24 de dezembro de 2016

Resenha: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Foto: Gettub
Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia,marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados. Ansiosamente aguardado por milhões de fãs, o oitavo livro da saga de maior sucesso de todos os tempos chega às livrarias de todo o Brasil no dia 31 de outubro, em edições brochura e capa dura. Harry Potter e a criança amaldiçoada é a edição impressa do roteiro de ensaio da peça escrita por J.K. Rowling em parceria com Jack Thorne e John Tiffany, que está em cartaz em Londres e se passa 19 anos após os acontecimentos narrados em Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Título Original: Harry Potter and the Cursed Child
Autores: John Tiffany & Jack Thorn
Páginas: 352
Tradução: Anna Vicentini
Editora: Rocco
Livro recebido em parceria com a editora

Como fã de Harry Potter, não posso negar que eu estava simplesmente louca para ler esse livro, mesmo sabendo que não é um romance e que não é uma obra da própria J. K. Rowling. É claro que tem uma essência dela na história, mas é importante frisar que foi apenas baseado em uma história da Rowling. Gente, eu não consigo explicar em palavras a felicidade que senti em reencontrar os meus personagens tão queridos, deu aquela nostalgia gostosa, sabem? E sim, foi exatamente o que eu esperava. 

O roteiro da peça de teatro — é importante mesmo lembrar que não é um romance! — começa 19 anos depois de Harry Potter e as Relíquias da Morte e gira em torno de Alvo Potter, o filho mais novo do Harry, e o seu grande fardo por carregar o nome "Potter" nas costas. Alvo também tem um relacionamento muito conturbado com o pai, que se faz bastante ausente por causa do emprego, e sofre um certo preconceito em Hogwarts por ter entrado para a Sonserina e por ser amigo de ninguém menos que Escórpio Malfoy. 

A história começa a se desenrolar de verdade quando Alvo escuta uma conversa entre Harry e Amos Diggory  em que eles conversam sobre a possibilidade de usar um Vira-Tempo — o último espécime do artefato mágico foi apreendido pelo Ministério da Magia — para trazer impedir a morte de Cedrico, e Alvo decide que ele consegue ajudar e mudar o futuro do jovem bruxo com a ajuda do seu amigo Escórpio. Não é difícil de imaginar que as coisas não saem muito bem como planejado, não é mesmo?

Lendo algumas resenhas de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada pela internet eu percebi uma quase unanimidade nas opiniões: a maioria dos leitores reclamam que o livro é o roteiro da peça, então é óbvio que não há um aprofundamento e muitos detalhes, e há muitos furos na história também. Mas pessoal, a própria J. K. Rowling alertou aos fãs que não esperassem um romance. E convenhamos que, para um roteiro, a história está sensacional. Obviamente me irritei com algumas coisas, mas nada que mudasse a essência do livro.

Harry, nunca existe uma resposta perfeita nesse mundo confuso e conturbado. A perfeição está fora do alcance da humanidade, fora do alcance da magia. Em cada momento luminoso de felicidade há esta gota de veneno: o conhecimento que a dor voltará. Seja sincero com aqueles que ama, mostre sua dor. Sofrer é tão humano quanto respirar. 

O que falar do Alvo Potter? Meu Deus, que criança chata. Sério, não sei se é porque eu o imaginava totalmente carinhoso e amigável, mas ele é justamente o contrário. Rabugento, irritante, mal educado, tudo o que vocês possam imaginar. Okay, o outro ponto é que o Harry também não ajuda muito pelo fato de ser ausente e pecar um pouco nas coisas que fala como pai, mas ainda assim não é justificativa. Até porque Harry tenta se aproximar — ou reaproximar — do filho em todos os momentos e a única coisa que Alvo faz é ficar na defensiva. Gina, Rony e Hermione estão exatamente do jeito que estava acostumada nas histórias escritas pela J. K.

A história é bem rápida e, como eu disse antes, sem muitos detalhes e aprofundamentos, mas por ser o roteiro eu já esperava por isso, então não houve nenhuma decepção. O que eu senti, realmente, foi aquele quentinho no coração de quando a gente reencontra pessoas de que gostamos muito. E nossa, ler um personagem em especial me deixou muito feliz e sinceramente gostei do plot twist criado pelos autores. 

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada é um prato cheio para os fãs do mundo criado por J. K e, em minha humilde opinião, extremamente satisfatório, além de cumprir com o seu propósito: matar um pouco da saudade que temos de toda a magia. A única dica que dou é que não esperem um texto como o da J. K. Rowling ou então realmente se decepcionarão. Pensem que é uma história que foi criada para nos deixar um pouco menos órfãos de Harry Potter. 

15 comentários:

  1. Oi Ana tudo bem?
    Estou louca para ler esse livro, como sou fa dos livros do Harry, quero muito conferir essa história.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li a série HP, mas o primeiro livro está na meta para 2017 (espero que consiga realmente cumprir esse desafio)
    Acho bacana quando os autores conseguem criar um universo complexo que consiga originar novos livros.
    Muitos estão criticando a maneira de ser contado, nunca li nada do tipo,espero que eu goste quando for ler.

