29 de julho de 2018

Resenha: A Mulher Entre Nós

Um livro de suspense que explora as complexidades do casamento e as verdades perigosas que ignoramos em nome do amor. Aos 37 anos, a recém divorciada Vanessa está no fundo do poço. Deprimida, morando no apartamento de sua tia, ela não tem filhos, dinheiro ou amigos verdadeiros. Ao descobrir que Richard, seu rico e carismático ex-marido, está prestes a se casar de novo, algo dentro de Vanessa se quebra. A partir de agora, sua vida irá revolver em torno de uma única obsessão: impedir esse matrimônio. Custe o que custar. Na superfície, Nellie se parece com qualquer outra jovem bela e sonhadora que veio para Manhattan começar sua tão sonhada vida adulta. Mas a personalidade tranquila que ostenta é apenas uma fachada. Em sua mente, perdura um segredo que a fez fugir de sua cidade natal e que a impede de caminhar em paz quando está sozinha. Ao conhecer Richard – bem sucedido, protetor, o homem dos sonhos – ela finalmente começa a sentir-se segura. Ele promete protegê-la de todos os males, para o resto de sua vida. Mas, de repente, ela começa a receber ligações misteriosas. Fotografias em seu quarto são movidas de lugar. O lenço que ela planejava usar em seu casamento desaparece. Alguém está perseguindo a, alguém quer o seu mal. Mas quem?

Título Original: The Wife Between Us
Autor: Greer Hendricks e Sarah Pekkanen
Páginas: 352
Tradução: Alexandre Boide
Editora: Paralela
Livro recebido em parceria com a editora

Vanessa e Nellie tem apenas um ponto em comum: Richard. Vanessa é mais velha, não tem filhos, está totalmente amargurada por não usufruir mais do padrão de vida que costumava ter ao lado do ex-marido e parece que tudo vai de mal a pior. Nellie em contrapartida é muito mais jovem e radiante, mas vive à sombra de um passado que pode vir a causar problemas. Ambas foram salvas ou destruídas por um homem... E nem tudo é o que você pensa. Qual é o real motivo da separação de Vanessa e Richard? O que aconteceu com Nellie? Será que Richard é mesmo uma pessoa amorosa e livre de culpa?

A própria contracapa vem com um aviso de que "Quando você ler este livro, vai fazer várias suposições", e é exatamente isso que acontece. Como temos nossa visão de mundo e usamos nossa experiência de vida em todas as nossas leituras, somos levados a criar teorias e consequentemente pensar em várias possibilidades ao desenrolar da história. E se você é um leitor ávido do gênero, a probabilidade de acertar os plot twists é gigantesca.

Greer Hendricks e Sarah Pekkanen, mesmo no meio de toda a previsibilidade, conseguem inserir certa coerência na história. Várias pistas nos levam a um único segredo — o livro é dividido em três partes, e cada parte revela um pouco mais do enredo — que não é muito difícil de ser desvendado. A grande comoção de A Mulher Entre Nós foi o trabalho que as autoras fizeram com os personagens, que são muito geniosos e bem construídos.

O livro não foi uma surpresa muito grande em seu enredo, ao menos para mim, no entanto muitas pessoas gostaram bastante e foram surpreendidas. Não acho que o livro seja ruim, porém ele pode ser maçante em algumas partes em que voltamos no tempo para entender a história da Vanessa, por exemplo, porém são trechos importantes para que consigamos fazer as ligações entre os personagens.

Aliás, se você gosta de suspense e quer ler mais livros do gênero, recomendo A Garota no Trem da Paula Hawkins (inclusive o filme também, que é sensacional), em que você certamente vai entrar em parafuso tentando entender o que diabos está acontecendo ali. Bem, no fim, o que posso dizer é que sim, a história pode te surpreender, desde que a leitura seja feita despretensiosamente — e que provavelmente você vai precisar de uma boa xícara de café, risos. 

30 comentários:

  1. Oi, Jéssica,

    Ainda não o li, mas o livro já chama a atenção por colocar em cheque sentimentos conflituosos - gerados pelo fim de um relacionamento -, e o que o mesmo é que capaz de fazer com uma pessoa, beirando à obsessão e loucura.

