava para outros começarem a amar King.

Mesmo assim eu ainda indico a leitura, principalmente para os que tem medo dos clássicos do autor hehe! ;) A verdade é que talvez você se acostume com a escrita dele e também resolva dar uma chance às demais obras que já resenhamos por aqui. Ah sim! E a edição é linda, as páginas iniciais dos capítulos tem ilustrações como se estivessem pegado fogo, e a qualidade é incrível como os outros livros da Biblioteca Stephen King!

21 comentários:

  1. Eu faço parte dessas pessoas que nunca leram King por medo mas que mesmo assim no fundo bem lá no fundo tem vontade de ler.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jéssica.

    Por o autor introduzir na trama experimentos e poderes psíquicos, o livro é intrigante. Embora, tais poderes acabam sendo um verdadeiro perigo, "bom" de se acompanhar.

    Esse é um dos únicos livros do Stephen King que eu desejo ler. Gostei do enredo criado, por ser muito eletrizante e menos assustador, ao que parece! ^^

    ResponderExcluir
  3. Eu acredito que por ser um dos primeiros livros do Mestre, ele ainda estivesse aprimorando sua escrita aí. Realmente não é um dos livros mais comentados do autor, mas nem por isso, não mereça destaque, ainda mais nessa roupagem capa dura bem recente.
    Eu li a obra já tem muito tempo, mas ando querendo reler e claro, ter esses novos com capinha dura.
    Não há terror psicológico neste livro, e é sim, uma boa pedida a quem ainda não se jogou nas obras do Mestre King!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jéssica.

    Essa edição da Suma tá a coisa mais linda, a coleção inteira, mas esse livro em especial por causa desses detalhes de queimado. Eu já ouvi falar muito bem desse livro mas também já vi opiniões não muito positivas, os destaques negativos geralmente são esses mesmos que você falou, apesar disso to doida pra ler, só li um do King por enquanto e já curti o estilo da escrita dele.

    ResponderExcluir
  5. Não li muita coisa dele, então talvez esse funcionasse bem pra mim. Gostei dessa ideia da coisa de fogo com a mente, experimentos e tal...já passa umas ideias loucas do que pode acontecer. E também não sou muito lá de terror, então até gostei mais da ideia desse por isso. Parece mais tranquilo e bom pra ver como foram os primeiros livros dele e tal. Leria.

    ResponderExcluir
  6. Eu não tenho vontade de ler os livros do King, tenho a sensação que não seria uma leitura confortável para mim.
    O cara é muito elogiado e é até estranho saver que esse livro tem pontos negativos; mas faz parte né, não dá pra acertar sempre.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Jéssica,
    O melhor dessa Biblioteca Stephen King é poder ver livros antigos do autor sendo publicados novamente (em edições dignas de colecionador) e poder finalmente conhecer essa histórias. Confesso que A Incendiária é dos livros do autor que não conhecia, mas como sempre fiquei bem intrigada com o enredo. A parte sobre os poderes é bem surreal e voltada mais para o lado fantástico do King e me lembra um pouco de Carrie: A estranha. Sobre a narrativa, até para quem é fã vai ter alguns momentos onde a trama não ser tão envolvente, mas isso não diminui o talento que o autor tem para a escrita.

    ResponderExcluir
  8. Olá, Jéssica
    Tenho muita vontade de ler livros do King, mas ainda não li. Pelo medo do que vou encontrar e os preços dos livros também.
    Mas a Editora Suma tem feito um espetáculo com cada livro publicado o mestre King com capa dura, páginas amareladas, boa diagramação, ilustrações, uma capa mais linda que a outra, vale o preço sim, mas é melhor esperar as promoções.
    Sobre o livro A Incendiária é um dos que quero mais ler e descobrir tudo sobre a pequena Charlie e seu poder pirocinético.
    Outro livro que quero muito ler do King é a trilogia Mr. Mercedes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi mana, só li um livro dele na minha vida toda que foi o livro O iluminado e por mais que tenha gostado do livro não tenho a minima vontade de ler outros livros dele. Embora não se possa negar que as edições desses livros são belíssimas e agradam aos olhos dos leitores, mas eu to dispensando essa leitura sou mais fã de um romance. Obrigada pela resenha miga.