    ResponderExcluir
  3. Ana!
    Para nós que somos fãs, tudo que se relaciona ao mundo do Harry é sempre bem vindo de braços abertos, mesmo que não seja escrito pela autora.
    É como falou, podemos matar as saudades...
    “Que os sinos do Natal sejam os mensageiros de boas festas e que o ano novo seja repleto de realizações. Feliz Natal e um próspero Ano Novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana!
    Li "HP e a Criança Amaldiçoada" ontem (sim, devorei em um dia. Simplesmente não consegui largar) e faço minhas as suas palavras: "O que eu senti, realmente, foi aquele quentinho no coração de quando a gente reencontra pessoas de que gostamos muito."
    Eu adorei a história (e é só ela que está em questão aqui, né? Deixemos o texto de lado) e fiquei muito surpresa com algumas coisas. Confesso que não achei o Alvo chato, como você comentou, mas fiquei bem surpresa de ver que o relacionamento dele com o Harry é complicado. Mas sabe...gostei disso.
    A única coisa é que eu acho que anão fiquei menos órfã e sim mais órfã. Que saudade desse mundo e dessa turma.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana! Eu também estou louca para ler esse livro e finalmente reencontrar os personagens tão especiais que marcaram a minha infância e adolescência! Foi muito bom saber que Rony, Gina e principalmente Hermione também estão no livro. Por outro lado estou tentando não colocar muitas expectativas, embora eu esteja acostumada a leituras de scripts, um livro em forma de roteiro tende a ser menos emocionante do que um romance. Mesmo assim estou ansiosa para conhecer Alvo Potter (por mais irritante que ele possa ser) e tb o que aconteceu com Rony e Hermione na vida adulta. A capa é linda, principalmente a capa dura preta, embora, mesmo com a jacket, não acho que combina muito com o restante da coleção HP =( Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Que linda esta edição de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, adorei sua resenha, quero muito ler este livro, e lendo sua resenha só fiquei mais ansiosa ainda, mas como ainda não li os outros livros de Harry Potter, acho que seria interessante lê-los primeiro.

    ResponderExcluir
  7. Consegui comprar este livro na Black Friday e fiquei muito feliz, não vejo a hora de começar a ler.

    Porém, confesso que estou com medo de não gostar. A edição está lindíssima, uma das mais lindas na minha estante.

    ResponderExcluir
  8. Não sabia que era um roteiro! Mas isso só me motiva mais a ler, nunca li um roteiro antes então só estou mais ansiosa pela leitura!

    ResponderExcluir
  9. eu não sei...
    sou fã de HP, mas estou meio dividida em relação a essa história e não é pelo fato de não ter sido um romance, mas sim de um fanfic autorizado (pelos pedaços que eu vi da peça, eu não sei explicar o que eu senti).
    acho que o mundo dos bruxos tem muita coisa para contar... não sei se precisava ser do filho do HP...

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Quando soube que iria lançar esse livro enlouqueci para ler logo e voltar para imundo de Harry Potter, li algumas partes dele e concordo quando você diz que o Alvo é uma criança chata, mas fora isso acho o livro bem legal, claro que eu tenho que acabar ele haha.
    Beijos Squad Of Readers

    ResponderExcluir
  11. Oi Ana :D
    Eu estava muito ansiosa por esse livro, eu sou apaixonada por Harry Potter a mais de 12 anos, e saber que iria ter algo para voltar a Hogwarts me alegrou muito,.
    Eu li o livro sabendo que era roteiro de peça, e gostei muito, isso não prejudicou em nada a leitura, só fez eu ler mais rápido.
    Mas não foi uma leitura 100% satisfatória, teve muitas coisas que aconteceram que eu parava de ler e pensava: OQUE?
    O Rony eu achei bem vago na história, como se fosse um tio que pergunta no final do ano se é pavê ou pacumê sabe? kkkk
    Mas eu também amei esse personagem em especial, meu olho encheu de água, juro.
    Esse mundo mágico é maravilhoso demais, e o ponto positivo de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada foi trazer essa magia de volta.
    Parabéns pela sua resenha, adorei.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  12. Estava com receio de ler essa história e me decepcionar agora após ler a resenha fiquei mais tranquila, eu queria que o filho do Harry fosse mais carismático, não ligo se é amigo de algum Malfoy desde que esse fosse do bem kk.

    ResponderExcluir
  13. Já assisti a todos os filmes de Harry Potter e gosto muito <3 Mas nunca me interessei em ler os livros, não sei porquê. Acho legal saber como andam as coisas para Harry e sua família, mas acho que não lerei esse livro. Já o filme, assistirei sim!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Primeiro essa capa e maravilhosa, está linda, perfeita. Quero muito ler esse livro, sou fã de HP, e para quem achou que a historia tinha acabado, até o roteira da pesa já é muito, estou bem curiosa para poder rever os personagens já conhecidos e poder conhecer os novos !!

    ResponderExcluir
  15. Eu não tenho nenhum interesse em ler este livro. Daqui há uns 10 anos, quando resolverem lançar esse livro com figuras e romanceado (é mais ou menos esse o tempo que levou pra sair o primeiro livro de Harry Potter ilustrado, né?), aí eu penso...PENSO... em ler. Hahahahahahaha

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©