    Com bastante precisão, podemos dizer que ambas as mulheres, são de suma importância para o desenvolvimento e desfecho da história, pois paralelo à isso, podemos ver que as mesmas irão causar confusão no leitor, por ter a oportunidade de ver e tentar entender os dois lados da história... E, até mesmo, podendo fazer descobertas à respeito de tudo e de todos. Acho essa jogada brilhante e sensacional.

    Preciso realizar essa leitura o quanto antes! 😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dai, quando terminar de ler, por favor, venha aqui e diga o que achou!!!

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Jéssica,
    Gosto de thriller quando todos os personagens nos deixam com o pé atrás e nos conquistam ao mesmo tempo, e lendo tantas resenhas senti isso ... Quero muito descobrir o segredo de Nellie, saber mais sobre o seu passado, no começo achei que o livro seria mais sobre a disputa de duas mulheres por um homem, mas vejo que tem muito mais ai, principalmente sobre Richard, tenho uma enorme desconfiança com ele.
    Pena que não foi inovador para você, eu gostei da trama.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Richard é aquele homem que você não compra o bom comportamento assim de cara, e cada página que passa você fica com mais raiva e mais desconfiança haha o bom moço nem tão bom moço assim!

      Beijos!

      Excluir
  3. Jéssica!
    Bem, um livro que não é tão bem escrito e quer trazer aquele suspense e mistério no desenrolar dos fatos, fica um pouco a desejar, não é memso? Mas acredito que dê para ler, mesmo porque, estou bem curiosa para ver como tudo se desenrola.
    Que a semana seja abençoada!
    “O prazer dos grandes homens consiste em poder tornar os outros felizes..” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudy meu amor, o que me consome mais em livros assim são as edições em que não existe ou faz pouca diferença a revisão. Isso me tira do sério haha errinhos de português e concordância me fazem querer chorar. Quando é escrito em primeira pessoa então? Misericórdia HAHAHAHA
      Mas a gente releva muita coisa pela experiência, tenho acreditado bastante nisso de dar chance pras coisas!

      Beijos <3

      Excluir
  4. Super concordo com a contracapa do livro!! Só de ler essa resenha já criei mil teorias e agora terei que ler o livro para descobrir se errei ou não.
    Também curti muito A Garota no Trem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quando você terminar essa leitura, passa aqui contar o que achou <3

      Excluir
  5. Este livro está na minha lista de desejados já faz um bom tempo.
    Sei lá, doentio? Na minha opinião, esta é a palavra todo este enredo.
    Até que pontos aceitamos o fim de algo? Não nos tornamos todos meio, doentes com isso, ao menos por um tempo?
    Realmente dá para criar inúmeras teorias e possibilidades.
    E oh, não curti A Garota no Trem, nem livro e nem filme.rs
    Por isso, espero gostar deste.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ontem estava refletindo exatamente nas questões que você apostou e o quanto a história desse livro está presente na minha vida... com ex's malucas, términos que as pessoas não esquecem ou não aceitam. Sinceramente, quanto mais a gente para pra pensar, mais interessante as coisas ficam e também mais medonhas né?
      Tão longe - ali no livro, e tão perto - na nossa vida.
      Espero que goste desse também!!
      Beijos

      Excluir
  6. Oi Jéssica,
    Se a recomendação é de thriller pode ter certeza que vou querer conferir, pois é um gênero que amo ler. Confesso que a sinopse de A mulher entre nós me lembrou, e muito, A garota no trem, mas não posso deixar que isso influencie de alguma forma em minhas expectativas em relação a leitura. Não dá para culpar Vanessa se esta vier a agir como uma ex descontrolada, pois passar por um divórcio e ainda ser trocada deve ser péssimo. Mas claro que isso só me faz pensar até que ponto suas ações podem contribuir para o mistério dessa história. Consigo ver que cada personagem tem um papel muito importante nessa trama, principalmente Vanessa e Nellie. Mesmo o enredo deixando um pouco a desejar, fiquei intrigada com a proposta de Greer Hendricks e Sarah Pekkanen.

