21 de janeiro de 2016

Resenha: Os 13 Porquês

Título Original: Thirteen Reasons Why
Autor: Jay Asher
Páginas: 256
Tradução: José Augusto Lemos
Editora: Ática

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Sabem aquele livro que todo mundo na face da Terra indica e fala bem? Pois então, Os 13 Porquês é esse tipo de livro. Eu sempre tive vontade de lê-lo, já que todos os migos me indicavam e diziam que era a melhor história que eu leria na minha vida. É um livro bom? Sem sombra de dúvidas. Me marcou da forma que achei que marcaria? Infelizmente, não. 

Clay Jensen é um adolescente como todos os outros até ser surpreendido por um pacote sem remetente. Dentro da encomenda havia apenas sete fitas cassete marcadas com esmalte, enumeradas de 01 a 13. Quando ele coloca a primeira fita para tocar, despretensiosamente, Clay se dá conta de que a voz da gravação é de ninguém menos que Hannah Baker. É claro que seria um fato comumm se Hannah não estivesse morta: poucos dias antes a garota cometera suicídio e as fitas explicavam os motivos que a fizera chegar a esse ponto. 

Em cada um dos lados das fitas, Hannah conta uma história que envolve alguém que teve um papel findamental em sua decisão. Clay não consegue imaginar o que possa ter feito de tão terrível, então sua única alternativa é ouvir as fitas até chegar na sua história e, sem discutir, passar as fitas para o próximo integrante da lista. 

Suicídio é, provavelmente, um dos temas mais difíceis e delicados de ser tratado, além de ser totalmente incompreendido. Ninguém pode adivinhar o quanto nossas palavras e ações podem interferir na vida de uma pessoa. Um bullying sofrido na escola (coisa que é super comum e TODO MUNDO insiste em ignorar), palavras maldosas, brincadeirinhas de mal gosto... Todas essas "besteirinhas" que parecem mínimas podem e provavelmente irão mudar o psicológico de alguém. 

O sofrimento de Hannah é totalmente real. Ela passou por tanta coisa horrível que você ou eu poderíamos ter passado... E o pior é que ninguém conseguia enxergar, por mais óbvio que fosse. Não consigo explicar direito a raiva que eu sentia de todo mundo ao redor dela, de como ninguém tentava ajudar e de como não davam a mínima, mas ao mesmo tempo eu sentia raiva da própria Hannah, que afastava as únicas pessoas que pareciam se importar de verdade com ela. E nossa, não consigo nem imaginar como Clay se sentiu ao ouvir todas as histórias e, de verdade, não queria estar na pele dele. Por mais que ele não seja diretamente responsável pela morte da garota, é uma culpa que ele carregará para a vida inteira. E sim, essas coisas podem acontecer conosco também. 

Me identifiquei bastante com a história do livro, mas poderia ter gostado muito mais dele se eu tivesse me apegado à personagem. Clay é maravilhoso, mas não conseguia sentir nada pela Hannah, mesmo com tanta coisa terrível acontecendo com ela. Isso atrapalhou consideravelmente a minha opinião. Não sei se dá para entender, mas eu sentia e não sentia pena dela ao mesmo tempo, gostava e não gostava dela, entendia e não entendia. Sentimentos complexos e controversos demais. 

Os 13 Porquês é aquele tipo de livro que deveria ser leitura obrigatória nas escolas, talvez assim mudasse a opinião de várias pessoas sobre o tema. E a moral é totalmente clara: talvez as coisas que pensamos que sejam bobagens podem mudar completa e drasticamente a vida das pessoas. 

