Teto Para Dois | Beth O'Leary - Roendo Livros

14 de novembro de 2019

Teto Para Dois | Beth O'Leary


Tiffany Moore terminou seu relacionamento há meses mas ainda mora na cada do ex, um homem extremamente controlador e abusivo de quem ela não consegue se afastar. Após alguns acontecimentos inaceitáveis, Tiffy resolve procurar um aluguel que caiba no seu orçamento ridículo de editora assistente. É aí que Leon Twomey entra na história.

Leon é um enfermeiro que trabalha no turno da noite. Não é que ele ganhe mal, mas seu irmão está preso e, para ajudar com as despesas do advogado, precisa de um dinheiro a mais. Assim, ele resolve alugar seu apartamento por um preço bem bacana, mas existe um problema, já que o lugar só tem um quarto e apenas uma cama. O combinado é o seguinte: o apartamento é de Tiffy no período da noite e de do verdadeiro na parte do dia. Obviamente para ambos era uma situação vantajosa e prática.

O mais engraçado de tudo é que Tiffy e Leon dividem a cama mas, por diversas circunstâncias, nunca se viram pessoalmente. Agora vocês parem e pensem... Como esses dois se comunicavam? Como sabiam quando um estava invadindo o espaço do outro ou quem tinha colocado o lixo para fora por último? Olhem só que divertido: eles começam a deixar bilhetes um para o outro no apartamento, de forma que se aproximam, mesmo sem terem se visto. Ah, vai, sei que vocês conseguem sentir a diversão só de ler esses parágrafos, rs.

Falando sobre os protagonistas, os dois são muito legais. Leon é do tipo workaholic e é uma pessoa bem fechada, tanto que nas partes narradas por ele só conhecemos poucos personagens: Kay, a namorada ciumenta; Holly, uma menininha de 8 anos que tem câncer e é cuidada por Leon; e o Sr. Priori, um veterano de guerra que também está passando uma temporada no hospital. Já Tiffy, que é editora, tem contanto com um bocado de pessoas e é bem mais extrovertida ― e 50 vezes mais engraçada.

Teto Para Dois é narrado sob o ponto de vista dos dois protagonistas, em primeira pessoa. Vocês sabem que eu amo esse tipo de narrativa, pois nos permite conhecer o interior dos personagens, o que eles sentem de verdade. Isso faz com que a gente crie laço ou tenha vontade de esfregar a cara deles no asfalto ― ou até mesmo um pouquinho dos dois, no fim das contas. Apesar de gostar muito mais da Tiffy, minhas partes preferidas eram as do Leon porque eram nelas que a Holly aparecia. Apaixonada pela Holly. Como um serzinho tão novo pode ser tão inteligente, meu Deus.

Apesar de ser um chick-lit, que costuma ter um estilo de narrativa bem mais leve e fluido, o livro fala de um tempo muito sério e importante: relacionamentos abusivos. Eu não tenho nem palavras pra expressar o quanto eu odiei o Justin, o ex-namorado da Tiffy. Meu Deus, é o embuste dos embustes, perseguidor, mexe com a cabeça dela de todas as formas possíveis. Mas assim, Kay, a namorada de Leon, é tão ciumenta e controladora que não fica muito atrás. Mentira, fica muito atrás sim, mas o jeito dela também não é normal.

Gente, os personagens secundários também são fenomenais. Temos Mo e Gerty, os amigos da Tiffy que graças a Deus são muito sensatos. Me identifiquei muito com Gerty porque ela tem um jeito meio raivoso de falar com a Tiffy porque ela meio que insiste em persistir no erro. O sr. Priori, que acompanhamos sob o ponto de vista de Leon, também é um amor, mas a minha preferida de verdade foi a Holly. E tipo, como ela tem câncer, fiquei o tempo todo lendo e pedindo pelo amor de Deus pra ela não morrer.

Eu sinceramente não sou muito fã desse gênero literário, mas Teto Para Dois me conquistou. Passei por vários momentos difíceis quando Justin surgia no meio da história, mas a autora soube muito bem conduzir o tema de forma que não ficasse ofensivo. Tem bem uma pegada Sessão da Tarde, então não esperem muito do final. Eu, particularmente, quando leio livros desse tipo, adoro um bom finalzinho clichê. Enfim, é uma história aquecedora de corações.

Título Original: The Flatshare ✦ Autora: Beth O'Leary  ✦ Páginas: 400
 Tradução: Carolina Selvatici ✦ Editora: Intrínseca
Livro recebido em parceria com a editora

13 comentários:

  1. Fiquei aqui imaginando como seria dividir algo tão íntimo com um total desconhecido. Doido não é?
    Tô louca pra ler!!!! Já estou com ranço desses dois embustes.
    Amo quando os coadjuvantes roubam a cena.

