Para Todos os Garotos Que Já Amei | Jenny Han


Acho que, hoje em dia, não tem uma única pessoa que não tenha pelo menos ouvido falar da obra de Jenny Han, Para Todos os Garotos Que Já Amei. O filme da Netflix com Lana Condor e Noah Centineo estrelando como protagonistas fez tanto sucesso que já tem a continuação, P. S.: Ainda Amo Você, e o terceiro já está pronto, só esperando para ser lançado. Eu sou do time que precisou se apaixonar pela adaptação para ler o livro, mas não me arrependo, já que também morri de amores pela escrita de Jenny Han. 

O enredo, obviamente, é igual ao do filme. Lara Jean é uma adolescente de 16 anos que acaba de entrar no Ensino Médio, mas leva uma vida um tanto quanto pacata, já que não tem muitos amigos e basicamente divide seus dias com seu pai, Dan, e suas irmãs Margot e Kitty. Uma das principais características da protagonista — tirando o fato de ser extremamente bagunceira, rs — é seu romantismo incurável, que é, no fim das contas, o que acaba a colocando em apuros na história. Lara Jean guarda cinco cartas secretas de amor, cada uma para um cara diferente, mas todas muito sinceras. Óbvio que nunca passou pela cabeça dela enviar tais cartas, mas misteriosamente elas são enviadas para seus respectivos destinatários, e é aí que a confusão começa. 

Eu já tinha amado tudo desde que assisti ao filme, mas depois de ler o livro minha certeza sobre o meu amor por histórias adolescentes só foi confirmada. Eu tenho certeza que se eu pudesse, viveria dentro de um romancinho desses bem estilo Sessão da Tarde mesmo, de tanto que eu gosto. Apesar de já conhecer os personagens, não me decepcionei com a descrição deles no livro. Lembro até de falar na resenha do filme que provavelmente não teria a mesma boa impressão, mas nunca paguei tanta língua na vida. Lara Jean é a mesma menina doce e carinhosa, Kitty continua sendo o alívio cômico e o Peter... Ah, o Peter Kavinsky... A vontade de colocar ele dentro de um potinho só aumentou!

Agora, sem sombra de dúvidas a minha melhor experiência foi com a escrita da Jenny Han, que eu não conhecia. Eu não sei como, mas ela conseguiu expressar a personalidade e os pensamentos de uma adolescente nas páginas, o que não é muito fácil. Eu já cansei de ler livros com essa temática onde os protagonistas jovens pareciam velhos de 80 anos. É claro que a maioria dos livros são escritos por pessoas adultas, mas o que prova a excelência do autor é saber, de fato, entrar no personagem. 

É claro que Para Todos os Garotos Que Já Amei tem todos os ingredientes para ser só mais um clichê adolescente, mas acaba sendo mais. Apesar dessa atmosfera de primeiro amor e do universo escolar, Jenny Han vai além, principalmente na construção de seus personagens e no desenvolvimento do romance entre Lara Jean e Peter: não existe aquela coisa forçada que é comum em livros do gênero, tudo acontece aos poucos, de forma inesperada. A escrita de Jenny Han é muito cuidadosa e tem potencial para conquistar até os leitores mais durões.

Título Original: To All The Boys I've Loved Before ✦ Autora: Jenny Han  
 Páginas: 320Tradução: Regiane Winarski Editora: Intrínseca
Livro recebido em parceria com a editora 

