Gilmore Girls: Um Ano para Recordar - Roendo Livros

15 de março de 2019

Gilmore Girls: Um Ano para Recordar


Como eu disse na TAG Séries, comecei a assistir Gilmore Girls há mais ou menos quatro anos e parei quase no final da segunda temporada, pois na época eu tinha uma rotina apertada e não estava com muita paciência para séries com episódios muito longos. Agora, com uma rotina um pouco menos agitada, consegui não só terminar as cinco temporadas restantes, mas também assisti ao revival, Gilmore Girls: Um Ano para Recordar, que conta com quatro episódios de aproximadamente uma hora e meia cada.

Gilmore Girls foi uma série que não me prendeu tanto no começo, mas conforme o tempo foi passando, comecei a me apegar aos personagens e a história como um todo. No final das sete temporadas, eu já me sentia uma Gilmore, tanto que não esperei nem um dia pra começar a assistir ao revival.

Devo admitir que, ao mesmo tempo que gostei de ver que houve um desfecho para algumas histórias que ficaram incompletas na série original, o revival me desapontou um pouco. Acredito que com nove anos (tempo que se passou entre o final da série original e o revival) os personagens deveriam ter evoluído um pouco mais. Senti quase como se o tempo tivesse passado para nós, mas Stars Hollow estivesse presa em 2007.

Rory (Alexis Bledel) foi a personagem que mais me incomodou. Ela parece completamente diferente e distante do que já foi um dia. No final da série original, ela tinha acabado de se formar na Universidade e conseguiu um emprego não muito bom, mas até aí tudo bem. Após acompanhar tudo pelo que ela passou, imagina-se que nove anos depois de formada, o mínimo que Rory teria seria um emprego estável. Mas não só ela ainda está em uma espécie de limbo quanto ao trabalho, sua vida amorosa parece estar despencando também.



Além de tudo, a relação da personagem com Lorelai (Lauren Graham) deixou muito a desejar. As duas parecem ter se distanciado um pouco, o que talvez seja normal, já que Rory não tem sequer um endereço fixo. Outra relação que me incomodou foi entre Lorelai e Luke (Scott Patterson). Apesar de não terem se distanciado entre o final da série e o revival, a relação dos dois parece estar estacionada no tempo. É como se os produtores quisessem que os fãs não perdessem nada, então simplesmente não deixaram o casal evoluir.

Também senti muita falta dos personagens secundários, Sookie (Melissa McCarthy) simplesmente desapareceu pelos primeiros três episódios, teve uma explicação do porquê, mas achei muito vago e sem sentido, afinal ela também é dona do Dragonfly Inn. Dos personagens secundários, o sumiço de Sookie foi o que mais me incomodou, mas as outras histórias também ficaram um pouco no ar. Os produtores focaram muito nas Gilmore Girls, deixando de lado os outros habitantes de Stars Hollow.

Duas personagens se destacaram nesse reencontro: Emily (Kelly Bishop) e Paris (Liza Weil). Na minha opinião, foram as duas personagens que mais evoluíram sem perder sua personalidade. Emily, agora viúva, está aprendendo a viver sem seu marido e me diverti muito vendo como ela passou de uma mulher que trocava de empregada quase diariamente, a uma mulher que deixa não só a empregada, mas o que imagino ser toda a família dela (literalmente) junto. Paris também se tornou a excelente profissional que eu imaginei que ela seria, isso sem perder seu jeitinho um tanto neurótico.

Quando terminei Gilmore Girls realmente senti que alguns personagens precisavam de um desfecho e com certeza estava morta de curiosidade para saber o que aconteceria com outros. Apesar de ter respondido algumas das minhas perguntas, senti que Gilmore Girls: Um Ano para Recordar ainda deixou muito a desejar, nos contou algumas histórias forçadas e se esqueceu de alguns detalhes importantes. Acredito que se ao invés de quatro episódios longos, tivessem feito uma temporada normal, muitas coisas poderiam ter sido corrigidas, os personagens secundários receberiam mais atenção e teríamos enfim um final digno para Gilmore Girls.

