18 de agosto de 2019

Resenha: Daisy Jones and The Six


Embalado pelo melhor do rock'n'roll, um romance inesquecível sobre uma banda dos anos 1970, sua apaixonante vocalista e o amor à música. Da autora de Em Outra Vida, Talvez?.
Todo mundo conhece Daisy Jones & The Six. Nos anos setenta, dominavam as paradas de sucesso, faziam shows para plateias lotadas e conquistavam milhões de fãs. Eram a voz de uma geração, e Daisy, a inspiração de toda garota descolada. Mas no dia 12 de julho de 1979, no último show da turnê Aurora, eles se separaram. E ninguém nunca soube por quê. Até agora.
Esta é história de uma menina de Los Angeles que sonhava em ser uma estrela do rock e de uma banda que também almejava seu lugar ao sol. E de tudo o que aconteceu — o sexo, as drogas, os conflitos e os dramas — quando um produtor apostou (certo!) que juntos poderiam se tornar lendas da música.
Neste romance inesquecível narrado a partir de entrevistas, Taylor Jenkins Reid reconstitui a trajetória de uma banda fictícia com a intensidade presente nos melhores backstages do rock'n'roll.


Título Original: Daisy Jones and The Six
Autor: Taylor Jenkins Reid
Páginas: 360
Tradução: Alexandre Boide
Editora: Paralela
Livro recebido em parceria com a editora
Compre aqui

Daisy Jones sempre foi uma menina lindíssima e inteligente, chamando atenção desde cedo, mas isso não foi a garantia de ter muitos amigos na escola ou fora dela. Em casa não era diferente, já que os pais nunca deram atenção para a filha, nem percebendo quando a menina saía por aí. Apesar de tudo, a solidão de Daisy formou uma pessoa muito madura e talentosa.

A protagonista começa a compor músicas muito boas, e de groupie passa a ser a estrela. No entanto sua gravadora não quer que ela grave as próprias composições, e sim músicas famosas. Na verdade isso aconteceu bastante nos anos 70 com muitos cantores, sendo um caminho mais 'curto' para o sucesso (mas a fama geralmente não durava tanto assim).

Na mesma gravadora de Daisy, a banda The Six foi ficando em evidência. Ela precisava de uma banda se quisesse cantar os próprios sucessos, e por coincidência os produtores decidiram que Daisy e o vocalista da banda, Billy Dunne, fariam um dueto. A grata surpresa foi que a música chegou no topo de todas as paradas, gerando um sucesso inimaginável. Sendo assim, agora a protagonista entraria para a banda, formando Daisy Jones and The Six.

Se de um lado temos a história de Daisy, de outro temos Billy. Uma pessoa cheia de culpa, teimosia, vícios e vontades. Talvez sua relação tão intensa com a protagonista seja justamente por serem tão parecidos e por amarem tanto a música, o que faz com que as pessoas os amem tanto e enlouqueçam ao seu som.

O legal dessa obra da Taylor Jenkins Reid é que ela é composta basicamente por falas, como se fosse um documentário sobre a banda. Não é algo como o Stephen King faz em Carrie, em que as vozes da narradora, os recortes de jornal e as falas dos personagens se cruzam, e sim algo muito mais separado e alinhado, onde os integrantes da banda tem seu espaço de fala bem alinhado. Ah, e se você curte, existe também o audibook - que eu não tive oportunidade de ouvir, mas sei que está incrível, só elogios.

Daisy Jones and The Six pode até ser uma banda fictícia, mas a história é tão boa e vai sendo montada de um modo tão precioso, que vai fazer você desejar que tudo aquilo tenha sido real: a banda, os shows, os personagens, até mesmo as intrigas e o fim delas.

E sabe a melhor parte disso? A gente vai poder ver em breve uma adaptação do livro em formato de série, pela Amazon. Serão 13 episódios e a maravilhosa Daisy Jones ganhará vida através da Reese Witherspoon. Finalmente iremos ouvir os grandes sucessos da maior banda dos anos 70!

15 comentários:

  1. Não acabei vendo muito desse livro mas ele até que parece bem legal. Me animou isso das falas, o jeito de ser contado assim. Parece mais rápido de ler, bom pra quem tá numa ressaca e quer algo mais fácil e rápido mesmo. O tom real, o clima daqueles anos, coisas com gravadora e etc e tipo um documentário, que dá pra imaginar uma banda assim, também anima. Parece uma leitura gostosa. E se não ler ao menos vem uma série aí pra conhecer!

    ResponderExcluir
  2. Oiii ❤ Tenho ouvido falar muito bem desse livro, então estou curiosa sobre a leitura.
    Deve ser legal ver como a banda se tornou, a relação entre os integrantes, como era uma banda dos anos 70.
    Esse livro parece tão bem pensado, que parece que Daisy Jones and The Six foram uma banda que realmente existiu e essa deve ser umas das melhores coisas de fazer a leitura.
    Legal saber que em breve a Amazon vai adaptar a obra, com certeza, vai ficar maravilhosa, já que o elenco conta com Reese Whiterspon, que uma atriz incrível.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  3. Acho que nunca li um livro narrado como se fosse um documentário.Onde cada um dos integrantes da banda teve seu espaço. Assim cada ponto de vista pode ser analisado. O pêndulo não virá para um só lado.
    Anos 70 foi um ano interessante no cenário musical, especialmente no Rock and roll
    Acho que eu seria fã da banda Daisy Jones e The Six.

    ResponderExcluir
  4. Sério que vai virar série?? Adorei!!!
    Quando li pela primeira vez a resenha deste livro, tinha certeza de que era sobre uma banda real, ainda mais quando o cinema vem trazendo Queen e Elton de volta(dois super filmes).
    Mas fiquei surpresa que a banda é fictícia e mesmo assim, tudo parece tão real, até os envolvimentos com drogas, típicos nesta época da música.
    As histórias dos personagens contadas desta forma me agradou bastante e espero poder conferir a obra em breve!!!
    Tudo que envolve música me agrada..rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Não sei pq mas esse tipo de história é mto visual pra mim. Eu amaria o filme desse livro, mas pra ler o livro em si precisa de pelo menos uma trilha sonora durante a leitura. Livro sobre música precisa de música! Estou ansiosa para ver a série, acho q vou gostar muito apesar de nao ter interesse de ler o livro kkkkkk
    O audiobook é aquela versão só leitura, ou é dramatizado (com efeitos sonoros e etc)??

    ResponderExcluir
  6. Olá! A cada resenha que leio sobre este livro, minha vontade de fazer essa leitura só aumenta. Estou muito animada para conhecer Daisy e Billy, a autora parece ter criado personagens cheios de personalidade e muito bem construídos.
    Adorei a forma em que o livro foi escrito, como se fosse um documentário, essa é uma das coisas que mais chamou minha atenção sobre a obra.
    De fato a autora parece ter feito um ótimo trabalho, ao ponto de que a gente quisesse que a banda tivesse existido de verdade, achei isso muito bacana.
    Não fazia ideia que o livro vai virar série, com certeza vou querer conferir, ainda mais por saber que a Daisy será interpretada pela Reese Witherspoon, adoro essa atriz!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro. Me pareceu ter uma ótima premissa, não sou muito de ler livros assim de bandas, musica e tal mas adorei essa historia. Espero ter a oportunidade de ler e também de assistir a serie que será lançada.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  8. Achei muito legal a ideia do romance. Explorar uma banda de música fictícia como se fosse real, obviamente traz muitos elementos desse cenário musical, que sabemos ser tão movimento. Não sabia que seria adaptado pela Amazon.

    ResponderExcluir
  9. Estou com esse livro aqui, mas confesso que fiquei com um certo receio quando vi que a narração através de entrevistas.
    Mas agora sua resenha me empolgou, ainda mais que quando dei aquela folheada básica, eu senti como se a banda tivesse existido. Então imagino que a experiência será fantástica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu não conhecia o livro, mas apesar dele parecer ser legal devo confessar que por algum motivo ele não me chamou muito minha atenção. Talvez seja a forma que ele seja narrado, não sei. Não descarto a possibilidade de ler ele num futuro pois fiquei interessado na série que a Amazon vai produzir, é muito provável que eu assista quando lançar.

    Beijos ❤️

    ResponderExcluir
  11. Olá Jéssica ;)
    Já ouvi falar muito bem desse livro, mas infelizmente nunca li nada da autora.
    Amo banas de rock, e um livro sobre uma deve ser demais! Tenho uma amiga que leu ele e disse que tem até uma playlist criada pela autora com músicas que lembram a série *-*
    E estou chocada como a Reese está em literalmente TUDO, pois além daqui ela também está envolvida na adaptação de mais dois livros que são inclusive lançamentos recentes aqui no Brasil, que eu li e adorei ambos! Essa mulher é muito rainha mesmo haha
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Eu não curto muitos livros que são narrados por cartas ou entrevista, não tive boas experiências. Mas esse é um tipo que eu tentaria ler porque é diferente do que tentei antes. Sua resenha me deixou um pouco curiosa para ler, porém não por enquanto.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Jéssica
    Se a banda fosse de verdade tenho certeza que faria sucesso.
    A capa é bem interessante e lembra muito o início dos anos 80.
    Gostei muito da premissa com entrevistas contando toda aquela loucura que só quem acompanha seus ídolos sabe que acontece.
    Quero ter oportunidade para ler, e agora terá uma série que legal, beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Jéssica
    Eu achei o máximo essa história!
    Estou louca para lê-la!
    Mesmo sendo uma banda fictícia, pra quem ama rock e bandas antigas, como eu, deve ser um prato cheio entrar nessa cultura, nos perrengues e nas maravilhas da música!
    Parece ser divertido, dramático e bem irado!
    Já quero!
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi, Jéssica!!
    Parece ser um livro muito interessante, uma história bem bacana e fiquei bem empolgada para ver Daisy Jones and The Six em formato de série mas claro quero conferir primeiro o livro.
    Bjs

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Vinícios Costa editado por Silviane Casemiro | Todos os direitos reservados ©