Postar um comentário

13 Comentários

  1. Eu só li o primeiro livro, então quando o segundo filme foi lançado, foi uma total surpresa para mim e mesmo com tantas críticas negativas, também viveria fácil, fácil na vida de Lara Jean!
    Amo o gênero, amo isso do amor jovem, inocente, com suas dúvidas, contradições, questionamentos.
    Agora preciso urgente ler a trilogia e ficar no aguardo do terceiro filme!rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Eu fiz o contrário, li lá trás, logo quando foi lançado o livro. E desde então sou apaixonada por Lara Jean, Peter (Se bem que as vezes ficamos estremecidos) e cia.
    Sim é um clichê mas é aquele clichê bem feito, bem estruturado, que faz a gente relembrar dessa época.
    Meu sonho é ser bff fã da Lara Jean, pedir suas roupas vintage emprestadas e fazer receitinhas com ela.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana
    Vi os dois filmes e gostei muito, estou ansiosa para o terceiro.
    Tenho só o primeiro livro, assim que adquiri os outros dois vou começar a ler.
    Também sou romântica e claro adoraria ser amiga de Lara Jean ou viver um romance bem sessão da tarde.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Ana!
    Todo mundo parece que já assistiu as adaptações menos eu hahahaha.
    Mas pretendo conferir a trilogia antes para depois assistir aos filmes, pois tenho certeza que a história é muito mais bem trabalhada (embora eu deva admitir que as adaptações aparentam não decepcionar).
    Realmente a autora abusa dos clichês, mas um aspecto de destaque da obra é a descendência oriental da protagonista, o que confere uma representatividade que é muito apreciada em qualquer livro.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Ana!
    Uma delícia quando nos identificamos com a protagonista de um livro, mesmo que seja adolescente… Acabamos lembrando de tudo o que passamos nessa época e é até bom.
    Achei bem interessante ver Lara amadurecer e ainda se meter em um romance nada haver com ela, porém que a ajudou.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Amo!
    Já li e assisti, e tenho um carinho imenso por Lara Jean, Peter K e Jenny Han.
    A escrita dela é prazerosa e sinto que vai evoluindo de um livro para outro, tanto que o meu preferido é o último.
    Preciso assistir a continuação.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Já queria ler os livros bem antes de sair filme, mas só acabei conseguindo ver primeiro e depois ler. Foi um amor também quando vi. Netflix me enganou. Achei a trama uma gracinha no livro, ler foi bem gostoso porque a personagem é um amor, eu adorei aquelas loucuras de cozinha dela e o drama adolescente também. Mas vou dizer que ler me fez querer colocar o Peter num potinho também. E fechar bem. E esquecer na prateleira.
    Netflix me enganou nisso.
    Como pode né? Amei o filme mas lendo os livros o personagem dele não me agradou. Queria que tivesse os dois lados. Só peca nisso essa história, não ter nenhum tipo de ponto de vista dele =/

    ResponderExcluir
  8. Ooi por enquanto só li o primeiro livro e gostei bastante achei um clichê bem foto,o filme eu olhei os dois e não achei tão bom assim como o livro.
    Adorei muito a personagem e só as loucuras principalmente na cozinha beijos

    ResponderExcluir
  9. Migaaaa,
    Assim como você não quis ler quando lançou, também não quis.
    Eu julguei horrores quando vi o lançamento desse livro, mas quando foi adaptado assisti (não sei se como forma de torturar meu namorado, mas fiz ele assistir comigo hahaha) e me apaixonei pela história.
    Não sei se quero ler, amo clichês, mas vai que eu confirmo que gosto de ler histórias adolescentes? kkkkk
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Qur vergonha, ainda não li o livro e nem assisti ao filme. Mas por conheçer a história anterior, acho que essa continuação e perfeita. Primeiro quero ler o livro, por ser sempre melhor, na minha opinião, então em breve começarei a leitura.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Comprei os dois volume da trilogia e já estou ansiosa para ler. Já vi aos filmes e amei muito, espero poder amar os livros. A historia é aquele clichê que amo muito!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ana
    Eu li ele ano passado e amei!
    Que escrita deliciosa!
    E a Lara e o Peter são muito fofos e engraçados, fazia tempo que eu não lia um romance adolescente fofo e divertido assim.
    Esse ano quero comprar os outros dois volumes.
    O primeiro filme adorei muito também. O Noah é aiiiin um lindo!
    Não assisti o segundo, porque quero ler primeiro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. A série é bem bobinha mas é apaixonante e eu super recomendo ela para quem está em uma bela ressaca literária pois a história do Peter e da Lara apesar de adolescente é super instigante e fofa

    ResponderExcluir