Daqui a Cinco Anos | Rebecca Serle


Já quero começar a resenha desse livro avisando que o texto inteiro será um grande spoiler, portanto, não passem daqui caso tenham vontade de ler Daqui a Cinco Anos. Eu fiquei tão indignada com tanta coisa que precisarei contar detalhe por detalhe para que vocês entendam como me senti. Recado dado, vamos às minhas considerações (e já aviso também que falei bastante palavrão, simplesmente não consegui controlar, me desculpem).

Primeiramente, apesar de toda a raiva que passei, devo confessar que o enredo proposto por Serle é deveras instigante. Tudo começa com Dannie, a protagonista, arrasando numa entrevista de emprego na empresa de advocacia que sempre sonhou em trabalhar. Além do mais, seu namorado incrível aproveita o dia especial para pedi-la em casamento. O que poderia dar errado em sua vida? Quando volta para casa, acaba pegando no sono e acorda em um apartamento totalmente diferente, com outra aliança de noivado no dedo e na companhia de um homem que não faz ideia de quem seja. A data? 15 de novembro de 2025, cinco anos no futuro. 

Depois de passar um tempo nesse cenário, Dannie acorda novamente no presente. Mesmo abaladíssima com o que passou, resolve tratar a situação como o que é de verdade, um sonho — ou seria um pesadelo? Pois bem, a protagonista segue sua vida normalmente e há um salto de quatro anos e meio na história. Tudo está dando certo, óbvio. Já subiu de cargo na empresa, mas ainda não se casou com David porque jura que ambos têm planos mais importantes para cumprir e, afinal, eles já vivem juntos, não é mesmo? 

Gente, se preparem, porque eu realmente vou contar basicamente o livro inteiro, tá? Não tava brincando no primeiro parágrafo. Nesse meio tempo, conhecemos outra personagem, Bella, a melhor amiga de infância da Dannie. Ela é muito rica, do tipo que vive a vida intensamente, se apaixona por várias pessoas, mas nunca consegue manter um relacionamento. Mas aí ela conta para Dannie que encontrou o cara perfeito, que tem certeza que eles são almas gêmeas e quer apresentar o novo namorado para amiga a todo custo. E esse encontro realmente acontece. Vocês já conseguem imaginar quem é a pessoa? Isso mesmo, o sujeito do sonho de tantos anos atrás!

Até aí tudo bem, afinal, Aaron é o namorado da melhor amiga e além do mais, Dannie jura que está num relacionamento maravilhoso. E para mim já tá errado aí, porque o relacionamento entre Dannie e David é mais frio que a minha geladeira quando tá no máximo e fico muito triste por ela acreditar que isso é bom. Parece que o sonho dela com a empresa de advocacia é a única coisa que tem importância real na vida dela, então David fica totalmente de lado, prova disso é que ela demora QUATRO ANOS E MEIO para marcar a data do casamento e isso só acontece porque ela tem medo que aquela visão que teve com Aaron se concretize. 

Mas enfim, continuando... Em determinado ponto da história, descobrimos que Bella está com câncer em estágio avançado e obviamente já saquei que a personagem ia morrer no momento em que li a informação. Aaron com toda sua pinta de bom moço fala que não vai abandoná-la e coisa e tal, e realmente acompanha Bella durante todo o tratamento, chegando, inclusive, a pedir a mão dela em casamento. Só que o tempo todo a gente sente uma tensão entre Dannie e Aaron, porque ela sabe o que vai acontecer e porque tá na cara que ele na verdade deseja Dannie. Isso por si só já me matou de raiva, porque ficou muito na cara que o Aaron só ficou com a Bella até o final porque tinha certeza que ela ia morrer. Ah, no meio dessa confusão toda, David FINALMENTE percebe que Dannie nunca quis realmente se casar com ele, que na moral nunca foi nem apaixonada por ele de verdade, e termina tudo (tipo, semanas antes do casamento).

Aí acontece uma coisa que para mim foi o AUGE dos AUGES. Bella, depois de ter feito vários tratamentos, chega num ponto que não consegue levantar mais da cama, mas com a ajuda de Aaron, que é arquiteto, dá de presente pra Dannie um apartamento maravilhoso, todo mobiliado. E sim, é o apartamento em que ela acorda durante o sonho-visão. Quem leva Dannie para uma tour no apê é o Aaron, o que acontece? O CARA BEIJA A MOÇA. Tipo assim, ele tem uma NOIVA QUE TÁ PROSTRADA EM CIMA DA CAMA, PRESTES A MORRER, e tá lá beijando outra. Eu nem me surpreendo com essa atitude, porque já não espero muita coisa de homem, mas o que me matou de ódio de verdade foi DANNIE TER CORRESPONDIDO O BEIJO. Eu achei que não podia piorar, né, mas piora...

