11 de janeiro de 2017

Resenha: O Garoto dos Meus Sonhos

Desde quando consegue se lembrar, Alice tem sonhado com Max. Juntos eles viajaram o mundo, passearam em elefantes cor-de-rosa, fizeram guerra de biscoitos no Metropolitan Museum of Art... e acabaram se apaixonando. Max é o garoto dos sonhos – e somente dos sonhos – até o dia em que Alice o vê, surpreendentemente, na vida real. Mas ele não faz ideia de quem ela é... Ou faz? Enquanto começam a se conhecer, Alice percebe que o Max dos Sonhos em nada se parece com o Max Real. Ele é complicado e teimoso, além de ter uma namorada e uma vida inteira da qual Alice não faz parte. Quando coisas fantásticas dos sonhos começam estranhamente a aparecer na vida real – como pavões gigantes que falam, folhas de outono cor-de-rosa incandescente, e constelações de estrelas coloridas –, Alice e Max precisam tomar a difícil decisão de fazer isso tudo parar. Mesmo que os sonhos sejam mais encantadores que a realidade, seria realmente bom viver neles para sempre?

Título Original: Dreamology
Autora: Lucy Keating
Páginas: 264
Tradução: Luisa Geisler
Editora: Globo Alt
Livro recebido em parceria com a editora 

Apesar de não acontecer comigo, sei que é extremamente normal começar a ter pesadelos após uma grande perda. Quando Alice foi praticamente abandonada pela mãe, uma primatologista de muito sucesso, começou a ter sonhos tão horríveis que seu pai, um cientista, teve que ajudá-la de alguma forma. Depois de um período de testes de sono, ainda criança, Alice começa a sonhar repetidamente com um mesmo garoto, Max, o garoto dos seus sonhos. 

Desde que se entende por gente Alice sonha com Max, mas tem plena consciência que ele é fruto da sua imaginação até o dia que se muda para Boston com o pai e dá de cara com o seu Max no primeiro dia de aula na escola nova. Como nem tudo são flores, além de não ser nem um pouco parecido com a pessoa que aparece nos sonhos — a começar pela namorada Celeste , Max não faz ideia de quem seja Alice. Bom, pelo menos ele diz que não.

A narrativa é em primeira pessoa pelo ponto de vista de Alice e a principal questão tratada no livro é justamente o porquê de Max e Alice sonharem um com outro exatamente os mesmos sonhos. A partir daí, além do desenvolvimento do romance dos personagens, Lucy cria um mistério muito instigante e nada forçado. O que eu mais gostei é que a autora não simplesmente jogou uma bomba nos leitores e deixou por isso mesmo, as coisas foram muito bem explicadas e têm até certa fundamentação científica.

A verdade é que eu me surpreendi muito com O Garoto dos Meus Sonhos. Eu sei que é bem preconceituoso da minha parte, mas no início achei que seria mais um livro clichê sobre relacionamentos perfeitos, mas Lucy Keating conseguiu um enredo sensacional. É claro que o romance não é deixado de lado, mas ele não é o foco da narração e isso foi o que mais me agradou. Além do mais, achei a explicação dos sonhos extremamente convincentes. 

Outro ponto positivo na obra foi o conflito criado entre mãe e filha: só para vocês terem ideia da gravidade do problema, Alice nem chama Madeline de mãe — o que é super compreensível, dado que a mulher saiu da vida da Alice quando ela ainda era bem pequena. Gostei bastante de como a Lucy resolveu esse problema em especial. Aliás, Lucy foi fantástica em resolver todos os problemas/mistérios da história, só amor para essa mulher.

De longe o meu personagem preferido foi o Oliver, que se tornou amigo de Alice desde o primeiro dia de aula. Oliver não é aquele tipo de personagem que está no livro apenas para tapar um buraco, ele é extremamente importante e bem construído, bem como todos os outros personagens secundários. Convenhamos que poucos autores focam na vida dos amados personagens secundários, não é mesmo?