    ResponderExcluir
  2. Ah, esse livro é um super desejado!
    A premissa me lembra Tudo junto e misturado, então não acho tão original, mas acho surreal - e convidativa.
    Achei legal a autora abordar o relacionamento abusivo em uma história leve.
    Sinto que vou ser conquistada por esses dois.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá! Doida pra ler esse livro, gente é muito surreal mora num mesmo lugar, usar as mesma coisa, com uma pessoa que você não conhece, nem mesmo nunca viu, cada resenha que vejo dele me deixa ainda mais curiosa em conferi isso tudo que estão comentando, preciso desse livro pra ontem.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. ANA!
    Adoro comédias românticas, que livro grande, hein?
    Que esquisito viver na mesma casa e só se comunicar por post it..kkk
    Gosto de narrativas em primeira pessoa no presente.
    Tão bom um livro divertido.
    Pelo jeito foi bom demais mesmo, fiquei com vontade de ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Este livro está sendo tão elogiado que é impossível chegar numa resenha assim e não querer já ter o livro em mãos!!!
    Adoro um bom romance, ainda mais se ele chegar nessa forma não tão convencional.
    Engraçado que toda vez que leio uma resenha deste livro,me lembro de um filme antigo(O Feitiço de Áquila) onde o casal não podia se encontrar por conta de uma maldição lançada, aliás, que filme maravilhoso!
    Com certeza, quero demais conferir o livro!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  6. Também não sou lá muito fã do gênero, mas tem uns que sabem brincar com a leveza e temas legais. Falar de relacionamento abusivo foi um ponto que me chamou atenção nele. Também gosto disso das narrativas, ter mais pontos de vista nesse tipo de livro me ajuda a gostar mais da história do que se fosse só uma pessoa narrando. Tenho birra disso em chick lit, ficar só no ponto de vista de uma pessoa. Assim me anima mais a ler. Ele parece ter seus clichês mas entrega uma leitura gostosa. Fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana,
    Eu fiquei muito empolgada com toda a ideia deste livro que além der diferente parece ser bem gostosa de se ler, mesmo chick-lit não sendo um gênero que tenho costume de ler. Nunca me passaria pela cabeça trazer dois protagonistas que dividem um apartamento, mas não estão nele ao mesmo tempo. Para que essa história funcionasse precisaria mesmo de criatividade e narrada de forma que ficasse divertida e sem forçar as situações. Gostei que a autora não trouxe só um enredo leve e fiquei surpresa em saber que ela trabalhou com assuntos tão sérios no livro. Acho que eu também iria gostar mais das partes narradas por Leon, por causa do seu trabalho e das relações que com ele vem. Teto para dois já entrou para minha lista de desejados assim que fiquei sabendo do lançamento e não vejo a hora de realizar a leitura.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ana
    Adoro a capa do livro, super fofa.
    O enredo fala de relacionamento abusivo mas a autora insere outros personagens com seus dilemas que faz com que a trama seja um pouco leve.
    Não vejo a hora de poder conhecer cada personagem pela sua resenha sei que vou gostar muito de Holly.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Adorei sua resenha e tô muitooooo louca para lê-lo!
    Adorei demais a sinopse e pela sua resenha deu pra que é bem escrito e bem desenvolvido.
    E que apesar dessa ideia louca de dividir até a cama kkkk o Leon e a Tiffy são bem legais e com experiências impactantes.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oiii ❤ Ahhh, esse é de longe um dos livros que eu mais quero ler no momento. Já fiquei animada para fazer essa leitura desde que a li a sinopse pela primeira vez.
    Apesar de a história ter uma premissa clichê, já que os personagens vão dividir o apartamento, a autora parece ter criado algo bem original.
    Adorei que os personagens se comunicam através de bilhetes e que o livro é narrado tanto pela Tiffy como pelo Leon, já que amo narrativas alternadas.
    Estou curiosa para saber como será a primeira vez que eles realmente se encontram.
    Gostei também que mesmo sendo uma comédia romântica, a autora aborda temas mais sérios.
    Espero fazer essa leitura em breve.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  11. Oi, Ana!!
    Adoro um romance clichezinho é essa história parece ser bem interessante e divertida com dois personagens que não se vem mais moram em um mesmo lugar. Já estou muito curiosa para adquirir esse livro e conhecer mais sobre o Leon e a Tiffy!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá! ♡ Ahhh, preciso fazer essa leitura o mais rápido possível, não aguento mais de tanta curiosidade kkk ♡. Estou doida para ler esse livro desde que li sua sinopse alguns meses atrás, quando ele estava sendo lançado.
    Achei bem curioso isso de os protagonistas morarem sob o mesmo teto, mas não se verem pessoalmente. Por isso, estou bem curiosa para ver como vai ser quando eles ficarem frente a frente!
    Achei muito importante a autora abordar o relacionamento abusivo, pois esse é de fato um tema que precisa ser mais trabalhado e discutido.
    Adorei a resenha! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Vi muitas pessoas comentando em relação a esse livro e fiquei muito curiosa pela historia. Esperei que alguém comentasse ou tivesse resenha dela. A trama é bem envolvente e fez eu ficar muito interessada por ela e já estou querendo ler e saber como irá terminar essa trama.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir