3 de dezembro de 2018

Resenha: Como Num Filme

As regras são claras... Até o momento em que são quebradas. Neste livro da série Recomeços, conheça a história de Ethan. As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota. Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?

Título Original: Isn't She Lovely
Autora: Lauren Layne
Páginas: 224
Tradução: Lígia Azevedo
Editora: Paralela
Livro recebido em parceria com a editora

Vocês já leram aqueles livros ou assistiram a um filme em que os protagonistas fingem ser um casal por algum motivo? Alguns fingem para a família, ou para fugir de um ex-namorado ou por causa de uma aposta... Se sim, então não encontraram muita novidade por aqui, porque o enredo desse livro gira em torno de um casal que faz exatamente isso.

Neste clichê, temos o riquinho Ethan e a mocinha revoltada Stephanie. Os dois estão fugindo da família enquanto estão em um curso de férias na faculdade de cinema. Eles imaginaram que o roteiro seria ir para as aulas todos os dias, mas tudo vai por água a baixo quando o professor passa um projeto para em que os protagonistas têm que trabalhar juntos. Asim, eles precisam entrar em um acordo para se resolverem pois sempre estão discordando em tudo.

Stephanie não tem lugar para ficar durante as férias e infelizmente está ficando na casa do ex-namorado e a sua atual namorada com quem ele a traiu, super divertido não é mesmo? Ethan decidiu ficar na faculdade fazendo este curso para não ter que estagiar na empresa do papai rico (para herdar toda a herança da família) e também para fugir da sua família que quer que ele volte com ex-namorada, que por incrível que pareça, é de família rica. Tão imprevisível não é mesmo?

Nesse meio tempo, Ethan descobre que sua parceira de projeto está morando com seu ex durante as férias e lhe faz uma proposta: ela pode ficar com ele em seu apartamento se ela fingir ser sua namorada durante um mês, para que ele possa enganar sua família. Mas obviamente eles não podem se apaixonar, e o que acontece, meus amigos? Eles se apaixonam, e é claro que "não percebem" e não admitem um para o outro. Novidade por aqui? Também não.

Sinceramente, terminei esse livro em um dia porque a premissa flui rapidamente. Só que, ao mesmo tempo, frustra porque tudo acontece exatamente igual àqueles filmes da Sessão da Tarde, tudo muito previsível. A interação entre o casal durante a narrativa é repleta de tensão sexual, e isso foi um dos poucos pontos positivos que encontrei. Outra coisa que gostei muito foi uma declaração que acontece no livro e que me marcou bastante, mas não posso contar pra não perder a graça. 

Como Num Filme, prequel da série Recomeços, é um livro com uma premissa clichê, perfeita para ler quando estiver naquela ressaca literária ou quando você acabou de terminar uma leitura "complicada" e precisa de algo leve e previsível. Não é horrível, só esperava que fosse um pouco mais desenvolvido. 

10 comentários:

  1. Ah..rs eu adoro um bom clichê e mesmo que parece que não há nada que diferencie dos romancinhos bobos de sessão da tarde, eu adorei!(sou louca mesmo).rs
    Ruim somente que não houve desenvolvimento tanto no enredo, quanto nos personagens, mas mesmo assim, deu muita vontade ler!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu gosto de um bom clichê!
    Me surpreendi porque no 1° livro parece que são um casal perfeito, mas agora descubro que era tudo fingimento. Haha...
    Eu quero ler esse livro, acho que será melhor do que Em pedaços.
    Não acho que seja uma série incrível, mas é boa e ótima pra sair da ressaca mesmo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Sou viciada em romances, podem parecer todos iguais, to nem ai, leio todos que puder ler rsrs. E adorei esse enredo, não conhecia ainda esse serie, mas fui procurar a sinopse do primeiro livro, e gostei tanto quanto Como Num Filme.
    Com certeza quando eu tiver oportunidade vou ler os livros dessa serie.
    Adorei a resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Um romance clichê super amorzinho! Amo livros assim.
    Romance gato e rato mais opostos que se atraem são ótimos.
    Percebi pela resenha que Ethan e Stephanie são muito mais profundos do que aparentam ser.
    Uma pena que Lauren não tenha desenvolvido tão bem.

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto do clichê rsrs Eu amo quando os livros me surpreendem, mas também adoro um livro em que já deduzimos tudo e só confirmamos nossas expectativas rsrs
    Acabei de ler um livro da Lauren. Ela ama um clichê. O enredo de Mais que amigos é um pouco assim também.
    Realmente é o livro ideal para uma ressaca literária.
    Adorei sua resenha

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Vou te dizer que adoro um livro desses que a gente já sabe tudo que vai acontecer, já viu a mesma história mil vezes, é cheia de clichê e personagem que se apaixona e não quer admitir fácil. Ah sou dessas. Se a coisa fluir bem acabou, fui fisgada. É bom pegar uns romances assim de vez em quando, ainda mais quando tá lendo mais coisas pesadas ou bate ressaca mesmo. É clichê pra tudo que é lado pelo visto, mas duvido que não iria adorar. Agora, ê garota de má sorte viu. Ficar na casa do ex com a namorada que ele arrumou traindo ela? Gente, isso deu foi dó :S

    ResponderExcluir
  7. Oi Lari,
    Estou precisando de livros bem clichês com leituras fluídas para intercalar com livros mais densos e esta recomendação é bem o que procuro. Stephanie está em uma situação bem complicada, pois ter que viver com o ex não deve ser fácil. A premissa não dá muitas informações sobre a protagonista e isso é algo me deixa intrigada, pois fiquei curiosa com sua história. Já Ethan, como todo riquinho de romances, tem problemas familiares, que envolvem um pai com quem ele não se entende e, claro, a fortuna da família. Só espero encontrar aqui um protagonista legal, interessante e, principalmente, que consiga se impor quando necessário. Por mais que eu não esteja achando muito inovadoras as histórias dessa série, estou bem interessada na leitura dos livros.

    ResponderExcluir
  8. Oi Lari,
    Sabe aqueles clichês que a gente ama? É exatamente o que esse livro representa, e tô doida para ler a série. Só que quero começar pelo livro anterior, toc sabe? Kkk
    Sobre a história, achei divertida, a autora segue um padrão que não tem como dar errado. Um único pontinho que digo ser negativo, é que achei de Ethan meio machista em relação a mudança de Stephani, só aceito porque foi um acordo, rsrs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Lari!
    Pode parecer clichÊ, mas gosto de livros clichês, água com açúcar, onde nem precisamos pensar muito, apenas curtir a leitura, principalmente depois de uma leitura mais profunda ou mais pesada.
    Tenho esse livro aqui e colocarei na lista para ler.
    “Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor.” (Hamilton Wright Mabi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DEZEMBRO - 7 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li nada autora, mas está na minha listinha!
    Não sou fã de clichês, mas gostei de como a autora trata dessa trama.
    Parece ser uma leitura leve ótima para sair de uma ressaca literária.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©