A palavra perfeita para descrever O Garoto dos Meus Sonhos é doce. Diferente do que o enredo passa, não é nenhuma história adolescente boba, é muito mais que isso. A narrativa é tão fluida que não dá vontade de parar de ler de jeito nenhum e o que a gente mais quer é descobrir como essa conexão entre Max e Alice surgiu. Sim, Lucy Keating superou todas as minhas expectativas. 

12 comentários:

  1. Ana!
    O que mais me interessou no livro, além do romance, foi ver que a autora trouxe uma explicação plausível para ambos protagonistas sonharem um com o outro mesmo sem se conhecerem e foi esse fato que aguçou minha curiosidade em descobrir o porque de isso acontecer...
    “O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Quando li a primeira vez sobre o livro eu fiquei doida para ler, mais ainda estou com uma quantidade um pouco alem do que eu possa comprar o livro por agora, achei um romance super diferente e com toda certeza de que possa prender o leitor do começo ao fim.

    ResponderExcluir
  3. Parece bem desenvolvido esse livro pois tem até um fundamento científico e muitos mistérios envolvendo entre os personagens! Que bom que esse livro não melação ou algo do tipo de romance forte, pois gosto mais de leituras que sejam mais tranquilas e interessantes =)

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana!!
    Que livro mais fofo!! Achei super interessante a premissa do livro!! Acho que nunca li nenhum livro com esse tipo de tema!! Acho bem legal a autora desenvolver a história dos protagonistas que se conhecem em sonhos e depois fora deles!! Adorei a indicação!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Pela capa achei que seria um livro leve bobinho mesmo, mas que bom que não é, adoro quando os autores surpreendem com suas obras. Fiquei muito intrigada com a ligação entre os sonhos dos personagens já me fazendo várias perguntas, sou assim quando leio resenhas com mistérios e segredos fico me fazendo perguntas como se tivesse lido o livro para saber as respostas kkkk.

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana, tudo bem?
    Estava curiosa para ler algo a mais sobre esse livro, e estou surpreendida.
    Difícil mesmo um autor conseguir dar destaque assim para personagens secundários. E claro, não deixar pontas soltas e convencer o leitor de porque um sonhava com o outro.
    Parabéns pela resenha, bom saber que não é só mais um livro de capa linda, e sim com um conteúdo lindo e surpreendente.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  7. No começo da resenha super imaginei um filme bem sessão da tarde mesmo kkk Mas no decorrer da leitura fui mudando de ideia. O relacionamento dela com a mãe me deixou curiosa e concordo que doce, resume bem o livro

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha, a história parece realmente interessante. Adoro romances e mal posso esperar para ler este.

    ResponderExcluir
  9. Oi Ana! Eu sempre vejo esse livro nas livrarias, mas nunca cheguei nem perto, acreditava que seria somente mais um YA da capa bonitinha e histórinha cliché. Parece que me equivoquei totalmente! Adorei saber que se trata de um livro fofo, mas com uma história realmente interessante, muito bem explicada e com fundamentos científicos para os sonhos de Alice. Também achei interessante a autora apostar em personagens secundários bem construídos! Fiquei morrendo de vontade de ler, e assim que puder farei sem dúvida! Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Eu não conhecia o livro ainda mas parece bem interessante a história.
    Quando diz que os dois tem o mesmo sonho com o outro e ainda sonhos iguais dá um gostinho de querer saber mais e desvendar os mistérios que acontecem adiante.
    Quero ler!

    ResponderExcluir
  11. Ah, eu não acho preconceito achar que o livro é clichê não. Eu mesma gosto muito de ler livros bem clichês, mas é claro que adoro quando eu penso que é clichê e no final não foi aquilo que eu esperava, e claro que foi melhor.
    Adoro ler livros bem fofos, e esse livro parece mesmo. Fiquei curiosa para saber a história da Alice, seu conflito com a mãe, o encontro com Max.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Também estava pensado que serie uma historia bem clichê, mas achei muito interessante a autora não forcar a historia só no casal, mas também na família da Alice, fiquei bem curiosa sobre o porque dela sonhar com o Max e se tiver oportunidade quero muito ler esse livro !!

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©