    ResponderExcluir
  10. Jéssica!
    Nem King é perfeito, concorda?
    O mais importante é que traz um enredo meio ficção, meio sobrenatural e pelo visto, bem envolvente.
    Boa semaninha e mês de julho!
    “Palavras gentis não custam muito, e ainda assim conquistam muito. (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  11. Oi Jéssica,
    Para quem está mais acostumado com os livros atuais do autor, da para perceber a diferença na narrativa, acredito que essa história não chega propriamente a ser um terror.
    Até me espanta ver alguém dizendo que as descrições do King deixaram o livro cansativo, sou tão apaixonada pelo que o autor descreve que me surpreende, rs.
    A incendiária é um dos meus livros desejados, percebi que ele vem dividindo opiniões, já vi comentários tanto positivos, quanto negativos, é ler para concluir!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oie Jessica.
    Eu também faço parte do time dos que têm receio em ler as histórias do grande King. Talvez seja porque eu sempre imaginei que todas seriam histórias macabras rsrs
    Eu sempre ouvi falar desse livro, mas eu nunca tinha parado pra saber do que realmente se tratava a história. Até agora. Achei muito interessante. Gosto bastante de ambientes bem elaborados pelos escritores, que nos fazem mergulhar na história.
    E mesmo que nesse, Stephen King senha feito de forma demasiada, só de ter lido a resenha, eu já me vi ali no meio de toda a história. E como se trata de experiências científicas e poderes psíquicos, eu já quero ler.
    Espero que A incendiária Seja minha primeira leitura do autor, para que eu possa ir me adaptando com sua escrita e suas histórias.

    Gostei muito da resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Olá Jéssica!
    Ainda não li livros do King apenas vi filmes, pelo que acompanho a escrita dele é demais e conquistou mtos leitores, espero mto ter oportunidades de conhecer.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Eu sou fãnzona do King, então fica difícil dizer algo negativo sobre ele haha
    Esse eu ainda não li, mas está na minha lista! Amo toda a forma como ele consegue desenvolver a trama sem perder foco do leitor.
    A maioria das resenhas que tenho visto apontam sempre o mesmo ponto negativo: excesso de detalhes que acaba cansando a leitura. Mas mesmo assim quero dar uma chance.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  15. Acredito que é o primeiro livro que tem uma crítica do Stephen King. Vejo muitos comentários positivos sobre suas obras e isso me faz querer ler, mas ainda não tive oportunidade.

    ResponderExcluir
  16. Gosto do King, adoro a escrita e criatividade dele. O fato de o livro ser bastante descritivo para mim não é um problema. Minha leitura atual dele é Sob a Redoma, e pra você ter um noção estou na metade do livro e ele descrevendo cada detalhe da história que só em 500 paginas se passaram 72 horas da Redoma. rsrs Apesar disso é uma leitura que flui, não é arrastada, o tempo passa que você nem vê. A incendiária está nos meus de que ''quero ler''. Pode não ser o melhor do King, por ser um dos primeiros, mas com certeza não é uma leitura decepcionante.

    ResponderExcluir
  17. Já li alguns livros do autor e gostei. Esse parecia ser muito bom com esse poder da filha do personagens, gosto de historias que envolvam esse tipo de poder, mas é uma pena que em alguns pontos deixa a desejar, principalmente na descrição que acaba ficando cansativa, embora alguns livros do King é assim.

    ResponderExcluir
  18. Eu nunca li um livro do renomado King, muitos me dizem que ele tem uma narrativa muito detalhista, o que torna a leitura um pouco cansativa. Pude ler sua resenha e confirmar os boatos, como este aspecto não foi tão favorável nesta obra, creio que iniciar com outros livros do autor pode me introduzir em seu mundo de uma maneira melhor.

    ResponderExcluir
  19. Até hoje ainda não realizei a leitura de nenhum livro do Stephen King. Apesar de ter curiosidade por alguns livros do autor. Admito que não estava muito de olho em A Incendiária, não tinha lido sinopse ainda e agora que fiquei sabendo do que se trata achei bem interessante. Não gosto muito de descrições detalhadas demais. Acho que acaba ficando cansativo dependendo da narrativa. Foi até bom saber disso, assim tento começar por outro livro dele. E realmente, a capa está linda. Gostei bastante.

    ResponderExcluir
  20. Oi Jéssica,
    confesso que a premissa não me chamou tanto a atenção, mas acho que o lerei, porque esse é mais light se comparado com os de terror pesado do King (que eu morro de medo de ler! kkkkkk).
    Como quero ler mais dele esse ano, acho que darei uma chance para A Incendiária.
    bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi, Jéssica!!
    Gosto bastante da escrita do King e acho essa coleção linda demais!! Adorei a história e já quero conhecer essa obra mas um pouco!!
    Bjos

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©