    ResponderExcluir
  7. Achei chamativo por isso de fazer suposições e essas coisas. Gosto quando uma trama assim brinca com o leitor desse jeito, faz a gente criar teorias e depois quebrar a cara quando é coisa bem diferente. Meio chatinho isso das partes maçantes, mas talvez não pesasse muito pra mim porque já sou uma lerdeza pra ler, aí já viu. Só que sei lá, vou te dizer que esse livro não me chamou tanta atenção assim. Leria se caísse em mãos, mas não deu vontade de arrumar ele assim não. Interessante, mas meio que não fiquei com aquela curiosidade toda Sabe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo bem o seu sentimento na verdade Cris haha acho que é isso mesmo, um livro que se você ler ok, mas se não ler... não perdeu nada. Ele é legal e eu acho que é um livro válido, divertido, mas não é o tipo de coisa que eu amo também hehe

      Excluir
  8. Esse livro segue uma linha muito boa pelo olhar de mulheres que estão frágeis psicologicamente, e embora seja bem previsível acho que vale a pena dar uma conferida. As vezes nem esperamos tanto de um livro só precisamos lê-lo para saber se realmente falta algo para nós. Ambas mulheres parecem estar tentando passar por cima de seus problemas e bem, não sei o que esperar da leitura, só lendo para saber. Gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir
  9. Olá Jéssica!
    O livro já está nos meus desejados e te confesso que msm tentando não deixei de criar uma pontinha de expectativa sobre o enredo que parece ser bom, ainda mais gostando do gênero como gosto.
    Espero ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Não sou fã de suspense, mas estou começando a pensar na possibilidade de dar uma chance e e me envolver nessas histórias cheias de mistérios.
    Uma narrativa maçante também não me agrada, mas acho que a tentativa de descobrir o plot deixa a leitura mais empolgante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi mana, pra ser bem sincera eu não tenho a intenção de ler esse livro, ele foi tipo " um interessante " mas não sinto a vontade de me jogar na leitura pra poder ler esse livro, esse gênero literário não faz muito o meu tipo. Mas vou indicar a leitura a uma amiga que gosta desse gênero e pode apreciar esse livro. Que bom que a leitura valeu a pena pra você. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sempre a gente se encanta tanto quanto gostaria né? Infelizmente acontece até com terror que é algo que eu curto ainda mais. Mas a vida é cheia de livros bons e não tão bons assim, e no final a gente sempre aprende algo!

      Beijos!

      Excluir
  12. Oi Jéssica,
    não gosto muito do gênero, e esse pareceu ter um enredo simples, embora diferente, até certo ponto original.
    Fico curiosa quando leio sobre livros mais diferentes assim, mas sou chata pra suspense e thriller kkkk sem abandono antes da metade.
    Porém, vou anotar o nome desse aqui, quem sabe não leio uma hora dessas.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu problema é no meio do livro descobrir o enrendo todo HAHAH fico doida e decido largar também, já que já sei tudo. Leio o capitulo final e pronto!

      Beijos

      Excluir
  13. Oi, Jéssica!!
    Realmente o livro A Garota no Trem é muito bom e você entra mesmo em parafuso, mas não consegue parar de ler a história. Gostei da indicação de A Mulher entre nós, achei bem interessante o livro e a indicação.
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você tenha oportunidade de ler esse também <3

      Beijos!

      Excluir
  14. Desde lançamento do livro estou super na expectativa, já eu amooo esse gênero! Ganhei o livro do meu namorado mas ainda não tive oportunidade de ler.
    E a premissa parecer ser ótima, e as duas personagens me deixaram bastante curiosas.
    A garota no trem é realmente ótimo!

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nicole, lê assim que possível! Acho que você vai curtir bastante hehe

      Beijos!

      Excluir
  15. Olá, Jéssica
    Ainda não li o livro, mas faz um tempinho de namoro ele.
    Amo um thriller estou muito curiosa para descobrir todo esse mistério que envolve a ex, a atual e o marido.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Gosto bastante desse gênero. Acho que suspense tem aquele dom de fazer com que queiramos ler mais e mais até descobrir tudo o que aconteceu ou vai acontecer. Acho que um dos diferencias desse livro é que ele não foi escrito por somente uma autora. E imagino que seja um desafio escrever com alguém. Espero ler o livro em breve e espero me surpreender. Sempre tento adivinhar não adivinhando, sabe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquele momento que você já monta a teoria completa na sua cabeça, sei bem! Espero que você goste!!

      Excluir
  17. Adoro o genero e quero ler, fiquei intrigada com as duas personagens e querendo saber em qual delas da para confiar ou se em nenhuma rs. Pena que não te surpreendeu espero que ne surpreenda e que goste. A Garota no Trem so assisti o filme e gostei bem intrigante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que você vai se surpreender com essas personagens sim viu? haha
      Boa leitura Maria!

      Excluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©