3 de outubro de 2016

Resenha: 50 Anos de Jornada Nas Estrelas

Após seis séries de tv, treze longas e cinco décadas como ícone da cultura pop, Jornada nas estrelas se tornou uma das franquias mais duradouras e rentáveis de Hollywood. Na mesma época da estreia no Brasil de Star Trek: Sem fronteiras, nova adaptação para os cinemas, a Globo Livros lança o primeiro volume de 50 anos de Jornada nas estrelas. A coleção reúne histórias de bastidores narradas por pessoas diretamente ligadas à série, como seu criador Gene Roddenberry.

Título Original: The Fiftt-Year Mission
Autores: Edward Gross e Mark A. Altman
Páginas: 392
Tradução: Rodrigo Salem
Editora: Globo Livros
Livro recebido em parceria com a editora 

Quem é fã de ficção-científica ou cultura pop com certeza já pelo menos ouviu falar de Star Trek, uma franquia super rentável que trouxe inúmeras inovações — e, talvez, algumas polêmicas — na década de 60. Apesar de não me considerar uma exímia fã da série, não posso negar que ela me fascina. Que outra série no mundo é capaz de mesclar temas que vão de políticos a sociais, tudo durante grandes aventuras em uma nave espacial?

Para comemorar os 50 anos de Star Trek, foi lançado esse volume maravilhoso, que traz nada mais, nada menos que os bastidores desse grande sucesso de Gene Roddenberry, e o melhor de tudo: sem nenhuma censura. Para compor 50 Anos de Jornada Nas Estrelas — o primeiro livro de uma série de quatro —, Edward Gross e Mark A. Altman coletaram depoimentos e outros dados de várias pessoas que estão/estavam diretamente envolvidas no projeto, indo de roteiristas, produtores e até mesmo os membros do elenco. 

Como era de se esperar, o livro é cheio de revelações surpreendentes como, por exemplo, em um trecho que George Pappy, diretor do filme The Green Girl, conta que Susan Oliver — que interpretava uma escrava verde de Órion em Star Trek — escreveu em sua autobiografia que "não foi fácil ser verde", porque, além de ter que passar horas para aplicar a maquiagem, notou um comportamento diferente por parte dos homens no set de filmagem, que chegavam a desviar os olhares dela. É muito engraçado ler coisas do tipo porque é justamente isso que Star Trek não pregava, não é mesmo? 

Esse primeiro volume se concentrou mais na série original, estrelada pelos inesquecíveis William Shatner, Leonard Nimoy e DeForest Kelley — além da Nichelle Nichols — e foi super interessante ler sobre o lado da série que poucas pessoas conhecem. A única coisa que me incomodou um pouquinho foi o fato de os capítulos serem longos demais, mesmo sendo repletos de pausas. Porém, o texto é tão fluido que esse incômodo acabou se tornando superficial. Não vejo a hora de ler os próximos volumes! 

É claro que, apesar de ser dedicado aos fãs, nada impede que aqueles que têm vontade de saber um pouco mais dos bastidores de Star Trek mais a fundo, e tenho certeza que agradaria até os leitores mais críticos. 

Classificação final: 

14 comentários:

  1. Eu não gosto e não tenho costume de ler livros desse tipo. Prefiro ficção. E Star Trek nunca foi algo que gostei, nunca assisti nenhum dos filmes, nem a série. Mas como é uma franquia muito famosa, sei algumas coisas a respeito. Então não acho que leria esse livro, nem os próximos.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Preciso confessar que nunca me interessei por Jornada nas Estrelas, mas nunca é tarde não é mesmo?
    Achei a ideia do livro bem legal, em compartilhar todas essas histórias com os fãs, e a capa do livro está muito bonita.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. ANA!
    Como boa fã da série e de ficção, adorei a ideia da editora em editar um livro que fala não apenas do filme, mas dos ocorridos durante as gravações e seus bastidores.
    Gostei demais e quero ler.
    “A sabedoria consiste em ordenar bem a nossa própria alma”. (Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Sou uma completa leiga quando se trata de star trek e star wars, eu mal sei por onde começar e acho o universo das séries confusos demais. Capítulos longos também me incomodam um pouco, eu mesma quando escrevo, mantenho uma média de páginas pequena, de forma que o texto fique mais rápido. Quem sabe um dia eu não me arrisque nesse livro? Mas não garanto nada hahaha
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana ^^
      Bom, ainda não tive a oportunidade de assistir a série pois me falta espaço no HD para baixar a porrada de GB. Esperando o dia que a Netflix disponibilize tudo. kkk
      Assisti ao primeiro filme que fizeram nessa onda do remake e lembro de ter gostado bastante. Sou muito bugado ainda no gênero ficção científica, tanto é que até o ano passado acreditava que Star Trek e Star Wars eram histórias de um mesmo universo. ahsuahsu
      Acho extremamente enriquecedor livros de bastidores pois alimenta a paixão dos fãs e esclarece de vez em quando enigmas encontrado no decorrer dos enredos.
      Espero poder ter a oportunidade, daqui para 2018, de ver a série toda para poder ler essa quadrilogia dos bastidores. :D
      E que capa lindona!!! Azul é a minha cor favorita, então já viu, gamei.
      Globo está arrasando na escolha dos títulos para publicação. *_*
      Parabéns pela resenha, Ana. Espero no futuro não ficar incomodado com esses capítulos longos da obra. Bjs :*

      https://peregrinodanoite.blogspot.com.br/

      Excluir
  5. Olá.
    Sou fã de Jornada nas Estrelas, assim como de Star Wars. Mas apesar de ser fã, nunca li nada a repeito, pois normalmente essas séries sempre tem muito livros e eu fico um pouco perdida. Mas claro que pretendo ler e ter na minha estante! Essa série de livros é um presente aos fãs, como não querer? Ótima resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não me lembro de ter assistido Star Treck, na verdade eu sempre tive curiosidade porém nunca cheguei a assistir de fato.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ana!
    Claro que sendo Star Trek uma série tão antiga e famosa, todo mundo conhece pelo menos alguma coisa, porém eu estou no time dos que conhecem bem pouco e nunca se interessaram em conhecer mais... Mas para fãs da série esse livro deve ser um tesouro, achei que o fato deles colocarem várias curiosidades e depoimentos de quem participou fez tudo ficar ainda mais especial pra quem gosta desse mundo.

    ResponderExcluir
  8. Nossa já faz tudo isso da série, sou fã faz tempo que assisti os filmes que nem lembro direito acho que preciso assistir novamente. Achei o livro bem interessante saber mais sobre o que acontecia por trás dos filmes, só não gosto de capítulos longos, prefiro os curtos.

    ResponderExcluir
  9. tenho muito interesse de ler, mas acho esse universo muito complexo, não sei se entenderia a história. beijos

    ResponderExcluir
  10. tenho muito interesse de ler, mas acho esse universo muito complexo, não sei se entenderia a história. beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto muito de scifi e de star trek, alem de me considerar geek, porem, não me atraio muito por esse tipo de livro 'por tras das cameras' e tal. Se eu comprar esse livro, será só pra ter na estante, mas há muitos outros na frente hhahaha

    ResponderExcluir
  12. NUnca assisti Star Trek nem sei muita coisa a respeito, porque na época que passava eu acho que o que mais me chamava a atenção era Star Wars, é impressão minha ou havia meio que uma rivalidade entre esses dois? Bom, achei muito legal porque assim com esse livro dá pra gente conhecer mais e saber o que tanto perdemos!

    ResponderExcluir
  13. Me sinto de outro mundo por ser uma nerd que nunca teve vontade de ler ou ver Jornada nas estrelas kkk sou mais do tipo Harry Potter rsrs

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©