Classificação final: 

14 comentários:

  1. Olá Ana!
    A capa desse livro sempre me chamou a atenção mas nunca me interessei em ler nem mesmo a sinopse. Gostei bastante da resenha, e apesar de não ser o meu tipo de leitura, fiquei curiosa.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIOS NO BLOG! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
  2. Meoo Deeos. Sempre vejo muita gente falando bem desse livro. Preciso URGENTE ler.

    garotoliterariio.blogspot.com

    Tem sorteio no blog: https://garotoliterariio.blogspot.com.br/2016/01/sorteio-tres-livros-um-ganhador.html?showComment=1453382197093#c8308580718539698852

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana! Tudo bem? Ah, eu amo a capa desse livro! <3 E seus comentários super me empolgaram! :) Espero ler o livro em breve e gostar dele tanto quanto você gostou (e ah, espero me apegar a Hannah! hahahaha)! :) Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana!
    Esse é um dos meus livros preferidos na vida! Quando o li, eu não estava numa fase muito boa na vida e ele me ajudou muito.
    Realmente, hoje em dia principalmente, as pessoas tendem a ignorar bullying, sendo que isso influencia muito na formação de uma pessoa.
    Eu sofri demais com o Clay também e com a Hannah, principalmente no final.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana
    Confesso que esse tema não curto muito, mas este livro desperta meu interesse justo pelo que vc disse, todos falam bem. Ainda estou em duvida se eu leio.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ana, eu amo esse livro! Fiz meu projeto final de literatura infantil sobre ele e tirei nota máxima \o/ Concordo em absoluto com você, deveria ser leitura obrigatória nas escolar, passou da hora dos jovens enxergarem como algumas "brincadeiras" se tornam destrutivas para alguma pessoa. Mas, ao contrário de você, eu amei a Hannah e me identifiquei demais com alguns de seus sofrimentos.

    Parabéns pela resenha, esse livro é mesmo magnífico! <3

    Bjs
    Mari
    s2ler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana!
    Que pena que o livro não tenha te marcado tanto! Eu sou louca para lê-lo, dei até uma desanimadinha :/
    Beeijos!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oie...
    Li esse livro faz pouco tempo e achei a história incrível! No início achei "os porquês" meios bobinhos, mas, ao fim pude perceber que a união de tudo a fez explodir e desejar a própria morte.
    O autor fez um trabalho bem bacana e passa uma bela mensagem para os jovens leitores.
    Beijos e parabéns pela resenha :)

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ana.
    O livro parece ser bem intenso e com um forte apelo psicológico, o que eu adoro. Uma pena, apenas, você não ter se envolvido tanto com a personagem principal.
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  10. Acredita que comprei esse livro ontem? Nem preciso dizer que estou louca pra ler...kkkkk! Beijos!
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  11. Sabe o que eu acho de Bullying? Que as pessoas tratam a situação como se a brincadeira dela não chegasse a esse ponto, que não se colocam no lugar do outro e não percebem o mal que podem estar fazendo ao próximo. Como se elas fossem benevolentes e incapazes de ferir tão profundamente o outro. Bom, mas este comentário não é para expressar minha opinião sobre o tema e sim falar da resenha. Bom, eu já sabia a premissa do livro pois tenho uma amiga que não pode ler um livro e amar sem sair contando a história para todo mundo, graças a deus eu consigo frear os spoilers, então desde que ela me contou eu fiquei curiosa, mas tenho medo de ser uma narrativa muito juvenil, as vezes protagonistas jovens demais me irritam. Quanto a ambiguidade de sentimentos com relação a Hannah acho que compreendo, já que vc disse que ela mesmo não "fazia" nada para se ajudar afastando as pessoas que realmente se importavam. Bom, sei que um dia lerei essa história só não sei quando.

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem? Olha, já que você gostou de "Os 13 Porquês" (mesmo não se identificando com a protagonista), é mais um motivo para conhecer "O Último Adeus". Ele vai ser publicado em junho pela DarkSide Books e ó, é incrível <3 http://www.darksidebooks.com.br/o-ultimo-adeus/

    ResponderExcluir
  13. Gente, por incrível que pareça eu tenho este livro há muito tempo, mas nunca senti desejo de lê-lo, então esta semana li um comentário sobre o mesmo, e fiquei curiosa e comecei a ler, confesso que no início tive dificuldade para me conectar com a história, mas depois fui absorvendo a trama, e que grata surpresa o livro é incrível, com personagens tão complexos e interessantes. Vale pena a leitura. Parabéns pela resenha.
    josenildalins53@hotmail.com

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa | Todos os direitos reservados ©