O Grande Livro dos Gatos | Vários Autores


Livros de contos não costumam entrar com frequência no meu repertório. Não é que eu não goste, mas dou total preferências para histórias mais longas, com mais tempo de desenvolvimento, o que não é o propósito dos contos. Porém, como admiradora de gatos que sou, não podia deixar de dar uma oportunidade para O Grande Livro dos Gatos, o que foi muito bom, porque acabei aproveitando bastante a leitura. 

Nessa coletânea foram reunidos 17 contos clássicos de autores muito conhecidos por nós, como Lucy Maud Montgomery — ela mesma, a criadora da tão amada Anne de Green Gables —, Charles Perrault, Edgar Allan Poe, H. P. Lovecraft e Arthur Conan Doyle, por exemplo. Então, sim, temos autores de gêneros diferentes escrevendo sobre esses bichanos que tanto amamos.

É sempre uma tarefa bastante complicada falar sobre contos, porque qualquer coisa que a gente fala pode ser spoiler, então só me resta falar sobre os meus sentimentos durante a leitura. Apesar de falar no parágrafo acima sobre gêneros diferenciados, acredito que o foco de O Grande Livro dos Gatos é a fantasia, com um pouco de mistério e terror. Eu adoro fantasia, mas fico um pouco desconfortável com coisas mais sombrias e macabras. Por exemplo, o conto de Edgar Allan Poe, O Gato Preto, me deixou até com um pouco de medo, rs. 

Em compensação gostei especialmente das duas histórias de Edith Nesbit, A Fase Felina de Maurice e A Gata Branca. Ambos são bem levinhos e carregam um tom de fábula muito agradável e nostálgico. E por falar nesses sentimentos, impossível não citar O Gato de Botas, conto de fadas tão presente na infância de várias pessoas, inclusive na minha. Fiquei deveras feliz, porque são sensações como essas que gosto de ter ao ler um livro. 

Com exceção de dois ou três contos, O Grande Livro dos Gatos me agradou bastante, algo que não esperava em tamanhas proporções, diga-se de passagem. Apesar de carregar narrativas bem distintas, elas possuem algo em comum: agilidade na escrita. A gente mal pisca e o livro já terminou. Ah, além disso, de alguma forma, todos exaltam esses habilidosos e astutos felinos.

Título Original: O Grande Livro dos Gatos  ✦ Capa e Ilustrações: Ale Kalko
Páginas: 216 ✦ Preparação: Cristina Yamazaki ✦ Editora: Alfaguara
Livro recebido em parceria com a editora

Postar um comentário

21 Comentários

  1. Eu amo contos e amo gatos..rs só não tenho nenhum(ainda) pois adotei uma cachorra que se acha a dona do quintal e fica louca de raiva quando ouve algum gatinho no vizinho.
    Mas é um sonho!!!
    Por isso, já me encantei com a resenha e quero essa lindeza em mãos!!!
    beijo

    ResponderExcluir
  2. Lucy Maud Montgomery?!?!?!? Já quero ler.
    Confesso também que leio pouco livros de contos e nem ia me interessar em adicionar o livro na wishlist mas depois que vi o nome da Lucy tudo mudou.
    Gosto de gatos, meu sonho é adotar 2 gatinhas que moram no meu condomínio. Como ainda não posso, o que faço é alimentá-las e fazer carinho.
    Um livro de contos é bem diversificado com textos que agradam e outros não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MIGA eu pensei em você NA HORA, eu juro! Sempre que vejo qualquer coisa dela, penso em você, na verdade.

      Excluir
  3. ingriD Figueiredo8 de maio de 2020 21:20

    Quando vi o nome do livro achei que fosse sobre animais felinos fofinhos... me enganei lindamente kkkkk

    São tantos nomes de peso que não tenho como ignorar esse livro, e adoro contos.

    ResponderExcluir
  4. Que legal saber desse livro.
    Eu gosto de contos, mas também não leio com frequência pelo mesmo motivo que você.
    Gostei da proposta, original. Me parece perfeita para descontrair.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. ANA!
    Gosto muito de livros de contos e esse me parece que reuniu autores renomados, falando sobre seus gatos, de forma boa e carinhosa e outros nem tanto, como citou Edgar Alan Poe, ele tem uma escrita bem tenebrosa mesmo.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Apaixonada por gatos e apaixonada por livros, mistura perfeita, ainda não conheço as obras da Lucy Maud Montgomery, mas sou apaixonada na obra de Edgar Allan Poe são extremamente assustadoras e eu gosto bastante do gênero terror, gosto bastante dos contos e que bom que esse flui leve (não gosto de leituras com muitas enrolações!) sobre o gato de botas só conheço a história do filme de 2011, vou colocá -lo no skoob.
    https://coisasdeanalima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, se você gosta de Terror, esse livro vai te agradar demais, tenho certeza! Espero que você aprecie a leitura!

