6 de março de 2016

Resenha: O Universo Contra Alex Woods

Título Original: The World Versus Alex Woods
Autor: Gavin Extence
Páginas: 400
Tradução: Santiago Nazarian
Editora: Rocco

Um meteorito atinge o jovem Alex Woods, deixando cicatrizes e marcando o garoto para um futuro extraordinário. Mas antes de chegar lá ele tem que enfrentar uma infância conturbada. O universo contra Alex Woods é o primeiro livro do britânico Gavin Extence, uma nova e brilhante voz destinada a encantar o mundo.



Quando uma pessoa, que tem exatamente o mesmo gosto literário que você, indica um livro fervorosamente, obviamente, tal livro entra para a lista de desejados na mesma hora, não é mesmo? Foi só o Victor, do Geek Freak, falar rapidamente que esse livro era bom, que bateu aquela vontade de lê-lo. E não é que o livro é bom mesmo, minha gente?

Começamos a história em um ponto bem crítico da vida de Alex: o menino, de apenas 17 anos, foi preso tentando atravessar a fronteira carregando uma boa quantidade de maconha e as cinzas de um velho, o Sr. Peterson. Para entendermos esse ponto da história, Alex resolve nos contar tudo o que aconteceu desde o início, quando um meteoro atingiu sua cabeça aos 11 anos de idade, quando estava fazendo uma visitinha ao banheiro de sua casa. A partir daí, vários fatores acontecem em cascata com sua vida. 

Desde a sua infância até a adolescência, Alex passou por muitas coisas, e eu gostei muito mesmo de acompanhar os acontecimentos da vida do Alex, por mais que a narrativa tenha se tornado arrastada e monótona em algumas partes. O mais incrível de acompanhar, na minha humilde opinião, foi o crescimento da relação de Alex com o Sr. Peterson e como isso construiu a sua personalidade.

Vou dizer algo sobre o tempo: o tempo não é o que se pensa que é. Não é um pulso regular batendo no mesmo ritmo para cada pessoa em cada ponto do universo. Isso é algo que Einstein descobriu há cerca de cem anos, usando seu cérebro anormalmente grande. Ele veio com algumas equações que mostravam que uma pessoa num trem viajando perto da velocidade da luz iria medir um valor diferente de tempo do que uma pessoa esperando por ele na estação. Da mesma forma, uma pessoa sentada na superfície do Sol veria seu relógio subitamente dessincronizando com uma pessoa flutuando sem peso pelo espaço interestelar. O tempo tem valores diferentes para pessoas diferentes em circunstâncias diferentes.

Alex sempre foi uma criança diferente, mas depois do acidente com o meteorito, passou a ter crises de epilepsia. Como consequência, acabou tendo que sair da escola (na verdade ele praticamente não podia sair de casa, para vocês terem noção da gravidade da coisa), e quando voltou, começou a sofrer bullying. Nem preciso comentar o quanto me identifiquei com ele, e quantas pessoas mais também sentiram o mesmo. O Alex é daqueles tipos de personagens que a gente gosta de cara: apesar de ser super inteligente, vai mal na escola por diversos fatores; é um leitor voraz, possui um caráter incrível e uma ingenuidade comovente. 

Os personagens secundários também são incríveis: a mãe do Alex é uma cartomante, e eu me divertia horrores com ela. O Sr. Peterson é, de longe, o meu personagem preferido na trama. Coisa mais linda a forma como ele gostava do Alex, apesar de ser carrancudo boa parte do tempo. As coisas que ele falava me faziam refletir muito sobre a sociedade e sobre mim mesma. 

O Universo Contra Alex Woods, apesar de tratar de um tema sério e polêmico, a eutanásia, consegue ser casual e divertido. Fiquei admirada com a forma que Gavin conseguiu manter a narrativa leve mesmo com o tema pesado. Acho que as circunstâncias improváveis em que Alex se envolvia, a conspiração do mundo contra ele e os diálogos engraçados, com certeza contribuíram para que o livro não possuísse uma carga dramática maior. O mais importante é que o livro nos faz refletir bastante até onde nós mesmos temos poder sobre a nossa vida e o que podemos fazer com ela.

Classificação final: 

9 comentários:

  1. Oiee Ana ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas fiquei bastante curiosa para ler. É uma pena que a leitura tenha sido arrastada em algumas partes, mas acho que o restante do livro compensa, né? Estou animada para conhecer o Alex, já sei que vou gostar bastante dele e me divertir com a história. Espero poder ler logo.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem? Vim convidar você para conhecer o projeto #MulheresdaLiteratura, onde temos um desafio em que o objetivo é divulgar cada vez mais livros escritos e protagonizados por mulheres! Vem problematizar conosco você também! <3

    https://www.facebook.com/events/1564014080586237/

    Att.,
    Eduarda Henker
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Ana.
    Eu ainda não conhecia esse livro mas achei a capa linda. A história não me chamou muito a atenção, mas é um livro que eu leria sim, só no momento que não. Mas gostei do tema abordado, a eutanásia, porque é um tema que raramente vemos nos livros.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi!!
    Não conhecia o livro e a primeira vista confesso que nem iria dar um chance, mas lendo a sua resenha, a mesma me deixou bem intrigada e com certeza para ser um ótimo livro, devo dizer que sim me interessei e qdo eu tiver a oportunidade vou ler. Adoro livro assim que nos transmitem mensagens e reflexão
    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Aninha.
    Acho que é a primeira resenha que leio desse livro. E fiquei morrendo de vontade de ler!!
    Gosto de livros que retratam momentos difíceis, e esse falando sobre eutanásia mas com um personagem tão novo na história, fiquei muito interessada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Olá, Ana!
    Adorei a capa do livro e, só por ela, já leria o livro com certeza! É muito bom ter um amigo com gosto parecido e que indique bons livros! :)
    Adoro histórias com temas polêmicos como bullyng e eutanásia! Vai para a minha lista de leitura com certeza!
    Abraço!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia esse livro. Adorei a capa. E achei sua resenha muito interessante, com certeza vou colocar ese livro na minha lista de desejados.
    Uma história simples e boa de ler.
    Erica Regina
    parado-na-estante.blogspot.com.br
    facebook.com/paradonaestante

    ResponderExcluir
  8. oi
    adorei o livro...vou anotar essa dica..a sinopse me chamou a atenção..vou tentar ler esse ano.
    A premissa é bem interessante,sua resenha ficou incrível.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oie, Ana!
    O livro parece ser bem bacana e fiquei bem curiosa para conhecer o Alex, mas eu não entendi bem onde entra a eutanásia na história.
    bjuss
    Anna - Letras & Versos

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©