Trailer

13 comentários:

  1. A questão dos personagens secundários foi mais devido a agenda dos atores, senti falta da sookie tbm, mas parece que ela nao conseguih estar presente sempre.mas concordo com vc faltou muita coisa e as principais evoluções não acontecerem, uma pena. Eu queria mesmo é ver Rory toda bem resolvida, mas não deu

    ResponderExcluir
  2. Lembro de ter assistido um episódio na madrugada e gostei muito.
    Mas nunca fui de acompanhar série, então fiquei só nesse episódio.
    Adicionei na lista do Netflix, mas ainda não sei se cou assistir.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Alê!
    Assisti alguns episódios, logo no início, mas como não gostei muito, acabei deixando de lado porque tinha outras séries mais emocionantes que queria acompanhar.
    Como falou que as coisas melhoram depois, vou ver se volto a assistir.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Também sempre me considerei uma Gilmore, apesar de ao longo das temporadas sentir um mix de sentimentos em relação a GG.
    Quanto ao revival concordo plenamente com você.
    Rory estava do mesmo jeito: sem ti no tanto na vida profissional quanto pessoal.
    Meu ship que esperei nem rolou.
    Emily pra mim foi a que teve a melhor história.

    ResponderExcluir
  5. Esta é uma das séries que não conseguiram me prender. E olha que sendo bem sincera, eu juro que tentei.
    Mas meu foco em séries é sempre o oposto. Ação, aventura, heróis e crimes..rsrsrs Por isso, uma série mais leve e casual, como Gilmore não me conquistou.
    Não digo que nunca tentarei ver novamente...quem sabe um dia, quando minha fila estiver um "cadim" menor!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Vou confessar que fico até perdida com as coisas que disse porque não lembro nada desses personagens, só de ver e gostar da série quando pequena. Mas não lembro mesmo. Queria fazer uma maratona dela assim, mas no momento não animo e tá difícil de ver série grande. Achei muito legal quando anunciaram uma volta da serie e naquela época deu vontade de assistir tudo e poderia ter feito, mas de novo não deu. Mas é inevitável algumas coisas ficarem perdidas no caminho né. Evolução dos personagens, o desenvolvimento num reencontro assim e o que passou...raramente a coisa fica completamente boa e perfeita mesmo. Foi um projeto pra fã matar saudade e pelo que vi quando eles saíram agradou bastante. Mas aí como disse tô bem perdida quanto a isso tudo. Seria ótimo rever pra entender o que gostei tanto quando pequena xD

    ResponderExcluir
  7. Nunca fui de assistir séries. Ultimamente tenho visto algumas. Mas Gilmore Girls nunca cheguei a assistir nenhum episódio. Sei que existe a tal lista dos livros da Rory Gilmore, então sei que ela lê bastante (ou lia). Mas é tudo o que sei.
    Talvez um dia tente assistir à essa série e assista todos os episódios sem precisar esperar.
    Mas uma coisa me incomodou nesse Revival. A filha está parecendo mais velha que a mãe. kkkk

    ResponderExcluir
  8. Nunca assisti esse série, parece ser divertida, atualmente estou conseguindo acompanhar pouquíssima séries, estou com muito leitura atrasada.

    ResponderExcluir
  9. Oi Alê,
    Essa série fazia parte de minha programação dos sábados quando era mais nova, mas nunca acompanhei as temporadas por completo. Ano passado comecei a assistir desde o início, mas não está sendo a experiência a qual me recordava. Talvez porque estou mais velha e não esteja conseguindo a mesma conexão com os personagens. Assisti a duas temporadas e vou dar um tempo para dar continuidade as restantes. Uma pena o revival não ter sido melhor desenvolvido, pois depois de tanto tempo tenho certeza que as expectativas de muitos telespectadores estavam bem altas.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Alê
    Nunca assisti essa série, pela sua resenha ela parece ser interessante.
    Por enquanto estou terminando de maratonar uma, depois que acabar vou dar uma olhadinha para ver se me interesso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alê!!
    Acho que tem muito tempo que assisti Gilmore Girls e por causa disso não lembro de nada da série. Vou procurar assistir alguns episódios pela Netflix quem sabe não faço uma maratona de Gilmore Girls?!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Alê,
    eu gostava muito da série quando passava no sbt, mas já não lembro de muita coisa.
    Quero demais começar a ver desde o primeiro episódio.
    O revival li várias resenhas sobre e pelo jeito ficou uma loucura! rsrsrsrs
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Já ouvi falar dessa série, mas nunca tinha lido ninguém comentando sobre ela. Confesso que a história não me chamou atenção e não é uma série que eu assistiria no momento rsrs
    E o que não me agradou também foi o fato de alguns personagens não terem desfecho.

    ResponderExcluir