      Excluir
  7. Olá Ana Clara!
    Sou apaixonada por gatos e, apesar de não ler tantos contos, fiquei com vontade de ler esse livro. Confesso que também não sou fã de histórias de terror, mas um conto de Poe, se não tiver um caráter sombrio, não faz jus ao autor. E que capa mais fofa, adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ana
    Eu adorei a capa, muito criativa!
    Apesar de no momento não ter gatos, tive vários gatos mas minha última gata morreu atropelada. Trabalhei 2 dias inteiros chorando por ela, então dei um tempo sem esse bichinho. Quando penso em ter um lembro nessa gata e desisto.
    Não costumo ler contos com frequência e esse livro me chama atenção pelos autores e claro os gatos. Confesso que terror fujo desse tema também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá Ana!
    Quem tem gato em casa sabe como esses bichos costumam ser excêntricos, altivos e peculiares.
    O felinos sempre foram associados ao mistério, e essa obra utiliza esse senso comum ao seu favor, entregando contos que nos fazem viajar e depois até nos perguntamos se os gatos não possuem algum dom mágico (porque gente, como que pode os bichos pularem de qualquer altura e saírem ilesos? kkkkk).
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Confesso que não sou tão fã assim de gatos, pelo contrário, os bichinhos costumam me assustar de uma maneira, que ao me deparar com algum deles por aí, meu primeiro pensamento é fugir (risos). Já os contos eu gosto, justamente por trazer histórias mais curtinhas que dá para ler de uma vez só, piscou, acabou. Por isso, fiquei bem animada com o livro, ainda mais depois de ler alguns dos autores presentes, mas admito que terei sérios problemas na hora de ler certos contos, pois o terror também não é muito meu amigo e não costumo ler muito o gênero, vai ser um desafio e tanto hein! #Medo.

    ResponderExcluir
  11. Gosto de livros de contos e ultimamente mal tenho conseguido ler muito, livro assim ajuda bastante por ser mais flexível. A temática dele parece legal e a fantasia chama atenção, umas pitadas de terror e mistério pra dar aquela graça a mais até que fica bem legal. Não gosto muito de terror cabrero mesmo, daqueles de arrepiar, mas aí parece ser suportável e nada muito forte. Um ou outro mais assustador não tem problema. Leria fácil esse livro.

    ResponderExcluir
  12. não costumo ler contos e não conhecia esse livro
    confesso que acho esses bichanos um tanto quanto misterioso , independentes
    deve ter sido uma leitura curiosa pois reune tantos nomes de peso

    ResponderExcluir
  13. Ai eu amoooo gatos, é meu animal preferido de todo o mundo, mas confesso que sempre fico com pé atrás em livros assim, sabe? Por isso acabei não lendo também, mas vendo você falar agora até que fiquei com vontade heheheh. Não sabia que tinha esse conto da autora de Anne!! Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana,
    Também prefiro histórias mais longas, onde é possível um melhor desenvolvimento da trama. Já contos nunca foi o tipo de leitura que me despertava interesse, mas já li alguns, claro. Mas, confesso, que tenho procurado ler histórias mais curtas, pois não é sempre que estou no clima para longos livros. Uma coisa que sempre falo quando leio alguma indicação de obras neste estilo é que esta é a melhor forma de se conhecer novos autores, de dar uma chance a novos gêneros e se aventuras em escritas diferentes. Alguns dos autores dessa coletânea só conheço por nome ou por referências e citações. O único que já tive contato com as obras foi Edgar Alan Poe. Eu adorei a ideia de O Grande Livros dos Gatos, principalmente por trazer tantas histórias diferentes e de autores que escrevem gêneros diferentes. É uma ótima recomendação e boa opção para presentear também.

    ResponderExcluir
  15. Oii!
    Também não sou muito fã de contos mas li alguns e gostei muito. Esse parece ser bem interessante, ainda mais tendo autores incríveis. Já irei anota na listinha!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  16. Quando vi esse lançamento logo descartei das minhas possíveis leituras, mesmo sem conhecer muito dele. Lendo a resenha, fiquei surpreso pelos autores participantes da coletânea e também pelo foco em fantasia e terror (eu jurava que era algo mais fofo!). Gostei, acredito que vou acabar incluindo em minhas próximas leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem coisa que realmente não chama tanta atenção logo de cara, né? Fico feliz que minha resenha tenha despertado seu interesse!

      Excluir
  17. Amooo o Edgar Allan Poe, e isso foi o que chamou atenção. Além disso, eu adorei o fato de que a coletanea possui 17 contos de autores incríveis. Como eu amo fantasia e terror, sei que amarei lê-lo!!

    ResponderExcluir
  18. Oi, Ana
    Eu adorooo gatos!
    Não conhecia esse livro, mas já quero pra agora!
    Ainda mais que são vários autores misturando vários gêneros.
    Achei bem da hora e curto bastante contos.
    Bjs

    ResponderExcluir