Chega o tal dia 15 de dezembro de 2025, o aparente terror da vida de Dannie. Vocês sabem o que acontece nesse dia? A morte da Bella. Aí acontece o seguinte: literalmente após o enterro da menina, Aaron e Dannie transam, seguindo o roteiro do sonho da protagonista. Isso mesmo que vocês leram. O corpo da menina MAL ESFRIOU e o namorado e a melhor amiga estão lá transando no apartamento que ela deu de presente. Tipo, eu sabia que isso ia acontecer, mas o que me deixou puta da cara foi o fato de Dannie não fazer SIMPLESMENTE NADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA PARA EVITAR QUE REALMENTE ACONTECESSE!! E o tempo inteiro no livro ela fica com o papinho de "ai não quero que aconteça pipipi popopo", mas não perdeu a oportunidade, sabem? Parece que os dois estavam só esperando a Bella morrer, misericórdia. 

O pior de tudo é que essa transa acontecer simplesmente por acontecer, porque eles nem se gostam de verdade. É como se tivesse sido um teste pra saber se ia dar certo ou não e no fim da noite eles descobriram que foi um erro. Tipo, que coisa mais escrota? Que espécie de melhor amiga é essa, gente? E assim, eu juro para vocês que teria sido menos ridículo se a autora realmente tivesse feito os dois ficarem juntos, porque né, a gente não escolhe por quem se apaixona. Mas não, foi tudo em vão. No fim das contas, foi isso o que me deixou com mais raiva, principalmente porque a justificativa foi "ah não, aconteceu porque estávamos muito tristes com a morte da Bella". CARALHOOOOOOOOOOOOO, que forma mais esquisita de lidar com o luto, né? Transando com o noivo da melhor amiga morta. Pai da glória, não desce por nada nesse mundo. 

Agora chegamos no único ponto positivo de Daqui a Cinco Anos: apesar dos pesares, a narrativa é boa, é fluida demais. Não consigo entender como um enredo tão legal pôde ter ido ladeira abaixo dessa forma. E sabem, o fato de Bella ser uma personagem legal e atenciosa, com aquela felicidade só por estar viva, só fez com que eu ficasse com mais ódio de tudo. Até agora acho inconcebível Dannie ter sido tão péssima para uma pessoa que sempre esteve ao lado dela. Isso para mim não é postura de amiga, de verdade. 

Bom, aí vem uma coisa realmente interessante. Notei que a maioria das pessoas que teve contato com a história gostou do que leu. E mais, as pessoas realmente se emocionaram com o desfecho criado por Rebecca Serle. Aí fica aquele questionamento de sempre... O problema é comigo porque eu sou chata demais e não consigo relevar filhadaputagem? Problematizei demais uma história que deveria ser só sobre amor fraternal, supostamente? Depois de lerem tudo o que eu falei nesse texto, me respondam, por favor, se eu estou exagerando. É sério.

Título Original: In Five Years ✦ Autora: Rebecca Serle
Páginas: 290 ✦ Tradução: Alexandre Boide ✦ Editora: Paralela
Livro recebido em parceria com a editora
Ajude o blog comprando o livro através do nosso link!

Postar um comentário

22 Comentários

  1. Quando vi, pela primeira vez, o livro e li a sinopse, achei bem interessante e até deu vontade de ler.... Mas conforme fui lendo resenhas nos ig's literários, fui percebendo que não era bem o que pensava.
    Só li o post todo, por que sei que não vou ler e concordo com você. Dannie e Aaron foram dois sacanas e pra nada....

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana
    Olha eu adoro sua sinceridase e penso o muito igual a você sobre os livros que você resenhou e eu ja li.
    Acho que temos opiniões parecidas. E você está completamente certa em sua opinião.
    Essa Dannie é uma ser vergonha. E o Aaron também. Mas homem a gente já tá acostumado com a grande parte deles serem escrotos.
    Agora quando uma mulher é com a melhor amiga, que está morrendo aos poucos, olha... Sem palavras!
    Com amiga e noivo desses, pra quê inimigos?
    Eu tinha até me interessado em ler, porque li algumas resenhas do povo que se emocionou. Mas nem chego perto desse livro. De traição já me chega as da vida real.
    E eles nem ficam juntos no final, então nem apaixonados tavam. O que não justifica a traição, mas poderíamos dizer que "foi paixão demais", só que não. Foi só mal caráter mesmo.
    Bjs e não deixe de dar sua opinião nunca. Porque a gente ama!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já viu aquele meme "sou obrigada a ter empatia?"? kkkkkkkkkk
      Pois então!
      Mas assim, eu sou do tipo de pessoa que indica o livro mesmo não tendo gostado, porque pode ser que pra você faça sentido, viu?
      E obrigada, fico feliz que goste das minhas resenhas ultra-sinceras kkk.

      Excluir
  3. Mulher, eu li a sinopse e as resenhas em quatro blogs literários e nenhum trouxe esses aspectos que você colocou. Primeiro que eu coloquei na minha lista de leitura por todas as qualidade que li nas outras resenhas e quando comecei a sua, pensei: ué, o que tá acontecendo? hahaha
    Mesmo querendo muito ler o livro, tive que continuar mesmo com os spoilers.
    Exatamente todas as outras opiniões focaram muito na amizade das duas e que era uma delícia acompanhar essa união, muito mais até que esses noivados dela. Mas eu tô chocada com a parte do beijo!!! Na verdade, eu tô chocada com sua resenha inteiraaa! Não esperava que o livro fosse assim :O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu mais amo nos livros é isso, porque eles podem ou não funcionar para as pessoas... Alguém pode amar enquanto outro alguém odeia, é muito engraçado.

      Excluir
  4. Fiquei dividida aqui. 😂 Eu pretendo ler, então vou fugir dos spoilers; mas fiquei curiosa com os pontos que te causaram indignação porque, dependendo do que seja, posso diminuir as expectativas. Mas, vou me conter e torcer para gostar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu precisava de uma resenha assim! rs
    Já tinha lido algumas sim, gostando demais do livro,mas nenhuma mostrou esse ângulo da história, acredito que só focaram nos cinco anos. E omitiram a sacanagem.
    Juro que por nenhum segundo, imaginei que teria tanta coisa errada junta dessa forma. E não sei ao certo como expressar isso.
    Se ainda pretendo ler? Sim, pretendo.
    Se irei gostar? Provavelmente vou ficar p da vida, pois faço parte do time que odeia filhadaputagem também!!!!
    Oh, te admiro demais, por ser tão sincera com uma resenha ímpar assim!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  6. Com medo de ler até os comentários, obrigada por avisar que tinham muitos spoilers. Quero ler esse livro (já quis muito mais), mas por curiosidade mesmo, para saber o que eu mesma irei achar, pois me parecia ser um dos tipos de livro que eu gosto. Já li várias resenhas sobre, já teorizei bastante com o rumo da história, já entendi que não devo colocar expectativa nenhuma no tal cara do sonho.. E é bem assim que vou fazer essa leitura mesmo, sem expectativas para nada. Não vi tantas pessoas assim, como você falou, que gostaram. A maior parte odiou e isso me deixa curiosa hahah.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ola Ana
    muito boa a sua resenha como sempre
    e penso que sinceridade nas resenhas é fundamentel .
    eu fiquei dividida entre ler ou não ler , mas depois de ler a sus resenha a vontade diminuiu ,não gostei dessa atitude da Danni e do Aaron ,me pareceu dois safados
    e seja sempre assim sincera nas suas resenhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eliane!
      Também acho que é fundamental falarmos o que sentimos de verdade quando lemos! Mas dê uma chance, quem sabe você gosta? <3

      Excluir
  8. Olá, Ana
    Li várias resenhas desse livro e agora entendi todo o mistério por trás do enredo. Desconfiava que tinha algum tipo de traição, mas o fim foi um fiasco. Podia pelo menos ter ficado com o cara, já que tinha transado com ele no dia que Bella faleceu.
    Quero ler, mas como já sei as ressalvas não vou criar mais expectativas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ana!
    Por outras resenhas que li, achei que era uma história de amizade e até imaginei que Bella morria, mas que ela pedia para que Dannie ficasse com Aaron para que pudessem ter um filho, sei lá... e perpetuasse a amizade delas, mas essa tremenda trairagem, jamais tinha imaginado.
    Acredito que nossas reações aos livros, vem de acordo com nossas vivências de vida e por isso, devo concordar com você... não entendi bem qual o sentido da história, já que não ficaram juntos, o que diz que nem romance ouve. E tem outra coisa: ficou explicado ao menos o por que do 'sonho'?
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eita que eu já estava com um pé atrás em relação a esse livro, mas depois dessa resenha, estou com os dois pés atrás e chance quase zero de dar uma oportunidade à leitura. Meu receio era justamente esse “triângulo”, ainda mais entre amigas e suspeitava que coisa boa não pudesse sair disso. Valeu pela sinceridade, pois acompanhei várias resenhas e só li coisas boas em relação ao livro (cheguei até cogitar ler), mas pelo visto minha intuição estava certa hein, detesto esse tipo de atitude por parte dos personagens (e na vida real também), por isso, esse livro não é para mim!

    ResponderExcluir
  11. Eu li uma resenha sobre esse livro em outro blog, e o que foi descrito nele é que a premissa dá a entender que será um grande romance, mas que na verdade é focado mais nesse lado de controle de decisões da Dannie. Agora, lendo sua resenha, eu entendi o que a outra resenha quis dizer. O que eu não gostei dessa história toda não foi nem a cara de pau da Dannie ter feito tudo que fez, mas sim o fato de que tudo parece ser feito apenas para chocar, pois, como você falou, eles nem se gostam de verdade. Esse enredo daria uma grande história, mas me parece que a autora deixou muito a desejar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justamente isso, Luis!
      Dannie podia SIM ter mudado o curso das coisas caso assim quisesse, fato.

      Excluir
  12. Oi Ana,
    Quando eu vi o lançamento do e-book de Daqui a Cinco Anos, confesso que fiquei interessada, pois a sinopse é mesmo instigante. Mas nem toda a ideia interessante tem um bom desenvolvimento e isso ficou claro no momento em que comecei a acompanhar algumas resenhas do livro, onde muitos pontos negativos sobre o enredo se destacaram. O salto no tempo não seria um problema se a autora o tivesse usado de outra forma. Quatro anos e meio onde nada acontece e então, em um curto período de tempo, é para se desenrolar toda a trama do livro. Para mim isso faz com que a ideia toda da história se perca e o que era tão promissor acabada sendo bem frustrante. No momento não lerei este livro, mas se isso mudar no futuro espero ter algum bom proveito da narrativa criada por Rebecca Serle.

    ResponderExcluir
  13. Tive que ler a resenha toda, pois não é a primeira resenha que leio, onde mostra todo lado negativo desse livro . Para mim, seria o enredo perfeito para um sucesso total, porém com tantos pontos negativos, me desanimou muito. Logo tenho quase certeza que não vou ler.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Ana!
    Confesso que no momento não tenho planos para ler Daqui a Cinco Anos, mas como fiquei com uma pequena curiosidade em relação ao sonho que a Dannie teve e se ele se realizará posso me decidir em ler o livro futuramente, por isso parei de ler sua resenha para não pegar spoiler... Mas caso eu leia o livro voltarei aqui para ler sua resenha, ok?!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  15. Meu.
    Paim.
    Chocada!
    Rindo de nervoso. Ui delícia, livro pra passar altas raivas e altos gritos. Amei xD
    Amada, mas que história mais problemática é essa! Daquelas que tem tanto plot, que faz tanta raiva, que tem tanto plot que tu fica perdida na neurose do "não, isso não pode ta acontecendo, não vai piorar, impossível" aí piora xD
    !!!!
    Ainda bem que li isso aqui porque olha, agora deu vontade de ler. Mesmo sabendo tudo, mas que coisa mais revoltante de estranha! Que amiga é essa? Que namorado é esse? Que loucura é essa minha gente?! Se a narrativa for boa assim mesmo de ler é pra fazer a pipoca e se preparar pra passar raiva. Agora me chamou atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha te deixado com vontade de ler o livro MESMO citando exatamente todos os pontos negativos. É muito legal quando isso acontece, haha!

      Excluir
  16. Ana, simplesmente pulei a resenha para o final, mas meu Deus do céu eu acho que vou ler logo esse livro só para voltar aqui e entender o porquê de tantos palavrões hahahaha. Sos! Que medo...
    Os Delírios Literários de Lex
    Participe do Top Comentarista de Agosto!

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Minha querida amiga só vim deixar um recado: SÓ VOU LER A RESENHA QUANDO EU TER LIDO O LIVRO! Só comento para não ficar de fora do top, por favor considerá isso taaaaaaaaaaaaaa!

    Blog: Tempos Literários

    ResponderExcluir